Breaking News
Home / Meio Ambiente / Reciclar Papel

Reciclar Papel

PUBLICIDADE

 

Reciclar Papel – O que é

papel é conhecido por seu potencial de reciclagem e é frequentemente visto como a maior história de sucesso do setor de reciclagem. O papel pode ser decomposto em fibras de celulose, que podem ser usadas como blocos de construção para a produção de papel reciclado. Estas fibras de celulose não podem, no entanto, ser recicladas indefinidamente. Durante o processo de reciclagem, as fibras são encurtadas, até se tornarem curtas demais para serem aplicadas em novos produtos de papel. Teoricamente, as mesmas fibras podem ser recicladas até 6 ou 7 vezes antes que as propriedades das fibras diminuam a tal ponto que não possam mais ser usadas para papel. Essas pequenas fibras de celulose acabam no que é chamado de borra de papel.

As fibras de celulose são uma importante fonte de material orgânico. Em alguns países, o lodo de papel ainda é usado como corretivo do solo para melhorar a fertilidade do solo. Isso pode parecer uma solução perfeita, mas além das fibras curtas de celulose, o lodo de papel contém (resíduos de) tintas, minerais, adesivos, revestimentos e vários outros produtos químicos indefinidos.

Esses aditivos nunca foram projetados para retornar à biosfera. Um uso alternativo para o lodo de papel é a “reciclagem térmica” ou incineração. A “transformação de resíduos em energia” parece uma opção viável.

No entanto, devido a esses contaminantes, os gases de combustão produzidos pela incineração precisam ser purificados, e as cinzas restantes não podem ser usadas como fertilizante para os solos. Além disso, os mesmos contaminantes podem acabar em produtos de papel reciclado. Esses produtos químicos não apenas levam à contaminação do lodo de papel.

Os contaminantes também podem acabar em produtos de papel reciclado, como embalagens de alimentos, onde vazam do papel para o produto, constituindo um risco para a saúde humana.

Reciclar Papel – O que acontece

O que acontece com o papel reciclado. O papel só pode ser reciclado cerca de meia dúzia de vezes. Depois de tantas idas à fábrica de papel, as pequenas fibras que se unem para fazer papel tornam-se tão pequenas devido ao processamento repetido que têm dificuldade em se unir.

As fábricas de reciclagem geralmente tornam o papel reciclado mais forte adicionando um pouco de celulose nova…

reciclagem de papel é o processo pelo qual os resíduos de papel são transformados em novos produtos de papel. Tem uma série de benefícios importantes, além de evitar que as árvores sejam cortadas.

É menos intensivo em energia e água do que o papel feito de polpa de madeira.

O papelão, que é usado para fazer produtos como caixas de cereais e biscoitos, pode ser feito de papel reciclado. O papelão também pode ser fabricado com papel 100% reciclado.

reciclagem de papel é o processo circular de transformar papel velho em papel novo, esse processo de reciclagem e produção é chamado de fabricação de papel. O papel é um recurso 100% natural e reciclável feito de fibras de madeira. Portanto, os resíduos de papel são o ingrediente mais importante para o processo de criação de novos produtos de papel e papelão.

O papel reciclável é um recurso

Papel de jornal, papelão ondulado e não ondulado, papel de baixa qualidade (listas telefônicas, revistas, lixo eletrônico), papel de alta qualidade (papel de impressora e copiadora, papelaria e papel colorido), livros e caixas de leite são todos recicláveis. Os resíduos de papel de cozinha estão frequentemente contaminados e não são adequados para reciclagem de papel.

Este material pode ir para o recipiente de lixo do seu quintal.

Papel de embrulho que seja fortemente tingido, laminado e/ou que contenha aditivos que não sejam de papel, como forro de ouro e prata, glitter e plásticos não podem ser reciclados e devem ser jogados no lixo.

No entanto, papel de embrulho sem materiais estranhos deve ser reciclado.

Por que reciclar papel?

No aterro, o papel é um recurso desperdiçado. À medida que o papel e outros produtos orgânicos se decompõem, gera gases de efeito estufa nocivos, como o metano. Mantido fora do aterro, o papel pode ser reciclado muitas vezes, cada vez em um grau inferior. O papel de escritório de alta qualidade é reciclado em papel de qualidade inferior, como papel de jornal.

O papel de jornal pode ser reciclado em caixas de ovos. As fibras de papel podem ser recicladas até sete vezes! A reciclagem de uma tonelada de papel reciclado economiza 3.700 libras de madeira e 24.000 galões de água.

