Breaking News
Home / Física / Polaridade Magnética

Polaridade Magnética

PUBLICIDADE

Definição

Na física, a Polaridade magnética é o estado de ser um polo norte ou polo sul; o equivalente magnético da carga elétrica

O que é

A polaridade magnética descreve o campo magnético ao redor de quase qualquer objeto magnético.

Quase todo ímã tem um polo norte e um polo sul que são orientados com o campo magnético da Terra.

O campo magnético ao redor da Terra é um dos maiores conhecidos pelos seres humanos. A energia que circunda o planeta segue um caminho distinto que cria dois grandes pontos magneticamente atraentes, que são o Polo Norte e o Polo Sul, ou o Ártico e a Antártica.

A polaridade magnética de quase todos os outros objetos magnéticos da Terra é determinada por esse campo magnético abrangente. Sem ele, provavelmente não haveria objetos magnéticos no planeta.

Ao rastrear o campo magnético da Terra, é relativamente fácil rastrear a polaridade magnética. A fonte de energia magnética corre diretamente pelo eixo do planeta. Quando essa linha reta sai do ponto norte do eixo, ela se divide em duas linhas de energia que se dobram para baixo para cercar os hemisférios leste e oeste da terra. Essas duas linhas se encontram no ponto sul do eixo e retornam ao núcleo da Terra.

Os dois pontos em que a energia magnética sai e entra na Terra são os dois pólos magnéticos. É isso que cria o campo magnético ao redor de todo o planeta.

Um microcosmo desse campo magnético pode ser visto com a maioria dos ímãs comuns.

Para examinar a polaridade magnética em uma escala menor, o experimentador geralmente requer dois ímãs de barra dipolar, que são simplesmente ímãs com um polo norte e um polo sul.

Ímãs com pólos marcados geralmente funcionam melhor.

O pesquisador deve colocar um dos ímãs da barra verticalmente em uma superfície plana com o pólo sul mais próximo a ele. Ele ou ela deve tentar unir os dois pólos sul dos ímãs, observando como eles se repelem.

Isso acontece porque os pólos sul dos ímãs estão puxando energia e não podem ficar juntos.

Os polos norte também devem se afastar, porque ambos estão empurrando energia para fora.

A polaridade magnética nos ímãs de barra age dessa maneira porque eles são orientados com os pólos da Terra.

Não se sabe por que o magnetismo ocorre em algumas substâncias e não em outras, mas quando ocorre, os ímãs sempre se alinham com o campo magnético do planeta.

Um exemplo disso também pode ser visto nas bússolas porque elas são projetadas para se alinharem com o Polo Norte.

Não importa em que direção o suporte esteja voltado, a agulha em uma bússola boa e sempre deve apontar para o norte.

Como funcionam os ímãs?

Os ímãs têm campos magnéticos que atraem itens que contêm ferro.

Por exemplo, algumas das substâncias atraídas pelos ímãs incluem ferro, níquel e aço. Os ímãs são usados para uma variedade de finalidades, desde a conexão de itens às portas de geladeira e a criação de bússolas, passando por montanhas-russas rápidas e convertendo energia mecânica em energia elétrica. Eles ainda são usados em alguns brinquedos.

Entender como os ímãs funcionam significa descobrir a dinâmica de um campo magnético. Considere o espaço que envolve um ímã. Este espaço é ocupado por uma força magnética e é chamado de campo magnético.

Se um ímã for colocado dentro desse campo, ele será acionado por forças magnéticas.

Um campo magnético é criado como resultado de cargas em movimento. Um bom exemplo disso é a corrente elétrica que flui através de um fio. Quando isso ocorre, partículas subatômicas carregadas negativamente, chamadas elétrons, se movem através do fio. À medida que essas cargas se movem, um campo magnético se forma ao redor do fio. Da mesma forma, o campo magnético de um ímã é criado pelo movimento dos elétrons.

O campo magnético de um ímã atrai ou repele certos metais, bem como outros ímãs. Um ímã tem duas extremidades chamadas de pólos. Um pólo é chamado norte e o outro é chamado sul. Para atrair ímãs um para o outro, você deve colocar extremidades opostas de dois ímãs próximos um do outro. Colocar extremidades iguais de dois ímãs próximos um do outro faz com que ocorra o contrário; os dois ímãs se repelem.

