Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Kiwi  Voltar

Kiwi

 

Nome científico: Actinidia deliciosa (sinônimo: Actinidia chinensis)

Família: Actidiniáceas

Nome comum: kiwi, quiui, quivi, quiwifruit

Origem: Sudeste da China

Kiwi
kiwi

O Kiwi é uma fruta proveniente de algumas espécies do género Actinidia, mais especificamente de um cultivar da espécie Actinidia deliciosa, típicas de locais com clima temperado. Possui polpa de coloração esverdeada e uma casca marrom coberta de uma espécie de micro-pêlos.

É considerado o fruto com maior quantidade de vitamina C já identificado, além de ser particularmente rico em alguns sais minerais como o magnésio.

Tudo é exótico no kiwi, desde sua origem: as regiões frias e úmida da China; a denominação dada ao fruto é em homenagem a ave símbolo da Nova Zelândia com a qual se aproxima na forma e nas cores vibrantes, até no sabor extravagante da fruta com seu valor nutritivo.

Esta qualidade elevou o kiwi aos buffets de frutas que ornamentam as festas e já faz parte do dicionário dos gourmets e dos ingredientes dos pratos mais requintados e saborosos.

Favorecido pela sua condição exótica e pelo fator diferencial, abre cada vez mais espaços pelo alto valor nutritivo e a excelente cotação no mercado internacional.

A composição de 100g. de polpa de fruto é: proteína (1g.), carboidratos (15g.), fibra (1g.), Vit. A (17g.), Vit. C (80-300mg.), ferro (0,4g.), cálcio (26g.), sódio (5,2g.), magnésio (30g.), potássio (280-340g.) e fósforo (20-40g.).

Em estudos feitos pela FDA (Food and Druy Administration-US), orgão que controla os medicamentos e alimentos nos Estados Unidos, o kiwi foi comprovado como uma excelente fonte de vitamina C e uma boa fonte de vitamina E, potássio e fibras dietéticas.

Possui pouca gordura e nenhum colesterol. Possui capacidade antioxidante, efeitos anticancerígenos, efeitos anti-inflamatórios e leves efeitos laxativos.

Um kiwi médio tem 138mg de vitamina C e considerável quantidade de vitamina E, que junto com vitamina C pode reduzir o risco de câncer, de doenças artério-coronarianas e melhora o sistema imunológico.

Possui também três nutrientes essenciais para o organismo: fosfato, magnésio e cobre. Possui quantidades menores de outros nutrientes como vitamina B6, niacina, vitamina A –que reproduz as células, agindo no combate às rugas da pele, riboflavina, cálcio, zinco, ferro e ácido pantotênico, fósforo e os aminoácidos glutamato e arginina.

As categorias principais de fitoquímicos encontrados no kiwi incluem B-caroteno, compostos fenólicos e flavanóides, entre outros, que possuem capacidade antioxidante. É uma das poucas frutas de coloração verde quando madura, sendo a clorofila responsável pela cor verde.

A clorofilina, derivada da clorofila, é um potente inibidor da Aflotoxina B1, substância cancerígena.

Entre os elementos minerais é rico em cálcio, magnésio, ferro e especialmente potássio-contribui para equilibrar a tensão arterial-, que aumentam as defesas do organismo na prevenção das gripes e resfriados. Quantidades razoáveis de fibras solúveis, auxiliam a diminuição dos níveis de colesterol no sangue.

O kiwi

O kiwi é uma ótima opção para o verão. Além de ter pouca caloria, apenas 62, é uma fruta super rica em vitamina C - um antioxidante que elimina os radicais livres e desempenha um papel fundamental no combate ao envelhecimento.

O Kiwi não possui gordura saturada, nem colesterol e é composto por diversos nutrientes, como fibras, proteínas, potássio, ferro, fósforo, cálcio, magnésio e vitaminas.

O kiwi possui ácido propeolítico, que melhora a circulação e ajuda a combater o chamado mau colesterol (LDL), além de possuir compostos com efeitos preventivos do cancro, doenças cardiovasculares e doenças de foro intestinal.

Essa fruta é uma fonte muito importante de ácido fólico. Na gravidez, em fase de crescimento e em situações de cicatrização, o ácido fólico tem um papel fundamental.

Propriedades

Cardiotônica, fortalece o sistema imunologico.

Indicações

Um estudo mostrou que consumindo 3 ou mais fruta por o dia pode reduzir por 36% o risco de desenvolver uma doença olho-relacionada chamada ARMD(a causa preliminar do prejuízo da visão nos adultos), se comparado aos povos que consomem somente 1.5 da fruta por o dia.

Protegendo o organismo contra os radicais livres, melhorando dramaticamente a saúde dos indivíduos das doenças cardiovasculares ao cancer e a obesidade. Combate a asma, ajuda a a a melhorar o diabetes, controlando níveis do açúcar.

Variedades de Kiwi

ABBOT: tem floração e frutificação precoces, fruto oval de tamanho médio
BRUNO: fruto alongado com pelos curtos
HAYWARD: floração e frutificação tardia, frutos grandes, ovalados, saborosos e cor marrom-avermelhada;
MONTY: tardia, fruto oval achatado na base.

Ainda pode-se encontrar variedades com fruto coberto de espinho (setosa), frutos com pelo duro (híspida) e fruto com pelos macios (chinensis).

Fonte: br.livra.com

Kiwi

O Kiwi é originário da China, também conhecido como Grosellha Silvestre China.

Seu nome “Kiwi” refere-se ao pássaro kiwi, símbolo nacional da Nova Zelândia, um dos principais países produtores da fruta.

O Kiwi requer um clima quente e temperado para seu desenvolvimento, e por esta razão o fruto só se desenvolve em alguns países como Chile, USA (Califórnia), Nova Zelândia, Itália e França.

A fruta tem forma ovalada e cresce de 5 a 8 cm de largura. A polpa é suculenta e de cor verde esmeralda que contem muitas sementes com substâncias nutritivas, que não precisam ser retiradas.

O quiuí, kiwi ou quivi é um fruto comestível proveniente de algumas espécies do género Actinidia, e seus híbridos, originárias do sul da China.

São plantas típicas de locais com clima temperado ou subtropical de montanha.

As variedades de fruto mais amplamente comercializadas são produzidas por diversos cultivares da espécie Actinidia deliciosa e, em muito menor quantidade, por algumas variedades de Actinidia chinensis.

O fruto possui polpa de coloração esverdeada e uma casca castanho-esverdeada a castanho-amarelada, coberta de uma espécie de micropelos que lhe dão um aspecto fibroso e hirsuto.

Valor Calórico

100 gramas de kiwi fornecem 67 calorias.

A composição de 100g. de polpa de fruto é: proteína (1g.), carboidratos (15g.), fibra (1g.), Vit. A (17g.), Vit. C (80-300mg.), ferro (0,4g.), cálcio (26g.), sódio (5,2g.), magnésio (30g.), potássio (280-340g.) e fósforo (20-40g.).

Em estudos feitos pela FDA (Food and Druy Administration-US), orgão que controla os medicamentos e alimentos nos Estados Unidos, o kiwi foi comprovado como uma excelente fonte de vitamina C e uma boa fonte de vitamina E, potássio e fibras dietéticas.

Possui pouca gordura e nenhum colesterol. Possui capacidade antioxidante, efeitos anticancerígenos, efeitos anti-inflamatórios e leves efeitos laxativos.

Um kiwi médio tem 138mg de vitamina C e considerável quantidade de vitamina E, que junto com vitamina C pode reduzir o risco de câncer, de doenças artério-coronarianas e melhora o sistema imunológico.

Possui também três nutrientes essenciais para o organismo: fosfato, magnésio e cobre. Possui quantidades menores de outros nutrientes como vitamina B6, niacina, vitamina A –que reproduz as células, agindo no combate às rugas da pele, riboflavina, cálcio, zinco, ferro e ácido pantotênico, fósforo e os aminoácidos glutamato e arginina.

As categorias principais de fitoquímicos encontrados no kiwi incluem B-caroteno, compostos fenólicos e flavanóides, entre outros, que possuem capacidade antioxidante. É uma das poucas frutas de coloração verde quando madura, sendo a clorofila responsável pela cor verde.

A clorofilina, derivada da clorofila, é um potente inibidor da Aflotoxina B1, substância cancerígena.

Entre os elementos minerais é rico em cálcio, magnésio, ferro e especialmente potássio-contribui para equilibrar a tensão arterial-, que aumentam as defesas do organismo na prevenção das gripes e resfriados. Quantidades razoáveis de fibras solúveis, auxiliam a diminuição dos níveis de colesterol no sangue.

Curiosidade

Pode ser armazenado por mais de 6 meses e está disponível durante o ano todo nos diferentes países produtores.
O Kiwi contem nutrientes como proteínas, vitaminas A, B, C, E e minerais.
Cada fruta contem somente 45 calorias, 8% de ácido fólico, 4% de ferro e 4% de cálcio.

Fonte: www.kiwifruta.hpg.ig.com.br/www.itofrutas.com.br

Kiwi

Quiuí ou quivi

Kiwi
Kiwi

Propriedades: O kiwi é rico em minerais como potássio, magnésio, cobre, ferro e fosfato. Além disso, é fonte de niacina, fibras e vitaminas C, E e B6.

Recomendações: A vitamina B6 e a niacina ajudam a atenuar às rugas da pele. Os minerais contribuem para equilibrar a tensão arterial e aumentam as defesas do organismo contra gripes e resfriados. A presença de fibras solúveis auxiliam a diminuir os níveis de colesterol no sangue.

Uso culinário: Indicado para sucos, saladas, tortas, cremes e molhos.

Compra: No momento da compra, escolha kiwis limpos e íntegros. Evite embalagens com presença de umidade e atente se há informações sobre aplicação de agrotóxicos.

Transporte: Os kiwis devem ser transportados com cuidado, de forma a manter a integridade dos frutos.

Armazenamento: Os kiwis devem ser mantidos na geladeira sob temperatura de 0°C.

Fonte: www.prepgc20.cnptia.embrapa.br

Kiwi

Apesar de muita gente pensar que o kiwi é originária da Nova Zelândia, por causa de sua ave nativa, o Kiwi, sua origem está na China.

As primeiras sementes foram levadas à Nova Zelândia por missionários na virada do século XX.

Quem vê esta fruta ovalada de casca marrom meio peluda, não imagina a polpa cor de esmeralda suculenta e com um sabor que lembra morango e abacaxi.

Kiwi
kiwi

Nutrição

É rico em Vitamina C, contendo uma vez e meia o teor de uma laranja.

Também é rico em fibra, correspondendo a uma tigela de farelo de aveia.

