Breaking News
Home / Alimentos / Abóbora

Abóbora

PUBLICIDADE

Abóbora é um tipo de abóbora. Embora seja tecnicamente uma fruta, geralmente é considerado um vegetal.

Sementes de abóboras são usinas de nutrientes . Mas a carne de abóbora também é rica em nutrientes. É embalado com fibras, vitaminas e minerais e pode ser consumido regularmente para ajudá-lo a prosperar durante todo o outono e inverno.

1) Abóboras ajudam a aumentar a imunidade para mantê-lo bem
Tanto a polpa de abóbora como as sementes são ricas em vitamina C e antioxidantes, incluindo beta-caroteno e outros carotenóides.

De fato, a abóbora é uma das melhores fontes de beta-caroteno e de outros carotenóides sinérgicos . Juntos, eles dão às abóboras sua cor brilhante e atraente.

O beta-caroteno é bom para o seu sistema imunológico porque é convertido em vitamina A, desencadeando a criação de glóbulos brancos, que combatem as infecções e ajudam a mantê-lo bem .

2) Abóboras podem ajudar a limpar o fígado
O beta-caroteno e outros carotenóides nas abóboras melhoram a saúde dos tecidos do fígado e também ajudam a desintoxicar o fígado.

3) Abóboras ajudam a manter seus olhos saudáveis
Além de seus benefícios imunológicos, o beta-caroteno e outros carotenóides, incluindo a luteína, são importantes para a saúde dos olhos.

Mas estes são apenas alguns dos muitos antioxidantes encontrados na abóbora que podem ajudá-lo a evitar danos degenerativos aos seus olhos .

De acordo com os Institutos Nacionais de Saúde, uma xícara de abóbora cozida contém mais de 200% da sua ingestão diária recomendada de vitamina A – o que ajuda a visão, especialmente na penumbra .

4) As abóboras podem ajudá-lo a sentir-se completo – apoiando a perda de peso
A abóbora é embalada com fibra, ajudando você a se sentir mais completo e satisfeito por mais tempo . A fibra também está associada à perda de peso.

Diminui a taxa de absorção de açúcar no sangue e é benéfico para a digestão .

5) Abóboras ajudam a manter sua pele saudável
Comer abóbora pode ajudar a melhorar a aparência e textura da sua pele .

Os antioxidantes nas abóboras, particularmente os carotenóides e as vitaminas C e E, ajudam a melhorar a saúde da sua pele.

6) As abóboras são uma escolha saudável para o coração
O potássio nas abóboras pode ter um efeito positivo na pressão sanguínea .

Um estudo de 2017 publicado em “Nutrição, Metabolismo e Doenças Cardiovasculares” sugere que consumir potássio suficiente pode ser quase tão importante quanto diminuir a ingestão de sódio (sal) no tratamento da pressão alta.

Outro estudo mostrou como os participantes com a maior quantidade de beta-caroteno tinham aproximadamente metade do risco de morte por doença cardiovascular em comparação com aqueles com menor quantidade.

A fibra solúvel em abóbora também é útil para reduzir o colesterol e triglicerídeos.

Gênero

A abóbora é do gênero Cucurbita e da família Cucurbitaceae (que também inclui cabaças).

Comumente refere-se a cultivares de qualquer uma das espécies Cucurbita pepo, Cucurbita mixta, Cucurbita maxima e Cucurbita moschata, e é nativa da América do Norte.

Elas normalmente têm uma casca espessa laranja ou amarelo, dobrado a partir da haste para a parte inferior, que contém as sementes e a polpa.

Origem

Originária da Guiné, a abóbora chegou ao Brasil, no século XVI, pelas mãos dos portugueses.

Hoje, é muito conhecida em todo o país, e chamada por diferentes nomes, como jerimum, no Norte e como moranga, no Sul.

Tem alto valor nutritivo, contém caroteno, um elemento ótimo para fortalecer a visão, vitaminas do complexo B e sais minerais.

Com baixas calorias, (40calorias/100g) dela tudo se usa, inclusive suas sementes, seus brotos e sua flor.

