Breaking News
Home / Automóveis / História da Toyota

História da Toyota

PUBLICIDADE

Final do século XIX Sakichi Toyoda cria a Toyoda Automatic Loom Works, Ltda.

Ele era aprendiz de carpinteiro, mesmo ofício do pai, mas acreditava que precisava oferecer uma contribuição melhor para o seu país.

Em 1894, após superar muitos anos de dificuldades e contínuos aperfeiçoamentos, cria o Kaizen e um ventilador, que dá origem às vendas da empresa.

Com uma grande crise econômica ocorrida nos anos 1920 no Japão, Toyoda foi obrigado a fechar a sua indústria e perdeu seus direitos sobre as máquinas e fábrica.

Em 1924, ele e seu filho Kiichiro Toyoda criaram um tear automático que ultrapassava os padrões internacionais.

Em dois anos, a Toyoda Automatic Loom Works, Ltd. era criada.

Pode-se dizer que foi a partir Toyoda Automatic Loom Works, Ltd, que a Toyota Motor Corporation surgiu.

Como a visão do Sr. Sakichi era “Ser um pensador inovativo e criativo”, ele percorria o mundo atrás de novidades.

Foi então que numa das suas visitas aos Estados Unidos e à Europa, buscando informações sobre o segmento têxtil, é que ele se apaixonou pelo segmento automobilístico.

Em março de 1930, Kiichiro Toyoda, após visitar plantas de indústrias automobilísticas nos Estados Unidos e na Europa, inicia o processo de conversão da Toyoda Automatic Loom Works para a Toyota Motors Corporation.

Em 1934, a Toyoda investiu 3 milhões de Yens e começou a investir no setor automobilístico.

O primeiro protótipo da empresa, o Modelo A1, para passageiros, foi lançado em maio de 1935.

Em 1936, após tentar registrar a marca Toyoda, a empresa por um grande volume de entradas no sistema de registro de marcas japonês (20.000! Para a marca Toyoda), mudou a marca para Toyota.

Neste mesmo ano, em setembro, a Toyota lança seu primeiro automóvel usando a nova marca: o Modelo AA, renomeado em outubro daquele ano para Kokusan Toyota Goh.

Em Agosto de 1937, a empresa inicia a construção de sua nova planta industrial, em Koromo-cho, numa área atualmente denominada “Toyota city”.

A fábrica ficou pronta em Setembro de 1938.

Após instituir a produção em massa, a Toyota passou a investir em força de vendas e foco no consumidor, “Clientes primeiro, depois vendedores e por último, fabricantes” (Customers come first; then the dealers; and lastly, the maker)

Em 1957, a Toyota produz seus primeiros carros “made in Japan”, para comercialização no mercado americano.

Em 1950, a Toyota institui o chamado Marketing Científico, baseando-se no espírito criador de seu fundador Sakichi Toyoda.

Em 1956, cria o Escritório de Pesquisa de Mercados.

Em 1957, conduz sua primeira pesquisa de mercado.

O Sistema Toyota de Produção

História da Toyota

Foi introduzido pela Toyota logo após a Segunda Guerra Mundial.

Inspirado no modelo Taylorista, o sistema foi instituído, buscando a combinação da produção em massa com a eficiência, visando a redução de desperdícios.

Esse sistema está estruturado sobre a combinação de duas metodologias: o Just-in-time e o Kaizen.

O sistema de produção da Toyota nasceu da necessidade de desenvolver um sistema para fabricar automóveis de muitas classes diferentes em pequenos volumes com o mesmo processo. Nos anos cinqüenta Toyota procurava um sistema de produzir maiores variedades de automóveis sem ser afogada pelo aumento de custos.

As condições particulares do Japão quanto a seu espaço físico, os recursos naturais, e a imperante necessidade de gerar produtos de alto valor para poder exportar e de tal forma poder adquirir os recursos para manter a sua população e conservar a indústria, fizeram da necessidade de reduzir ao mínimo os desperdícios uma questão estratégica.

E a melhor forma de eliminar os desperdícios era e o segue sendo, produzindo com a máxima qualidade, ao menor custo, utilizando os menores tempos de ciclo produtivo, e limitando os recursos ociosos.

Melhorar a utilização dos insumos, diminuir as necessidades financeiras, reduzir ao mínimo os espaços físicos só podia conseguir-se mediante a qualidade total e sua melhora contínua.(Ohno, 1988).

O sistema foi desenvolvido por um funcionário do grupo Toyota, o engenheiro Taiichi Ohno.

