Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Automóveis / BMW X6

BMW X6

PUBLICIDADE

Os recursos padrão do BMW X6 xDrive35i incluem 3.0L I-6 300hp motor turbo intercooler, transmissão automática de 8 velocidades com overdrive, freios 4 rodas anti-bloqueio (ABS), assento airbags laterais montados, cortina de 1ª e 2ª filas airbags gerais , sensor de ocupação airbag, ar condicionado automático, rodas de alumínio de 19 “, cruise control, ABS e controle de tração acionamento, tração nas quatro rodas.

O X6 saíu relativamente há pouco tempo. Foi uma grande aposta da BMW. É a mistura entre os modelos X5 (pelo estilo e tamanho), e Série 6 (pela frente, espaço interno e classe). O preço é uma média entre os dois. A BMW está a fazer muitas apostas nos “X”. Agora é a vez do X6 .

Misturando conceitos até então considerados heterogêneos – unindo características de um utilitário esportivo com um coupé – o modelo é chamado pela fabricante de Sports Activity Coupé.

Seu visual único é típico de um utilitário, com suspensão elevada e robustez embutida em seu design, mas com uma altura total relativamente baixa (1,69 metro) e linha de teto com uma caída na traseira.

BMW X6
BMW X6 2014

BMW X6
BMW X6

O primeiro Utilitário Esportivo Cupê do mundo

Um novo conceito de veículo

O BMW X6 é o primeiro Utilitário Esportivo Cupê do mundo. Combina a agilidade, desempenho e o design esportivo de um BMW Cupê com a versatilidade e a posição de dirigir de um Utilitário Esportivo.

Mais uma vez, a BMW criou um conceito de veículo totalmente novo.

O BMW X6 apresenta dois lançamentos mundiais: o Controle de Desempenho Dinâmico (Dynamic Performance Control) como equipamento de série e o totalmente renovado motor a gasolina Biturbo V8 com injeção direta– o motor mais eficiente de sua categoria.

A dinâmica de direção do BMW X6

A dinâmica de direção do BMW X6 é tão exclusiva como o conceito do próprio veículo. Os inovadores sistemas de controle de direção e da suspensão como o Controle de Desempenho Dinâmico (Dynamic Performance Control) combinados com os motores BMW mais potentes, fazem com que o motorista desfrute de toda a agilidade e desempenho de um verdadeiro carro esportivo – com uma intensidade até agora desconhecida em um veículo com posição de assento elevada.

O espaço do BMW X6

Ele possui a elegância de um cupê e, apesar disso, o BMW X6 é surpreendentemente espaçoso. Na parte detrás, um console central separa os dois assentos esportivos, aonde os passageiros se sentem quase tão confortáveis quanto o motorista. O espaço para as pernas e para a cabeça é excepcionalmente generoso e o assoalho plano (sem o túnel de transmissão) garante um alto grau de comodidade nas viagens longas. A grandiosidade do BMW X6 continua até o porta-malas, aonde um impressionante volume de 570 pode ser ampliado até 1.450 litros, ao se rebaixar os assentos traseiros.

O exterior do BMW X6

O BMW X6 se constitui em uma contribuição esportiva e ágil à família BMW. A vista lateral revela as proporções elegantes de um Cupê BMW. A linha do teto flui até o extremo da parte traseira, terminando em uma curva suave. A coluna aumenta a silhueta, uma vez que duas “linhas exclusivas” destacam a esportividade em forma de cunha.

Observando a dianteira e a traseira, é possível reconhecer todas as características típicas de um BMW X: as linhas horizontais e os arcos proeminentes das rodas destacam a potência, o tamanho e a presença do BMW X6.

O interior do BMW X6

O interior do BMW X6 acentua um estilo de vida dinâmico, como soluções de detalhes funcionais criados de acordo como os mais altos padrões. Uma ampla seleção de materiais (como o Couro Alcântara) e as configurações internas oferecem uma ampla gama de combinações de altíssima qualidade. O couro, com um exclusivo revestimento (opcional), conta ainda com um estofamento especial para uma melhor sensação ao tato.