As sementes podem ser torradas e salgadas, usadas como aperitivo e as flores feitas à milanesa, são uma sugestão gostosa para uma entrada diferente.

Quando verdes, bem novinhas, ficam gostosas ensopadas ou recheadas. Ela é usada ainda em sopas, purês e suflês.

A Abóbora

Cultivadas em todo o mundo, elas fornecem polpa e sementes comestíveis.

A fruta verde pode ser cozida e consumida inteira.

A polpa pode ser assada ou cozida, usada em sopas ou ensopados, ou se tornar recheio de ravióli.

As abóboras como todos os vegetais de pigmentação alaranjada, são ricas em beta-caroteno e vitamina C.

Elas apresentam muito pouco gorduras e muitas fibras. A abóbora tem também alto teor de óleo vegetal insaturado, uma fonte de vitamina E, e é rica em vitaminas do complexo B.

Como as abóboras absorvem água, perdem alguns nutrientes e calorias por peso quando fervidas.

A abóbora-moranga, que é a menor e mais doce, é a melhor para ser cozida e assada.

A fruta tem casca dura e é ideal para o armazenamento.

Ela dura cerca de um mês em local fresco e seco.

Abóbora
Abóbora

INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS

Porção: 100 gramas
Quantidade por porção
%VD(*)
Valor Calórico 40 kcal 2%
Carboidrato 9.8 g 3%
Proteína 1.2 g 2%
Gorduras Totais 0.3 g 1%
Gorduras Saturadas 0 g 0%
Colesterol 0 mg 0%
Fibra Alimentar 0.6 g 2%
Cálcio 12 mg 2%
Ferro 0.7 mg 5%
Sódio 32.1 mg 1%
* Valores Diários de referência com base em uma dieta de 2500 calorias

A abóbora é um legume muito conhecido em todo Brasil. Porém, em cada região, apresenta nomes distintos, como jerimum no Nordeste e moranga na região Sul.

Conforme a variedade, a abóbora apresenta tamanho e formato diferente, mas sua forma mais comum é a redonda, um pouco achatada na parte de baixo.

É consumida como doces, compotas ou também como acompanhamento nos pratos brasileiros.

Na área nutricional, destaca-se pelo alto teor de caroteno, vitaminas e sais minerais.

Abóbora como utensílio

Pegue uma abóbora grande, corte uma tampa e retire as sementes e os fios. Lave bem. Pincele toda a abóbora com azeite extravirgem light, embrulhe em papel alumínio, leve ao forno brando, até amaciar totalmente. Feito isto está pronta sua mais nova cumbuca para que você possa colocar sua receita predileta.

Na saúde

Suas sementes, para os índios Cherookee, podem curar cólicas, diminuir pedras nos rins e acalmar febres desde que servidas em chás. Na Índia, a polpa da abóbora colocada diretamente sobre a testa alivia dores de cabeça e, nas Filipinas, o caldo do pé de abóbora é recomendado na cura de dores de ouvido.

O que é

São plantas anuais, rasteiras, da família das cucurbitáceas. Ao grupo das abóboras pertencem a abóbora rasteira (Cucurbita moschata), a moranga (C. máxima), a moranga híbrida, obtida pelo cruzamento da moranga com a abóbora, e abobrinha-verde, que é uma variedade da abóbora rasteira.

As abóboras são consumidas sob a forma de doces em diversos pratos salgados e são muito importantes nas dietas. Existem espécies destinados à ornamentação e à ração animal

Cultivares recomendados:

a) abóbora-rasteira ( Curbita moschata Duch.): Canhão, abóbora–seca e menina-brasileira
b ) moranga (Cucurbita máxima Duch.):
Exposição
c) Híbrido:
Tetsukabuto

Época de plantio

Desenvolve-se bem nas épocas quentes (temperatura na faixa de 20 a 35ºC). O calor excessivo queima os frutos e o frio prejudica a germinação de sementes e o crescimento da planta.

