Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Erva Doce  Voltar

Erva-Doce

Anis Verde - Pimpinella anisum

Nome Científico: Pimpinella anisum L.

Família: Umbelliferae

Nomes Populares: Erva-Doce, Anis e Anis Verde.

Erva Doce

Características Botânicas

Planta herbácea de 30 a 50 cm de altura

Haste ereta, cilíndrica, estriada, caniculada, pubescente, ramificada superiormente

Folhas fendidas, alternas, verde-escuras

Flores brancas, pequenas em amplas umbela

Frutos condimentares. (Almeida, 1993 in Carneiro, S. M. de B.,1997)

Comentários

Segundo Bremness (1993) in Carneiro, S. M. de B.(1997), a Erva-Doce já era conhecida por volta de 1550 a. C., onde os Egípcios cultivavam em quantidade para, das suas folhas e sementes tirarem alimento, bebidas e remédios. Suas sementes em infusão são anti-séptico reconfortante para constipações e tosse.

De acordo com Almeida (1993), combate os gases do estômago e intestino, mau hálito, facilita o parto e provoca o sono. Evita também, a epilepsia, desmaios, vômitos e enjôos durante a gravidez e parto. Mantém a juventude do rosto e é estimulante. No combate a tosse e catarros, prepara-se uma infusão das folhas e flores, em meio litro de água fervendo.

Balbach (198?) in Carneiro, S. M. de B. (1997), menciona que a Erva-Doce tem bons resultados contra diarréias, especialmente em crianças; contra cólicas do ventre, favorecendo a ação digestiva. É também, bom para azia. Aumenta o leite das lactantes e o azeite das sementes é indicado para matar piolhos.

Conforme Balmé (1978) in Carneiro, S. M. de B.(1997), a erva é usada para os problemas de asma, digestão difícil, excitação nervosa, insônia e cãibras, como dentifrício, serve para refrescar a boca, purificar o hálito, clarear os dentes e tonificar as gengivas.

O óleo essencial em pequenas doses estimula a respiração e a circulação e em doses elevadas provoca perda de memória, problemas visuais e sonolência. A essência tem suas propriedades, devida ao anetol, sendo este princípio pouco tóxico. Mas a menor toxicidade por via oral e as pequenas concentrações de anetol em preparações farmacêuticas eliminam as propriedades dos efeitos tóxicos no homem (Souza et al., 1991 in Carneiro, S. M. de B.,1997).

Composição Química

Óleo essencial

O anetol é o principal constituinte ativo.

Obs.: O anetol é aromatizante. Estimulante das funções digestivas e carminativo. Na concentração de 260 milimoles/kg em ratos, por via oral, apresenta propriedades coleríticas. Mostrou também, atividade inseticida.

Fonte: www.geocities.com

Erva-Doce

(Anis Verde) - Pimpinella anisum

Nome científico

Foeniculum vulgare

Características

Planta herbácea vivaz ou bienal, com altura entre 1,3 a 2,0m de altura., de caule ereto, ramoso, cilíndrico, verde com estrias azuis, brilhante e compacto, pronunciadamente aromática, que produz uma roseta de folhas, alternas, verde-azulado-escuras, brilhantes, divididas e subdivididas em segmentos capiliformes muito estreitos. Pecíolos longos com bainhas envolventes. Inflorescência tipo umbela composta de 7 a 20 subumbelas menores.

Erva Doce

Flores hermafroditas, pentâmeras, amarelas. Fruto oblongo, inicialmente verde-azulado, de formato oval a oblongo, glabro, achatado de um lado e convexo no outro, composto de dois aquênios de 3 a 4mm de comprimento por 1 a 2mm de largura, com estrias longitudinais.

Uso doméstico

Sua semente e folha pode ser usada em biscoitos, pães, bolos, torta de frutas, maçãs assadas, caldas de doces,azeitonas,balas e canapés. As folhas são ótimas para saladas e para temperar o feijão branco. As sementes perfumam as carnes em grelha, ,lingüiças e salames. Nos pratos salgados, dá um toque diferente ao escabeche de peixe, às sopas, ao cozimento de castanhas portuguesas, à salada de beterraba e ao pão integral.Seu óleo essencial é utilizado na fabricação de licores,perfumes e cosméticos.

Uso medicinal

As sementes são indicadas para constipações estomacais e intestinais, dismenorréias, dores de hérnia , cólicas , afecções das vias urinárias , impigem, cansaço oftálmico , diarréias fétidas , azia e olhos inflamados .

Fonte: web.matrix.com.br

voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 avançar
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal