Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Automóveis / Toyota Corolla

Toyota Corolla

PUBLICIDADE

Introduzido em 1966, o Corolla conseguiu se tornar o carro mais vendido em todo o mundo.

O nome Corolla faz parte da tradição de nomeação da Toyota de usar nomes derivados do Toyota Crown para sedans.

O Corolla sempre foi exclusiva no Japão para Toyota Corolla loja locais, e fabricado no Japão com um irmão gêmeo, chamado de Toyota Sprinter até 2000.

No Japão e na maior parte do mundo, o companheiro hatchback desde 2006 é chamado de Toyota Auris.

Antes do Auris, Toyota usou o nome Corolla na carroçaria hatchback em vários mercados internacionais.

Os primeiros modelos eram em sua maioria de tração traseira , enquanto os modelos posteriores têm sido de tração dianteira.

Concorrentes tradicionais do Corolla ter sido o Nissan Sunny , introduzido no mesmo ano que o Corolla no Japão e mais tarde o Honda Civic.

1966

1ª Geração COROLLA

Toyota Corolla

A primeira geração Corolla floresceu caminho de volta em 1966 no Japão como um sonho Toyota para produzir um carro do povo.

Esta tração traseira Toyota Corolla foi um sucesso imediato – um carro compacto excepcional que juntamente impressionante apelo com os mais altos padrões de desempenho.

1970

2ª Geração COROLLA

Toyota Corolla

Quatro anos depois, em 1970, um novo Toyota Corolla surgiu, trazendo consigo uma maior motor de 1,2 litros.

Esta segunda geração Corolla realmente se tornou o segundo melhor carro de importação de venda em 1970.

1974

3ª Geração COROLLA

Toyota Corolla

O ano de 1974 viu a terceira geração Toyota Corolla, uma obra-prima da engenharia que cresceu para se tornar o veículo mais vendido no mundo entre 1974 e 1977.

1979

4ª Geração COROLLA

Toyota Corolla

Nunca satisfeito com o sucesso, o sonho Toyota surge diante, e 1979 viu o advento da quarta geração Toyota Corolla, ainda com a tração traseira.

1983

5ª Geração COROLLA

Toyota Corolla

1984 foi o ano que viu mudanças significativas na Toyota Corolla.

Esta quinta geração Corolla veio com uma movimentação de roda dianteira, e uma versão cupê – o GT-S, com um motor de 16 válvulas.

1987

6ª Geração COROLLA

Toyota Corolla

Através dos anos, o Toyota Corolla cresceu em termos de simpatia e performance, e 1988 viu a chegada da sexta geração Toyota Corolla.

1991

7ª Geração COROLLA

Toyota Corolla

A sétima geração Corolla 1993 é aquele que parece familiar. É quando ele se mudou para o seu tamanho compacto atual. Este 1993 Toyota Corolla também é famoso por pegar toda uma série de prêmios ao longo do caminho.

1995

8ª Geração COROLLA

Toyota Corolla

1998 foi um ano marcante para o Toyota Corolla. Ele viu a chegada do Corolla oitava geração que levou o impressionante motor de 1,8 litros sob o seu capô. E o que você vê antes de você é o culminar de estilo avançado, conforto avançada e desempenho avançado – a nona geração Toyota Corolla.

2003

9ª Geração COROLLA

Toyota Corolla

Em sua alma o Toyota Corolla carrega um destino – para ficar por tudo o que representa a perfeição na categoria sedan compacto. Um destino que se reflete nos 3 crore Corollas fabricados em mais de 150 países através de 14 fábricas, tornando-o mais alto do carro mais vendido no mundo.

2008

10ª Geração COROLLA

Toyota Corolla

Com a “dinâmica” e “avanço” como palavras-chave, o novo Corolla Altis movimentos de estilo em uma direção “digna e jovem”. Os itens que satisfizeram os clientes foram determinadas e, em seguida, incorporado no veículo. O corpo unificado em todo o mundo desenvolvido foi denominado “Global One” – um nome apropriado, já que este é um Corolla para todo o mundo desfrutar.

2014

11ª Geração COROLLA

Toyota Corolla

Corolla Altis – o novo marco: Descubra todo o novo estilo e conforto com a 11ª geração Corolla Altis.

Com um novo design revolucionário e uma invejável de luxo, a certeza de uma experiência que ultrapassa toda a maravilha expectativas. Por isso que é o carro mais amado no mundo desde 1966.

A história do Toyota Corolla

Toyota Corolla
Primeira geração do Toyota Coroll

O Primeiro Corolla foi lançado no Japão em 1966, dois anos depois foi lançado nos Estados Unidos. Nos primerios anos de fabricação os Corolla trazia um motor de 1.1 litros com apenas 60cv, o que causou certa estranheza por parte dos americanos que viviam o auge da era dos carrões v8, o Corolla trazia uma proposta simples mais inovadora para época era considerado carro popular. O Corolla também inovava trazendo câmbio manual de quatro velocidades, sendo que a maioria dos carro da época tinha apenas três.

