Breaking News
Home / Bem-Estar / Cúrcuma

Cúrcuma

PUBLICIDADE

A cúrcuma  tem sido usado na Índia há milhares de anos como tempero e erva medicinal.

A curcumina é o principal ingrediente ativo da cúrcuma. Tem poderosos efeitos anti-inflamatórios e é um antioxidante muito forte.

A maioria dos estudos sobre esta erva está usando extratos de cúrcuma que contêm principalmente a própria curcumina, com doses geralmente superiores a 1 grama por dia. Seria muito difícil alcançar esses níveis usando apenas o tempero de cúrcuma em seus alimentos.

Portanto, se você quiser experimentar os efeitos completos, então você precisa tomar um extrato que contém quantidades significativas de curcumina.

A curcumina é um composto anti-inflamatório natural

Ajuda o corpo a combater invasores  e também tem um papel na reparação de danos.

A curcumina é fortemente anti-inflamatória, é tão poderosa que combina com a eficácia de alguns anti-inflamatórios.

A curcumina atinge vários passos na via inflamatória, no nível molecular.

A cúrcuma possui várias propriedades medicinais.

Ela possui propriedades anti-inflamatórias para doenças como tendinites, artrites. Também auxilia no controle do colesterol.

Diminui os radicais livres presentes no organismo. Previne a diabetes.

Cúrcuma

AÇÃO E INDICAÇÃO

Tem ação cicatrizante, antisséptica e antialergênica (uso externo). Indicada para combater sinusite e colesterol.

No tratamento da sinusite, é indicado o uso da Cúrcuma juntamente com a tintura composta de Sucupira.

FORMAS UTILIZADAS

Cápsula (pó da planta)
Tintura (líquido)
Extrato Fluido (líquido)
Xarope
Creme (cosmecêutico)

Planta extremamente arraigada à cultura indiana, tanto na medicina como na culinária, sendo que este país é responsável pela produção de 90 % de toda Cúrcuma produzida no mundo. No Brasil a Cúrcuma é chamada de açafrão, principalmente nas regiões de Minas Gerais e Goiás, mas não podemos confundir a Cúrcuma com o verdadeiro açafrão o Crocus sativus só por que os dois possuem a coloração amarelada. A Cúrcuma também é conhecida como Açafrão-da-terra, Açafrão-da-índia, e a planta como um todo é chamada de açafroeira. O ciclo é de aproximadamente oito meses; pode variar algumas semanas dependendo da fertilidade do solo e do sistema de irrigação implantado. A planta pode atingir cerca de um metro e meio de altura, e produz folhas grandes de verde escuro intenso brilhante. Colhem-se os rizomas quando as folhas secarem. Isto normalmente irá ocorrer no período de seca, que para a região do centro-oeste e sudeste ocorre nos meses de junho a agosto. Se por acaso não colher os rizomas eles irão brotar quando iniciarem as chuvas e o período quente. Este ciclo irá se repetir indefinidamente. Antigamente, os bandeirantes saíam à procura de pedras preciosas pelos rincões brasileiros, e para demarcar as regiões já garimpadas eles plantavam alguns rizomas de Cúrcuma, e com isso esta planta se difundiu por várias regiões.

Esta é uma planta que realmente dá gosto de trabalhar, pois é empregada para uma infinidade de doenças. E a cada dia aparecem novas descobertas. De forma bastante sucinta podemos dizer que esta planta possui uma ação anti-séptica fantástica. É empregada no tratamento de feridas, úlceras de decúbito, machucados e ferimentos em geral devido à sua ação antiinflamatória e cicatrizante.

É usada como antimicótico, em inflamações de articulações, no controle do colesterol estimulando a produção e eliminação da bile. Está sendo muito usada para o tratamento de alguns tipos de câncer; possui ação anti-viral, sendo empregada como coadjuvante no tratamento da AIDS. Possui ação antioxidante, auxiliando no combate a radicais livres. No uso externo consegue apresentar uma ação parecida com os corticóides, sendo empregada no tratamento da psoríase, e demais doenças na pele, retirando inclusive a sensação de coceira.

A cúrcuma carrega no ocidente um peso muito grande de ser o condimento barato que substituiu o verdadeiro açafrão. Devido ao seu alto preço no mercado internacional, o açafrão acabou sendo substituído em alguns pratos da culinária européia pela Cúrcuma. Mas a Cúrcuma possui características totalmente diferenciadas, tanto no aroma, sabor, qualidades farmacológicas e até mesmo na capacidade de colorir de amarelo. Possui sabor e aroma intenso, levemente picante e característico, lembrando um pouco o aroma de terra. É parte constituinte do curry, e é muito empregado na indústria de alimentos, principalmente como corante natural, como por exemplo, nas margarinas, queijos e temperos. No Brasil é muito usada na região de Minas e Goiás, principalmente no famoso frango com açafrão, e no arroz com açafrão. No preparo destes pratos é só adicionar uma colher de chá ou um pouco mais na hora de refogar o arroz ou o frango. Em uma panela doure uma cebola grande e alguns dentes de alho amassado em um pouco de azeite. Adicione o açafrão e o arroz. Cuidado com o açafrão, pois uma quantidade a mais pode deixar o seu prato amargo. Logo após uma leve refogada adicione a água e deixe cozinhar normalmente. Um simples arroz vai ficar com um sabor e um aroma delicioso, e você pode enriquecer cozinhando gergelim juntamente com o arroz. Passe a comer diariamente o arroz dourado, que é indicado principalmente para as mulheres que estejam no período da menopausa e que possuam dores pelo corpo, principalmente as provocadas por osteoporose. Existem alguns relatos sobre a Cúrcuma agir como um repositório hormonal, e com sua ação anti-inflamatória é o alimento perfeito para o dia-a-dia.

Ademar Menezes Junior

Descrição

Da família das Zingiberácea, tambêm conhecido como gengibre-amarelo, tumérico, curcuma, açafrão-da índia, açafroa.

Temos vários açafrões

Um é a planta chamada Crocus sativus, Lineo, conhecida alhures como Açafrão oriental, Açafrão cultivado, Açafrão verdadeiro, Flor da aurora, entre outros.

Usada há séculos como estomáquica

Uma vez que a planta se adapta no lugar, ela se alastra, pois os rizomas laterais, alguns possuindo folhas que se desprendem do rizoma principal e se convertem em plantas independentes. É uma planta difícil de ser destruída. A colheita do rizoma, com a retirada perde a parte aérea, o que acontece após a floração. Nesse momento, os rizomas apresentam pigmentos amarelos internos.

Partes Utilizadas

Utiliza-se Rizoma, semelhante ao gengibre, seu parente.

Origem

Índia, e foi introduzida no Brasil pelos colonizadores.

Plantio

Multiplicação: por rizomas (cortam-se pedaços com gema e preparam-se as mudas); Cultivo: Plantio em covas de 10 cm de profundidade em terrenos úmidos e afofados, com espaçamento de 0,5m X 0,5m; Colheita: colhem-se os rizomas 8 a 10 meses após o plantio (quando as folhas amarelarem). Os rizomas lavados e secos, devem ser conservados em vidros de boca larga e escuros ou latas, bem tampadas.

Modo de conservar

Os rizomas devem ser lavados, enxugados e fatiados. Colocar para secar ao sol, em local ventilado e sem umidade. Conservar em vidros escuros, ao abrigo da luz solar.
Propriedades : Antiinflamatória, anticoncepcional, antiagregante plaquetária, antiinfecciosa, antiasmática

Indicações

É antiagregante plaquetária, antiinfecciosa, antiasmática e útil em casos de despigmentação da pele como na psoríase e alguma leucemia.Em altas doses inibe a ovulação e poderia, então, ser usada como anticoncepcional: trabalho feito na Universidade de Filipinas (publicado em Philippine Journal of Science).No Oriente é usada como hepatoprotetor, estimulante das vias biliares, antiflatulenta, diurética, afrodisíaca, diurética, antiparasitária, antifebril, antiinflamatória e para a circulação.Na China é usada contra o câncer de colo de útero (em aplicação local e via oral), como fala o Dr. Jorge R. Alonso da Associação Argentina de Fitomedicina.

Principios Ativo

Em sua composição química, os principais são curcuminóides (corantes) em 2 a 5%, diferuil metano, curcuminas I e III e outras curcuminas.Tem óleos essenciais, onde 60% deles são de sesquislactonas (turmerona), zingibereno, bisabolano, cineol, linalol, eugenol, curcumenol, curcumernona, como os principais, além de polissarídeos A, B e C, galactano, potássio, resina, glucídios (mais amido).Sua composição em cada 100 gramos de rizoma é aproximadamente = 354 calorias, 11,4% de água, 7,8% de proteínas, 9,9 de gorduras, 64,9% de hidratos de carbono, 6,7 %de fibras, 6% de cinzas, 182mg de cálcio, 268mg de fósforo, 41,4mg de ferro, 38 mg de sódio, 2525 mg de potássio, 0,15 mg de tiamina, 0,23 mg de riboflavina, niacina 5,14mg, ácido ascórbico em 26 mg e caroteno.

Modo de Usar

Externamente é bom cicatrizante e desinfetante de feridas, inclusive de olho, e anti-reumático (usa-se 1% de rizoma em decocção, duas ou três vezes ao dia.) Pode ser usada como extrato seco (5:1 é proporção da droga vegetal nesta forma farmacêutica) em encapsulados, na dosagem de 80 mg, duas vezes ao dia ou em extrato fluido em 50 gotas por duas ou três tomadas (cada 40 gotas têm um gramo).A absorção dos princípios ativos dela pelas vias digestivas é boa (cerca de 60%) e não é ulcerogênica como os antiinflamatórios convencionais, provou em 1986 R. Srimal. Este outro açafrão, chamado de açafrão verdadeiro (ou cultivado), açaflor ou erva-ruiva é semelhante ao que comentamos, porém, mais comum e usado na culinária brasileira. Seus estigmas secos são usados contra gases intestinais, dores gástricas, atonia digestiva (as raízes também têm esta ação), afecções das vias urinárias, calculose renal e da vesícula biliar, e para problemas do sistema respiratório.Usam-se as raízes ainda para a circulação do sangue e como anti-hipertensivo, oralmente, por infuso de uma colher de sobremesa para cada xícara de água, uma a três vezes ao dia.Os estigmas são usados também por infusão (15 estigmas por xícara de água), três xícaras por dia: aceleram a digestão.

Dica Culinária

A cúrcuma participa do curry, tempero tradicional indiano, e é usada por farmácias como corantes. Aliás, os trajes típicos budistas têm a cor amarelada pela cúrcuma usada, que não pode substituir o açafrão caseiro (Crocus sativus Linneo) apenas porque o sabor é muito forte.

Toxicologia

Um cuidado é importante ter: não tomar mais que 10 gramas por dia (30 estigmas ou quatro colheres de sobremesa) porque esta planta é tóxica em grandes doses, podendo dar alteração no sistema nervoso, ou provocar abortos.

Fonte: www.healthline.com/www.plantasquecuram.com.br/www.oficinadeervas.com.br/

Veja também

triptofano

Triptofano

PUBLICIDADE O triptofano é um aminoácido, uma proteína sem a qual os seres humanos não …

melatonina

Melatonina

PUBLICIDADE A melatonina é um hormônio produzido pelo nosso cérebro, e esse hormônio interfere em …

Kefir

Kefir

PUBLICIDADE Alimentos probióticos são microrganismos vivos que ajudam a equilibrar a flora intestinal. A flora …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.