Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Automóveis / Mercedes Type S

Mercedes Type S

Mercedes Type-S 1927

PUBLICIDADE

Os primeiros Mercedes-Benz veículos nomeados foram produzidos em 1926, após a fusão de Karl Benz e respectivas empresas de Gottlieb Daimler na empresa Daimler-Benz.

O Mercedes-Benz Type S foi desenhado por Ferdinand Porsche para a Mercedes-Benz em 1927.

A Mercedes-Benz Modelo Type S foi introduzido em 1927 e produzido através de 1928.

O S em nome veículos representados Sport.

Durante sua vida de produção apenas 146 exemplos foram produzidos, garantindo a sua exclusividade e tornando-se um automóvel altamente desejado entre muitos colecionadores

Modelo Type S

O modelo S, a obra-prima do Professor Ferdinand Porsche durante seu tempo na Daimler-Benz, e seus derivados estão entre os carros do século que ainda nos fascinam até hoje. Uma razão para isto é o seu tamanho, o resultado apenas do tamanho maciço do motor com a sua capacidade 6,800cc, que foi aumentada para 7,065cc do SS em diante.

Este carro foi originalmente entregue ao britânico Mercedes Ltd., Londres, em 24 de maio de 1928. A partir desse ponto, a história é desconhecida até 1938, quando conhecido colecionador David Uihlein comprou o carro quando ele tinha 18 anos de idade. Naquela ocasião, o carro levava o mesmo carroçarias como faz hoje. O original da carroçaria é desconhecido. O mais provável é que o carro foi encorparado por um fabricante de carrocerias Inglês, possivelmente Freestone & Webb.

A Mercedes-Benz 36 / 220S foi fabricado em 1927 e 1928 na fábrica da Daimler-Benz, em Stuttgart. Apenas 146 do modelo S (esporte), projetado pelo Dr. Ferdinand Porsche, foram produzidos. O Mercedes-Benz S Rennwagen, ou carro de corrida, apareceu pela primeira vez no Grande Prêmio da Alemanha, em 1927; Modelos S terminou em primeiro, segundo e terceiro, com o piloto da Mercedes Rudolf Caracciola tendo a vitória.

História

Os estudos da Mercedes sobre a sobrealimentação como meio para aumentar a potência dos motores nasceram da experiência na utilização da admissão forçada em motores de aviões. A verdade é que se fica sem saber se estes estudos chegaram mesmo as linhas da frente. E como o tratado de Versalhes fez cessar a fabricação de motores de avião, a conclusão a tirar é que a sobrealimentação foi desenvolvida como um mecanismo para aumentar as “performances” dos carros do pós-guerra.

Mercedes Type S
Mercedes-Benz Type S

E não há nada na indústria automóvel comparável ao ruído de um Mercedes sobrealimentado, muito parecido com o grito agudo de uma serra circular a cortar betão… A sobrealimentação foi, em todo o caso, utilizada como uma medida de desespero, pois o motor que a Mercedes tinha altura, adoptado em 1909, provou ser um beco sem saída em termos de evolução e incapaz de aceitar altas rotações. Ao invés de melhorar o rendimento, a sobrealimentação trouxe o sobreaquecimento dos escapes e consequentemente a ruptura.

Apontando o caminho para a construção de novos propulsores, os técnicos da Mercedes aproveitaram a sua experiência nos motores de competição e de aviação para extraírem todo o potencial dado pela colocação de um veio de excêntricos a cabeça. Assim, não espantou ninguém o nascimento de uma nova gama de pequenos motores de 4 cilindros com veio de excêntricos à cabeça e sobrealimentação. O compressor enviava ar forçado para dentro do carburador quando o acelerador chegava ao máximo, mudando completamente o carácter do motor. Este sistema do tipo tudo ou nada tornava os carros complicados de controlar, mas a chegada de Ferdinand Porche como engenheiro chefe em 1923, tudo mudou.

O brilhante engenheiro alemão não podia ter chegado em pior altura, pois a economia alemã caiu numa profunda crise em 1924. Apesar disso, Porche não parou a investigação sobre a sobrealimentação e quando a administração da Daimler lhe requisitou um novo modelo de prestigio, criou o 24/199/140 HP. Este era movido por um motor sobrealimentado de 6 cilindros com 6.3 litros e veio de excêntricos a cabeça. Para criar este motor, Porsche abandonou a tradicional construção da Mercedes, que utilizava camisas individuais em aço, introduzindo o bloco compacto realizado em liga leve, com a cabeça do motor em ferro fundido onde se montava um veio de excêntricos. O propulsor formava um bloco com a caixa de 4 velocidades e prometia muito. Contudo, quando começou a ser vendido em 1924, rapidamente se chegou a conclusão de que os Mercedes eram automóveis cujas “performances” estavam muito avançadas no tempo. E apesar de Porsche ter redesenhado o carro dotando-o de uma distância entre eixos mais curta (criando o type K de “Kurtz”, em português, curto), a verdade é que vibrava muito e rapidamente recebeu a alcunha de “Death Trap”.

Após a fusão da Mercedes com a usa rival Benz, em Junho de 1926, formando a Daimler-Benz, um dos primeiros carros da empresa foi o type S. Derivado do anterior type K, foi lançado em Fevereiro de 1927, sendo um modelo mais baixo e rígido com o motor (com uma cilindrada de 6.8 litros, dois carburadores e uma sobrealimentação melhorada) colocado mais atrás no chassis. A maneabilidade melhorou e Otto Merz venceu a primeira edição do G.P. da Alemanha, em Julho de 1927, com um dos primeiros Mercedes type S.

A produção total do Type S foi modesta, oscilando entre as 149 e 170 unidades entre 1927-1929, a Mercedes apresentou o SS com um motor de 7.1 litros.

O nome do carro denunciava o seu objetivo, pois SS significa Super Sport e, até 1930, foram construídas 114 unidades.

Pilotando um Mercedes SS, equipado com cabos de reforço (tecnologia da aviação) para minimizar a torção do chassis, Rudi Caracciola canhou o Ulster Trophy Race em 1929, superando uma equipa de 3 Bentley 4.5 litros. Quanto ao SSK, era uma variante mais curta cujo motor possuía um maior compressor.

A produção variou entre 35 e 45 unidades, enquanto a última variante, o temível SSKL (Light)só foi construído para fins desportivos.

Fotos

Mercedes Type S

Mercedes Type S

Mercedes Type S

Mercedes Type S

Mercedes Type S

Mercedes Type S

Mercedes Type S

Mercedes Type S
Mercedes-Benz Type S – 1927

Fonte: www.bonhams.com/www.interclassico.com

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Cadillac Self-Starter

Cadillac Self-Starter, Construção, Sistema, Motor, Arranque, Partida, Elétrica, Dispositivo, Inovação, História, Cadillac Self-Starter

História da Cadillac

História da Cadillac, Carro, Marca, Modelos, Fabricação, Motor, Empresa, Construção, Logo, Veículos, Automóveis, História da Cadillac

Aero Willys

Aero Willys, Carros, Brasil, Versão, Veículos, Velocidade, Modelo, Características, Linha, História, Fotos, Aero Willys

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+