É ainda uma boa fonte de potássio, contendo mais que 10% o consumo diário indicado e correspondendo aos teores da banana.

Só por curiosidade: assim como o abacaxi, contém uma enzima, a actinidina, que ajuda a amaciar carnes e ajuda na digestão. E, é por isso também, que quando se tenta fazer alguma sobremesa com gelatina, ela não solidifica.

Para isto é necessário ferver a fruta para inativar esta enzima e dar ponto em gelatinas.

Também contém antioxidantes, como carotenóides, fenólicos, flavonóides e clorofila. Para os hipertensos é interessante, pois tem baixo teor de sódio e ainda é muito pobre em gorduras.

Para as gestantes, é boa fonte de ácido fólico e ajuda a fixar o ferro por causa dos altos teores de Vit. C. Ou seja é uma das frutas com mais nutrientes que existe.

KIWI 100g
Calorias 61
Porteínas 0,99g
Carboidratos 14,9g
Gorduras 0,44g
Fibras 1,90g
Vitamina C 98mg
Ácido Fólico 22,4mcg
Potássio 332mg

Fonte: www.xenicare.com.br

Kiwi

Kiwi
Kiwi

Fruta originária da China (Actinidia chinensis), cujo nome foi cunhado pela semelhança de sua casca marrom e aveludada com a ave kiwi, da Nova Zelândia (país onde primeiro se estabeleceu um cultura comercial da fruta.)

Tem formato oval e a polpa, de sabor acridoce, é de um verde brilhante, que produz um efeito decorativo muito apreciado na culinária. Por seu alto teor de vitamina C e sabor marcante, é hoje uma cultura difundida em países como França, EUA, Itália, Espanha, Japão e, recentemente, Brasil. (c) Webster.

O Kiwi é um tesouro de vitaminas e minerais. Esta fruta contém duas vezes mais vitamina C que a laranja, e rica em betacaroteno.

Rica em potássio, um mineral vital para nosso organismo, cuja deficiência pode produzir problemas de tensão arterial, depressão, stress e disfunções digestivas. O conteúdo de fibra desta fruta a converte em um excelente regulador da função intestinal.

Propriedades

Uma das frutas mais ricas em vitamina C (o dobro que a vitamina da laranja)
Excelente fonte de betacaroteno, um poderoso antioxidante
Muito rica em fibras (o dobro da maçã) e potássio
Excelente função reguladora da flora intestinal
Contém uma enzima, a actinidina, muito similar à papaína, que ajuda a digestão.

Valor Nutricional

Porção de 2 kiwis (150 gramas)
Calorias 100
Colesterol 0 mg
Gordura 1 grama
Sódio 0 mg
Carbohidratos 25 g
Fibra 4 g
Açúcares 16 g
Proteínas 2 g

CULTIVARES

Actinidia deliciosa var. deliciosa

Planta sarmentosa da família Actinidiaceae, podendo ser cultivada em regiões frias e temperadas do Estado de São Paulo, onde as temperaturas no inverno atinjam uma soma superior a quinhentas horas abaixo de 7,2oC.

Seus frutos são ricos em vitamina C e em nutrientes tais como potássio, magnésio, cálcio e fósforo, podendo ser consumidos ao natural ou utilizados como matéria-prima na produção de sucos, geléias, sorvetes, fabricação de passas ou de vinhos.

Femininos: Bruno, Monty, Abbott e Hayward (este exige 800 horas de frio abaixo de 7,2oC).

Polinizadores: Matua, Tomuri, MPV.

Fonte: www.agrov.com

Kiwi

Kiwi
kiwi

Os Benefícios do Kiwi

Essa fruta exótica foi incorporada nos costumes alimentares da população brasileira há muito pouco tempo.

Com uma estranha aparência que não agrada muitas pessoas, depois de ser saboreado, com seu gosto levemente azedo, o kiwi vai ganhando seu espaço na preferência de muitos.

Pesquisa realizada nos Estados Unidos pela FDA (Food andy Druy Administration - US) comprovaram que o kiwi é uma ótima fonte de Vitamina C, E, B6, niacina, potássio, magnésio, cobre, fosfato e fibras dietéticas, possui gordura e nenhum teor de colesterol. Tem efeitos antiinflamatórios, antioxidantes, anticancerígenos e laxativos.

A perfeita combinação das vitaminas A e E pode diminuir o riso de doenças cancerígenas, artério-coronarianas e melhora o sistema imunológico.

A vitamina B6, A e a niacina são encontradas em quantidades menores que as outras, porém, estas agem atenuando às rugas da pele.

Alguns dos elementos minerais que o compõe, o cálcio, magnésio, ferro e especialmente o potássio, contribuem para equilibrar a tensão arterial, que aumentam as defesas do organismo na prevenção das gripes e resfriados, além das quantidades razoáveis de fibras solúveis, que auxiliam a diminuição dos níveis de colesterol no sangue.

Por causa da clorofila, é uma das poucas frutas de coloração verde quando madura.

Fonte: www1.uol.com.br

Kiwi

Kiwi
kiwi

O Kiwi é um fruto comestível proveniente de algumas espécies do género Actinidia, e seus híbridos, originárias do sul da China. São plantas típicas de locais com clima temperado ou subtropical de montanha.

O kiwi é sem dúvida um dos frutos mais exóticos e importantes no equilíbrio nutricional, isto porque é um fruto rico em vitamina C, tão essencial para a defesa do organismo e para o bom funcionamento do sistema imunitário.