O motor V8 Biturbo do BMW X6 xDrive50i

No BMW X6 xDrive50i, a tecnologia de injeção direta e a tecnologia Biturbo se unem, pela primeira vez, no motor V8. Ambas oferecem um melhor desempenho e um consumo mais reduzido.

As cifras falam por si próprias: Com 407 CV (300 KW), até 600 Nm de torque entre 1.800 e 4.500 rpm e um consumo de combustível médio de 13,8 l/100 km, o motor V8 de 4,4 litros do BMW X6 xDrive 50i oferece a melhor eficiência de sua categoria. O outro lançamento mundial são os turbocompressores de escapes do motor, que sem localizam, pela primeira vez, no centro do V dos blocos de cilindros. Ao se tornar o bloco mais compacto, não somente se reduz o peso, mas também a perda de pressão da tomada de ar e do escape.

O motor a gasolina de seis cilindros em linha do BMW X6 xDrive35i

O motor a gasolina de seis cilindros em linha e 3 litros com Injeção direta (High Precision Injection) e a tecnologia Biturbo combinam a elasticidade típica de um motor BMW a gasolina de seis cilindros com um motor par igualmente impressionante. Com 400 Nm a apenas 1.300 rpm e uma potência de 225 kw (306 hp), esse motor é um dos mais potentes de sua categoria. E com um consumo de combustível de apenas 12,1 l/100 km, também é extremamente eficiente.

A transmissão automática esportiva de 6 velocidades

A transmissão automática esportiva de 6 velocidades possui borboletas de câmbio adicionais no volante, combinando o prazer de dirigir com a segurança. Selecione o modo manual e o carro responde com mudanças de marchas ainda mais rápidas e uma resposta mais imediata do acelerador.

Controle de Desempenho Dinâmico (Dynamic Performance Control)

A função Controle de Desempenho Dinâmico (Dynamic Performance Control) confere ao novo BMW X6 qualidades únicas ao fazer curvas. A distribuição uniforme da força às rodas traseira esquerda e direita melhora a agilidade e a estabilidade da trajetória, independentemente de o condutor estar acelerando ou não. Desse modo, é possível entrar nas curvas com mais precisão, acelerar mais rapidamente e melhorar a aderência quando se acelera. Junto com o sistema de tração total xDrive, o Controle de Desempenho Dinâmico (Dynamic Performance Control) oferece uma agilidade e dinâmica melhoradas em todos dos tipos de terrenos.

xDrive – o sistema inteligente de tração total

No BMW X6, o sistema de tração total xDrive oferece uma melhor tração, uma maior estabilidade e mais segurança. Se os sensores detectarem que o veículo está prestes a sair de sua trajetória, por exemplo, em condições típicas de inverno (pista escorregadia com neve e gelo), o sistema reage em milésimos de segundos, ajustando a potência transmitida às rodas dianteiras e traseiras, o XDrive corrige efetivamente os desvios de trajetória desde o início. E quando o xDrive e o Controle de Desempenho Dinâmico (Dynamic Performance Control) unem suas forças, o resultado é uma dimensão totalmente nova da dinâmica de dirigir e da tração.

A função Adaptive Drive

Conforto ou esportividade? O BMW X6 não faz concessões. A função opcional “Adaptive Drive” simplesmente oferece o melhor de dois mundos. Ao fazer curvas, o sistema compensa a inclinação da carroceria. Isso permite entrar na curva de forma mais rápida e reduzir a inclinação causada pela mudança de direção, aumentando a comodidade de todos os ocupantes.

A Direção Ativa

A Direção Ativa permite dirigir o Utilitário Esportivo Cupê de forma ainda mais dinâmica e com mais segurança em qualquer situação. Em velocidades reduzidas ou ao estacionar, a direção é leve. À média velocidade, a direção se torna mais esportiva e direta. Em velocidades altas, é agradavelmente indireta.

