Breaking News
Home / Obras Literárias / Já não sinto, Senhora, os desenganou (1668)

Já não sinto, Senhora, os desenganou (1668)

Sonetos de Luís Vaz de Camões

PUBLICIDADE

Já não sinto, Senhora, os desenganas

com que minha afeição sempre tratastes,

nem ver o galardão que me negastes,

merecido por fé, há tantos anos.

A mágoa choro só, só choro os danos

de ver por quem, Senhora, me trocastes;

mas em tal caso vós só me vingastes

de vossa ingratidão, vossos enganos.

Dobrada glória dá qualquer vingança,

que o ofendido toma do culpado,

quando se satisfaz com cousa justa;

mas eu de vossos males e esquivança,

de que agora me vejo bem vingado,

não o quisera eu tanto à vossa custa.

Fonte: www.bibvirt.futuro.usp.br

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Velhas Árvores

Olavo Bilac PUBLICIDADE Olha estas velhas árvores, — mais belas, Do que as árvores mais …

Plutão – Olavo Bilac

Olavo Bilac PUBLICIDADE Negro, com os olhos em brasa, Bom, fiel e brincalhão, Era a …

O Trabalho – Olavo Bilac

Olavo Bilac PUBLICIDADE Tal como a chuva caída Fecunda a terra, no estio, Para fecundar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.