Plantio

Colocando-se 4 sementes/cova, são necessários 0,5 a 1 kg/ha para as abóboras, 0,5 a 0,8 kg/ha para as morangas e 0,4 a 0,7 kg/ha para os híbridos. No caso das abóboras híbridas, que são estéreis, é preciso plantar de 15 a 20% da área com um cultivar polinizador; para cada 5 e 6 linhas, ou 5 covas do híbrido, planta-se uma do polinizador.

Este deve ser semeado antes do híbrido: 25 a 30 dias (tipo Menin); 15 a 21 dias (Exposição).

Espaçamento:

Abóbora: 5m entre linhas ou sulcos x 4m entre covas
Moranga:
4 x 3m
Híbridas:
3 x 2m
Abobrinha-de-moita:
1,5 x 1m.

COVAS:

50cm de lado e 30cm de profundidade.
Cada cova deve ser adubada com5 a 10kg de esterco de curral bem curtido ou 2 a 3kg de esterco de galinha.

Clima e solo

As abóboras são plantas de clima quente, preferindo temperaturas de 20 a 27°C, e não resistem a temperaturas abaixo de 10°C. adaptam-se a vários tipos de solos, mas preferem os de textura média, bem drenados, leves e de boa fertilidade. O pH varia entre 5,8 e 6,8. Temperaturas amenas e dias curtos estimulam o desenvolvimento de maior número de flores femininas.

Sementes necessárias

Para abóbora – rasteira e tetsukabuto, necessita-se de 500g por hectare; para moranga, 800g a lkg de sementes por hectare.

Adubação

Esterco de curral ou de galinha, se disponível . 300g de superfosfato simples e 40g de cloreto de potássio por cova, 20g de sulfato de amônio em cobertura, conforme a necessidade da planta.

Tratos culturais

Manter a cultura no limpo na fase inicial. Depois de frutificação, o mato não parece prejudicar a cultura.

Irrigação

É preciso irrigar na fase de germinação.

Época de colheita:

Abóbora – menina é comercializada ainda verde , com 25cm de comprimento (cerca de 380g de peso).
A colheita inicia-se aos 75 dias até a maturação dos frutos.
Moranga e tetsukabuto são colhidos 90 a 120 dias após o plantio, enquanto as abóboras secas levam 150 dias até a maturação dos frutos.

Produção normal: 10-15t/ha.

Rotação: Cereais e hortaliças folhosas. Não plantar outras cucurbitáceas e pimentão nas proximidades e nem utilizá-lo para rotação.

Abóbora
Abóbora

Polinização das híbridas

As morangas híbridas têm poucas flores masculinas e não produzem pólen, por isso plantam-se 10% das covas variedades polinizadoras de abóbora ou moranga, como a Coroa, abóbora-de-porco e Menina-Brasileira, 10 a 15 dias anttes da híbrida. A abobrinha italiana também é usada como polinizadora, mas por ser mais precoce, é plantada 15 dias depois da híbrida. Recomenda-seque se plante uma cova de polinizadora para cinco ou seis de híbrida, ou uma fila para cinco ou seis. As morangas Lavras 1 e Lavras 2 não precisam ser intercaladas com abóboras polinizadoras.

Raleação

Quando as plantas estiverem com 3 a 4 folhas, eliminam-se as menos desenvolvidas, deixando duas por cova.

Capinas

As culturas de abóbora e moranga devem ser mantidas no limpo.

Composição por 100g:

Abóbora: 40 calorias, 1,2g de proteínas, 12mg de cálcio, 27mg de fósforo, 0,7mg de ferro, 350mmg de vitamina A, 0,05mg de vitamina B1, 0,04mg de vitamina B2 e 42mg de vitamina C.
Moranga:
35 calorias, 1,7g de proteína, 32mg de cálcio, 24mg de fósforo, 2,3mg de ferro, 380mmg de vitamina A, 0,07mg de vitamina B1, 0,05mg de vitamina B2 e 11mg de vitamina C.
Folha da abóbora:
27 calorias, 4,0g de proteínas, 477mg de cálcio, 136mg de fósforo, 0,08mg de ferro, 600mmg de vitamina A, 0,09mg de vitamina B1, 0,06mg de vitamina B2 e 80mg de vitamina C.

Broto de abóbora: 26 calorias, 4,2g de proteínas, 127mg de cálcio, 96mg de fósforo, 5,8mg de ferro, 270mmg de vitamina A, 0,14mg de vitamina B1, 0,17ng de vitaminaB2 e 58mg de vitamina C.

Irrigação: Diariamente, até trinta dias depois do plantio, e de quatro em quatro dias até o início da maturação dos frutos.

Adubação de cobertura: Feita 30 dias depois do plantio. Aplicam-se 2kg de esterco líquido por planta.

Pragas e doenças

As pragas que atacam as cucurbitáceas são os pulgões, vaquinhas e brocas, que podem ser controladas com cobertura morta de palha e arroz entre as covas.

Usa-se também repelente à base de pimenta ou inseticida à base de fumo. O repelente é feito com 500g de pimenta verde ou vermelha, 4 L de água e 50 colheres de sabão em pó. Batem-se as pimentas no liquidificado, com 2 L d’água, coam-se e misturam-se o sabão e o restante d’água. O repelente é pulverizado sobre as plantes atacadas. O inseticida é feito com 100g de fumo de corda picado, três colheres de sabão de coco e 4 L de água. O fumo é fervido em 2 L de água, durante cinco minutos. Depois de esfriar e coar, misturam-se o sabão de coco e o resto da água. Essa mistura deve ser pulverizada sobre as folhas atacadas. Se os pulgões não desaparecerem, aumentam-se a dosagem de fumo na composição. As principais doenças são a antracnose, o oídio, o míldio, o crestamento gomoso do caule, a podridão – dos frutos e o mosaico.

A antracnose, que forma manchas escuras na superfície dos frutos, caule e folhas, é favorecida pela alta umidade do ar e pela temperatura entre 21 C a 27 C, e é controla com rotação de culturas (repolho, couve, tomate, alface) durante dois ou três anos, coma utilização de sementes sadias e eliminação de cucurbitáceas selvagens e restos de cultura. O oído, que afeta as folhas expondo-as à queimadura do sol, é causado por um fungo que se desenvolve em temperaturas baixas, orvalho e nevoeiro pesado. O míldio, também causado por fungos, deixa lesões e manchas verde-oliva e púrpura nas folhas é controlado evitando-se o plantio em períodos sujeitos à neblina e a temperaturas entre 16 e 22 C.

Devem-se também evitar baixadas mal ventiladas e com acúmulo de ar frio. O crestamento gomoso do caule, provocado por fungo que se desenvolve em temperaturas acima de 25 C, pode atacar qualquer órgão da planta, deixando lesões circulares de cor parda e preta nos frutos, e é controlado com rotação de cultura e uso de sementes sadias. A podridão dos frutos é provocada por bactérias, e as medidas preventivas são a rotação de culturas, tratos culturais para proteger os frutos do contato com o solo e a escolha de solos leves, drenados e não sujeitos ao encharcamento. O vírus do mosaico é transmitido, principalmente por pulgões, durante os tratos culturais. Essa doença reduz o tamanho das folhas e interfere no desenvolvimento dos frutos, que ficam inutilizados para o comércio. Seu controle consiste em usar sementes sadias, evitar utilizar áreas onde foram plantadas outras cucurbitáceas e eliminar as plantas susoeitas.

Produtividade:

Abóbora: 12 a 16 t/ha
A híbrida:
Fe 10 a 15 t/ha
Moranga:
De 10 a 12 t/ha

Cultivares

Abóbora: Bahiana Tropical, Canhão, Canhão Gigante, Caravela, Carioca, Goaininha, Jacarezinho, Menina Brasileira, Menina Clara, Menina Creme, Mini Paulista, Mocinha, Nova Caravela, Pira-Moita, Redonda, Amarela Gigante, Seca de Pescoço e Spaghetti
Abóbora japonesa:
Ebisu, Lavras II, Suprema, Tetsukabuto e Tsurunashi Yakko
Moranga:
Alice, Big Moon, Carijó, Coroa, Exposição e Tropical.