Controle Dinâmico de Estabilidade (DSC)

Para um prazer de dirigir ainda mais seguro, o BMW X6 inclui a função Controle Dinâmico de Estabilidade. Se houver algum risco das rodas patinarem, por exemplo, os freios serão aplicados, de forma seletiva, em cada roda de forma individual, sem importar o tipo de terreno ou as condições climáticas. Isso permite ao DSC estabilizar o veículo em milésimos de segundos e garantir uma ótima trajetória. O DSC de última geração também apresenta funções ampliadas, além dos sistemas integrados de ABS e Controle Dinâmico de Frenagem (DBC).

O eixo dianteiro com forquilha dupla

Juntamente com a plataforma dianteira mais ampla, o novo eixo dianteiro de forquilha dupla vem vários benefícios tangíveis. Além de uma excelente capacidade de manobra e estabilidade melhorada, também aumenta o conforto ao transmitir menos vibração ao volante. Desta forma, a condução é mais suave, reduzindo as derrapagens e aumentando o conforto em viagens mais longas.

O eixo traseiro integral

No BMW X6, o eixo traseiro integral resolve o conflito entre a condução esportiva e o conforto de dirigir. Transfere propulsão e tração a partir do trem de força de forma suave, ao mesmo tempo em que assegura uma ótima suspensão e níveis de ruído reduzidos.

O Display Head-Up

BMW X6
Display Head-Up

O Display Head-Up, uma opção do BMW X6, projeta as informações importantes diretamente no campo de visão do motorista. Uma unidade de painel de instrumentos projeta os dados diretamente sobre o pára-brisa numa imagem clara e fácil de ler, a qual se ajusta às condições de luz ambiental. As informações são lidas com mais rapidez e o motorista não precisa desviar a atenção do caminho.

BMW Night Vision

BMW X6
BMW X6

Agora é mais seguro dirigir quando há pouca luz ou à noite. A função BMW Night Vision reduz a tensão quando se trata de ver pessoas ou animais quando não há muita luz, usando uma câmara infravermelha que os localiza e projeta a imagem no Display de Controle. Com um alcance de até 300 metros, o sistema Night Vision pode captar a radiação térmica além do alcance dos faróis dianteiros, dando-lhe mais tempo para reagir e melhorar a sua segurança. Assim, fica ainda mais tranqüilo dirigir à noite.

O conceito de controle iDrive

A cabine de um avião comercial tem cerca de 400 controles. E nenhum deles controla o CD player. Com o sistema iDrive, você tem o controle de muito mais do que apenas a música. O Controlador reúne todas as funções de conforto da cabine, como o sistema de navegação e o telefone, ao alcance dos seus dedos. Pode definir as funções que são usadas com mais freqüência em um dos oito botões de itens favoritos. O Control Display (tela de controle) localizado em uma ótima posição, acima do controle central, o mantém informado e o orienta com facilidade; assim, a sua visão e os seus pensamentos pode se concentrar no prazer de dirigir.

Os faróis dianteiros auto-adaptáveis

O BMW X6 mostra cada curva com a melhor iluminação possível. Os sensores dos Faróis direcionais opcionais monitoram constantemente a velocidade do carro, a inclinação e o ângulo de direção e calcula as progressões da curva de maneira adequada. Ambos os faróis dianteiros de xênon se ajustam de acordo com a direção, de forma eletromecânica. Quando se vira à esquerda ou à direita, os ajustes das luzes de curta distância complementam os faróis dianteiros auto-ajustáveis, ativando um refletor adicional no interior das luzes de neblina para iluminar o caminho à frente. Em qualquer situação de condução, o resultado é uma superfície muito mais iluminada.

O assistente de iluminação de estrada

O assistente de luz de farol alto é uma função do BMW X6 que passa de farol alto para farol baixo, assim que detecta trânsito de frente ou iluminação exterior adequada. Uma câmara integrada ao espelho retrovisor monitora a luz ambiental exterior e as condições do trânsito, podendo detectar o veículo que se aproxima até a um quilômetro de distância. Quando o caminho à frente volta a estar livre, o sistema automaticamente retorna para o farol alto.