Curiosamente, a Terra possui um campo magnético natural no centro. Se você der uma olhada em uma bússola, notará que um lado está marcado como “N” e está voltado para o pólo magnético norte da Terra. Como tal, essa parte da bússola é chamada de pólo de busca ao norte. No entanto, o pólo magnético norte da Terra não deve ser confundido com seu pólo norte. O Pólo Norte está localizado a centenas de quilômetros do pólo norte.

Embora a maioria das pessoas esteja familiarizada com ímãs simples de geladeira, existem muitos outros tipos de ímãs. Eles são classificados como permanentes, temporários e eletromagnéticos.

Os ímãs permanentes mantêm suas propriedades magnéticas por um longo período de tempo, enquanto os ímãs temporários perdem seu magnetismo mais rapidamente.

Um eletroímã, por outro lado, é aquele criado usando eletricidade. Sua força pode ser alterada com base na corrente elétrica que é permitida a sua movimentação.

O que é um campo magnético?

Um campo magnético é um campo invisível que exerce uma força magnética sobre substâncias sensíveis ao magnetismo.

Um exemplo clássico de um é o campo criado por um ímã de ferro; para ver como funciona a energia em tal campo, um pequeno ímã pode ser colocado sob um pedaço de papel e limalhas de ferro aspergidas sobre ele.

À medida que os arquivos respondem ao campo magnético, eles se orientam lentamente ao longo de um eixo. Exemplos maiores incluem o campo magnético da Terra e aqueles criados por outros corpos celestes, como estrelas e planetas.

Muitas pessoas pensam no magnetismo como uma propriedade do metal, particularmente o ferro, já que os ímãs domésticos comuns são feitos de ferro.

As correntes elétricas são na verdade a força por trás dos campos magnéticos, que se formam à medida que as cargas elétricas se movem. Em grande escala, como um eletroímã, o campo é criado pela passagem de corrente pelos fios. No caso de um ímã doméstico, ele é criado pelos movimentos de elétrons em suas órbitas. Dependendo dos fatores materiais e ambientais, a força do campo pode variar.

Os campos magnéticos têm muitas propriedades que cientistas e outros usaram ao longo dos séculos. Na navegação, os navios podem se orientar com o auxílio do campo magnético da Terra, que, aliás, está localizado a vários graus dos pólos geográficos. Na pesquisa científica, esses campos podem ser usados para coletar informações sobre um local ou objeto; os geólogos, por exemplo, usam ferramentas chamadas magnetômetros para medir o magnetismo ambiente e aprender mais sobre os materiais minerais e rochosos subjacentes.

A medicina o utiliza em coisas como máquinas de diagnóstico, como equipamentos de ressonância magnética.

Nesse caso, o campo é cuidadosamente gerado e controlado pelo operador da máquina com o objetivo de coletar informações sobre o corpo humano. Na medicina alternativa, alguns curandeiros usam ímãs para alcançar os vários efeitos desejados. Os cientistas também podem usar outras ferramentas para criar ou alterar campos magnéticos com o objetivo de aprender mais sobre a Terra.

A força dos campos magnéticos varia muito. Uma máquina de ressonância magnética, por exemplo, pode puxar as chaves do bolso de um médico inconsciente, enquanto um ímã doméstico pode ser batido da porta da geladeira com pouco esforço.

Existem também muitos tipos diferentes de campos magnéticos; um ímã de ferro, por exemplo, exibe ferromagnetismo, enquanto aqueles criados com o uso de uma corrente externa são conhecidos como campos eletromagnéticos.

Um ímã em ferradura com os pólos norte e sul marcados

Um ímã de barra

Polaridade do campo magnético

A Terra possui um campo magnético natural que permite que as bússolas operem

Fonte: royalsocietypublishing.org//www.yourdictionary.com/www.drpawluk.com/www.wisegeek.org/image.gsfc.nasa.gov

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Turbulência

Turbulência

PUBLICIDADE Definição A definição de turbulência é uma mudança repentina e violenta no fluxo de ar. A turbulência cria …

Ondas de gravidade

PUBLICIDADE Definição Uma onda gravitacional é uma ondulação invisível (mas incrivelmente rápida) no espaço. As ondas gravitacionais viajam à …

Ferromagnetismo

PUBLICIDADE Definição Ferromagnetismo se refere ao fenômeno exibido por substâncias, como o ferro, que têm permeabilidades …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.