Breaking News
Home / Automóveis / BMW Z8

BMW Z8

PUBLICIDADE

O BMW Z8 alia a modernidade dos modelos atuais aos dotes dos conversíveis mais cobiçados da história do automóvel.

A charmosa capota de lona recolhida atrás dos assentos e a carroceria que parece ter sido esculpida a partir de uma única peça estão em perfeita harmonia com os detalhes estéticos reluzentes, como os espelhos retrovisores cônicos e a entrada de ar na lateral dos pára-lamas. Não é mera coincidência, o visual lembra o do clássico conversível 507, sucesso da BMW nos anos 50.

O ar nostálgico está em toda a parte: nas linhas que encantam pelo arrojo e esportividade, nos faróis encobertos por uma proteção transparente (que iluminam por lâmpadas de xenônio), nas discretas lanternas traseiras e nas duas largas saídas de escapamento.

As rodas de aro 18 montadas em pneus 245/45R 18 na frente e 275/40R 18 atrás completam o pacote estético, capaz de roubar olhares atentos no trânsito.

Se por fora o carro chama a atenção, por dentro têm-se a sensação de estar ao redor de uma verdadeira obra de arte.

Cada detalhe é um convite a entrar e se sentir à vontade: o volante de três raios metálicos com aro revestido de couro, o console central com a alavanca de câmbio metálica, a instrumentação no centro do painel (voltada para o motorista) e a bela combinação das cores azul, prata e preto.

Fotos

BMW Z8

BMW Z8

BMW Z8

BMW Z8

BMW Z8
BMW Z8

BMW Z8
Interior é da mesma cor da carroceria, neste caso, azul

Para os que procuram pelo máximo de esportividade, a dica é pressionar a tecla “sport” no console central, que deixa a direção mais firme, torna os amortecedores mais rígidos e aumenta a velocidade das respostas do acelerador. Aí, sente-se mais confiança em entrar na curvas com os pneus cantando, além de controlar as derrapagens com o movimento do volante.

Ajudado pelo exclusivo sistema de borboletas independentes do sistema de alimentação e pelos quatro comandos de válvulas variáveis, o Z8 acelera de 0 a 100 km/h em emocionantes 4,7 segundos e atinge 250 km/h, velocidade limitada eletronicamente.

Todo esse desempenho ainda está combinado com a leveza e a resistência do alumínio, presente não apenas no monobloco, mas também na suspensão.

Motor

Potência: 5.0 V8 400cv a 6600 rpm
Posição do motor: Frontal
Válvulas: 36-válvulas
Torque: 51,0kgfm a 3800 rpm
Transmissão: 6 marchas (Manual)
Tração: Traseira

Performance

0-100km/h: 4.7 segundos
Velocidade Maxima: 250km/h (Limitado eletrônicamente)

Caracteristicas

Peso: 1615kg
Rodas dianteiras: 245/45 R18
Rodas traseiras: 275/40 R18
Acomodação: 2 passageiros
Composição: Alumínio

Fonte: www.notransito.com

BMW Z8

O BMW Z8 é um roadster produzido pela alemã fabricante de automóveis BMW de 1999 a 2003. Ele foi dado o código do modelo E52 BMW.

O design do carro foi o esforço de uma equipe de design liderada por Chris Bangle.

O exterior foi desenhado por Henrik Fisker e do interior por Scotty Lempert.

O Z07 foi originalmente concebido como um exercício de estilo que pretendia evocar e celebrar a 1956-’59 BMW 507.

A enorme popularidade do conceito impulsionou a decisão da BMW de produzir um modelo de produção limitada chamada a Z8.

BMW Z8 Modelo História

Gerado a partir de um conceito de carro de 1997, solicitou o Z07 que por sua vez era uma homenagem a um roadster do final dos anos 1950, o BMW Z8 carro de produção encarna uma sensação de imersão de desempenho e luxo.

Enquanto BMW já tinha uma tração traseira, roadster de dois lugares com o BMW Z3 , o Z8 foi a oportunidade para a empresa alemã de automóveis para empurrar o conceito de veículo a novas alturas.

A 400 cavalos de potência 4.9 litros V-8 motor de co-desenvolvido para o 1999 BMW M5 foi o motor escolhido para o lançamento do roadster premium.

O tempo de aceleração estimado de fábrica da BMW Z8 0-62 milhas por hora foi de 4,7 segundos.

A velocidade máxima do BMW Z8 foi limitada eletronicamente a 155 quilômetros por hora.

O corpo e chassis utiliza uma extensa quantidade de alumínio.

Um dos itens únicos encontrados na Z8 foram nos pisca-piscas com uma iluminação de fibra ótica na frente.

Os piscas traseiros e luzes de freio utilizado tubos de néon que reivindicam a reagir até dez vezes mais rápido do que a iluminação do veículo convencional.

O volante do BMW Z8 também incorporou um sistema de proteção contra roubos eletrônico fazendo o carro difícil de roubar.

Em 2003, sintonizador BMW Alpina respeitável modificado 555 Z8s com características de acabamento e desempenho chamados a V8 Roadster diferentes.

