Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Automóveis / Jaguar XJ-S

Jaguar XJ-S

PUBLICIDADE

O Jaguar XJ-S (mais tarde, o Jaguar XJS), um grande e luxoso carro de turismo, foi produzido pela britânica fabricante Jaguar de 1975 a 1996.

O XJ-S substituiu o E-Type (também conhecido como o XK-E) em Setembro de 1975, e foi baseado no sedã XJ.

Ele havia sido desenvolvido como o XK-F, porém, foi muito diferente em caráter de seu antecessor.

Embora nunca teve exatamente a mesma imagem desportiva, o XJ-S foi um carro de luxo competente e mais aerodinâmico do que o E-Type.

O último XJS foi produzido em 4 de abril de 1996. O modelo foi substituído pelo XK8.

Sucessor do E-Type, o XJS era um cupê de 2+2 lugares, capô longo, traseira baixa com as laterais simulando um fastback, faróis grandes e ovalados. S

eu interior era sofisticado, mais próximo do luxuoso sedã XJ, com revestimento em couro, aplqiues de madeira e ar-condicionado.

MOTORIZAÇÃO
Motor: 5.3, 12 cilindros em V, 24 válvulas (2 por cilindro), injeção multiponto, gasolina
Cilindrada: 5.344 cm³ Potência: 299 cv a 5.500 rpm
Potência Específica: 56,4 cv/litro Torque: 43,9 kgfm a 3.000 rpm
CARROCERIA
Comprimento: 4.872 mm Peso: 1.707 kg
Largura: 1.791 mm Porta-Malas: Não disponível
Altura: 1.265 mm Tração: Traseira
Freios: Discos ventilados na dianteira e discos sólidos na traseira Câmbio: Automático de 3 marchas
DESEMPENHO
Velocidade Máxima: 245 km/h Aceleração: 7,9 segundos

História

Certos automóveis nascem com a difícil tarefa de suceder a um clássico.

Foi o que ocorreu com o Jaguar XJ-S: 14 anos depois que o E-type surpreendeu o mundo com a elegância de suas linhas , a marca britânica apresentava seu substituto, em setembro de 1975.

Jaguar XJ-S
Suceder ao clássico E-type foi um desafio para o Jaguar XJ-S, mas ele fez seu nome em 21 anos de mercado

Era um cupê de 2+2 lugares, capô longo, traseira baixa com as laterais simulando um fastback, faróis grandes e ovalados. Estava longe de apresentar a pureza de seu antecessor, mas reunia sofisticação e conforto, com revestimento em couro, apliques em madeira e ar-condicionado de série.

Seu padrão de refinamento estava mais próximo dos sedãs XJ, lançados em 1968, que do esportivo E-type. Prova disso é que a transmissão automática, de início opcional, passava mais tarde a ser a única opção.

Jaguar XJ-S

Jaguar XJ-S
Capô longo, grandes faróis, traseira baixa com ar de fastback: um estilo que nunca agradou em cheio, mas vinha aliado a conforto e bom desempenho

De início foi adotado o mesmo motor V12 de 5.343 cm3 de cilindrada que equipava desde 1971 o E-type.

Todo de alumínio, com comando de válvulas nos cabeçotes e injeção de combustível, fornecia respeitáveis 285 cv de potência, levando o pesado cupê de 0 a 96 km/h (60 milhas por hora) em 6,9 s e alcançando 240 km/h.

Um tratamento para redução de consumo era implantado em 1981, na chamada versão HE (High Efficiency, alta eficiência) do V12.

Os novos cabeçotes, que haviam exigido cinco anos de desenvolvimento, o levavam a 248 km/h: era o carro mais veloz do mundo com transmissão automática.

Jaguar XJ-S
Depois do motor V12 de 285 cv foi lançado um seis-em-linha de até 225 cv, com vistas à redução do consumo. No mercado americano o XJ-S (na foto o modelo 1984) tinha faróis duplos e estilo mais agressivo

A Jaguar procurava também um motor menor para atender às novas metas de economia de combustível.

Depois de cogitar um V8 ou um “meio-V12”, optou por um novo seis-cilindros em linha, de 3.580 cm3, oferecido em versões de duas e quatro válvulas por cilindro.

Inclinado a 158 graus da vertical, o “seis” desenvolvia 225 cv na versão 24-válvulas e, graças ao bloco de alumínio, era 30% mais leve que o antigo motor XK de 3,4 litros e 162 cv.

Oferecido no XJ-S a partir de setembro de 1983, marcou o retorno da opção de câmbio manual, um Getrag de cinco marchas.

Bastavam 7,6 s para acelerar até 96 km/h e a máxima era de 232 km/h.

Na mesma época surgia o XJ-SC, primeiro Jaguar a céu aberto desde o fim do E-type – era na verdade um targa, com barras estruturais e a opção de vidro traseiro fixo, além de apenas dois lugares por questão de segurança.

Jaguar XJ-S

Jaguar XJ-S
Couro, madeira, câmbio automático e muito conforto: um esportivo requintado

A TWR, empresa do piloto Tom Walkinshaw, preparou alguns XJ-S para o Campeonato Europeu de Turismo, que ele faturou em 1984.

Um conversível de verdade, com toda a capota removível por controle elétrico, chegava em maio de 1988. A operação levava apenas 12 s e o vigia traseiro era de vidro.

Em setembro de 1989 o motor de 3,6 litros passava a 4,0 litros, chegando a 235 cv de potência e ganhando 14% em torque.

Os 96 km/h surgiam agora em 7,1 s e a velocidade máxima atingia 224 km/h.

Juntos dele, uma transmissão automática de quatro marchas com controle eletrônico, freios com sistema antitravamento (ABS) e uma renovação do interior.

Jaguar XJ-S
Em 1988 os refinados compradores ganhavam a opção de um conversível, acima. Mas quatro anos antes o XJ-S já faturava o Campeonato Europeu de Turismo, preparado por Tom Walkinshaw

Em novembro seguinte a Ford assumia a Jaguar e, em maio de 1991, o XJ-S era amplamente reestilizado.

Bolsa inflável para o motorista, um conversível com motor de 4,0 litros e o conjunto Insignia de opcionais e itens decorativos foram as novidades seguintes.

Mais tarde, o V12 passou a 6,0 litros, ganhando transmissão automática de quatro marchas, e os pára-choques foram modernizados.

A produção do XJ-S foi encerrada em 1996, após um total de 71 mil unidades produzidas durante 21 anos.

Mesmo com a progressiva melhoria na qualidade de fabricação, um mal que quase exterminou a Jaguar nos anos 70, o carro estava envelhecido e pedia substituição – o que a marca do felino fez com o belíssimo cupê XK8, enfim digno da tradição do lendário E-type.

Fonte: br.geocities.com/www2.uol.com.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Cadillac Self-Starter

Cadillac Self-Starter, Construção, Sistema, Motor, Arranque, Partida, Elétrica, Dispositivo, Inovação, História, Cadillac Self-Starter

História da Cadillac

História da Cadillac, Carro, Marca, Modelos, Fabricação, Motor, Empresa, Construção, Logo, Veículos, Automóveis, História da Cadillac

Aero Willys

Aero Willys, Carros, Brasil, Versão, Veículos, Velocidade, Modelo, Características, Linha, História, Fotos, Aero Willys

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+