O kiwi é um excelente auxiliar em vários estados de saúde, uma vez que a sua riqueza nutricional engloba vitaminas do complexo B, vitamina E, betacaroteno, fibra e inúmeros minerais incluindo potássio.

O seu consumo é indicado para combater afecções pulmonares, bronquite, doneças infecciosas, gripe, infecções por meningocos, inflamação da garganta, obesidade, prisão de ventre, pele oleosa, picadas de insetos, resfriados e retenção de água. É assim, considerado um anti-escorbútico, anti-infeccioso, anti-séptico, bactericida, depurativo, diurético, microbicida e refrigerante.

O kiwi pode ainda auxiliar na prevenção de cancro. Contudo, este fruto é dos poucos que beneficia o herpes. Tem ainda a particularidade de ser uma das poucas frutas que mantém a cor verde quando está madura, sendo a clorofila responsável pela sua cor.

Fonte: sounatural.com

Kiwi

Kiwi - Poucas calorias e muita vitamina C

Kiwi
kiwi

Saborosíssima e muito leve, este fruto exótico cuida do coração e dos rins e tem um acentuado efeito anti-idade. Para além disso, o seu elevado conteúdo de vitamina C e de potássio é muito eficaz no combate à depressão.

Este fruto é extremamente saudável porque não contém gordura nem colesterol e tem muito menos calorias do que outras frutas, como a banana ou as uvas. Mas, o que mais se destaca na sua composição é o seu elevado conteúdo de vitaminas antioxidantes.

Ao contrário do que se pensa, o kiwi contém duas vezes mais vitamina C do que a laranja (quase 1 mg por cada grama de fruta), é rico em vitamina B1, carotenos (pró-vitamina A) e ácido fólico e contém tanta vitamina E como o abacate (3,5 mg por cada 300 g de fruta).

Também é rico em minerais, entre os quais se destacam o potássio, o cálcio, o magnésio (que lhe confere a cor verde), o ferro e o fósforo.

O seu conteúdo de potássio, em particular, é impressionante: um kiwi médio contém cerca de 250 mg deste nutriente, conhecido por ser um ansiolítico natural, útil para combater estados de depressão ou ansiedade.

Benefícios da ingestão regular deste fruto

Rico em fibra, o Kiwi é óptimo como laxante e para reduzir o mau colesterol (LDL). Como quase não contém sódio e por conter muito potássio, ajuda a regular a tensão arterial e a depurar o organismo, bem como a evitar a depressão e a fadiga.

A sua riqueza em vitamina C ativa o metabolismo, reforça o sistema imunitário (as defesas), o sistema cardiovascular, a produção hormonal e a acuidade visual.

Para além disso, o kiwi é um remédio natural para combater o stress e aumentar a capacidade de concentração.

Algumas curiosidades sobre o kiwi:

Um kiwi fornece uma dose de fibras superior à de um prato de flocos de cereais, com a vantagem de não necessitar de ser acompanhado de alimentos gordos ou doces.
Um kiwi médio fornece apenas cerca de 65 Kcal, uma vez que 90% do seu peso é constituído por água.
O kiwi é um antioxidante natural, o que permite prevenir o cancro e outras doenças, possui compostos com efeitos preventivos do cancro, doenças cardiovasculares e doenças de foro intestinal.
O kiwi é uma fonte importante em ácido fólico, na gravidez, em fase de crescimento e em situações de cicatrização, o ácido fólico tem um papel fundamental. O ácido fólico degrada-se com a cozedura, mas como o kiwi é ingerido fresco, torna-se uma das únicas fontes deste nutriente.
Os kiwis cultivados em Portugal têm características excepcionais, devido à conjugação das características de solo e de clima (elevado número de horas de sol) aliado a técnicas tradicionais de produção, assim como à sua colheita tardia, o kiwi português é colhido “maduro”, pelo que presentam características de sabor superiores (mais doces e aromáticos).
O kiwi tem imensas utilidades culinárias, pode ser consumido em sanduíches, saladas de hortícolas ou de fruta, em puré, em sobremesas, em bebidas e naturalmente inteiro.

Fonte: www.feeling-so-good.com

Kiwi

Kiwi ou quivi

Kiwi
Kiwi ou Quivi - Actinidia Chinenses

Nome Técnico: Actinidia chinensis

Nomes Populares : Kiwi,quiui, quivi

Família:Actinidiaceae

Origem: Originária da região do Oceano Pacífico

Descrição

Arbusto do tipo trepadeira, de grande dimensão, muito ramificado, sendo quase impossível determinar seu real tamanho.

As folhas são verdes, grandes e as raízes apresentam-se fasciculadas.

Kiwi
Flor masculina do Quivi

As flores são dióicas, isto é, existem dois tipo de plantas, as femininas que produzem somente flores femininas seguidas de frutos após a polinização e plantas com flores masculinas, que tem anteras com pólen.

Um arbusto de flores masculinas é o suficiente para a polinização de 8 plantas femininas.

O fruto é oval, de casca externa marrom, fina e coberta de pelos secos e o interior é sumarento e carnoso com muitas sementes, podendo pesar até cerca 100 g por fruto.

É uma planta de clima temperado a frio e no Brasil as culturas são feitas nos estados do Sul.

