Breaking News
Home / Bem-Estar / Mandrágora – Produto Natural

Mandrágora – Produto Natural

PUBLICIDADE

 

Mandrágora (Podophyllum peltatum) erva medicinal, também chamada Mandrágora, é uma planta que é nativa do norte da África, bem como da Europa. Esta é uma planta com flores roxas, frutas amarelas e raízes bifurcadas e é fortemente perfumada. A raiz é a parte principal usada como fitoterapia.

As propriedades medicinais são anti-biliosos, catárticos, eméticos, diaforéticos, colagogos, alterativos, resolutivos, vermífugos.

Benefícios 

Seus muitos usos incluem o tratamento da icterícia, bilioso, bem como febre. Pode ser usado como um tratamento de infertilidade.

É um dos melhores tratamentos à base de plantas para doenças do fígado, condições intestinais, bem como inflamação, varizes, promover a libido e úlceras.

Embora muito eficaz medicinalmente, mandrágora é uma erva muito forte e potente e, por vezes, narcótico, portanto, deve ser tomado com extremo cuidado. Milhares de anos atrás, a casca era usada para induzir o sono e também usada como anestésico, também chamada de anestésico fitoterápico.

Mandrágora - Produto Natural

Podophyllum peltatum, é uma herbácea perene da família Berberidaceae, nativa das florestas caducifólias no leste da América do Norte. Os caules crescem até 30-40 cm de altura, folhas de 20-30 cm de diâmetro.

Toxicidade

O fruto maduro é comestível em quantidades moderadas, mas quando consumido em grandes quantidades a fruta é venenosa. A folhagem, rizomas e raízes também são venenosas.

A planta contém podofilotoxina, que é utilizado como um citostático e topicamente no tratamento de vírus e verrugas genitais.

Uso medicinal

A planta tem sido usado por índios norte-americanos a como um emético, catárticos e anti-helmíntico agente. Eles também ferviam a raiz venenosa, e utilizavam a água para curar dores de estômago. O rizoma tem sido usado para uma variedade de fins medicinais, originalmente por habitantes indígenas e mais tarde por outros colonos.

É também usado topicamente para verrugas, e dois de seus derivados, etoposídeo e teniposide , têm se mostrado promissor no tratamento de algumas neoplasias malignas.

Mandrágora - Produto Natural

Mandrágora é uma erva perene, que é normalmente entre 1-2 pés de altura. A planta tem folhas que abrem como um guarda-chuva e tem apenas uma flor branca que floresce nos inferiores das folhas. A planta dá frutos que são pequenos e de cor amarela.

Os índios norte-americanos observaram as propriedades laxantes na planta. Eles usaram a erva para curar vermes nos intestinos, e às vezes como inseticida para as suas culturas. Parece que o índios norte-americanos tinham reconhecido propriedades tóxicas ou nocivas da erva. Pode-se mencionar aqui que há relatos de que alguns destes índios consumiram a planta com o objetivo de cometer suicídio.

PARTES USADAS

Rizoma.

USO

É importante notar que, enquanto a fruta amadurecida é comestível e muitos ainda preparam geleias e sumos com ele, as raízes das plantas, folhas, sementes, assim como as frutas cruas são todos dito ser tóxico.

Os indígenas americanos usaram a raiz, frutas e até mesmo a decocção da planta inteira para a preparação de inseticidas. Eles também usaram a substância como um remédio para picada de cobra como também um laxante para limpar os movimentos intestinais.

Presentemente, fitoterapeutas utilizam extratos a partir da planta para curar verrugas genitais e, por vezes, também para combater câncer da pele. De acordo com pesquisas, podofilotoxina, um ingrediente fatal da erva, interrompe a divisão celular e também possui características que são capazes de controlar tumores.

Significativamente, a FDA dos Estados Unidos aprovou dois medicamentos – etoposide e teniposide – preparados a partir de podofilotoxina para utilização no campo. No entanto, a FDA proibiu o uso da substância como um laxante tendo em vista a natureza tóxica da erva.

Não obstante a confiança das pessoas sobre a segurança na utilização da planta no século 19, a droga não é mais tomada internamente, devido à sua ação citotóxica ou a capacidade para matar células.

Outros usos médicos

Homeopatia

HABITAT E CULTIVO

A planta é nativa das regiões do leste dos Estados Unidos e partes do sul do Canadá.

PESQUISA

Ao longo dos anos, os cientistas realizaram uma extensa pesquisa sobre as lignanas presentes em Mandrágora . As pesquisas descobriram que especialmente podofilotoxina é eficaz no combate de tumores. Agora os cientistas estão pesquisando para descobrir o potencial anti-câncer de podofilotoxina. Acredita-se que os derivados de podofilotoxina semi-sintéticos ou artificiais têm o potencial máximo no combate ao cancro.

CONSTITUINTES

O rizoma da planta contém lignanas (especialmente podofilotoxina), flavonóides , resinas e gengivas . As lignanas são responsáveis pela ação purgativa do rizoma.

MANDRÁGORA AMERICANA

Podophyllum peltatum L.

Descrição

Planta da família das Berberidaceae. Também conhecida como limão bravo; maçã de maio, maçã de porco, maçã índia, limão selvagem, may apple, ho g apple, american mandrake, indian apple, raccoonberry, wild lemon.

Parte utilizada

Raízes.

Origem

Sul de Maine até a Florida; do Texas até Minnesota.

Princípios Ativos

Podophyllotoxin, podophylloresin, picro-podophyllin, quercetin, açúcar, goma, gordura.

Propriedades medicinais

Estimulante estomacal, sedativo, catártico, hydragogo, purgativo, hepático, tônico, emético.

Indicações

Em pequenas doses: tosse, bronquite, cólica, hidropisia, biliosidade, dispepsia, fígado, intestinos, doenças de pele.

Contra-indicações/cuidados

Em doses elevadas causa náusea, vômitos e inflamação do estômago e intestinos. A raiz polvilhada e a resina pode causar problemas de pele e nos olhos. Não usar na gravidez; pode causar defeitos genéticos. É irritante gastro-intestinal.

Modo de usar

Infusão, decocção, ou tintura (usar frio. Não usar morno). Tintura de raiz: (1:5), 95% álcool, 10 a 20 gotas. Use cuidadosamente, sob prescrição médica.

Planta perene, caracterizada por possuir uma raiz de grandes dimensões, bifurcada e muito ramificada, quase sem caule. As folhas medem até 30 centímetros de comprimento, verde-escuras, ovadas, basais e suas flores são de cor amarela ou púrpura, solitárias o agrupadas sobre as folhas, aparecendo na primavera e no verão. Os frutos são carnosos, de cor laranja, com numerosas sementes.
É oriunda do Himalaia e da região sudeste mediterrânea, principalmente na Palestina, crescendo em solos pobres, arenosos e úmidos.
É uma planta que participa de todo o tipo de rituais mágicos e lendas do antigo Oriente. Os gregos atribuíam inúmeras virtudes, entre elas a ação anestésica e de antídoto para picada de serpentes.

Nome Científico: Mandrágora officinarum L. Sinonímia: Mandrágora autumnalis Bertolini.

Nome Popular: Mandrágora, no Brasil; Mandrágora, Berenjenilla, Uva de Moro, Vilanera, Lechuguilla, em espanhol; Mandrake, em inglês.

Observação: Por Mandrágora também é conhecida a espécie Podophyllum peltatum L. Esta confusão é feita também no inglês, pois ambas as espécies são conhecidas por Mandrake e em espanhol, sendo o Podófilo chamado de Mandrágora Americana (ver literatura sobre Podófilo).

Denominação Homeopática: Mandrágora.

Família Botânica: Solanaceae.

Parte Utilizada: Raiz.

Princípios Ativos: Alcalóides: atropina, escopolamina e hiosciamina.

Indicações e Ação Farmacológica: Basicamente a Mandrágora possui as mesmas indicações e ações farmacológicas que a Beladona, já que possui mesmos princípios ativos.

Dosagem e Modo de Usar: Devido ao perigo e temor que ocasionada pelo uso, a Mandrágora foi muito pouco usada popularmente. Alguns ervanários empregam a raiz seca na decocção como sedante, alucinógena e hipnótica.

Referências Bibliográfias

ALONSO, J. R. Tratado de Fitomedicina. 1ª edição. Isis Editora. Buenos Aires 1998.
SOARES, A. D. Dicionário de Medicamentos Homeopáticos. 1ª edição. Santos Livraria Editora. 2000.

Fonte: en.wikipedia.org/ herbs2000.com.br/www.plantasquecuram.com.br/ervaseinsumos.blogspot.com.br

Veja também

triptofano

Triptofano

PUBLICIDADE O triptofano é um aminoácido, uma proteína sem a qual os seres humanos não …

melatonina

Melatonina

PUBLICIDADE A melatonina é um hormônio produzido pelo nosso cérebro, e esse hormônio interfere em …

Kefir

Kefir

PUBLICIDADE Alimentos probióticos são microrganismos vivos que ajudam a equilibrar a flora intestinal. A flora …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.