Breaking News
301 Moved Permanently

Moved Permanently

The document has moved here.

Home / Física / Cinemática Escalar

Cinemática Escalar

PUBLICIDADE

A cinemática é uma área da física e uma subárea da mecânica clássica que estuda matematicamente o movimento sem levar em consideração a sua causa. A palavra Cinemática é de origem grega onde Kinema significa “movimento”.

Essa área de estudo dos movimentos é dividida em duas partes: movimentos em uma dimensão (unidimensional) e movimentos em duas dimensões (bidimensional).

O movimento em uma dimensão é aquele que acontece em uma linha reta. Por exemplo, como o deslocamento de uma pessoa correndo.

Já o movimento em duas dimensões são aqueles que estudam os movimentos de lançamento de projéteis e os movimentos circulares.

Galileu Galilei foi o percussor nos estudos do movimento durante o século XVII e utilizava a sua pulsação para fazer medidas do tempo, e com isso conseguiu distinguir entre a causa e a descrição de um movimento.

Os conceitos de cinemática são abordados a partir do ensino fundamental, com a ideia de trajetória, referencial, corpo extenso, entre outros.

Aqui vamos citar os principais assuntos que são estudados nessa área da física.

Corpo Extenso: como o próprio nome diz, é o corpo no qual as suas dimensões devem ser consideradas, pois isso afeta diretamente o fenômeno a ser estudado.

Movimento: é a variação da posição de um móvel em relação a um referencial.

Posição: determina o ponto de uma trajetória em que um móvel se encontra.

Ponto Material: corpo considerado como um ponto quando se leva em consideração as suas dimensões em relação a outro corpo.

Referencial: é a escolha de um determinado ponto para verificar se um móvel está ou não em repouso.

Repouso: é quando a posição de um móvel não varia em relação a um referencial.

Trajetória: é a união dos sucessivos pontos que um corpo percorreu. A trajetória pode ser em linha reta ou curvilínea.

É muito importante ressaltar que na Física sempre adotamos um referencial para a resolução de problemas, mas antes de fazer isso é muito importante realizar uma análise do sistema em que se deseja estudar, e só depois fixar um referencial.

Augusto Abreu

Referências Bibliográficas

KNIGHT, Randall D.. Física – Uma Abordagem Estratégica. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2009.

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Condutividade elétrica

Condutividade elétrica

PUBLICIDADE Definição Condutividade elétrica é a medida da quantidade de corrente elétrica que um material pode …

Velocidade Tangencial

Velocidade Tangencial

PUBLICIDADE Definição de velocidade tangencial A velocidade trabalhando como um movimento rotacional ou circular e …

Diodo

Diodo

PUBLICIDADE Definição de Diodo Um diodo é definido como um componente eletrônico de dois terminais …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

301 Moved Permanently

Moved Permanently

The document has moved here.