Breaking News
Home / Obras Literárias / Lembranças que lembrais o meu bem passado (1685-1668)

Lembranças que lembrais o meu bem passado (1685-1668)

Sonetos de Luís Vaz de Camões

PUBLICIDADE

Lembranças que lembrais meu bem passado

para que sinta mais o mal presente,

deixai-me (se quereis) viver contente,

não me deixeis morrer em tal estado.

Mas se também de tudo está ordenado

viver (como se vê) tão descontente,

venha (se vier) o bem por acidente,

e dê a morte fim a meu cuidado.

Que muito milhor é perder a vida,

perdendo-se as lembranças da memória,

pois fazem tanto dano ao pensamento.

Assi que nada perde, quem perdida

a esperança traz de sua glória,

se esta vida há-de ser sempre em tormento

Fonte: www.bibvirt.futuro.usp.br

Veja também

O Soldado e a Trombeta

Fábula de Esopo por Olavo Bilac PUBLICIDADE Um velho soldado Um dia por terra A …

O Credo – Olavo Bilac

Olavo Bilac PUBLICIDADE Crê no Dever e na Virtude! É um combate insano e rude …

O Remédio – Olavo Bilac

PUBLICIDADE A Amelinha está doente, Chora, tem febre, delira; Em casa, está toda gente Aflita, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.