A porta do porta-malas em duas etapas

Para garantir que porta traseira do BMW X6 não bata no teto da garagem ou outro obstáculo, o ângulo de abertura pode ser determinado com um ou dois ajustes. Quando a porta do porta-malas está na posição mais baixa, o amortecedor de gás, que funciona em duas etapas, permite abri-la totalmente, através do princípio “puxe e solte”, como o que se utiliza nas esferográficas. Com a opção de “operação automática da porta traseira”, é possível fixar até cinco etapas de abertura no menu do iDrive e depois abrir ou fechar o porta-malas de dentro do conforto da cabine, com um simples apertar de botão. Esta versão também inclui um elemento de segurança no motor para evitar ferimentos com a tampa do motor.

A câmara traseira

A câmara traseira permite que o motorista em ré possa detectar com antecedência, objetos, pessoas ou veículos que se aproximam quando estão manobrando. A função “zoom” permite que a tarefa de engatar um reboque seja mais fácil, sendo especialmente útil quando o reboque é pesado demais para ser arrastado até o engate. Quando se dá marcha à ré em uma curva, o monitor mostra uma projeção da curva que se vai fazer, mude a posição do volante e a curva se ajusta automaticamente.

Luzes de freio adaptáveis (adaptative brake lights)

Um dos motivos da grande visibilidade do BMW X6 se deve ao indicador da força de frenagem. Quando se freia de maneira normal, as luzes traseiras se acedem como de hábito, em uma frenagem de emergência, as luzes piscam várias vezes por segundo para advertir os veículos que vêm atrás. Quando cada décimo de segundo conta, isso melhora a segurança como um todo.

Os sistemas de segurança passiva

Um sistema de segurança total complexo e perfeitamente integrado garante a máxima segurança para todos os ocupantes. O sistema, que inclui cinto de segurança, airbag e sistemas de direção, é operado por uma eletrônica de segurança integrada que pode determinar o tipo e a gravidade do acidente em milésimos de segundo, acionando os airbags apropriados, nos ajustes correspondentes e no momento exato, deixando os demais airbags disponíveis para proteger os ocupantes, no caso de ocorrer uma colisão secundária. Se o veículo chegar a capotar sem tocar nada antes, um sensor de capotagem, especialmente desenvolvido e conectado ao sistema de Controle Dinâmico de Estabilidade (DSC), ativará os airbags de cabeça e os tensores dos cintos de segurança.

Os pneus runflat

Diga adeus às trocas de pneus nos acostamentos das estradas. Graças ao reforço especial em suas paredes laterais, os pneus runflat do BMW X6 podem percorrer longas distâncias após terem sido furados. Mas os benefícios não acabam aqui. Por não ser necessário ter que levar um estepe, o peso é reduzido e se libera espaço no porta-malas para todas as viagens. Além disso, o Indicador de Pressão dos Pneus (TPI) informa ao condutor quando ocorrer uma queda de pressão.

Acesso conforto

BMW X6
Acesso conforto, de a partida sem chave

Prazer de dirigir sem chave: o acesso conforto opcional permite dar a partida do BMW X6 sem a chave. Ao se aproximar do veículo, o controle remoto no seu bolso envia um sinal que o identifica. Quando a maçaneta é tocada, as portas se destravam automaticamente e se pode dar partida no carro, simplesmente pressionando-se o botão start/stop.

Um lugar de honra para o conforto esportivo

No BMW X6, os quatro assentos oferecem um conforto exclusivo, ergonomia perfeita e um excelente suporte lateral. Os assentos de série do motorista e do acompanhante pode se elevar, baixar e acomodar seu ângulo eletricamente, ao passo que os assentos esportivos ou conforto opcionais, com ajuste eletrônico total, oferecem níveis de conforto individual ainda mais altos.

Fonte: www.bmw.com.br

BMW X6

Muitos carros se intitulam crossovers hoje, mas nenhum foi tão longe na associação de carro esportivo com utilitário quanto o BMW X6, que a marca de Munique preparou para o Salão de Frankfurt.

A empresa o anuncia como um Sports Activity Coupe, ou cupê (apesar das cinco portas) para atividade esportiva.

E já se sabe que o conceito antecipa um modelo de produção, que chega entre 2008 e 2009 e deverá manter a sigla X6, para se posicionar acima dos utilitários X3 e X5.