Taiichi Ohno – Biografia

História da Toyota
Taiichi Ohno

Taiichi Ohno foi um engenheiro industrial japonês, reconhecido como um dos líderes em engenharia industrial e projetou o sistema Toyota de produção e just in time (JIT), dentro do sistema de produção da montadora de automóveis. ele nasceu em 29 de fevereiro de 1912, em Dalian, China.

Em 1932, ele se formou no departamento de tecnologia mecânica do Instituto Técnico de Nagoya. mais tarde, ingressou na fábrica de tecelagem de fios e têxteis da Toyota até seu fechamento em 1942. nesse mesmo ano, foi transferido para a Toyota Motors como gerente-chefe da oficina mecânica.

História da Toyota
Inspecionando a linha de montagem

Por volta de 1947, sob o comando da oficina fabril número 2 da fábrica de Koromo, fez algumas alterações no layout daquela área, que introduziu máquinas em linhas paralelas em forma de “l” e estabeleceu a multi-especialização dos operadores. dois anos depois, foram fabricados 25.662 caminhões e 1.008 carros, e em 1950, com o início da guerra da Coréia, os Estados Unidos reciclaram parte de seus caminhões e enviaram alguns novos para a Toyota.

No final de 1959, Taiichi Ohno dirigiu o departamento de fabricação e montagem, onde passou a utilizar o sistema Kanban, que visava controlar o fluxo de trabalho em um sistema de fabricação através da movimentação de materiais e fabricação por demanda. nesse mesmo ano, quando a nova fábrica da Toyota foi concluída em Motomachi, ele foi nomeado diretor dessa fábrica, o que facilitou a implementação do Kanban na oficina mecânica, oficina de prensagem e linha de montagem.

Em 1962, Taiichi Ohno foi contratado como gerente geral da principal fábrica da Toyota, o que lhe permitiu estender a implementação do Kanban aos processos de fundição e forjamento.

Taiichi Ohno é conhecido pela criação do sistema de produção just-in-time (JIT). ele acreditava que o objetivo da Toyota era reduzir mais tempo do que um cliente fazia um pedido até que o dinheiro fosse coletado pela empresa. com base nessa abordagem, seu objetivo era reduzir o tempo de atividades que não agregam valor à produção.

A projeção de Taiichi Ohno cobria dois princípios fundamentais: a produção no momento preciso e a autoativação da produção, os demais aspectos eram uma questão de técnicas e procedimentos de instauração.

Graças às contribuições de Taiichi Ohno, Sakichi Toyoda e Kiichiro Toyoda, foi criado o sistema de produção Toyota (TPS), que é um sistema integrado de produção e gestão que inclui os conceitos Jidoka (automação), poka-yoke (à prova de erros ), JIT (just in time), Kanban (cartão), Heijunka (nivelamento), Andon (fabricação), Jidoka (automação inteligente), Muda (eliminação de desperdícios) e kaizen (melhoria contínua).

Em 1975, Taiichi Ohno foi nomeado vice-presidente da Toyota, cargo que ocupou até 1978, quando se aposentou da atividade profissional.

Depois de algum tempo, ocupou cargo no conselho de administração da empresa até 28 de maio de 1990, data em que faleceu.

Toyota – Origem

História da Toyota

Como muitas outras companhias que construíram sua marca na história, a Toyota foi formada com base em um conjunto de valores e princípios cujas raízes remontam às origens da empresa no Japão.

história da Toyota começa no final do século XIX, quando Sakichi Toyoda inventa o primeiro tear elétrico, que revolucionaria a indústria têxtil do país.

História da Toyota
Sakichi Toyoda

Em Janeiro de 1918, Sakichi funda a Toyoda Spinning and Weaving Co. Ltd e com a ajuda de seu filho, Kiichiro Toyoda, realiza o sonho de construir o primeiro tear automático, em 1924.

Depois de enfrentar uma séria crise econômica no Japão que o forçou a deixar a empresa, Sakichi se restabelece e cria, dois anos mais tarde, a Toyoda Automatic Loom Works, garantindo a continuidade da família na indústria têxtil daquele País.

Como seu pai, Kiichiro foi um inovador que durante suas visitas a Europa e ao Estados Unidos, na década de 1920, começou a interessar-se profundamente pela então iniciante indústria automotiva.

Com os fundos obtidos na venda da patente do tear automático inventado por seu pai, Kiichiro produziu o primeiro protótipo de automóvel e assim estabeleceu os alicerces da Toyota Motor Corporation (TMC), fundada em 1937.

Além da fundação da Toyota Motor Corporation, um dos grandes legados de Kiichiro Toyoda foi ter estabelecido as bases do famoso Sistema de Produção Toyota.