Toyota Corolla 1970 a 1980

Toyota Corolla
Terceira geração do Toyota Corolla

Em 1970 o Corolla ganhou um motor mais forte, com 1.2l e cambio automático, já em 1971 o sedan ganhou a opção de motor 1.6 que produzia 102cv.

Na década de 70 o Corolla já era vendido em três versões: coupe, wagon e sedan.

No ano de 1974 o Corolla o se tornou ainda mais popular com a chegada da sua terceira geração, sendo considerado durante os anos de 1974 a 1977 o carro mais vendido do mundo.

Sendo que em 1979 chegava ao mercado à quarta geração do Corolla o carro ganhou novos motores e melhorias na parte mecânica, mas tinha ainda tração nas rodas traseiras uma marca do carro desde o seu lançamento. Coisa que veio a mudar apenas em 1984 com a chegada da quinta geração.

Toyota Corolla 1980 a 1993

Toyota Corolla
Quinta geração do Toyota Corolla

A quinta geração do Toyota Corolla apareceu em 1984 trazia como grande novidade em relação às outras, seu design totalmente diferente das anteriores, o Corolla tinha agora tração nas rodas da frente e suspensão do tipo MacPherson e motor de 4 cilindros na transversal, o carro ganhou também versões esportivas, entre elas a SRT que trazia pintura em duas cores e a GT-S que tinha carroceria coupe.

Com o aumento das vendas a Toyota começou a produzir o Corolla nos EUA em parceria com a GMC.

Toyota Corolla 1993 a 1996

O Corolla chega ao Brasil como carro importado.

Toyota Corolla
Sétima Geração do Toyota Corolla

O primeiro Corolla a desembarcar no Brasil foi o da sétima geração que havia passado de um popular compacto para sedan médio e passando também a trazer equipamentos como freios ABS e airbags.

O Corolla desembarcou no Brasil no inicio de 1994, depois de ser por 25 anos consecutivos o carro mais vendido do Japão e o 2° mais vendido no mundo em todos os tempos. No Brasil era disponibilizado nas versões LE, DX(mais esportiva) e Station Wagon (perua), vinha equipado com motorização 1.6 ou 1.8 16v, trazia bons equipamentos como, ABS, airbag, ar condicionado e transmissão automática(opcional).

Toyota Corolla 1997

O Corolla ganha novo design com linhas modernas e faróis redondos.

A oitava geração do Corolla foi lançada em 1997, o carro havia passado por remodelação completa, ganhando uma aparência nova e moderna, tanto por fora quanto por dentro, se caracterizando pelos faróis redondos que causou uma certa estranheza a primeira vista. Esta versão era vendida ainda como importada, trazendo sob o capô um modesto motor de 1.6l, 16 válvulas com 107cv de potência.

Toyota Corolla 1998

O Corolla passa a ser fabricado no Brasil.

Toyota Corolla
Oitava geração do Toyota Corolla

Em 1998 o Corolla passou a ser montado na fabrica da Toyota em Indaiatuba São Paulo. Em relação ao modelo que era importado o carro ganhou frente nova, saíram os faróis redondos que deram lugar a os faróis alongados e com uma aparência melhor o carro ficou mais limpo e sóbrio, por dentro o painel era o mesmo da versão importada com um acabamento simples, porém aconchegante.

O Corolla brasileiro ficou mais potente, era equipado agora com motor 1.8 16v com 116cv e era vendido em três versões: Xli, básica, XEi,intermediaria e SE-G, top de linha. O Corolla passava agora a disputar ferozmente o mercado com Chevrolet Vectra e Honda Civic.

Toyota Corolla 2002

O Corolla passa por um merecida e aguardada mudança.

Toyota Corolla
Nona geração do Toyota Corolla

No final de 2002 o passou por mais uma mudança, desta vez o carro ganhou novas linhas com curvas arredondadas, tendo agora uma aparência mais jovem e atual com um novo motor o VVti tendo versões 1.6 e 1.8. Por dentro o carro ganhou novo acabamento e um novo painel. Um dos pontos positivos do Corolla é o consumo, o motor 1.6 conseguia fazer 11.1 km/l na cidade e 16.9 na estrada.

Toyota Corolla 2008

Chega as lojas a décima geração do Corolla.

Toyota Corolla
Décima Geração do Toyota Corolla

No inicio de 2008 chega as lojas a décima geração do Toyota Corolla. Mantendo praticamente as mesmas linhas clássicas e sóbrias que se tornaram uma marca do Corolla tendo apenas alguns retoques na frente que recebeu faróis novos com um desenho mais moderno, assim como nova grade e para-choque. A traseira recebeu faróis novos e um novo desenho do pára-choque com linhas mais salientes. O interior também sofreu modificações, ganhado um novo painel com um acabamento mais moderno. Esta geração tem a dura missão de retomar a liderança do segmento no Brasil, perdida para Honda Civic nos ano anterior

Toyota Corolla
Interior do Toyota Corolla 2008

Ficha Técnica

1998 TOYOTA COROLLA SE-G

Toyota Corolla

MOTORIZAÇÃO
Motor 1.8, 4 cilindros em linha, 16 válvulas (4 por cilindro), injeção multiponto, gasolina, dianteiro, transversal
Cilindrada 1.762 cm³ Potência 116 cv a 5.800 rpm
Potência Específica 64,4 cv/litro Torque 15,7 kgfm a 4.800 rpm
CARROCERIA
Comprimento 4.395 mm Peso 1.125 kg
Largura 1.690 mm Porta-Malas 406 litros
Altura 1.405 mm Tração Dianteira
Freios Discos ventilados na dianteira e tambores na traseira Câmbio Automático de 4 marchas
DESEMPENHO
Velocidade Máxima 180 km/h Aceleração 12,0 segundos

A história deste automóvel no Brasil se inicia em 1992, quando o Corolla de sétima geração é importado do Japão.

Em 1998, a oitava geração do modelo passa a ser fabricada em Indaiatuba, São Paulo.

O desenho adotado foi o do modelo japonês, com faróis retangulares, grade cromada de frisos horizontais e estilo bastante conservador, diferente do modelo europeu importado alguns meses antes, com faróis e luzes de direção ovalados, grade cromada e perfurada. Quatro anos depois era substituído pela nona geração, com desenho americano, maior e mais agressivo.

2002 TOYOTA COROLLA SE-G

Toyota Corolla

MOTORIZAÇÃO
Motor VVT-i, 1.8, 4 cilindros em linha, 16 válvulas (4 por cilindro), injeção multiponto, gasolina, dianteiro, transversal
Cilindrada 1.794 cm³ Potência 136 cv a 6.000 rpm
Potência Específica 75,5 cv/litro Torque 17,5 kgfm a 4.200 rpm
CARROCERIA
Comprimento 4.530 mm Peso 1.170 kg
Largura 1.705 mm Porta-Malas 437 litros
Altura 1.480 mm Tração Dianteira
Freios Discos ventilados na dianteira e discos sólidos na traseira Câmbio Automático de 4 marchas
DESEMPENHO
Velocidade Máxima 182 km/h Aceleração 12,4 segundos

Importado desde 1992, o Corolla passou a ser produzido no país desde 1998.

A versão brasileira tinha um desenho muito discreto comparado com o similar japonês e estava perdendo terreno para os rivais.

Em 2002, após pesquisas com consumidores, o Corolla adota o desenho do modelo norte-americano, com linha de cintura elevada, pára-choques pronunciados (para transmitir imponência e robustez), faróis mais agressivos, lanternas com elementos circulares. O motor utiliza o sistema VVT-i (Variable Valve Timing with Intelligence, “comando de válvula variável inteligente”) e a potência subiu de 116 para 136 cv.

2004 TOYOTA COROLLA FIELDER

Toyota Corolla

MOTORIZAÇÃO
Motor VVT-i, 1.8, 4 cilindros em linha, 16 válvulas (4 por cilindro), injeção multiponto, gasolina, dianteiro, transversal
Cilindrada 1.794 cm³ Potência 136 cv a 6.000 rpm
Potência Específica 75,5 cv/litro Torque 17,5 kgfm a 4.200 rpm
CARROCERIA
Comprimento 4.455 mm Peso 1.250 kg
Largura 1.705 mm Porta-Malas 411 litros
Altura 1.530 mm Tração Dianteira
Freios Discos ventilados na dianteira e discos sólidos na traseira Câmbio Automático de 4 marchas
DESEMPENHO
Velocidade Máxima 190 km/h Aceleração 12,7 segundos

Derivado do Corolla, o Fielder mantém os traços do sedã, como os faróis agressivos e a linha de cintura elevada, até a coluna B.

A tampa traseira, com aerofólio e brake-light embutido, apresenta um corte reto e abertura rente ao pára-choque para facilitar o acesso ao porta-malas.

Os bancos traseiros podem ser reclinados e o porta-malas conta com um porta-objetos sob o assoalho.

Fonte: www.toyotabharat.com/djjaragua.vilabol.uol.com.br/www.encontracarros.com

Veja também

História da Tucker

História da Tucker, 48, Carro, Preston, Empresa, Torpedo, Automóveis, Sedan, Motor, Características, Fotos, História da Tucker

Tucker Torpedo

Tucker Torpedo, Carro, História, Preston, Motor, Automóvel, Sedan, Velocidade, Características, Fotos, Tucker Torpedo

Willys Interlagos

Willys Interlagos, Carros, Modelos, História, Brasil, Versão, Velocidade, Motor, Autódromo, Berlineta, Conversível, Willys Interlagos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+ 200-105 pdf 400-051 exam 100-101 70-646 exam 1z0-574 dumps 700-039 exam 1Y0-401 exam