Breaking News
Home / Química / Ionização

Ionização

Definição

PUBLICIDADE

Processo físico-químico de obtenção de partículas eletricamente carregadas denominadas de íons. Um átomo em seu estado fundamental, eletricamente neutro, o número de elétrons é igual ao número de prótons.

Exemplos:

Átomo de sódio (Na) no estado fundamental: possui 11 prótons e 11 elétrons;

Átomo de clore (Cl) no estado fundamental: possui 17 prótons e 17 elétrons;

Um átomo eletricamente carregado, o número de elétrons na eletrosfera é maior, ou menor, que a quantidade de prótons no núcleo. A essa variação da carga eletrônica no átomo, chamamos de ionização.

Exemplos:

Íon de Na: possui 11 prótons e 10 elétrons;

Íon de Cl: possui 17 prótons e 18 elétrons;

Para entender melhor como isso ocorre, temos que nos apoiar em outros conceitos muito importantes.

Energia de Ionização (E.I)

Por definição, temos: é a energia mínima necessária para retirar um elétron de maior energia de um átomo isolado em seu estado gasoso.

Os elementos com baixa E.I apresentam maior tendência em perder um elétron formando cátions, partículas positivamente carregadas e conduzem eletricidade, o que exige que em um sólido os elétrons estejam livres para se mover na estrutura.

Exemplo:

Para um átomo genérico:

X(g)   X+(g) + 1e  (primeira E.I)

X+(g) → X2+(g)  + 1e  (segunda E.I)

X2+(g) → X3+(g)  + 1e  (terceira E.I)

Para o Na, temos:

(1) Na(g) → Na+(g) + 1e–  E.I = 497,4 kJ.mol-1

(2) Na+(g) → Na2+(g) + 1eE.I = 4560 kJ.mol-1

A primeira energia de ionização é a quantidade necessária de energia para retirar o primeiro elétron, a segunda energia de ionização é a quantidade necessária de energia para retirar o segundo elétron que se encontra em um nível energético mais próximo ao núcleo, e assim por diante. Nota-se no nosso exemplo que a energia necessária para remover o segundo elétron do íon Na+ é maior que a requerida no primeiro caso. A medida que o raio iônico é menor, a energia de ionização necessária para retirar o elétron de camadas mais próximas do núcleo é maior.

Ionização

Pelo gráfico podemos perceber que com o aumento do tamanho do átomo a energia de ionização é menor.

Afinidade Eletrônica

Por definição, temos: é a energia liberada quando um átomo no estado gasoso recebe um elétron. É a medida de atração que um átomo possui em atrair um elétron para si.

Elementos com alta E.I e alta afinidade eletrônica apresentam tendência a receber um elétron. Quando o número de elétrons aumenta, o íon resultante é carregado negativamente, formando uma partícula negativa chamada de ânion. Portanto, podemos resumir:

Ionização

Eletronegatividade

Segundo Linus Pauling (1901 a 1994), “eletronegatividade é o poder de um átomo em uma molécula atrair elétrons para si”,em uma ligação química. Basicamente, o átomo mais eletronegativo tem o poder de atração maior em manter para si um par de elétrons na formação de uma ligação química.

Distribuição Eletrônica em Íons

O átomo de Fe em seu estado fundamental possui 26 prótons e 26 elétrons. Aplicando a distribuição eletrônica temos: 1s22s22p63s23p63d6 4s2.

Para a formação do cátion de Fe3+ retira-se três elétrons das camadas mais externas, ou seja, 2 elétrons do subnível 4s e 1 elétron do subnível 3d. Logo: para o cátion Fe3+ a configuração eletrônica é: 1s22s22p63s23p63d5, 26 prótons e 23 elétrons.

Para a formação do ânion O2- que possui 8 prótons e 10 elétrons, a configuração do O no estado fundamental é: 1s22s22p4, 8 prótons e 8 elétrons. Para obter o ânion O2-, adiciona-se 2 elétrons no subnível 2p. Desse modo: 1s22s22p6

As compreensões desses conceitos são fundamentais para entendermos as propriedades químicas dos elementos, quais os tipos de ligações entre os átomos, a formação de diferentes compostos e materiais e a atração e repulsão entre diferentes elementos da tabela periódica.

Exercícios Resolvidos

1) Para melhorar a tenacidade, a resistência à corrosão e também a resistência mecânica, costuma-se colocar vanádio como constituinte do aço. Dê a configuração eletrônica nos subníveis de energia do íon V2+ (Z = 23).

Resolução:

A configuração eletrônica do átomo de Vanádio no estado fundamental é:

1s22s22p63s23p63d34s2, 23 prótons, 23 elétrons.

O cátions V2+ cede três elétrons do subnível 4s. Portanto:

1s22s22p63s23p63d3, 23 prótons, 21 elétrons.

2) Qual das duas espécies possui maior energia de ionização, potássio (K) ou iodo (I)? Justifique.

Resolução:

O K é um metal da família 1A, tem baixa energia de ionização porque a tendência desse elemento é ceder elétrons a medida que um átomo de alta afinidade eletrônica requerer em uma reação, forma um cátion K+, o iodo encontra-se na família 7A, é mais eletronegativo, isso significa que esse elemento exerce maior força de atração para atrair o elétron da camada mais externa do K.

 Bons estudos!

David Pancieri Peripato

Veja também

Álcool Isopropílico

PUBLICIDADE Definição O isopropanol é um líquido claro, incolor e volátil. Também é comumente conhecido …

Serotonina

Serotonina

PUBLICIDADE Definição de Serotonina A Serotonina é um neurotransmissor que está envolvido na transmissão de …

Untitled-3

Recristalização

PUBLICIDADE Definição A recristalização, também conhecida como cristalização fracionada, é um procedimento para purificar um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.