Em que pese a dissonância entre o desenho esportivo e os elementos fora-de-estrada — grandes pneus, altura livre do solo expressiva —, o X6 impressiona e tem todo o caráter de um BMW.

Chamam a atenção os pára-lamas abaulados, a curva suave do teto que termina em um defletor incorporado à traseira, as rodas de 21 pol, as proteções inferiores de alumínio e — como não poderia deixar de ser — a “quebra” na parte posterior das janelas laterais, típica da marca.

Dotado de tração integral, o X6 estréia o sistema Dynamic Performance Control (controle dinâmico de desempenho), um controle integrado de tração e estabilidade que usa a potência do motor para corrigir a trajetória do veículo.

Se o carro sai de frente ou de traseira em uma curva, o sistema distribui a força entre as rodas de maneira ideal para obter estabilização, o que aumenta não só a segurança, mas também a capacidade de transmitir potência ao solo na saída da curva.

Junto do X6 convencional — o carro preto nas fotos —, a BMW revela em Frankfurt sua versão híbrida (em prata), chamada Efficient Dynamics ou dinâmica eficiente. A propulsão elétrica e a gasolina foi desenvolvida em parceria entre BMW, General Motors, Daimler-Benz e Chrysler.

O câmbio CVT possui dois modos automáticos, um mais curto e outro mais longo, de modo a fazer o efeito de uma caixa de redução.

Segundo a empresa, o X6 híbrido consome e polui 20% a menos que o convencional.

E, quando circula apenas com motor elétrico em uso, a proteção na saia traseira move-se para ocultar as saídas de escapamento.

O BMW X6

Já se tornou uma tradição a BMW levar aos salões automotivos carros-conceito praticamente prontos para entrar na linha de produção.

Desta vez, porém, os alemães se superaram.

Apenas quatro meses depois de ser apresentado como protótipo, em Frankfurt, a versão de série do utilitário esportivo X6 será uma das estrelas do Salão de Detroit, evento com outras estréias nesse segmento já confirmadas. E novidades não faltam nesse modelo, tanto do lado de dentro quanto por fora.

Os passageiros contam com mimos como bancos dianteiros ventilados, aparelho de som com 16 alto-falantes e sistema de entretenimento com reprodutor de DVD para os ocupantes dos assentos traseiros. Eles também dispõem de 570 litros de espaço para malas no compartimento de bagagens.

Mas, o principal passageiro merece exclusividades ainda melhores, dignas de um BMW. Além dos potentes motores, a marca bávara oferece a tração integral “xDrive” de série em todos os modelos.

Mecanicamente, também há importantes equipamentos como: Controle Dinâmico de Performance (”Dynamic Performance Control”), que faz com que as rodas traseiras atuem de forma independente, na aceleração e na frenagem; pneus tipo “run flat”, que rodam vazios por quilometragem limitada e baixa velocidade; e controle eletrônico de estabilidade inteligente que, se detecta capotagem, tensiona os cintos e ativa os air-bags de cabeça para atuarem a qualquer momento.

No que diz respeitos a equipamentos de conforto e estética, a BMW também não economizou no X6.

O controle dos sistemas de navegação, climatização, entrenimento e comunicação estão agrupados no “i-Drive”, que, segundo a marca, está mais simples de se usar. Há também volante multifuncional em couro, abertura e fechamento da tampa do porta-malas eletricamente (opcional), rodas de 19 polegadas, entre outros.

O novo X6 deverá mover as peças no tabuleiro do mercado internacional, devido a um novo nicho criado. Pouco maior que o X5, ele mede 4,88 metros de comprimento, 1,98 m de largura e 1,77 m de altura. A distância entre eixos é a mesma do irmão menor, de 2,93 m.

A BMW ainda oferecerá quatro opções de motorização: os dois a gasolina são o xDrive35i (306 cv) e xDrive50i (408 cv); enquanto os movidos a diesel são o xDrive30d (236 cv) e xDrive35d (285 cv).

A carroceria logo atrai as atenções para a mais recente criação bávara. Para a BMW, trata-se de um novo segmento de carro, que eles batizaram de Sports Activity Coupé (SAC). Na falta de tradução melhor, você pode encará-lo como um utilitário cupê.