Papel – Reciclagem

Reciclagem de Papel

Imprimir e escrever papel com conteúdo reciclado pós-consumo é um fenômeno um tanto recente. Há algum tempo que o papel usado é recolhido para reutilização na produção de papel novo e produtos de papel.

No entanto, usar esse papel reciclado para fazer papéis de qualidade superior, como papel para imprimir e escrever, é relativamente novo.

A capacidade de usar polpa de papel reciclada para produzir papel de grau suficiente para fazer papel de impressão e escrita – ou o que muitos chamam de papel de cópia – depende da tecnologia avançada de destintagem que só está em uso desde o final da década de 1980.

Em termos mais básicos, o processo de destintagem envolve três etapas:

papel recuperado é classificado e depois molhado. Uma composição de destintagem consistindo em um tensoativo não iônico etoxilado e propoxilado é adicionada à pasta de papel residual resultante.
Esta pasta é lavada para provocar a separação da tinta das fibras da polpa.
A polpa de papel destintada é então separada da tinta que permanece suspensa na solução circundante.

Para que a pasta de papel destintada resultante seja útil na produção de papel de impressão e escrita, as tintas devem ser removidas em uma extensão que não era economicamente possível antes do final da década de 1980. Antes dessa época, o papel destintado era usado na produção de produtos de papel de qualidade inferior, como papelão ondulado e toalhas de papel de grau industrial.

papel para imprimir e escrever é o tipo de papel mais frequentemente encontrado na vida diária. É a maior categoria de papel além do papel de jornal e compreende aproximadamente 27% da produção de papel dos EUA em volume. Como líder em volume de produtos no comércio de papel, adicionar mesmo uma pequena quantidade de celulose destintada ao processo de fabricação expande significativamente a quantidade de matéria-prima necessária para sua produção.

A recolha e transporte de papel para reciclagem requer energia. Gera poluentes dos veículos de coleta, principalmente se as rotas de reciclagem não estiverem sincronizadas com a coleta de resíduos sólidos urbanos.

No entanto, o processo de produção de papel a partir de matérias-primas virgens também é um processo intensivo em energia e que gera poluentes e resíduos.

As árvores devem ser colhidas e transportadas para a fábrica. A madeira de árvore colhida contém aproximadamente 50% de umidade.

Os processos de polpação de madeira desperdiçam muito da matéria-prima inicial. O processo usado para produzir o tipo de celulose necessário para a fabricação de papel de impressão e escrita – celulose kraft branqueada de alta qualidade – rende cerca de 55 por cento da entrada inicial de madeira. A combinação de alta umidade e baixos rendimentos significa que até 3,5 toneladas de árvores devem ser colhidas para produzir uma tonelada de celulose virgem branqueada. Em comparação com os custos de recolha e transporte de papel para reciclagem, os custos energéticos de colheita e transporte de árvores por tonelada de pasta virgem produzida são muito elevados.

Reciclar Papel – Brasil

São reciclados no Brasil, 38% do papel e 60% do papelão produzidos.

Não podemos nos esquecer de diferenciar bem os tipos recicláveis: jornais, revistas, folhas usadas e de rascunho, cartões, envelopes, papel de computador, papelão e aqueles que não podem ser mais aproveitados: papéis sujos com comida, papel higiênico, papéis plastificados ou metalizados, caixa de leite ou refresco, etiquetas adesivas, papel carbono, papel de bala.

A grande quantidade de papelão reciclado se deve ao fato de que na maioria das vezes ele não cabe no saco de lixo e é colocado na rua separado, o que evita sua contaminação com os outros tipos de lixo e facilita o trabalho dos catadores de papel.

Cerca de 95% dos papéis é feito a partir do tronco de árvores cultivadas. No Brasil, o eucalipto é o mais utilizado por seu rápido crescimento, atingindo em torno de 30m de altura em 7 anos.

A recolha seletiva do papel

Reciclar Papel
Reciclagem de Papel

O primeiro passo para a reciclagem deste resíduo consiste na separação correta dos produtos de papel, de modo a evitar a contaminação por agrafos, clips, elásticos, tintas, entre outros.

Reciclar Papel
Reciclagem de Papel

A recolha do papel velho pode ser obrigatória ou voluntária. A primeira, praticada por hipermercados, editoras, gráficas e instituições estatais, produz melhores qualidades de papel, por este se apresentar pouco contaminado e ser de fácil localização.

A recolha voluntária apresenta maiores problemas. Geralmente, este papel apresenta uma maior contaminação, devido à incorreta separação do material depositado nos papelões.

Para melhorar esta separação será necessário um maior investimento em formação, dirigida à sociedade civil. Outras soluções têm vindo a ser ensaiadas em alguns municípios – recolha porta a porta – no sentido de aumentar a eficácia deste processo.

Reciclagem de Papel – Triagem

Reciclar Papel
Reciclagem de Papel

Após a recolha, o papel é triado, de forma a serem retiradas matérias perigosas para o equipamento ou processo fabril (metais, cordéis, vidros) e matérias impróprias (por exemplo, papéis sulfurizados, encerados ou parafinados). A eficiência desta operação será determinante para a futura formação dos lotes.

Papel – Classificação

classificação do papel velho é feita em função da sua qualidade, origem e presença de matérias toleradas, de acordo com normas europeias.

Papel – Trituração

Esta operação consiste na trituração, em dimensões pré-determinadas, de alguns lotes de papel, como revistas, jornais e aparas.

As operações finais do processo de recolha seletiva correspondem ao enfardamento e à venda do papel velho às unidades fabris de reciclagem de papel, que farão a sua transformação em papel pronto para ser reutilizado.

Reciclar Papel
Reciclagem de Papel

Papel – Como o velho vira novo

O processo industrial de transformação de papel velho é semelhante ao fabrico de papel virgem, sendo o primeiro menos intensivo.

reciclagem do papel é conseguida através do aproveitamento das fibras de celulose existentes nos papéis usados. O papel pode ser fabricado exclusivamente com fibras secundárias (papel 100% reciclado) ou ter a incorporação de pasta para papel. As fibras apenas podem ser recicladas cinco a sete vezes, pelo que a obtenção de papel reciclado por vezes implica adicionar alguma quantidade de pasta de papel virgem para substituir fibras degradadas.

As fases do processo industrial de reciclagem de papel são:

Desagregação ou maceração: mistura do papel velho com água, de modo a enfraquecer as ligações entre as fibras;
Depuração e lavagem:
 têm como objetivo eliminar os contaminantes; a depuração é feita em crivos e a lavagem através de telas de plástico, em que a dimensão da rede vai diminuindo nas sucessivas fases;
Dispersão:
 pretende-se, nesta fase, a diminuição em tamanho dos contaminantes existentes. São utilizadas temperaturas de 50ºC a 125ºC para dissolver os contaminantes, que são depois dispersos;
Destintagem:
 consiste na remoção das partículas de tinta aderentes à superfície das fibras;
Branqueamento:
 para a maioria dos produtos reciclados, a destintagem é suficiente para obter um grau de brancura adequado; no entanto, para produtos de alta qualidade o grau de brancura das pastas é inferior ao desejado, pelo que é feito ainda um branqueamento, utilizando produtos como lixívia e água oxigenada.

Depois de feita a pasta, esta dá entrada na máquina de papel, para ser transformada em folhas, que darão origem aos mais variados produtos, como por exemplo guardanapos e papel higiénico.

Reciclagem de Papel – Vantagens

As maiores vantagens da reciclagem de papel são a diminuição de detritos sólidos e a economia de recursos naturais. Sendo 25% da composição física dos Resíduos Sólidos Urbanos em Portugal produtos de papel e cartão, a reciclagem permite libertar espaço nos aterros para outros materiais e produtos não recicláveis.

Reciclar Papel
Reciclagem de Papel

Também a nível energético este processo é benéfico, dado consumir menos água e energia (240 kw/h por tonelada de fibra secundária contra 1000 kw/h por tonelada de fibra virgem).

A nível de resíduos produzidos, as lamas resultantes dos efluentes podem, em alguns casos, ser utilizadas como fertilizantes para a agricultura.

Fonte: www.trabalhoescolar.hpg2.ig.com.br/www.sobrelixo.hpg.ig.com.br/www.naturlink.pt/kingcounty.gov/www.healthyprinting.eu

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Efeito La Niña

PUBLICIDADE Efeito La Niña – O que é Tradicionalmente, La Niña tem recebido menos atenção do que …

Poluição Industrial

PUBLICIDADE Muitos processos de fabricação industrial usam ou produzem produtos químicos que podem prejudicar a …

Biotecnologia Ambiental

Biotecnologia Ambiental

PUBLICIDADE Definição A biotecnologia ambiental, em particular, é a aplicação de processos para a proteção e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.