Breaking News
Home / Meio Ambiente / Biodiesel

Biodiesel

PUBLICIDADE

Biodiesel – O Que é

Biodiesel é uma alternativa aos combustíveis derivados do petróleo. Pode ser usado em carros e qualquer outro veículo com motor diesel. Fabricado a partir de fontes renováveis (girassol, soja, mamona), é um combustível que emite menos poluentes que o diesel.

biodiesel é um combustível alternativo mais atraente ao diesel, com inúmeras vantagens ambientais em relação ao combustível à base de petróleo.

É um combustível produzido a partir de fontes naturais renováveis, pois deriva de óleos vegetais como a soja, a palma e a mamona, dentre outros.

Biodiesel comercializado hoje é elaborado a partir da mistura do Biodiesel puro com óleo diesel comum ou aditivado. Atualmente, essa mistura é de 5%, e o processo é realizado nos terminais da Petrobras Distribuidora, não havendo necessidade de adição de nenhuma substância no posto.

A principal utilização dos óleos vegetais, agora e no futuro será como biodiesel, que é uma alternativa ao diesel derivado do petróleo.

Tal qual o diesel derivado de petróleo, o biodiesel operam em motores de ignição-combustão. Essencialmente não são requeridas modificações nos motores, e o biodisel mantém as capacidades do diesel.

O uso do biodiesel em motores convencionais a diesel resulta na redução substancial de hidrocarbonetos, monóxido de carbono e matéria particulada.

Biodiesel – Propriedades químicas

Biodiesel tem propriedades físicas muito semelhantes ao diesel. As emissões no entanto são menores.

Biodiesel
Biodiesel

Um combustível gasoso, líquido ou sólido que contém um conteúdo energético derivado de uma fonte biológica.

A matéria orgânica que compõe os organismos vivos fornece uma fonte potencial de energia aprisionada que está começando a ser explorada para suprir a crescente demanda de energia em todo o mundo.

Biodiesel – Combustível

biodiesel é um combustível produzido a partir dos óleos das plantas ou da gordura animal, pode ser utilizado nos veículos que usam diesel.

Para produzir o biodiesel, o óleo retirado das plantas é misturado com álcool (ou metanol) e depois estimulado por um catalizador. O catalizador é um produto usado para provocar uma reação química entre o óleo e o álcool, depois o óleo é separado da glicerina (usada na fabricação de sabonetes) e filtrado.

BiodieselBiodiesel

Algumas espécies vegetais existentes no Brasil podem ser usadas na produção do biodiesel como o óleo de girassol, de amendoim, de mamona, de soja, entre outros, é uma fonte alternativa de queima limpa, biodegradável, não tóxico e essencialmente livre de compostos sulfurados e aromáticos.

BiodieselBiodiesel

Biodiesel é mais seguro do que o diesel de petróleo.

O ponto de combustão do biodiesel na sua forma pura e de mais de 300 F contra 125 F do diesel comum.

Equipamentos a biodiesel são portanto mais seguros.

A exaustão do Biodiesel é menos ofensiva.

O uso do biodiesel resulta numa notável redução dos odores, o que é um benefício real em espaços confinados. De fato se assemelha um pouco com o cheiro de batatas fritas. Não foram noticiados casos de irritação nos olhos.

Como o biodiesel é oxigenado, ele apresenta uma combustão mais completa.

Biodiesel não requer armazenamento especial.

biodiesel na sua forma natural pode ser armazenado em qualquer lugar onde o petróleo é armazenado, e pelo fato de ter maior ponto de fusão é ainda mais seguro o transporte deste.

Biodiesel funciona em motores convencionais. Como já foi dito, o biodiesel requer mínimas modificações pra operar em motores já existentes.

Renovável. como já foi dito o Biodiesel é renovável, contribuindo para a redução do dióxido de carbono.

Biodiesel pode ser usado sozinho ou misturado em qualquer quantidade com diesel de petróleo.

Biodiesel aumenta a vida útil dos motores por ser mais lubrificante.

Biodiesel é biodegradável e não tóxico.

Biodiesel – Como é produzido

É produzido através de um processo químico chamado transesterificação, no qual é feita a separação da glicerina do óleo (biodiesel), por meio da reação de álcool e de óleos vegetais.

Podem ser utilizados o etanol (álcool de cana) ou metanol (obtido do gás metano ou gás natural). Em Minas, a primeira opção é mais viável pela disponibilidade do insumo.

Quanto aos óleos vegetais, podem ser de várias procedências como mamona, pinhão manso, soja, algodão, girassol, canola, dendê, pequi, macaúba, etc.

Podem também ser utilizados óleos residuais de fritura de alimentos.

Como sub-produto do processo é produzido, além da glicerina, o farelo ou torta.

A palavra biodiesel se refere ao combustível puro, anteriormente à adição ao Diesel de petróleo.

As misturas são chamadas de BXX, onde XX é a porcentagem de biodiesel no combustível.

