Breaking News
Home / Bem-Estar / Erva de Santa Maria

Erva de Santa Maria

PUBLICIDADE

Essa erva é conhecida por diversos benefícios proporcionados ao nosso organismo.

É utilizada para cicatrização, bronquites, problemas estomacais, gripe, má circulação, picadas, tosse, diurética, estimulante entre outros.

Seu uso, assim como com qualquer outra planta, deve ser moderado. A planta é abortiva, além de outros malefícios.

Antes de utilizar qualquer tratamento, mesmo natural, sempre converse com um especialista da área.

( Por Portal São Francisco)

Apesar da erva ser usada para uma série de fins terapêuticos, é basicamente reputado pela sua eficácia na expulsão de parasitas ou vermes. Além de expelir vermes, esta erva é empregada para tratar distúrbios digestivos e é geralmente tomada internamente para aliviar dores de estômago e cólica. Pode-se notar que suas possuem atributos antiespasmódicos. Uma decocção preparada com as folhas  fornece alívio para vários distúrbios gastrointestinais.

Além disso,  também é usada para tratar asma, tosse, bronquite e outras queixas do sistema respiratório. Também é usada alívio do gás intestinal, bem como um remédio digestivo comum.

Erva de Santa Maria

OUTROS NOMES

Erva formigueira. No norte do País e erva chama-se mentruz ou mastruço; no sul mastruço é outra planta.

USO MEDICINAL

É empregada para afugentar pulgas e percevejos. Para este fim, nossos cablocos costumam varrer seus cômodos com os ramos desta planta colocando-se também sob os colchões. Para se conseguir uma essência inseticida ativa costuma-se destilar somente as sementes limpas desta erva em banho-maria, ou seja, por meio do vapor. A proporção que se emprega é de 1-3 por mil. Pode-se, no entanto, destilar toda a planta, para obter um bom inseticida.

Esta erva no Brasil é muito famosa como vermífuga. Aliás, a maior parte dos vermífugos são compostos de erva de santa Maria.

A dose que se recomenda para este fim é de 10 gramas de folhas para um litro de água. Costuma tomar-se um gole de hora em hora. Depois de se tomar o chá desta erva, tomam-se umas colheres de óleo de ríncio.

Fazemos estas referências, só porque o uso desta planta para combater vermes, inclusive a tênia (solitária), é muito generalizado no Brasil. Caso contrário, não a incluiríamos aqui. As plantas venenosas preferimos deixar de lado, porque o seu uso, ainda que em doses pequenas possa trazer algum benefício, é perigoso.

É também indicada para combater a Dança de SãoVito e usada empiricamente contra a tuberculose (Uma colher de sopa de sumo em jejum).

É geralmente conhecido o efeito abortivo desta planta. Portanto as mulheres grávidas não devem usá-la de maneira alguma.

Não se ignora tampouco que dose mais ou menos forte, as essência desta erva, quando usada para combater vermes, trazem doenças e algumas vezes até a morte.

PARTE USADA

Folhas, sumidades floridas, sementes, por infusão.

DOSE

10 gramas em 1 litro de água; 3 xícaras por dia, não se deve ir além desta dose.

Indicações

Poderoso vermífugo, 1 colher de semente ou feito chá por dose, ou chá das folhas em jejum; combate doenças nervosas, hemorróidas, varizes, dores, indigestão; o suco (duas colheres) cura manchas dos pulmões, facilita menstruações; toma-se ao fraturar ossos.

Contra vermes, toma-se 2 dias seguidos de manhã ou à noite. É eficaz na angina do peito, palpitações do coração, má circulação, sono agitado, zumbido nos ouvidos.

Fonte: www.tipdisease.com/www.aservascuram.50megs.com/www.casaspedro.com.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Veganismo

Veganismo

PUBLICIDADE O veganismo é um sistema de crenças que considera que os animais não devem …

Ergonomia

Ergonomia

PUBLICIDADE Definição Ergonomia é o processo de projetar ou organizar locais de trabalho, produtos e sistemas …

eletroterapia

Eletroterapia

PUBLICIDADE A eletroterapia é o uso terapêutico da eletricidade para tratamento médico. Este tipo de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.