Breaking News
Home / Química / Cátodo

Cátodo

PUBLICIDADE

Um cátodo é um eletrodo de metal carregado negativamente a partir do qual a corrente convencional viaja em um dispositivo elétrico polarizado.

Atrai carga positiva ou cátions.

O comportamento do cátodo é o oposto ao de um ânodo.

Em um dispositivo elétrico polarizado, um cátodo é considerado o doador de elétrons ou a fonte de elétrons.

O que é

Um cátodo é um eletrodo através do qual a corrente elétrica sai de um dispositivo elétrico polarizado.

O seu oposto é o ânodo, através do qual a corrente elétrica entra no dispositivo elétrico.

Íons carregados positivamente, chamados cátions, movem-se em direção ao cátodo, enquanto íons carregados negativamente, chamados ânions movem-se em direção ao ânodo.

Em dispositivos que fornecem energia, como descarregar baterias, o cátodo é carregado positivamente, mas em dispositivos que consomem energia, incluindo recarregar baterias, é carregado negativamente.

Na química, um cátodo é o eletrodo de uma célula eletroquímica na qual ocorre redução ou ganho de elétrons.

Se a célula eletroquímica é eletrolítica, ou seja, é fornecida energia elétrica para decompor os compostos químicos, seu cátodo é negativo.

No tipo oposto de célula eletroquímica, a célula galvânica, as reações químicas causam a liberação de energia elétrica e ela se torna positiva.

Polaridade negativa deve ser aplicada ao cátodo de uma célula eletrolítica para conduzir as reações químicas desejadas. Em uma célula galvânica, por outro lado, um pólo positivo deve ser conectado para concluir o circuito.

Os elétrons emitidos pelo ânodo retornam à célula através do cátodo quando o circuito está completo.

Em física e eletrônica, um cátodo é o eletrodo responsável pela emissão de elétrons no dispositivo, fazendo com que ele funcione. Os elétrons emitidos livremente podem ser derivados de várias maneiras, seja através do calor ou da energia da luz ou através de um forte campo eletromagnético externo. O último método de condução da emissão de elétrons é conhecido como emissão de elétrons de campo, e os cátodos envolvidos são chamados de cátodos frios.

Embora possam operar em altas temperaturas, os cátodos frios são diferenciados da variedade “quente”, porque não são diretamente aquecidos para gerar a emissão de elétrons.

Os cátodos quentes, também conhecidos como filamentos, são muito mais comuns na eletrônica moderna.

Os cátodos que derivam sua energia da luz são alimentados por emissão fotoelétrica e usados em aplicações fotovoltaicas ou de energia solar.

Diferentes tipos de metal possuem eletrodos adequados a diferentes métodos de fornecimento de energia elétrica.

Cátodo – eletrodo

Um cátodo é o eletrodo metálico através do qual a corrente flui em um dispositivo elétrico polarizado.

Por outro lado, um ânodo é o eletrodo de um dispositivo elétrico polarizado através do qual a corrente flui de um circuito externo.

Os cátodos recebem seu nome de cátions (íons carregados positivamente) e ânodos de ânions (íons carregados negativamente).

Em um dispositivo que usa eletricidade, o cátodo é o eletrodo carregado negativamente.

Tais dispositivos incluem diodos, tubos de vácuo, tubos de raios catódicos, osciloscópios, células eletrolíticas na produção de hidrogênio e células de bateria secundárias em baterias recarregáveis.

No entanto, em um dispositivo que produz energia, o cátodo é o terminal positivo, devido ao fluxo de elétrons sendo revertido. Esses dispositivos incluem células galvânicas e baterias não recarregáveis de célula primária, bem como células de bateria secundária (recarregáveis) quando a energia dentro da bateria está sendo consumida.

Em muitas aplicações, uma vez que o cátodo ganha elétrons para produzir corrente, ele gradualmente ganha massa dos cátions que atrai.

Resumo

Catodo, terminal negativo ou eletrodo através do qual os elétrons entram em uma carga de corrente direta, como uma célula eletrolítica ou um tubo de elétrons, e o terminal positivo de uma bateria ou outra fonte de energia elétrica pela qual eles retornam.

Este terminal corresponde em eletroquímica ao terminal no qual a redução ocorre.

Dentro de um tubo de descarga de gás, os elétrons se afastam do cátodo, mas os íons positivos (portadores de corrente) viajam em direção ao cátodo.

Célula eletrolítica

Fonte: www.techopedia.com/chemistry.stackexchange.com/www.wisegeek.org/www.dictionary.com/www.corrosionpedia.com/www.qrg.northwestern.edu

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Xileno

PUBLICIDADE Definição O termo xileno refere-se a um grupo de três derivados de benzeno, cada …

Processo Químico

PUBLICIDADE Definição de Processo Químico Os processos químicos, físicos e biológicos podem ser vistos como reações …

Ânodo

Ânodo

PUBLICIDADE Definição de Ânodo O ânodo é onde as espécies são oxidados. O ânodo é um eletrodo carregado positivamente pelo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.