Modo de Cultivo:

Para cultivo desta planta, as regiões mais frias do sul do país são as melhores.
Santa Catarina e Rio Grande do Sul têm culturas de quivi e as temperaturas consideradas ideais ficam com média anual em torno de 17 ºC , com um total de 550 horas de frio.
As chuvas também não podem ser escassas, devem ser regulares, numa média de 1500 mm anuais bem distribuídos.

Solo e Substrato:

O local deve ser ensolarado, com solo fértil.
O pH da cultura é de 5,5 e necessita de bom teor de matéria orgânica.
Abrir uma cova com o dobro do tamanho do torrão. Descompactar o fundo do buraco, adicionar areia para garantir a drenagem e regar.
Colocar adubo animal de curral ou de aves bem curtido na cova de plantio, cerca de 3 litros/cova do esterco bovino e a metade se for de cama de galinheiro, acrescentando cerca de 250 g de adubo superfosfato simples.
Misturar com composto orgânico feito de vegetais, acrescentar água e colocar o torrão.
Completar com composto orgânico e tutorar a muda.
Regar.

Kiwi
kiwi

Plantio das mudas de Kiwi:

O espaçamento usado para cultivo é de 3-5,0 m entre linhas e de 5-7,0 m entre plantas.
Seu cultivo é feito em latadas ou espaldeiras.
Os moirões devem ter 2,20 m de altura e usar arames esticados a partir da altura de 0,60 m do solo, bem esticados.
É o suficiente para a condução.
Deixar sem ramos até uma altura de 50 cm a partir do chão.

O plantio é feito em geral no inverno ou na estação das chuvas.

Clima e regime de chuvas adequado ao Quivi:

O clima para o cultivo do kiwi é o temperado com invernos de temperatura abaixo de 15 ºC e, conforme o cultivar, com cerca de 400-600 horas de temperaturas abaixo de 7 ºC, para garantir a dormência natural.
O regime de chuvas ideal fica na média anual de 1500 mm mas a irrigação controlada pode resolver o problema.
A planta é sensível a ventos fortes, então o uso de quebra-ventos é uma prática necessária.
As plantas usadas em quebra-vento precisarão de um tempo para crescimento de modo a garantir sua eficácia, então a instalação da cultura do quivi deverá ser posterior.

Caso receba alguma sombra de árvores sobre a trepadeira, isto não causará problemas no seu desenvolvimento e frutificação. 

Kiwi: implantação e manejo do pomar

Kiwi
Kiwis prontos para a colheita

Reprodução por estaquia do quivi:

Para a instalação do pomar poderemos utilizar sementes ou mudas enxertadas.
A técnica mais usada atualmente é a estaquia.
É feita na primavera com enraizadores à base de ácido indol butírico (AIB), quando terão mais chance de sucesso e poderão ser utilizados os ramos podados.
Cortar as estacas de caule com 10 cm de comprimento, com dois nós e preservar duas folhas, cortando-as ao meio para evitar grande perda de água.
O corte inferior da estaca é feito em bisel, isto é, em diagonal e deve ficar próximo a um nó.
Passar no enraizador e colocar em bandejas para enraizarem com vermiculita ou casca de arroz carbonizada, mantendo úmido o substrato.
Colocar um plástico por cima para evitar a perda de umidade.
Deixar em cultivo protegido até notar que começam a se desenvolver as gemas, quando então deverão ser retiradas com cuidado e transplantadas para sacos ou baldes plásticos com preparado feito de composto orgânico, adubo animal, farinha de ossos e areia, bem misturados.
Após o plantio, regar e manter esta umidade regando todos os dias por alguns dias.
Manter em cultivo protegido com sombra de 50% até as mudas estarem aptas a serem levadas para campo.

Adubação e cuidados do pomar de kiwi:

Nos pomares já implantados realizar a adubação de primavera, com nitrogênio ou adubo NPK e farinha de ossos, incorporando no solo ao redor da muda, regando a seguir.
O uso de mulching ao redor da muda é uma boa prática, pois diminui a perda da umidade de regas e reduz a incidência de inços competidores.
Esta cobertura seca poderá ser palhada de lavoura cortada fino, cascas de trigo ou arroz.
No final do inverno, podar os ramos débeis, os que estão dirigidos para o meio da planta, deixando os mais vigorosos.
Deixar de 5 a 6 gemas em cada ponta cortada. Retirar os ramos que secam para aumentar a aeração do pomar.

As regas devem ser regulares e deve-se evitar o encharcamento, pois a cultura é sensível a fungos do solo.

Colheita do kiwi:

Mudas provenientes de enxertos produzem a partir de 3 a 4 anos após o plantio.
Os frutos são colhidos antes de maduros e podem resistir entre 6 a 8 semanas armazenados.
O ambiente de estocagem deverá ser ventilado e se for levado para refrigeração a conservação nas câmaras frias deverá ser à temperatura de 1 a 2 ºC.
O quivi é um fruto que ainda precisa ser mais conhecido pelos consumidores brasileiros.
Poderá ser usado para sorvetes, sucos e consumo in natura, em saladas de frutas e mesmo saladas salgadas.
Muito pouco presente no mercado e com preço muito alto, sua demanda ainda é algo que precisa ser trabalhado.

Fonte: aprendadetudo.com.br

Kiwi

Nome Científico: Actinidia deliciosa

Sinonímia: Actinidia chinensis

Nome Popular: Kiwi, quivi, quiuí

Família: Actinidiaceae

Divisão: Angiospermae

Origem: China

Ciclo de Vida: Perene

Kiwi
kiwi

O kiwi é um fruto delicioso originário da China, mas que somente se popularizou por todo o mundo quando seu cultivo comercial foi iniciado na Nova Zelândia.