Vantagens do biodiesel:

Biodiesel
Biodiesel

O biodiesel é mais seguro do que o diesel de petróleo
O ponto de combustão do biodiesel na sua forma pura é de mais de 300 F contra 125 F do diesel comum
Equipamentos a biodiesel são, portanto, mais seguros
A exaustão do biodiesel é menos ofensiva
O uso do biodiesel resulta numa notável redução dos odores, o que é um benefício real em espaços confinados
Tem odor semelhante ao cheiro de batatas fritas
Não foram noticiados casos de irritação nos olhos
Como o biodiesel é oxigenado, ele apresenta uma combustão mais completa
Biodiesel não requer armazenamento especial
O biodiesel na sua forma natural pode ser armazenado em qualquer lugar onde o petróleo é armazenado, e pelo fato de ter maior ponto de fusão é ainda mais seguro o transporte deste
Biodiesel funciona em motores convencionais
O biodiesel requer mínimas modificações pra operar em motores já existentes;
É renovável, contribuindo para a redução do dióxido de carbono
O biodiesel pode ser usado sozinho ou misturado em qualquer quantidade com diesel de petróleo
Aumenta a vida útil dos motores por ser mais lubrificante
O biodiesel é biodegradável e não tóxico.

Biodiesel – Benefícios ambientais

Reduzir a poluição ambiental é hoje um objetivo mundial. Todo dia tomamos conhecimento de estudos e notícias indicando os males do efeito estufa.

O uso de combustíveis de origem fóssil tem sido apontado como o principal responsável por isso.

A Comunidade Europeia, os Estados Unidos, Argentina e diversos outros países vêm estimulando a substituição do petróleo por combustíveis de fontes renováveis, incluindo principalmente o biodiesel, diante de sua expressiva capacidade de redução da emissão de diversos gases causadores do efeito estufa, a exemplo do gás carbônico e enxofre. Melhorar as condições ambientais, sobretudo nos grandes centros metropolitanos, também significa evitar gastos dos governos e dos cidadãos no combate aos males da poluição, estimados em cerca de R$ 900 milhões anuais.

Além disso, a produção de biodiesel possibilita pleitear financiamentos internacionais em condições favorecidas, no mercado de créditos de carbono, sob o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL), previsto no Protocolo de Kyoto.

Biodiesel – Brasil

Brasil apresenta condições extremamente favoráveis para o desenvolvimento de matéria-prima para a produção de biodiesel por ter um clima favorável e ampla disponibilidade de água e terras. São 90 milhões de hectares cultiváveis sem qualquer impacto às florestas reservadas. Por outro lado, o Brasil é pioneiro na produção de biocombustíveis pela sua experiência com o Programa Nacional do Álcool (Proálcool) que, hoje, é uma referência mundial.

O Brasil apresenta condições extremamente favoráveis para o desenvolvimento de matéria-prima para a produção de biodiesel por ter um clima favorável e ampla disponibilidade de água e terras. São 90 milhões de hectares cultiváveis sem qualquer impacto às florestas reservadas. Por outro lado, o Brasil é pioneiro na produção de biocombustíveis pela sua experiência com o Programa Nacional do Álcool (Proálcool) que, hoje, é uma referência mundial.

Biodiesel
Sementes e folha da mamona

Planta de biodiesel de Guamaré (RN)

biodiesel é um biocombustível produzido a partir de diversas oleaginosas, como algodão, amendoim, dendê, girassol, mamona e soja. Gordura animal (sebo) e óleos residuais (óleo de cozinha) também podem ser usados como insumo.

O expressivo potencial de cultivo de oleaginosas permite a utilização de diferentes culturas apropriadas para cada região e época do ano. É possível, inclusive, utilizar as oleaginosas em consórcio com outras culturas alimentícias e com a própria cana-de-açúcar, a base para a produção de álcool.

Planta de biodiesel de Guamaré (RN) O biodiesel contribui na redução das emissões de gases do efeito estufa, de enxofre e de material particulado (fumaça preta). Ao mesmo tempo, melhora a lubrificação e a potência dos motores dos veículos por apresentar elevado índice de cetano. A produção deste combustível em escala industrial representa economia de petróleo, além de apressar o fim das importações de diesel e possibilitar ao país poupar divisas.

A colaboração da Petrobras foi fundamental para o sucesso do Proálcool e agora, no Programa Brasileiro de Biodiesel, a Companhia também está participando de forma decisiva.

A Petrobras possui um programa de grande amplitude que abrange o desenvolvimento tecnológico, a produção comercial de biodiesel e sua disponibilidade nos postos de combustíveis.

Biodiesel – Desafios e oportunidades

Biodiesel
Biodiesel

Combustível limpo, o biodiesel é produzido à partir de óleos vegetais, novos ou usados, ou gorduras animais, através do processo de transesterificação ou alcoólise.

Este processo consiste na linearização da molécula tri-dimensional do óleo ou gordura, tornando-a similar à do óleo diesel, assim como na redução da acidez e no deslocamento de glicerol pela ação do álcool utilizado.

Portanto, a reação é: Óleo vegetal (novo ou usado) ou gordura animal + Álcool e Catalisador ®Biodiesel + Glicerol e Catalisador

Apesar de sua simplicidade, demonstrada pelas características abaixo:

1) ser realizado em temperatura ambiente e pressão atmosférica
2)
 total domínio tecnológico, visto que seu ensino é tema das aulas do 1º período de graduação em Engenharia Química

Ao ser usado para gerar combustível, este processo requer monitoramento e controle de qualidade apuradíssimos, para garantir segurança aos consumidores sobre os custos de manutenção de seus veículos.

A oferta de matéria-prima, tanto com relação à quantidade necessária quanto à possibilidade de uso de espécies regionais, o desenvolvimento de mercados para os sub-produtos (ou derivados) do processo, o subsídio cruzado com o qual o óleo diesel (concorrente direto do biodiesel) conta atualmente, resolução na emissão de poluentes, a possibilidade do uso de catalisadores nos veículos ciclo diesel, redução na importação de petróleo e derivados, exportação de créditos de carbono relativos ao (Protocolo de Kyoto) Efeito Estufa, portanto, dinamização da economia interna com reserva do fluxo de capitais no setor de combustível para motores ciclo diesel, que inclui os grupos geradores e as UTE`s em barcaças que serão alugadas.

Os desafios e as oportunidades são complementos no caso do biodiesel, pois o Brasil consome anualmente cerca de 36 bilhões de litros de óleo diesel, sendo 10% importados já refinados e outros 20% refinados aqui, do petróleo importado, enquanto a produção de óleos vegetais é de 3,5 bilhões de litros.

Ao considerar que o agronegócio está focado nos mercados alimentícios e químicos, cujas especificações devem permitir o consumo humano, todos os fertilizantes, defensivos e reagentes devem ser nobres e, portanto, caros. Além de para o mercado de combustível isto não ser necessário, não é conveniente criar um núcleo competitivo com a produção de alimentos.

O ideal é serem desenvolvidas plantações para este fim, usando componentes mais baratos e obtendo ganho de escala, pois para substituir o diesel importado já refinado é necessário dobrar a produção de oleaginosas, gerando emprego e renda no campo, e todas mas externalidades positivas. Isto pode ser começado já, para termos resultados em um ano, na próxima safra, além de podermos fazer com que nossos resíduos sejam usados como combustível.

Protocolo de Kyoto

O mercado de créditos de carbono, previsto no Protocolo de Kyoto, já vem realizando algumas operações, mesmo sem a adesão da Rússia. A vantagem consiste, basicamente, em financiar empreendimentos que contribuam para reduzir a emissão de gases causadores do efeito estufa tais como o gás carbônico e o enxofre, dentre outros.

Assim, os empreendimentos são financiados em condições especiais, como estímulo à sua contribuição para a melhoria das condições ambientais do Planeta.

Para os empreendimentos, as vantagens são, portanto, indiscutíveis. Sob o ponto de vista do País, abre-se uma nova fonte de financiamento do processo de desenvolvimento, em condições muito vantajosas, permitindo que o Governo redirecione recursos para outras áreas prioritárias, como educação, saúde, infra-estrutura e assim por diante.

Não se pode deixar de mencionar, também, o impacto favorável sobre a imagem do País no exterior, na medida em que projetos brasileiros sejam beneficiados com número crescente de financiamentos no âmbito do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo.

A atenção ao meio ambiente é uma das formas mais eficazes de projetar o nome de um país no cenário internacional, diante da visibilidade e da importância crescente do tema ambiental.

A adesão da Rússia ao Protocolo de Kyoto, que permitirá sua entrada em vigor a partir de 16 de fevereiro de 2005 representa, a um só tempo, o fortalecimento do mercado de carbono e um indicador indiscutível sobre a importância crescente com que a comunidade internacional vem tratando da questão ambiental. Cabe assinalar, a propósito, que a Rússia, embora tenha se negado, inicialmente, a assinar o Protocolo, acabou decidindo mudar seu posicionamento diante das repercussões negativas que vinha recolhendo no cenário internacional.

Fonte: www.geocities.com/www.regiaodosvales.com.br/www.br.com.br/www.encyclopedia.com/www.biodiesel.gov.br

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Efeito La Niña

PUBLICIDADE Efeito La Niña – O que é Tradicionalmente, La Niña tem recebido menos atenção do que …

Poluição Industrial

PUBLICIDADE Muitos processos de fabricação industrial usam ou produzem produtos químicos que podem prejudicar a …

Biotecnologia Ambiental

Biotecnologia Ambiental

PUBLICIDADE Definição A biotecnologia ambiental, em particular, é a aplicação de processos para a proteção e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.