Breaking News
Home / Meio Ambiente / Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange

Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange

PUBLICIDADE

Parque Nacional Saint-Hilaire/Lange é um parque nacional.

Localização: Paraná, Brasil.

Parque Nacional Saint-Hilaire/Lange fica no bioma Mata Atlântica. Abrange 25.119 hectares.

O parque abrange parte dos municípios de Guaratuba, Matinhos, Morretes e Paranaguá no Paraná.

A altitude varia de 10 a 1.500 metros.

Parque Nacional Saint-Hilaire/Lange está dentro da Área de Proteção Ambiental de Guaratuba.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS DA UNIDADE

Tem como objetivos proteger e conservar ecossistemas naturais de grande relevância ecológica e beleza cênica da Mata Atlântica existentes na área e assegurar a estabilidade ambiental dos balneários sob sua influência, bem como a qualidade de vida das populações litorâneas.

DECRETO E DATA DE CRIAÇÃO

LEI Nº 10.227, de 23 de maio de 2001.

Meio Ambiente

Parque Nacional Saint-Hilaire/Lange

Parque Nacional Saint-Hilaire/Lange contém a Serra da Prata, as montanhas mais orientais do estado do Paraná e parte da sub-região montanhosa costeira da Serra do Mar.

As montanhas percorrem o parque no sentido norte-sul nas partes norte e leste do parque.

O ponto mais alto é Morro Grande a 1.500 metros acima do nível do mar.

O terreno nesta área é caracterizado por grandes vales e encostas íngremes, geralmente mais íngremes do que 45%.

O sudoeste do Parque Nacional Saint-Hilaire/Lange tem terrenos mais suaves com altitudes abaixo de 150 metros, mantendo planícies de inundação de rios que se aproximam da Baía de Guaratuba.

Serra da Prata tem grande importância como manancial, fornecendo água superficial de excelente qualidade para o conjunto de comunidades de Cabaraquara no município de Guaratuba até o município de Paranaguá.

A maior parte da água drena para o leste no Oceano Atlântico ou para o sul na Baía de Guaratuba.

Parque Nacional Saint-Hilaire/Lange

A vegetação do Parque Nacional Saint-Hilaire/Lange inclui floresta tropical de planície, densa floresta tropical montanhosa e prados de alta altitude. Há um grande número de epífitas, principalmente bromélias e orquídeas. O crescimento secundário é encontrado principalmente nas áreas baixas, onde houve mais interferência humana.

Várias espécies de plantas ameaçadas de extinção em nível nacional e estadual são encontradas aqui, incluindo Palmito Jussara (Euterpe edulis), Canela-preta (Ocotea catharinensis), Canela-sassafrás (Ocotea odorifera), Imbuia (Ocotea porosa) e Heliconia farinosa. A pequena rã Brachycephalus izecksohni é endêmica da Serra da Prata.

Espécies protegidas incluem onça-parda (Puma concolor), amazona-de-cauda-vermelha (Amazona brasiliensis), tiranauleta da restinga (Phylloscartes kronei), chorão-do-pantanal (Stymphalornis acutirostris) e garça-tigre-fasciada (Tigrisoma fasciatum).

Fonte: www.brasilturismo.com/www.braziltourstravel.com/www.yellowpages.net/www.picfair.com

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Efeito La Niña

PUBLICIDADE Efeito La Niña – O que é Tradicionalmente, La Niña tem recebido menos atenção do que …

Poluição Industrial

PUBLICIDADE Muitos processos de fabricação industrial usam ou produzem produtos químicos que podem prejudicar a …

Biotecnologia Ambiental

Biotecnologia Ambiental

PUBLICIDADE Definição A biotecnologia ambiental, em particular, é a aplicação de processos para a proteção e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.