Impulsionado pela necessidade de fazer mais com menos, Kiichiro criou a filosofia “just-in-time”, que defende a produção do estritamente necessário, no momento certo e nas quantidades adequadas.

Este conceito de produção, alinhado à filosofia de respeito às pessoas, transformou-se em um fator chave para o desenvolvimento da companhia. O Sistema de Produção Toyota, com sua ênfase no aperfeiçoamento contínuo e na valorização do comprometimento de seus empregados, é admirado e considerado pela indústria automotiva como um modelo de excelência a ser seguido.

Após enfrentar um período de dificuldades, ocasionado principalmente pelos efeitos da Segunda Guerra Mundial, a Toyota tornou-se, em 1950, a maior fabricante de veículos do Japão, com mais de 40% do mercado.

A estratégia de crescimento da Toyota foi impulsionada por sua inserção no mercado internacional, alcançando reconhecimento mundial durante a década de sessenta com a instalação de unidades industriais e centros de desenvolvimento nos Estados Unidos, Canadá e no Reino Unido. Trinta anos mais tarde, em 1980, a Toyota alcançaria a marca de 30 milhões de veículos produzidos em todo o mundo.

Emblema da Toyota

História da Toyota
Emblema da Toyota

A atual marca Toyota estreou em outubro de 1989 para comemorar o 50º aniversário da empresa. O desenvolvimento do logotipo atual levou cerca de cinco anos, pois era necessário desenvolver um logotipo adequado para se adequar ao perfil crescente da Toyota em países estrangeiros.

Foram dois os fatores motivadores na concepção do logotipo: o reconhecimento à distância anunciando a “chegada da Toyota” e um logotipo com forte impacto visual que se destacasse de outros automóveis.

Existem três ovais no novo logotipo que são combinados em uma configuração horizontalmente simétrica. Os dois ovais perpendiculares dentro do oval maior representam o coração do cliente e o coração da empresa.

Eles são sobrepostos para representar um relacionamento mutuamente benéfico e confiança entre si.

A sobreposição das duas ovais perpendiculares dentro da oval externa simboliza o “T” para a Toyota, assim como um volante que representa o próprio veículo. O oval exterior simboliza o mundo que abraça a Toyota.

Cada oval é contornado com diferentes espessuras de traço, semelhante à arte do pincel na cultura japonesa.

O espaço ao fundo dentro do logotipo exibe os infinitos valores que a Toyota deseja transmitir aos seus clientes: excelente qualidade, valor além das expectativas, alegria de dirigir, inovação e integridade em segurança, meio ambiente e responsabilidade social.

Poder da marca

Este novo logotipo da Toyota estreou no modelo de luxo Celsior em outubro de 1989 e, logo depois, mais modelos exibiam orgulhosamente o novo emblema.

Um logotipo sem precedentes em seu tempo e claramente perceptível de frente e no espelho retrovisor, rapidamente se tornou amplamente reconhecido como o símbolo da Toyota.

De “TOYODA” para “TOYOTA”

O nome “Toyota” deriva do nome de família do fundador, Sakichi “Toyoda“, com os primeiros veículos produzidos pela empresa originalmente vendidos com um emblema Toyoda. Em 1936, a empresa realizou um concurso público para projetar um novo logotipo, levando a uma mudança no nome da marca para a atual Toyota.

Por que a mudança?

Primeiro, “Toyota” representa um som de consoante sem voz em japonês, que é considerado “mais claro” do que consoantes sonoras como em “Toyoda”.

O número de traços para escrever caracteres japoneses, chamados jikaku, também é um fator. Acredita-se que oito golpes estejam ligados à riqueza e boa sorte, e “Toyota” contém exatamente oito golpes.

A mudança também significou a expansão de uma pequena empresa independente para uma grande empresa corporativa.

Evolução do logotipo

1937

1949

1958

1969

1978

1989

2005

2020

Fonte: history-biography.com/global.toyota/www.marafreitas.adm.br/ww.toyotaimprensa.com.br/turbologo.com

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

História da Cadillac

História da Cadillac, Carro, Marca, Modelos, Fabricação, Motor, Empresa, Construção, Logo, Veículos, Automóveis, História da Cadillac

Cadillac Self-Starter

Cadillac Self-Starter, Construção, Sistema, Motor, Arranque, Partida, Elétrica, Dispositivo, Inovação, História, Cadillac Self-Starter

Aero Willys

Aero Willys, Carros, Brasil, Versão, Veículos, Velocidade, Modelo, Características, Linha, História, Fotos, Aero Willys

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.