A caída do teto na parte traseira é uma das principais inovações do X6 e o que mais o diferencia de seu irmão mais próximo, o X5.

Ambos compartilham a mesma plataforma, mas o novo modelo é um pouco mais comprido e largo e bem mais baixo: 1,69 metro de altura, ante 1,76 do X5.

No desempenho, o X6 deixa ainda mais nítido seu DNA esportivo. A versão topo-de-linha é capaz de acelerar aos 100 km/h em apenas 5,3 segundos, graças ao inédito motor V8 biturbo de 4,4 litros e 408 cv de potência (leia mais na pág. ao lado). De série, as quatro versões do utilitário terão tração 4×4 e o inédito Dynamic Performance Control, que distribui o torque nas rodas traseiras conforme a trajetória.

Dentro, há lugar para quatro pessoas: um console divide o banco traseiro em dois.

O X6 chega às vitrines européias em maio, para competir principalmente com o conterrâneo Porsche Cayenne, e já é destaque nos sites da marca na Alemanha e na Inglaterra. Uma briga das boas que a BMW conta os dias para começar para valer.

Preparo de atleta

Tamanho não é documento para o X6. Ao contrário. O modelo é o primeiro utilitário da BMW equipado com motor V8 biturbo.

Com 408 cv de potência a 5500 rpm e torque de 61,2 mkgf entre 1800 e 4500 rpm, a versão xDrive50i não passa vergonha ao lado de muito esportivo.

Numa comparação doméstica, perde em potência para o novíssimo M3 sedã por apenas 12 cv.

Um dos segredos para a boa performance, segundo a marca, é a injeção direta de gasolina e a posição do compressor biturbo, entre as duas fileiras de cilindros em V, o que torna o motor mais compacto. Para a versão inferior do X6 movida a gasolina, a BMW reservou o mesmo motor 3.0 biturbo de seis cilindros disponível nas Séries 1 e 3. Na Europa, o utilitário também terá duas versões a diesel.

Fotos

BMW X6

BMW X6

BMW X6

BMW X6
BMW X6

Fonte: www2.uol.com.br/quatrorodas.abril.com.br

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Cadillac Self-Starter

Cadillac Self-Starter, Construção, Sistema, Motor, Arranque, Partida, Elétrica, Dispositivo, Inovação, História, Cadillac Self-Starter

História da Cadillac

História da Cadillac, Carro, Marca, Modelos, Fabricação, Motor, Empresa, Construção, Logo, Veículos, Automóveis, História da Cadillac

Aero Willys

Aero Willys, Carros, Brasil, Versão, Veículos, Velocidade, Modelo, Características, Linha, História, Fotos, Aero Willys