O nome kiwi é uma alusão à ave de mesmo nome, do gênero Apteryx, nativa da Nova Zelândia.

O kiwizeiro é uma trepadeira sarmentosa e lenhosa, e geralmente é conduzida com um único e tortuoso caule, através de podas. Suas folhas são amplas, verdes, ovais a cordiformes, pubescentes quando jovens e glabras quando maduras, na face superior.

As flores são axilares, de coloração branca-creme e perfumadas. Como é uma planta dióica, o kiwizeiro apresenta indivíduos femininos e indivíduos masculinos.

Nesta espécie a polinização cruzada é fundamental para a formação dos frutos. As abelhas são muito importantes nesta tarefa de levar o pólen das flores masculinas até as flores femininas, para que ocorra a fecundação.

As cultivares comerciais mais comuns de plantas femininas são: Bruno, Monty, Abbott e Hayward; e as masculinas são: Matua, Tomuri, MPV.

O kiwi é um fruto do tipo baga, com forma ovóide, polpa translúcida de cor verde ou verde-amarelada, doce e ácida; e casca fina e marrom, recoberta por pêlos curtos. As sementes pretas e comestíveis são numerosas e bem pequenas, com forma oval e achatada.

Para uma adequada floração e frutificação o kiwizeiro necessita de frio, pelo menos 500 horas abaixo de 7,2ºC. A cultura comercial do kiwi pode ser conduzida em moirões, em forma de T, ou em caramanchões. Para consumo doméstico, ele pode ser guiado por sobre árvores, arcos, caramanchões, como uma trepadeira lenhosa ornamental, podendo alcançar cerca de 10 m de comprimento e 15 m de altura.

Não se pode esquecer de cultivar plantas masculinas junto com as femininas para que ocorra a frutificação. Em plantações comerciais a proporção é de 1 planta macho para cada 5 a 8 plantas fêmeas, uniformemente distribuídas. O espaçamento médio utilizado é de 5 a 6 metros entre linhas e entre plantas na linha.

Deve ser cultivado sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, levemente ácido, drenável, profundo, enriquecido com matéria orgânica e irrigado periodicamente. Não tolera estiagem ou encharcamentos. Adubações ricas em nitrogênio estimulam intensas produções, mas devem ser evitadas durante a frutificação pois reduzem a vida útil dos frutos. O kiwizeiro também necessita de podas específicas de formação, de verão e de inverno.

As podas de formação visam conduzir a trepadeira corretamente sobre o suporte, as de verão consistem em retirar semanalmente as extremidades dos ramos e a de inverno visa encurtar os ramos de um ano, que irão florescer na próxima estação. Multiplica-se por sementes, estaquia, alporquia e enxertia.

A colheita é de Abril a Maio e se inicia apartir do quarto ano após o plantio das mudas.

Raquel Patro

Fonte: www.jardineiro.net

Kiwi

Fruto de uma trepadeira da família acrinidáceas, o kiwi, por fora, parece ser um ovo marrom coberto por pêlos minúsculos, mas, por dentro, sua reluzente polpa de coloração esverdeada é salpicada por um anel de minúsculas sementes pretas. Ele possui um sabor diferente, meio azedo, que o distingue de outras frutas.

Originária do sul da China, onde cresce de forma silvestre nas margens dos rios e nas orlas sombreadas dos bosques, pode alcançar até 9 metros de altura. O gênero ao qual pertence tem mais de 50 espécies, das quais a maioria é composta por plantas ornamentais, e só algumas comestíveis.

A história da fruta kiwi na alimentação humana começa há mais de 700 anos no vale do rio Yang-tse, onde os daquela época consideravam-na uma iguaria refinada, e por isso mesmo destinada aos membros da corte imperial. Entre 1800 e 1900 o conhecimento de sua existência se espalhou por outros países, e em 1906 algumas sementes suas foram para a Nova Zelândia, cujos plantadores a rebatizaram com o nome de sua ave nacional. Anos depois, em 1962, os neozelandeses começaram a exportar parte de sua produção para os Estados Unidos.

O kiwi já foi considerado uma fruta exótica, mas agora é cultivado em diversos outros países, tornando-se, por isso, cada vez mais abundante. É colhido verde e pode ser armazenado em frigorífico por um período de seis meses, ou pouco mais, sendo encontrado, portanto, durante grande parte do ano. Quando maduro, pode ser comido em seu estado natural, inclusive com a casca, bastando que para isso dela sejam raspados os pêlos que possui.

No Brasil, tornou-se uma fruta consumida em larga escala a partir do início da década de 1990, o que incentivou o seu cultivo principalmente no interior do estado de São Paulo.

Desde então passou a ser consumida também na forma de suco, e em seguida apareceram os sorvetes industrializados, muito apreciados durante a época de verão. Por causa de seu belo aspecto visual as fatias de kiwi têm sido utilizadas para enfeitar tortas de frutas, assim como pequenos doces vendidos em padarias e confeitarias. Essa mesma característica transformou o kiwi em um ingrediente obrigatório nas saladas de frutas servidas em restaurantes.

O kiwi é rico em vitamina C, sendo considerado o fruto comercial com maior quantidade dessa substância orgânica. Uma fruta grande, com peso médio de 113 gramas, contém cerca de 100 miligramas de vitamina C, nutriente essencial para a vida.

