Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Parque Nacional Da Serra Do Divisor  Voltar

Parque Nacional da Serra do Divisor

OBJETIVOS ESPECÍFICOS DA UNIDADE

Proteger e preservar amostra dos ecossistemas ali existentes, assegurando a preservação de seus recursos naturais e proporcionando oportunidades controladas para uso pelo público, educação e pesquisa científica.

DECRETO E DATA DE CRIAÇÃO

Foi criado pelo Decreto n.º 97.839 de 16.06.1989.

ASPECTOS CULTURAIS E HISTÓRICOS

No interior do Parque, na margem direita do rio Môa habita a população indígena Nukini. Tem-se registros da existência de fósseis nas margens do rio Juruá, tanto na área do Parque como na margem direita. O nome da unidade originou-se de uma importante característica geomorfológica que existe na área que é o divisor de águas das bacias hidrográficas do Médio Vale do Rio Ucayali (Peru) e a do Alto Vale do Rio Juruá (Acre/Brasil).

ÁREA, LOCALIZAÇÃO E ACESSOS

Possui uma área de aproximadamente 846.633 ha. Está localizado no estado do Acre. Da capital Rio Branco a Cruzeiro do Sul, o acesso à unidade é aéreo, com duração de 1h:30mm, atendido pela empresa aérea VARIG, TAVAJ e RICO. De cruzeiro do sul para a unidade, a principal via de acesso é fluvial através do rio Moa, sendo que no período das águas se gasta em torno de 6 horas com utilização de transporte do tipo voadeiras, e no período das secas gasta-se até 4 dias utilizando-se canoas, que é o transporte mais rústico da região. A cidade mais próxima à unidade é Cruzeiro do Sul.

CLIMA

A precipitação anual é da ordem de 2.300 mm, sendo que a temperatura média é superior a 20ºC.

O QUE VER E FAZER (ATRAÇÕES ESPECIAIS)/ÉPOCA IDEAL PARA VISITAÇÃO

O Parque ainda não está aberto à visitação.

RELEVO

A área do Parque é banhada pelo rio Juruá, constituído importante divisor d’água para os rios que formam as bacias do Ucayali e Javari. Nas margens do rio Juruá, ocorrem grandes extensões de interflúvios tabulares.

VEGETAÇÃO

A maior parte da área é coberta de Floresta Tropical Aberta, com duas fisionomias: Aberta de Cipó e Aberta de Palmeira. A Floresta de Cipó caracteriza-se pelo relativo espaçamento entre as árvores, com as seguintes espécies: juá, castanha-de-periquito, taperebá, inharé, entre outros. Já a Floresta de Palmeira apresenta densidade de grupamentos das diversas espécies de Palmeiras. Dentre as inúmeras espécies de palmeiras, predominam: a paxiúba-lisa, patauá, açaí, jaci, murumuru, paxiúba-barriguda, inajá e jarima.

FAUNA

A existência de fauna de diversos ecossistemas é uma realidade, no entanto, não tem sido efetuados estudos para o conhecimento da composição faunística.

USOS CONFLITANTES QUE AFETAM A UNIDADE E SEU ENTORNO

Enfrenta dificuldades com: ocupação humana, extrativismo não madeireiro (seringá, palhas, cipós) e madeireiro, agricultura, pecuária, desmatamento, criação de animais domésticos, caça e pesca de subsistência, comercialização de peles, extração de fósseis e pedras-pome, mudanças artificiais nos cursos dos rios (cortes de voltes) e acampamentos.

BENEFÍCIOS INDIRETOS E DIRETOS DA UNIDADE PARA O ENTORNO

Dados não disponíveis.

ACORDOS DE PARCERIA

ONG SOS Amazônia.

INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE A UNIDADE

Número total de Funcionários

01 funcionário do IBAMA e 01 funcionário voluntário.

Infra-estrutura disponível

Não possui nenhuma infra-estrutura.

ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA

Rua Veterano Manoel de Barros, 320 - Bairro Abrão Alabe
69907-150 – Rio Branco – AC

Fonte: www.brasilturismo.com

Parque Nacional da Serra do Divisor

Parque Nacional da Serra do Divisor

Delimitada pelos rios Acre e Javari, a área de depressão correspondente ao Parque apresenta altitudes não superiores a 300 metros, e o solo é predominantemente o podzólico vermelho-amarelo eutrôfico.

Banhado pela bacia do rio Juruá, que funciona como a mais importante via de transporte da região, o Parque Nacional da Serra do Divisor é constituído de quatro blocos de relevos distintos, denominados de serra da Jaquirana, Serra do Moa, Serra do Juruá-Mirim e Serra do Rio Branco. Os quatro blocos são originários de processos erosivos da formação Solimões, que resultaram um planalto e vasta área de depressão.

Característica dos baixos platôs da Amazônia, conhecidos até recentemente como "área de transição", a maior parte da área é coberta de floresta amazônica aberta, com grande incidência de palmeiras, cipós e bambus. Pode-se mesmo dividi-la em aberta de cipó e aberta de palmeira, estando essa representada, entre outras espécies, pela paxiúba-lisa (Iriartea exorrhiza), patuá (Oenocarpus batava) e açai (Euterpe precatoria). Entre os cipós destacam-se o cipó-cruz (Chicocca brachiata), timboaçu (Derris guyanensis), mucunã (Dioclea sp) e escada-de-jabuti (Bauhinia sp).

Parque Nacional da Serra do Divisor

De criação relativamente recente, o Parque ainda não concluiu o levantamento de sua flora e fauna, da mesma forma que não conta por enquanto com infra-estrutura para a acomodação e transporte de visitantes.

Mapa do Parque Nacional da Serra do Divisor
Mapa do Parque Nacional da Serra do Divisor

Parque Nacional da Serra do Divisor

Data de criação: 16 de junho de 1.989, pelo decreto federal nº. 97.839.
Localização: Acre, abrangendo os muinicípios de Mâncio Lima e Cruzeiro do Sul.
Área: 605.000 hectares
Perímetro: 500 km
Clima: tropical, quente úmido, com um a dois meses secos.
Temperaturas: Média anual de 24ºC, máxima absoluta de 36a 38ºC e mínima absoluta de 4 a 8ºC.
Chuvas: Entre 1750 e 2000 mm anuais.
Relevo: suave ondulado e montanhoso.

Fonte: paginas.terra.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal