Breaking News
Home / Obras Literárias / Dizei, Senhora, da beleza ideia (1668)

Dizei, Senhora, da beleza ideia (1668)

Sonetos de Luís Vaz de Camões

PUBLICIDADE

Dizei, Senhora, da Beleza ideia:

para fazerdes esse áureo crino,

onde fostes buscar esse ouro fino?

de que escondida mina ou de que veia?

Dos vossos olhos essa luz Febeia,

esse respeito, de um império dino?

Se o alcançastes com saber divino,

se com encantamentos de Medeia?

De que escondidas conchas escolhestes

as perlas preciosas orientais

que, falando, mostrais no doce riso?

Pois vos formastes tal, como quisestes,

vigiai-vos de vós, não vos vejais,

fugi das fontes: lembre-vos Narciso

Fonte: www.bibvirt.futuro.usp.br

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Velhas Árvores

Olavo Bilac PUBLICIDADE Olha estas velhas árvores, — mais belas, Do que as árvores mais …

Plutão – Olavo Bilac

Olavo Bilac PUBLICIDADE Negro, com os olhos em brasa, Bom, fiel e brincalhão, Era a …

O Trabalho – Olavo Bilac

Olavo Bilac PUBLICIDADE Tal como a chuva caída Fecunda a terra, no estio, Para fecundar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.