BMW Z8 exterior

O Z8 incluiu um uso inovador de neon iluminação exterior. As luzes traseiras e piscas são alimentados por tubos de néon que oferecem ativação mais rápida do que as lâmpadas padrão e são esperados para durar a vida útil do veículo. Cada Z8 foi enviado com um metal hardtop de correspondência de cores com desembaçador traseiro. Ao contrário de muitos hardtops acessórias, que são fornecidos por considerações práticas, em vez de estilísticas, o hardtop Z8 foi projetado desde o início para complementar as linhas do roadster.

BMW Z8 interior

A fim de manter o interior ordenada, um número de funções de conveniência foram integrados controles multifuncionais. Por exemplo, os vidros eléctricos e espelhos eram controladas por um único instrumento. Além disso, o painel de instrumentos montado no centro foi ligeiramente inclinada em direção ao motorista.

O deslocamento destes medidores para o centro do tablier tinha a intenção de oferecer uma vista panorâmica sobre o capô e na estrada.

Z8 de James Bond

O carro foi apresentado no filme de 1999 O mundo não é bastante e nos jogos James Bond 007: Agent Under Fire e 007 de corrida . No filme, que foi dirigido por Bond (Pierce Brosnan), até ser cortado ao meio por um helicóptero equipado com serras de corte de árvore no Azerbaijão. Até agora, em um filme da série, este marca a única ocasião em que Bond expressou preocupação sobre Q estar chateada com James causando estragos em carros e equipamentos.

Ironicamente, isso ocorre depois de Desmond Llewelyn faz sua última aparição na tela como Q. A placa com o número real do carro V354 FMP nunca foi registrado no veículo Bond, mas desde que tenha sido registrado para outro BMW Z8 no Reino Unido.

 

BMW Z8

BMW Z8

BMW Z8

BMW Z8

Todo o charme das linhas retrô do roadster BMW 507, da década de 50, com muita modernidade e potência: esta receita resultou no Z07 (saiba mais), conceito apresentado pela BMW em 1997, e acaba de dar origem ao Z8, mais novo modelo aberto da marca germânica. Suas formas musculosas, entradas de ar laterais cromadas e enormes rodas transmitem agressividade e elegância.

Em relação ao Z07, o Z8 ganhou uma frente mais esportiva, com spoiler, e o domo atrás do encosto de cabeça foi substituído por dois arcos de proteção (“santantônios”).

Apesar da concepção nostálgica, este irmão maior do Z3 conta com toda a modernidade dos BMW: faróis utilizam o gás xenônio, carroceria e boa parte da suspensão são de alumínio, há controle de tração e de estabilidade (DSC III).

As rodas de 18 pol recebem pneus 245/45 na frente e 275/40 atrás. Motorista e passageiro contam com muito luxo, bancos de couro vermelho e instrumentação disposta no centro do painel.

Debaixo do enorme capô, o mesmo motor V8 do BMW M5, com nada menos que 400 cv graças à preparação da divisão Motorsport.

É aí que o roadster se transforma em superesportivo: aliado ao peso de 1.400 kg, reduzido para seu porte, e ao câmbio de seis marchas, acelera de 0 a 100 km/h em menos de 5 segundos.

A velocidade máxima alcançaria bem mais de 250 km/h, não fosse o limitador eletrônico estabelecido num acordo entre marcas alemãs — estima-se que ultrapassaria os 300 km/h. A aceleração negativa, de 100 km/h a zero, exige só 2,5 segundos.

Apesar de ser próprio para tomar vento no rosto, o Z8 conta com um teto rígido para os dias fechados.

Mas o sonho ainda não é realidade: o roadster será apresentado oficialmente no Salão de Frankfurt, em setembro, e dirigido em primeira mão pelo agente 007, ou James Bond, em novembro.

Só no início de 2000 será vendido, em reduzidíssima escala (500 unidades) e sempre com volante do lado esquerdo. Mas caso tenha uma aceitação positiva, a casa de Munique fará mais 5.000 exemplares, possivelmente com opção de câmbio seqüencial M (saiba mais). O preço de toda esta exclusividade será equivalente ao do SL 600, seu concorrente mais próximo da arquirrival Mercedes.

Inspiração

O BMW 507 foi desenhado por Albrecht Graf Goertz, que deu-lhe formas que sugeriam movimento. Ainda hoje é considerado um dos carros mais bonitos feitos em Munique.

Produzido entre 1956 e 1959, foram vendidas apenas 252 unidades: era muito caro. Venceu várias provas de subida e foi o primeiro automóvel alemão com freios a disco.

O de Bond será diferente:

Quem acha que poderá ter um carro igual ao de James Bond está enganado.
O modelo utilizado por 007 contava com arma a laser guiado, que surge da entrada de ar dianteira.
Para o filme a BMW fez ainda uma réplica do Z8 em fibra de vidro, para ser destruída nas filmagens.

Fonte: www.nadaguides.com/2.uol.com.br

Veja também

História da Tucker

História da Tucker, 48, Carro, Preston, Empresa, Torpedo, Automóveis, Sedan, Motor, Características, Fotos, História da Tucker

Tucker Torpedo

Tucker Torpedo, Carro, História, Preston, Motor, Automóvel, Sedan, Velocidade, Características, Fotos, Tucker Torpedo

Willys Interlagos

Willys Interlagos, Carros, Modelos, História, Brasil, Versão, Velocidade, Motor, Autódromo, Berlineta, Conversível, Willys Interlagos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.