Armazenamento: Os frutos podem ser guardados em galpões arejados, por tempo determinado, até sua comercialização.

Rotação: Cereais e hortaliças folhosas. Não plantar outras cucurbitáceas e pimentão nas proximidades e nem utilizá-lo para rotação.

Detalhes

Não aplicar defensivos no período da manhã para não prejudicar a atividade dos insetos polinizadores, principalmente, as abelhas.
Irrigar um dia antes da semeadura e 1 a 2 vezes/semana até o início da maturação dos frutos.

Por infiltração: Os sulcos devem ser preparados com declividade de 0,2 a 0,5%.

Por aspersão:

Evitar o período da manhã durante o florescimento, para não molhar e inviabilizar o pólen.
Iniciar entre 90 e 120 dias o plantio, para as abóboras híbridas, e entre 120 a 150 dias para as demais.

Abóbora
Flor de Abóbora

Nome científico: Cucurbita moschata (Duch.) Duch. Ex Poir.

Família: Cucurbitaceae

Origem: Ásia Tropical

Características da planta

Planta de ciclo anual, caule herbáceo rastejante, provido de gavinhas e raízes adventícias. Apresenta folhas cordiformes ou reniformes, de coloração verde-escura e com áreas prateadas. O produto de importância econômica são os frutos, que podem ultrapassar 50 cm de comprimento e, dependendo da variedade, apresentam formato achatado, alongado com o chamado “pescoço”, ovóides, esféricos ou cilíndricos. Podem ser consumidos verdes ou maduros.

Características da Flor

Apresenta flores masculinas e femininas separadamente (planta monóica), de tamanho relativamente grande e coloração amarelo-vivo. As flores femininas possuem o ovário bem destacado, antecipando o formato do fruto.

AbóboraAbóbora

A abóbora é uma hortaliça tipicamente tropical. Existem diversas espécies, destacando-se a abóbora rasteira e a moranga.

A aboboreira é uma planta de caule herbáceo rastejante, folhas grandes e de coloração verde escura. A cor da casca pode ser alaranjada, amarela, verde, branca e até roxa. A polpa geralmente é alaranjada ou amarela. Conforme a espécie, apresenta formatos esféricos, esféricos achatados ou esféricos alongados.

Informações Nutricionais

100 g contêm, em média:

Macrocomponentes Glicídios (g) 9
Proteínas (g) 1
Lipídios (g) 0
Fibras alimentares (g) 1
Vitaminas Vitamina A1 (mg) 100
Vitamina B1 (mg) 33
Vitamina B2 (mg) 59
Vitamina B3 (mg) 0
Vitamina C (mg) 3
Minerais Sódio (mg) 32
Potássio (mg) 191
Cálcio (mg) 12
Fósforo (mg) 27
Ferro (mg) 0
Conteúdo energético (kcal) 46

Como Comprar

Escolhas as abóboras mais duras, de casca grossa.

Como Conservar

A abóbora verde deve ser mantida desembrulhada, em local fresco, seco, escuro e com boa ventilação, por até dois meses. A madura deve ser mantida sob refrigeração, onde conserva-se por até três semanas. Se partida, conserva-se por cerca de uma semana.

Como Consumir

Pode ser consumida cozida, em sopas ou guisados, assada e em forma de purê.

 

 

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Glúten

Glúten

PUBLICIDADE Definição Glúten é o nome dado às proteínas encontradas em certos grãos de cereais: principalmente …

Painço

Painço

PUBLICIDADE Nos últimos anos, houve uma revolução alimentar saudável. Especialmente, com o aumento da consciência de …

Carotenoides

PUBLICIDADE Definição Distinguidos por seus pigmentos laranja, amarelo e vermelho, os carotenoides são encontrados em muitas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.