Além do mais, a boa combinação entre os níveis das vitaminas A e E que possui, pode diminuir o risco de doenças cancerosas e circulatórias, incluindo as coronárias, além de melhorar o desempenho do sistema imunológico. A vitamina B6 e a niacina, também conhecida como vitamina B3, vitamina PP ou ácido nicotínico, são encontradas em porções menores que as outras, mas ainda assim significativas.

Alguns dos seus elementos minerais, como o cálcio, o magnésio, o ferro e especialmente o potássio, contribuem para equilibrar a tensão arterial e aumentam as defesas do organismo na prevenção das gripes e resfriados. Fornece, também, quantidades razoáveis de fibras solúveis e pectina, que ajudam a controlar o nível de colesterol no sangue. Devido à sua riqueza em clorofila, é uma das poucas frutas que mantém a coloração verde quando madura.

Apesar de seu estudo ter sido sistematizado recentemente, alguns adeptos da medicina natural já acreditam que o consumo de kiwi seja eficaz contra a aterosclerose, gota, reumatismo e alguns tipos de tumores. Além disso, atribui-se a ele uma ação laxativa e a capacidade de ajudar na prevenção de cálculos renais, mas essas propriedades ainda carecem de comprovação científica.

O kiwi contém actinidina, uma enzima que amacia naturalmente as carnes. Para que essa sua particularidade seja aproveitada, fatias da fruta devem ser colocadas sobre pedaços de carne por um período de 30 a 60 minutos antes de eles irem ao fogo para cozinhar, sem que com isso o seu sabor penetre na peça. A actinidina também impede a gelatina de endurecer, coagulando o leite e as sobremesas que contenham algum creme, e para que isso não aconteça deve-se escaldar a fruta antes de misturá-la a esses ingredientes, tomando-se o cuidado para não cozinhá-la demais, pois ela amole rapidamente.

A Itália é hoje o maior produtor mundial do fruto, seguida pela Nova Zelândia, Chile, França, Grécia, Japão e Estados Unidos da América. Embora a China seja a sua terra de origem, aquele país nunca conseguiu integrar a lista dos 10 maiores produtores mundiais.

O kiwi é uma cultura de introdução relativamente recente no Brasil. Os maiores produtores são os estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná e Minas Gerais, mas apesar disso o país importa do Chile grande parte das suas necessidades.

A produtividade em algumas propriedades de Santa Catarina chega a 25 toneladas por hectare, enquanto em outras regiões a média do resultado da colheita em área idêntica não fica muito abaixo desse total.

Sua principal forma de consumo é ao natural, como fruta fresca ou aproveitada em sucos naturais, mas também são industrializadas em conservas, em polpa seca (passa), ou transformadas em sorvetes, geléias, vinagre, vinho e aguardente.

Características

O kiwi é uma fruta típica de regiões de clima temperado.
Seu formato é oval e achatado.
Possui uma casca de cor marrom clara, coberta por pequenos pêlos.
A polpa da fruta é de cor esverdeada, apresentando diversas sementes pequenas e pretas no centro.
É considerada uma das frutas com maior quantidade de vitamina C.
É rico também em potássio (boa quantidade), cálcio e fósforo.
O kiwi também possui pectina.
Este tipo de fibra é muito importante para controlar os níveis de colesterol no sangue.
É uma fruta que apresenta baixo teor de calorias.
Cada 100 gramas apresenta, aproximadamente, 50 calorias.
Possui um sabor levemente azedo de teor cítrico.
É muito usado para a fabricação de sucos e sorvetes.
Pode também ser introduzido em saladas.

Valores Nutricionais

Kcal: 61
Carboidrato: 14,90
Proteína: 0,99
Gordura: 0,44
Fibras: 1,9
Colesterol: 0

O kiwi também é uma fruta rica em vitamina C, oferecendo as mesmas vantagens da laranja. Além disso, ele é fonte de pectina, que é uma fibra que ajuda a controlar o nível de colesterol no sangue.

Podemos também utilizá-lo como amaciante de carnes colocando sobre ela fatias da fruta e deixando por um período de 30 a 60 minutos. Também tem efeito laxante, no intestino.

Fonte: www.fernandodannemann.recantodasletras.com.br/ www.rgnutri.com.br

Kiwi

Kiwis, também conhecido como kiwis ou simplesmente kiwi, refere-se a baga do cargo na videira twining Actinidia deliciosa.

Muitos híbridos desta baga peludos são desenvolvidas, que são classificadas sob o mesmo gênero Actinidea.

Um fruto alongado, medindo cerca de 6-7 cm, esta baga de cor marrom é originária da China, onde é consumida como uma iguaria. Alternativamente, kiwi é conhecida como groselha chinesa (embora não relacionadas com a groselha) e é a fruta nacional da China.

No início do século 20, os missionários trouxeram as sementes da fruta kiwi na Nova Zelândia. Como os frutos não se tornou popular, o kiwi nome foi dado em homenagem ao pássaro nacional da Nova Zelândia, kiwi.

Atualmente, é cultivado em quase todas as partes do mundo. Na verdade, a demanda por esse fruta é muito elevado no mercado comercial. O único valor nutritivo, em termos de calorias kiwi e propriedades curativas são uma escolha popular para as pessoas que estão muito conscientes sobre sua saúde.

