Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Entre Estes Penedos, 1598  Voltar

Entre estes penedos (1598)

Redondilhas de Luís Vaz de Camões

Cantiga

a este moto alheio.
Verdes são as hortas
com rosas e flores;
moças que as regam
matam-me d'amores.

VOLTAS

Entre estes penedos

que daqui parecem,

verdes ervas crecem,

altos arvoredos.

Vai destes rochedos

água com que as flores

d'outras são regadas

que matam d'amores.

Co a água que cai

daquela espessura,

outra se mestura

que dos olhos sai:

toda junta vai

regar brancas flores,

onde há outros olhos

que matam d'amores.

Celestes jardins,

as flores, estrelas,

horteloas delas

são uns serafins.

Rosas e jasmins

de diversas cores;

Anjos que as regam

matam-me d'amores.

Fonte: www.bibvirt.futuro.usp.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal