Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Fenômenos Físicos e Químicos  Voltar

Fenômenos Físicos e Químicos

 

Nosso ensino é baseado no exame e observações de substâncias e fenômenos químicos, suas estruturas e propriedades e reações entre substâncias.

Por volta do ano 1770 Lavoisier voltou sua atenção seriamente a fenômenos químicos.

Fenômenos físicos e químicos estão envolvidos na revolta de pedras e montanhas que regem o contorno dos continentes do mundo.

Daí biologia chegou a ser considerado como um compartimento de física e química, para a vida em si era nada além de um fenômeno físico ou químico complexo.

Uma vez que todos os fenômenos químicos pode ser explicado pela física, química é um subconjunto da física?

Meio que sim, mas realmente não.

Há um número finito de "leis da natureza" (realmente uma única formulação das leis da natureza). No entanto, tentando resolver todos os fenômenos, iniciando com essas leis é impraticável e em muitos casos realmente impossível.

Afinal, você quer usar as ferramentas certas para o trabalho. Você não precisa entender a gravidade quântica para fazer sopa de frango. Você não deve olhar para a física de partículas elementares para explicar a química orgânica. Da mesma forma você não deve usar a química para entender a sociologia.

Se o fenômeno não modifica a composição da matéria, dizemos que ocorre um fenômeno fisico.

No fenômeno físico a composição da matéria é preservada, ou seja, permanece a mesma antes e depois da ocorrência do fenômeno.

Exemplos de fenômenos físicos são:

Um papel que é rasgado quando submetido a uma força.
Um ímã que atrai a limalha de ferro devido á força magnética.
O gelo que derrete se transformando em água liquida ao absorver calor do meio.
Um bloco de cobre que é transformado em tubos, chapas e fios.

Fenômeno químico

Se o fenômeno modifica a composição da matéria, ou seja, a matéria se transforma de modo a alterar completamente sua composição deixando de ser o que era para ser algo diferente, dizemos que ocorreu um fenômeno químico.

No fenômeno químico, a composição da matéria é alterada, sua composição antes de ocorrer o fenômeno é totalmente diferente da que resulta no final.

Exemplos de fenômenos químicos são:

Um papel que é queimado.
Uma palhinha de aço que enferruja.
O vinho que é transformado em vinagre pela ação da bactéria Acetobacter aceti.
O leite que é transformado em coalhada pela a ação dos microorganismos Lactobacillus bulgaricus e Streptococcus themophilus.

Fenômenos Físicos e Químicos

Fenômenos Físicos e Químicos

Fenômenos Físicos e Químicos
Açúcar sendo aquecido

Fenômenos Físicos e Químicos
Dissolução de um comprimido efervescente em água

Fenômenos Físicos e Químicos

Fenômenos Físicos e Químicos
Queima de papel

Fenômenos Físicos e Químicos
Prego enferrujado
(ferro + oxigênio)

Fenômenos Físicos e Químicos
Queima da parafina

Fenômenos Físicos e Químicos
Leite transformado em coalhada pela ação de microorganismos

Fenômeno físico

A composição da matéria é preservada, ou seja, permanece a mesma antes e depois do fenômeno embora possa ter sua aparência modificada.

Fenômenos Físicos e Químicos
Todas as mudanças de estado

Fenômenos Físicos e Químicos
Imã atraindo limalha de ferro

Fenômenos Físicos e Químicos
Estados físicos da matéria

Fenômenos Físicos e Químicos
A naftalina passa diretamente do estado sólido para o gasoso, ou seja, sublima

Fenômenos Físicos e Químicos
Nas erupções vulcânicas, muitas rochas sofrem transformaçõ es químicas, mas também há alteração no estado físico

Matéria

Sempre que a matéria sofre uma transformação qualquer, dizemos que ela sofreu um fenômeno, que pode ser físico ou químico.

Portanto, quando pensarmos em fenômenos devemos lembrar-nos de transformação, modificação, mudança. A que nível ocorre tal transformação é o que determina como poderemos chamá-la.

Um fenômeno físico ocorre sem que a substância transforme-se em outra substância, ou seja, não ocorre modificação no conteúdo da matéria, já um fenômeno químico é aquele que ocorre com a transformação de substância numa nova substância (ocorre modificação no conteúdo da matéria ).

Portanto, em um fenômeno físico, as substâncias existentes antes e depois da transformação são as mesmas. Em um fenômeno químico, as substâncias existentes antes são diferentes das existentes depois da transformação.

A evaporação do álcool é um fenômeno físico: o álcool líquido passa para a forma de vapor.

O azedamento do vinho é um fenômeno químico: o vinho é transformado em vinagre. O álcool existente no vinho é transformado em ácido acético, principal constituinte do vinagre.

Substâncias

Uma substância sofre transformação física, quando não há alteração na sua constituição (ou natureza) atômica.

Exs: as mudanças de estado são transformações físicas, a dissolução do sal, ou açúcar, na água, bem como a recuperação de ambos por evaporação da água, são fenômenos físicos, a mudança da cor do ferro durante seu aquecimento ou a fragmentação do giz, quando atritado no quadro-negro, também são fenômenos físicos, etc.

Uma substância sofre transformação química, quando há alteração na sua natureza atômica, o que impede a recuperação da substância (por métodos elementares).

Exs: combustões, decomposições, digestões, cozimentos, etc. Todos esses fenômenos recebem o nome de reações químicas.

Assim, na queima do álcool, há reação química entre o álcool e o oxigênio do ar.

Veja outros exemplos de fenômenos químicos:

Combustões do gás-de-rua, da gasolina, do querosene, do óleo diesel, do acetileno, do hidrogênio, etc
As explosões, como a do gás grisu
O fenômeno da fotossíntese, no qual o gás carbônico e a água da chuva são transformados em alimentos
A formação de ferrugem (reação entre o ferro e o oxigênio
A digestão dos alimentos e a fabricação de sabão, que consiste em aquecer gordura com soda-cáustica.

Fenômeno é toda e qualquer transformação que ocorre com a matéria, podendo basicamente ser classificado em físico ou químico.

O termo fenômeno se aplica a qualquer modificação na natureza, que se encontra em permanente transformação, sob a ação de agentes físicos e químicos.

Quando esta modificação ocorre sem provocar alteração nas características das substâncias iniciais, ou seja, sem que haja o aparecimento de novas substâncias o fenômeno é considerado físico.

Em nível molecular, uma mudança física não provoca a formação de nova substância. Ao contrário, as moléculas que estão presentes antes e depois da mudança são as mesmas, mas a disposição de umas moléculas em relação às outras(como as que estão mais afastadas num gás ou mais agrupadas num sólido) é diferente.

FENÔMENO FÍSICO

É todo fenômeno que ocorre sem que haja a formação de novas substâncias.

São fenômenos físicos: a queda de um corpo, a reflexão da luz em um espelho, a dilatação dos corpos, a evaporação do álcool, a fusão do gelo, etc.

As mudanças de estado físico sofridas pelas substâncias são fenômenos físicos.

FENÔMENO QUÍMICO

É todo fenômeno que ocorre com a formação de novas substâncias.

São fenômenos químicos: a combustão do álcool, o enferrujamento do ferro, a respiração dos seres vivos, a fotossíntese realizada pêlos vegetais clorofilados, etc.

Os fenômenos químicos são também denominados REAÇÕES QUÍMICAS.

As reações químicas são representadas graficamente por meio de EQUAÇÕES QUÍMICAS.

Fonte: br.geocities.com/www.scribd.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal