Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Física / Lançamento Oblíquo

Lançamento Oblíquo

PUBLICIDADE

Nos estudos iniciais de cinemática, vemos como se comportam objetos que se movem em linha reta com velocidade constante (MRU) ou de forma acelerada (MUV). Entretanto, ao analisar o comportamento de objetos que executam uma trajetória oblíqua, percebemos que num primeiro momento não podemos analisar tal movimento somente com base no MRU ou MUV individualmente. Assim, o que acontece quando atiramos um objeto de forma oblíqua (diagonal)? Que equações auxiliam no estudo de seu movimento? Qual altura máxima que o projétil pode chegar? São estas e outras questões que este tópico irá abordar.

A figura a seguir ilustra um típico lançamento balístico (ou oblíquo):

Lançamento Oblíquo ou Balístico
Figura 1

A principal particularidade deste tipo de movimento está no fato do objeto se mover, ao mesmo tempo, na horizontal e na vertical. Repare que na Figura 1, a catapulta se movimenta tanto para frente quanto para cima e depois para baixo. Isto significa que para estudar com precisão as características do lançamento balístico, precisamos necessariamente analisar o movimento horizontal separado do movimento vertical.Este é o princípio da independência dos movimentos que, a rigor, diz que:

“No movimento balístico, o movimento horizontal e o movimento vertical são independentes, ou seja, um não afeta o outro.”

Entretanto, vale uma ressalva: em todo lançamento oblíquo o objeto é lançado com um certo ângulo de inclinação (no caso da figura 1 é ), isto significa que a velocidade inicial do corpo pode ser fornecida em módulo, e portanto para encontrar as componentes x e y da velocidade será preciso decompor a velocidade em Vx e Vy.

Movimento Horizontal

Analisando o movimento na horizontal (eixo x), ao lançar o objeto, este começa a se mover com uma velocidade inicial , ao longo de todo o eixo x, pois não há nenhuma força atuante na catapulta para aumentar ou reduzir sua velocidade (a resistência do ar é desprezada), então, o objeto só irá parar de se mover quando atingir o chão (o que será determinado com base em análises feitas no eixo y). Resumindo, no eixo x, o objeto sempre irá se mover com velocidade constante e em linha reta, então podemos considerar que na trajetória horizontal é executado o movimento retilíneo uniforme (MRU).

Sendo assim, as equações que irão auxiliar no estudo do lançamento balístico ao longo do eixo x são correspondentes ao movimento retilíneo uniforme. São elas:

Lançamento Oblíquo

Na prática, as equações (1) e (2) são idênticas (uma é um rearranjo da outra), mas convencionou-se utilizá-las em formas diferentes dependendo do resultado que se busca encontrar. Vamos a um exemplo:

Exemplo 1

Um jogador de golfe realiza uma tacada em uma bolinha de modo que esta passou a executar um movimento oblíquo. Sabendo que o ângulo de lançamento é 60º, a velocidade inicial da bolinha é 30 m/s e que ela demorou 5,3 segundos até atingir o chão, determine a distância percorrida pela bolinha de golfe.

A distância percorrida pela bolinha será necessariamente o deslocamento total ao longo do eixo x, então, como já sabemos por quanto tempo a bolinha se moveu antes de parar, basta encontrar a componente x da velocidade de lançamento. A imagem a seguir ilustra o vetor velocidade da bola de golfe:

Lançamento Oblíquo
Figura 2

A partir da imagem, a velocidade Vserá:

Vx =  V0 . cos Θ
Vx =  30 . cos (60º) = 15 m/s

Assim, aplicando a equação (1) temos que:

S = 0 + 15 . 5,3 = 79,5 m

Logo, a bolinha percorreu 79,5 metros antes de atingir o solo.

Alcance Horizontal

Quando em um lançamento oblíquo a altura de lançamento é igual a altura final, é possível calcular o alcance horizontal através da fórmula:

Fórmula do Alcance Horizontal

Onde:

R é o alcance horizontal (em metros);
g é a aceleração da gravidade;
V0 é o módulo da velocidade de lançamento;
Θ é o ângulo de lançamento.

Vale ressaltar que esta equação é valida somente quando a altura de lançamento é igual a altura final.

No caso do Exemplo 1, podemos aplicar a equação (3) e chegar em:

lancamento-obliquo-3

Que é o mesmo valor encontrado anteriormente.

OBS: repare que a partir da equação (3), o maior valor possível de R ocorre quando sen (2Θ) = 1 (qualquer valor menos do que 1 diminui o valor de R), isto significa que em qualquer lançamento, o alcance horizontal R é máximo quando Θ = 45º, pois sen (2 . 45º) = sen (90º) = 1.

Movimento Vertical

O movimento vertical, por sua vez, pode ser considerado queda livre ou MUV. A figura a seguir ilustra o lançamento balístico com um pouco mais de detalhes:

Lançamento Oblíquo ou Balístico
Figura 3

Repare que ao analisar o movimento vertical, devemos levar em conta a altura da qual o objeto foi lançado e a componente da velocidade inicial utilizada agora é a .  Além disso, o projétil executa 2 movimentos: o primeiro de subida até atingir a altura máxima (quando sua velocidade é 0) e após este instante começará a cair até atingir o chão novamente.

Por se tratar de um MUV, as equações que compreendem a trajetória vertical do objeto serão:

lancamento-obliquo-4

Onde:

y é a altura do objeto;
h é a altura inicial da qual o objeto foi lançado;
Vé a componente y da velocidade inicial do projétil;
g é a aceleração da gravidade;
t é o tempo.

lancamento-obliquo-5

Onde:

v’y é a velocidade do projétil em um determinado momento da subida;
vé a componente y da velocidade inicial do projétil.

lancamento-obliquo-7

O sinal negativo se deve pelo fato da aceleração da gravidade se opor ao movimento de subida. Entretanto, ao atingir a altura máxima, o projétil começará a cair logo em seguida, em direção ao chão, isto significa que desta vez a aceleração da gravidade será a favor da trajetória, assim o sinal da aceleração gravitacional das equações (4), (5) e (6) passará a ser positivo.

OBS: Na análise do movimento vertical, quando a altura de lançamento é igual a altura final, é importante saber que o tempo que o projétil leva para atingir a altura máxima, é igual ao tempo que este leva para ir da altura máximo até o chão.

Exemplo 2)

Um barco atira um projétil com um canhão com o objetivo de atingir outro barco, a 35 metros de distância e a mesma altura. A velocidade e o ângulo de lançamento são, respectivamente, 20 m/s e 30º. Com base nestas informações calcule a altura máxima do projétil e o módulo da velocidade com que atingiu o barco.

O projétil atingiu altura máxima quando sua velocidade vertical era igual a zero. Assim, basta encontrar a componente y da velocidade de lançamento e utilizar estas informações na equação (6):

A componente y da velocidade de lançamento será:

lancamento-obliquo-8

Assim, com base na equação (6):

lancamento-obliquo-9

Portanto, a altura máxima que o projétil atingiu foi 5,1 metros.

Para calcular o módulo da velocidade final do projétil vamos primeiro encontrar as componentes x e y desta velocidade.

A componente x da velocidade final será igual à componente x da velocidade de lançamento, pois no movimento horizontal, é executado MRU:

lancamento-obliquo-10

Podemos calcular a componente y da velocidade final do projétil tomando como base a altura máxima atingida pelo projétil (5,1 m) e o tempo que este demorou para atingir o chão. Utilizando a equação (5) encontramos o tempo de subida:

lancamento-obliquo-11

Isto significa que o projétil demorou 1,02 segundo para atingir a altura máxima e os mesmos 1,02 segundos para atingir o solo novamente. Sabendo então que o projétil demorou 1,02 para descer 5,1 m temos que:

lancamento-obliquo-12

Repare que para o eixo y, a velocidade de lançamento foi igual a velocidade final, pois a altura do lançamento era a mesma.

Assim, o modulo será:

lancamento-obliquo-13

Novamente, a velocidade final coincidiu com a velocidade de lançamento. Isto se deve porque a intensidade da velocidade horizontal não se altera, então v’x = vx e, devido a altura de lançamento ser igual a altura final, a velocidade vertical também se conservou, logo v’y = vy o que implica nos módulos das velocidades serem idênticos.

Lucas Cardoso Toniol

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Lei Zero da Termodinâmica

PUBLICIDADE O que é a Lei Zero da Termodinâmica? Na natureza todos os corpos sofrem …

Equações de Maxwell

Equações de Maxwell

PUBLICIDADE Quais são as Equações de Maxwell? As quatro Equações de Maxwell descrevem os campos …

Corrente Contínua

Corrente Contínua

PUBLICIDADE O que é corrente contínua? A corrente contínua (CC) é unidirecional, portanto o fluxo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+