Breaking News
Home / Obras Literárias / Olhai que dura sentença (1595)

Olhai que dura sentença (1595)

Redondilhas de Luís Vaz de Camões

PUBLICIDADE

Trovas a üa dama doente

Olhai que dura sentença

foi Amor dar contra mi:

que, porque em vós me

perdi, em vós me busca a doença.

Claro está

que em vós só me achará;

que em mim, se me vem buscar,

não poderá mais achar

que a forma do que eu fui já.

Que se em vós Amor se pôs,

Senhora, é forçado assi

que o mal, que me busca a mi,

que vos faça mal a vós.

Sem mentir,

Amor me quis destruir

por modo nunca cuidado,

pois vos há-de ser forçado

pesar-vos de vos servir.

Mas sois tão desconhecida,

e são meus males de sorte

que vos ameaça a morte

porque me negais a vida.

Se por boa

tal justiça se pregoa,

quando desta sorte for,

havei vós perdão de Amor,

que a parte já vos perdoa.

Mas o que mais temo, enfim,

é que nesta diferença

que se não torne a doença

se me não tornais a mim.

De verdade,

que já vossa humanidade

de que se queixe não tem;

pois para as almas também

fez Amor enfermidade.

Fonte: www.bibvirt.futuro.usp.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Velhas Árvores

Olavo Bilac PUBLICIDADE Olha estas velhas árvores, — mais belas, Do que as árvores mais …

Plutão – Olavo Bilac

Olavo Bilac PUBLICIDADE Negro, com os olhos em brasa, Bom, fiel e brincalhão, Era a …

O Trabalho – Olavo Bilac

Olavo Bilac PUBLICIDADE Tal como a chuva caída Fecunda a terra, no estio, Para fecundar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.