Kiwi: Uma Visão Geral

Ao falar sobre o aspecto marcante de frutas kiwi, eles são castanhos pele, em forma retangular e coberto de pêlos. Quando cortado, você vai notar uma carne esverdeada colorida com uma polpa esbranquiçada no centro, rodeada de preto sementes coloridas. O sabor da fruta kiwi é doce, suave, com um misto de sabor morango, banana e abacaxi. Na sequência de informações explica “quantas calorias estão em kiwis”, juntamente com os fatos a sua nutrição e benefícios de saúde.

Calorias em um kiwi e fatos da nutrição

Vindo para o conteúdo calórico de kiwi, que serve uma fruta de tamanho médio, sem pele (pesando 76 gramas) irá fornecer-lhe 46 calorias, 11 g de carboidratos, proteínas 1 g, 2 g de fibra alimentar e 0,5 g de gordura.

Kiwis calorias presentes em uma pequena dose (28 g) é de 14, e que uma maior porção de fruta kiwi 1 copo (cerca de 177 gramas) fornece 108 calorias. Esta calorias frutas kiwi dados podem variar ligeiramente de acordo com a cultivar eo estádio de maturação, na qual a fruta é consumida.

Além de calorias kiwi, não há mais a este berry que faz uma maravilhosa fruta exótica. É uma rica fonte de vitamina C, potássio (similar à banana), cálcio, ferro e outros minerais essenciais. Se você examinar kiwi fatos de nutrição de frutas, Você também vai descobrir que esta fruta contém zero de colesterol, sódio muito baixos e quantidades insignificantes de gordura saturada, que são importantes para prevenir doenças cardiovasculares. A principal preocupação com o alto consumo de frutas kiwi é o seu teor percentual elevado de açúcar, onde um sem pele 76 g porção contém 6,8 g de açúcar.

Benefícios do Kiwi

Considerando o valor nutricional da fruta kiwi, é compreensível que é uma fruta excelente para garantir uma boa saúde. Nas crianças, ajuda na melhoria da saúde respiratória, reduzindo a incidência de chiado, tosse, falta de ar e doenças respiratórias.

Os antioxidantes presentes no kiwi é crucial para combater os efeitos prejudiciais dos radicais livres. Consumir este frutas exóticas também ajudar no combate à constipação e problemas intestinais.

Colocando em palavras simples, as calorias da fruta kiwi são moderados, não muito baixo ou muito alto. A especialidade deste fruto peludo reside no baixo índice glicêmico e as propriedades curativas.

Quanto ao teor de açúcar, não é uma questão preocupante para indivíduos saudáveis. No entanto, as pessoas que têm níveis elevados de açúcar no sangue ou outras condições médicas deve tomar o conselho de seu médico em causa a respeito dos benefícios e efeitos colaterais de consumir frutas kiwi.

Sabia que o kiwi é o fruto mais rico em nutrientes?

O fato do kiwi ser uma baga confere-lhe propriedades nutritivas superiores, quando comparado com outros frutos. Estas propriedades nutritivas provêm das sementes que constituem o kiwi e que são naturalmente ingeridas com a polpa.

Por outro lado, como não é necessário cozinha-lo para ser consumido, podem-se aproveitar integralmente todos os nutrientes.

O kiwi tem pelo menos 8 nutrientes benéficos para a saúde!!! (Lachance, 1997)

Sabia que o kiwi é um dos frutos com maior concentração em vitamina c?

O kiwi é o fruto mais rico em Vitamina C (concentração três vezes superior à da laranja).

Sabia que o kiwi é uma fonte importante de fibra podendo ser utilizado como laxante natural?

Um kiwi, fornece uma dose de fibras crua superior à de um prato de flocos de cereais, com a vantagem de não necessitar de ser acompanhado de alimentos gordos ou doces.

Sabia que o kiwi é extremamente baixo em calorias?

Um kiwi médio fornece aproximadamente 65 Kcal, uma vez que 90% do seu peso é constituído por água.

Sabia que o kiwi é um antioxidante natural, o que permite prevenir o cancro e outras doenças?

Possui compostos com efeitos preventivos do cancro, doenças cardiovasculares e doenças de foro intestinal.

Sabia que o kiwi é uma fonte importante em ácido fólico?

Na gravidez, em fase de crescimento e em situações de cicatrização, o ácido fólico tem um papel fundamental. O ácido fólico degrada-se com a cozedura, mas como o kiwi é ingerido em fresco, torna-se uma das únicas fontes deste nutriente.

Sabia que os kiwis de portugal têm características excepcionais?

Devido à conjugação das características de solo e de clima (elevado número de horas de sol) aliado a técnicas tradicionais de produção, assim como à sua colheita tardia, o kiwi português é colhido “maduro”, pelo que os kiwis de Portugal apresentam características de sabor superiores (mais doces e aromáticos).

Sabia que o kiwi tem imensas utilidades em culinária?

O kiwi pode ser consumido em sanduíches, saladas de hortícolas ou de fruta, em puré, em sobremesas, em bebidas e naturalmente inteiro. Já experimentou cortar um kiwi ao meio e comê-lo com uma colher!!!

Sabia que um kiwi médio (100g) possui:

Valor energético – 62 Kcal
Gordura Total –
0g
Colesterol / Gordura saturada –
0g
Hidratos de Carbono Totais –
13g
Fibra dietética –
3,3g
Açucares –
12g
Proteínas –
1,3g
Vitamina E –
4mg
Vitamina C –
107mg
Cálcio –
36mg

Fonte: www.lifestyles.com.br/www.apk.com.pt

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal