Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Física / Raios Cósmicos

Raios Cósmicos

PUBLICIDADE

Chuvas de partículas de alta energia ocorrem quando raios cósmicos energéticos atingem o topo da atmosfera da Terra.

A maioria dos raios cósmicos são núcleos atômicos: a maioria são núcleos de hidrogênio, alguns são núcleos de hélio e o resto são elementos mais pesados.

Embora muitos dos raios cósmicos de baixa energia vêm do nosso Sol, as origens dos raios cósmicos de energia mais alta permanecem desconhecidas e é um tema de muita pesquisa

Os raios cósmicos são fragmentos de átomos que caem sobre a Terra de fora do sistema solar.

Por exemplo, durante uma chama solar muitas partículas são ejetadas do Sol. Quando essas partículas solares interagem com o campo magnético da Terra, elas tendem a espiralar nos pólos magnéticos da Terra, onde excitam o gás na atmosfera, fazendo com que ele brilhe. Isto é observado como Aurora, ou as luzes do norte / do sul.

Primeiro descoberto em 1912, muitas coisas sobre os raios cósmicos permanecem um mistério a séculos.

Um bom exemplo é exatamente de onde eles vêm.

A maioria dos cientistas suspeita que suas origens estão relacionadas a supernovas (explosões de estrelas), mas o desafio é que as origens do raio cósmico parecem uniformes quando você olha através do céu inteiro.

Etimologia

O termo raio é um acidente histórico, como raios cósmicos foram no início, e erradamente, pensado para ser principalmente radiação eletromagnética. No uso científico comum, as partículas de alta energia com massa intrínseca são conhecidas como raios cósmicos, enquanto que os fótons, que são quanta de radiação eletromagnética (e assim não têm massa intrínseca) são conhecidos por seus nomes comuns, como ” Raios gama “ou” Raios-X “, dependendo de sua energia fotônica.

O que são

Os raios cósmicos são minúsculas partículas, principalmente prótons, que batem na atmosfera da Terra em vários níveis de energia.

Bilhões de raios cósmicos estão batendo na Terra a cada segundo, a maioria deles com uma energia muito baixa.

No entanto, de vez em quando os raios cósmicos com níveis extremos de energia afetam a Terra. O mais poderoso ainda registrado foi um único protão com uma energia de 50 J, aproximadamente equivalente a um campo de beisebol.

Embora sejam chamados de “raios cósmicos“, deve-se notar que os raios cósmicos são partículas pontuais, e não raios.

Além dos prótons, que compõem 90% de todos os raios cósmicos, há também núcleos de hélio, também conhecidos como partículas alfa, que compõem mais 9%, e elétrons que compõem o restante 1%.

O espaço exterior é preenchido com um banho de partículas de movimento rápido, conhecido como o fluxo de raios cósmicos.

Os raios cósmicos são chamados de radiação ionizante, porque eles têm a tendência para impactar moléculas com tal força que eles batem os elétrons fora de seus átomos constituintes, criando íons destrutivos. Um pedaço de biomaterial deixado desprotegido por tempo suficiente no ambiente cósmico se transformaria em queijo suíço. Este é um dos maiores desafios para a colonização do espaço humano, e todos os projetos de colônias espaciais apresentam proteção maciça para repelir os raios cósmicos.

Raios Cósmicos
Os raios cósmicos mais enérgicos vêm de eventos super energéticos fora de nossa galáxia

Os raios cósmicos obtêm seu ímpeto de objetos e eventos cósmicos de alta energia, como estrelas de nêutrons, supernovas e buracos negros.

A maioria dos raios cósmicos origina-se de dentro de nossa própria galáxia, onde eles são belchados por supernovas, ou lançado como uma estilingue do poço gravidade íngreme de um buraco negro. De fato, a presença de certos níveis de potência de raios cósmicos é evidência de que os buracos negros realmente existem.

A maioria dos raios cósmicos originam-se de dentro de nossa própria galáxia, onde eles são lançados por supernovas, ou lançado como uma estilingue do poço de gravidade íngreme de um buraco negro. De fato, a presença de certos níveis de potência de raios cósmicos é evidência de que os buracos negros realmente existem.

Um dos mais altos níveis da atmosfera da Terra é conhecido como a ionosfera, porque está sendo constantemente ionizado por raios cósmicos entrantes, juntamente com a radiação solar.

A termosfera, que é um subconjunto da ionosfera, experimenta aquecimento de até milhares de graus devido à radiação ionizante, porque a densidade de partículas aqui é relativamente baixa.

Os raios cósmicos mais enérgicos vêm de super-eventos de alta energia fora de nossa galáxia, e fornecem uma janela rara no funcionamento do universo mais amplo. Os físicos constroem instalações multimilionárias para estudar em detalhes o fluxo de raios cósmicos.

Os Raios Cósmicos

Raios Cósmicos
Raios Cósmicos

Elster, Geitel e Wilson, em 1900, observaram que os eletroscópios apresentavam sempre uma pequena carga residual, embora estivessem muito bem isolados.

Esta carga residual reduz-se muito se os eletroscópios se envolvem com uma armadura de chumbo, o que mostra que a maior parte da carga residual procede de alguma classe de irradiação exterior, muito mais penetrante que os raios gama. Hess demonstrou, em 1912, soltando balões com instrumentos, que esta carga residual tinha sua origem em irradiações procedentes de fora da Terra, com igual intensidade quer de dia, quer de noite.

Deu-se-lhes o nome de raios cósmicos.

Raios Cósmicos
Raios Cósmicos

As experiências de ionização ao nível do mar mostraram que os raios cósmicos são formados por uma parte muito penetrante ou dura (raios primários) e por outra macia (raios secundários), que pode ser absorvida por uma lâmina de chumbo de 10 cm de espessura. A radiação que a atmosfera absorve é a mesma que absorveria uma chapa de chumbo de 1 m de espessura, e isto quer dizer que a componente macia não provem do espaço exterior e que deve ser um produto secundário criado na atmosfera e absorvido continuamente por ela.

Penetrando na atmosfera, os raios primários sofrem uma série de interações, e geram raios cósmicos secundários.

Estes, por sua vez, podem sofrer novas mudanças, e a radiação que chega ao nível do mar é bastante diferente da inicial: constitui-se de cerca de 80% de múons, muito penetrantes, e outras partículas de menor energia, destacando-se, principalmente, elétrons e pósitrons.

Raios Cósmicos
Raios Cósmicos

A intensidade dos raios cósmicos ao nível do mar depende da latitude geográfica. A intensidade diminui em aproximadamente 10% no equador magnético e alcança um valor constante para latitudes superiores a 40º. Isto é conseqüência do campo magnético terrestre, que desvia as trajetórias das partículas.

O fato de que os raios cósmicos sejam desviados pelo campo magnético terrestre indica que são formados principalmente por partículas carregadas.

Utilizando-se foguetes foi verificado que a composição aproximada dos raios cósmicos primários é: partículas alfa, 21%; prótons, 77%, e partículas mais pesadas, 2%.

Raios Cósmicos
Raios Cósmicos

A partir desses conhecimentos, os cientistas procuraram determinar qual é a origem da radiação cósmica. As dificuldades são tantas que alguns preferem supor que ela existe desde a formação do Universo.

Os que acreditam que ela é formada, se defrontam com três possibilidades: ela se origina no Sol, nas estrelas, ou no espaço entre corpos estelares.

Fonte: www.space.com/abyss.uoregon.edu/www.wisegeek.com/br.geocities.com

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Equações de Maxwell

Equações de Maxwell

PUBLICIDADE Quais são as Equações de Maxwell? As quatro Equações de Maxwell descrevem os campos …

Corrente Contínua

Corrente Contínua

PUBLICIDADE O que é corrente contínua? A corrente contínua (CC) é unidirecional, portanto o fluxo …

Espectro Eletromagnético

Espectro Eletromagnético

PUBLICIDADE Definição O espectro eletromagnético é uma faixa contínua de comprimentos de onda. Os tipos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+