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

QUESTION 1 You are managing a SharePoint farm in an Active Directory Domain Services (AD DS) domain. You need to configure a service account to use domain credentials. What should you do first? A. Configure the service account to use a domain user account. B. Register the domain credentials in the Farm Administrators group. C. Configure the service account to use a local user account. D. Register the domain credentials as a SharePoint managed account. Correct Answer: D Explanation QUESTION 2 A company named Contoso, Ltd. has a SharePoint farm. The farm has one Search service application configured. The Search service application contains five crawl databases, all of which contain content. Contoso plans to crawl knowledge base content from its partner company Litware, Inc. The knowledge base content must be stored in a dedicated crawl database. You need to configure crawling. What should you do? A. Add a crawl database that contains the Litware knowledge base to the existing Search service application. B. Provision a new Search service application. Configure the service application to crawl the Litware knowledge base content. C. Set the MaxCrawlDatabase parameter to 6. D. Create a dedicated Microsoft SQL Server instance for the Litware crawl database. Correct Answer: B Explanation Explanation/Reference: The maximum number of crawl databases is 5 per Search service application so we need another Search service application. This maximum limit is increased to 15 with an Office 2013 update but the question doesn't mention that this update is installed so we have to assume the question was written before the update was released. QUESTION 3 A company uses SharePoint 2013 Server as its intranet portal. The Marketing department publishes many news articles, press releases, and corporate communications to the intranet home page. You need to ensure that the Marketing department pages do not impact intranet performance. Which two actions should you perform? (Each correct answer presents part of the solution. Choose two.) A. In Central Administration, set up a User Policy for the Super User and Super Reader accounts. B. Configure IIS to use the Super User and Super Reader accounts for caching. C. Use the Farm Configuration Wizard to configure the Super User and Super Reader accounts. D. Use Windows PowerShell to add the Super User and Super Reader accounts. Correct Answer: AD Explanation Explanation/Reference: A: The way to correct this problem is to first create two normal user accounts in AD. These are not service accounts. You could call them domain\superuser and domain\superreader, but of course that's up to you. The domain\superuser account needs to have a User Policy set for that gives it Full Control to the entire web application. D: If you are using any type of claims based authentication you will need to use Windows PowerShell. And Windows PowerShell is the hipper more modern and sustainable option anyway. If you are using classic mode authentication run the following cmdlets on one of your SharePoint servers: $w = Get-SPWebApplication "http:///" $w.Properties["portalsuperuseraccount"] = "domain\superuser" $w.Properties["portalsuperreaderaccount"] = "domain\superreader" $w.Update() If you are using claims based authentication run these cmdlets on one of your SharePoint servers: $w = Get-SPWebApplication "http:///" $w.Properties["portalsuperuseraccount"] = "i:0#.w|domain\superuser" $w.Properties["portalsuperreaderaccount"] = "i:0#.w|domain\superreader" $w.Update() Note: * If you have a SharePoint Publishing site and you check the event viewer every once in a while you might see the https://www.pass4itsure.com/70-331.html following warning in there: Object Cache: The super user account utilized by the cache is not configured. This can increase the number of cache misses, which causes the page requests to consume unneccesary system resources. To configure the account use the following command 'stsadm -o setproperty -propertynameportalsuperuseraccount -propertyvalue account -urlwebappurl'. The account should be any account that has Full Control access to the SharePoint databases but is not an application pool account. Additional Data: Current default super user account: SHAREPOINT\system This means that the cache accounts for your web application aren't properly set and that there will be a lot of cache misses. If a cache miss occurs the page the user requested will have to be build up from scratch again. Files and information will be retrieved from the database and the file system and the page will be rendered. This means an extra hit on your SharePoint and database servers and a slower page load for your end user. Reference: Resolving "The super user account utilized by the cache is not configured." QUESTION 4 You are managing a SharePoint farm. Diagnostic logs are rapidly consuming disk space. You need to minimize the amount of log data written to the disk. Which two actions should you perform? (Each correct answer presents part of the solution. Choose two.) A. Set the log event level to Information. B. Set the log event level to Verbose. C. Set the log trace level to Medium. D. Set the log trace level to Verbose. E. Set the log event level to Warning. F. Set the log trace level to Monitorable. Correct Answer: EF Explanation Explanation/Reference: E: Event Levels Warning, Level ID 50 Information, Level ID: 80 Verbose, Level ID: 100 F: Trace levels: Monitorable: 15 Medium: 50 Verbose: 100 Note: When using the Unified Logging System (ULS) APIs to define events or trace logs, one of the values you must supply is the ULS level. Levels are settings that indicate the severity of an event or trace and are also used for throttling, to prevent repetitive information from flooding the log files. Reference: Trace and Event Log Severity Levels QUESTION 5 A company's SharePoint environment contains three web applications. The root site collections of the web applications host the company intranet site, My Sites, and a Document Center. SharePoint is configured to restrict the default file types, which prevents users from uploading Microsoft Outlook Personal Folder (.pst) files. The company plans to require employees to maintain copies of their .pst files in their My Site libraries. You need to ensure that employees can upload .pst files to My Site libraries. In which location should you remove .pst files https://www.pass4itsure.com/70-342.html from the blocked file types? A. The File Types area of the Search service application section of Central Administration B. The General Security page in the site settings for the site collection C. The Blocked File Types page in the site settings for the site collection D. The General Security section of the Security page of Central Administration Correct Answer: D Explanation