Breaking News
Home / Obras Literárias / Cantando estava um dia bem seguro (1616)

Cantando estava um dia bem seguro (1616)

Sonetos de Luís Vaz de Camões

PUBLICIDADE

Cantando estava um dia bem seguro quando,

passando, Sílvio me dizia

(Sílvio, pastor antigo, que sabia

pelo canto das aves o futuro):

—Méris, quando quiser o fado escuro,

oprimir-te virão em um só dia

dous lobos; logo a voz e a melodia

te fugirão, e o som suave e puro.

Bem foi assi: porque um me degolou

quanto gado vacum pastava e tinha,

de que grandes soldadas esperava;

E outro por meu dano me matou

a cordeira gentil que eu tanto amava,

perpétua saudade da alma minha!

Fonte: www.bibvirt.futuro.usp.br

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Velhas Árvores

Olavo Bilac PUBLICIDADE Olha estas velhas árvores, — mais belas, Do que as árvores mais …

Plutão – Olavo Bilac

Olavo Bilac PUBLICIDADE Negro, com os olhos em brasa, Bom, fiel e brincalhão, Era a …

O Trabalho – Olavo Bilac

Olavo Bilac PUBLICIDADE Tal como a chuva caída Fecunda a terra, no estio, Para fecundar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.