Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Química / Propriedades Periódicas dos Elementos Químicos

Propriedades Periódicas dos Elementos Químicos

PUBLICIDADE

Propriedades Periódicas dos Elementos Químicos
Propriedades da Tabela Periódica

Os elementos da tabela periódica são dispostos em ordem crescente de número atômico.

Todos estes elementos exibir várias outras tendências e podemos usar a formação da lei e da tabela periódica prever suas propriedades químicas, físicas e propriedades atômicas.

A compreensão dessas tendências é feito através da análise dos elementos de configuração de elétrons; todos os elementos prefere uma formação octeto e vai ganhar ou perder elétrons para formar essa configuração estável.

A tabela periódica

A tabela periódica é organizado de acordo com propriedades periódicas em termos de energia de ionização, eletronegatividade, raio atômico, afinidade eletrônica, e caráter metálico.

A tabela periódica organiza os elementos por propriedades periódicas, que são tendências recorrentes nas características físicas e químicas.

Estas tendências pode ser previsto simplesmente examinando a tabela periódica e pode ser explicada e compreendida através da análise das configurações de electrões dos elementos.

Os elementos tendem a ganhar ou a perder electrões de valência para conseguir a formação de octeto estável.

Octetos estáveis são vistos nos gases inertes ou gases nobres, do grupo VIII da tabela periódica.

Em adição a esta atividade, há duas outras tendências importantes.

Em primeiro lugar, os elétrons são adicionados um de cada vez se movendo da esquerda para a direita em um período. Quando isso acontece, os elétrons da camada mais externa experiência cada vez mais forte atração nuclear, de modo que os elétrons se tornar mais perto do núcleo e mais ligado a ele.

Em segundo lugar, se movendo para baixo uma coluna na tabela periódica, os elétrons mais externos tornam-se menos fortemente ligado ao núcleo. Isso acontece porque o número de cheias níveis de energia principais (que protegem os elétrons da camada externa de atração para o núcleo) aumenta para baixo dentro de cada grupo.

Estas tendências explicam, a periodicidade observada nas propriedades elementares de raio atômico, energia de ionização, afinidade eletrônica, e eletronegatividade .

Raio atômico

O raio atômico de um elemento é metade da distância entre os centros de dois átomos do referido elemento que está apenas tocar uns aos outros. Geralmente, o raio atômico diminui ao longo de um período da esquerda para a direita e para baixo aumenta a um determinado grupo. Os átomos com os maiores raios atômicos estão localizados no Grupo I e na parte inferior de grupos.

Movendo-se da esquerda para a direita em um período, os elétrons são adicionados um de cada vez para o shell de energia externa. Elétrons dentro de uma concha não pode se proteger um ao outro a partir da atração para prótons. Uma vez que o número de prótons também está aumentando, os efetivos aumentos de carga nuclear em todo um período. Isso faz com que o raio atômico diminua.

Descendo um grupo na tabela periódica , o número de elétrons e cheios os reservatórios de elétrons aumenta, mas o número de elétrons de valência permanece a mesma. Os electrões externo de um grupo estão expostos à mesma carga nuclear eficaz , mas electrões encontram-se mais longe do núcleo como o número de conchas cheias de energia aumenta. Portanto, aumentar o raio atômico.

Energia de ionização

A energia de ionização, ou ionização potencial, é a energia necessária para remover completamente um electrão de um átomo gasoso ou ião. O mais perto e mais ligado do elétron para o núcleo, mais difícil será para remover, e quanto maior a sua energia de ionização será.

A primeira energia de ionização é a energia necessária para remover um de electrões do átomo de pai.

A segunda energia de ionização é a energia necessária para remover um segundo electrão de valência do ião monovalente para formar o ião divalente, e assim por diante. Energias de ionização sucessivas aumentam. A segunda energia de ionização é sempre maior do que a primeira energia de ionização.

Energias de ionização aumentam se movendo da esquerda para a direita em um período (diminuindo o raio atômico).

Energia de ionização diminui se movendo para baixo em um grupo (aumentando raio atômico).

Elementos do grupo têm energias de ionização baixas porque a perda de um elétron forma um octeto estável.

Afinidade de electrões

Afinidade de electrões reflecte a capacidade de um átomo de aceitar um electrão. É a mudança de energia que ocorre quando um electrão é adicionado a um átomo gasoso. Átomos com carga nuclear efetiva mais forte tem uma maior afinidade eletrônica. Alguns podem ser feitas generalizações sobre as afinidades eletrônicas de certos grupos na tabela periódica.

Os elementos do Grupo IIA, as terras alcalinas , têm valores de afinidade de elétrons de baixa. Estes elementos são relativamente estáveis, porque eles têm enchido s subshells.

Grupo elementos VIIa, os halogênios, têm afinidades elevadas de elétrons porque a adição de um electrão a um átomo de resultados em um escudo completamente cheio.

Grupo elementos VIII, gases nobres, têm afinidades eletrônicas próximos de zero, uma vez que cada átomo possui um octeto estável e não vai aceitar um elétron prontamente.

Elementos de outros grupos têm afinidades baixas de elétrons.

Em um período, o halogênio terá a maior afinidade de electrões, ao passo que o gás nobre terá o menor afinidade de electrões. A afinidade eletrônica diminui se movendo para baixo um grupo porque um novo elétron seria ainda mais a partir do núcleo de um grande átomo.

Eletronegatividade

Eletronegatividade é uma medida da atração de um átomo para os elétrons em uma ligação química. Quanto maior a eletronegatividade de um átomo, maior sua atração para os elétrons de ligação.

Eletronegatividade está relacionada com a energia de ionização. Elétrons com energias de ionização baixas têm baixos eletronegatividades porque os seus núcleos não exercem uma forte força de atração sobre os elétrons. Elementos com altas energias de ionização têm altos eletronegatividades devido à forte atração exercida sobre os elétrons por núcleo.

Num grupo, a eletronegatividade diminui como número aumenta atômicas, como um resultado do aumento da distância entre os electrões de valência e núcleo ( maior raio atômico). Um exemplo de um eletropositivos (isto é, baixo electronegatividade) é elemento de césio; um exemplo de um grande elemento eletronegativo é flúor.

Propriedades periódicas e aperiódicas

Propriedades aperiódicas são aquelas cujos valores variam ( crescem ou decrescem) na medida que o número atômico aumenta e que não se repetem em períodos determinados ou regulares.

Exemplo: a massa atômica de um número sempre aumenta de acordo com o número atômico desse elemento.

As propriedades periódicas são aquelas que , na medida em que o número atômico aumenta, assumem valores semelhantes para intervalos regulares, isto é, repetem periodicamente.

Exemplo: o número de elétrons na camada de valência.

RAIO ATÔMICO: O TAMANHO DO ÁTOMO

É uma característica difícil de ser determinada.

Usaremos aqui, de maneira geral, dois fatores:

Número de níveis (camadas): quanto maior o número de níveis, maior será o tamanho do átomo.

Se os átomos comparados tiverem o mesmo número de níveis (camadas), usaremos:

Números de prótons ( número atômico Z ): o átomo que apresentar o maior número de prótons exerce uma maior atração sobre os seus elétrons, o que ocasiona uma diminuição do seu tamanho (atração núcleo-elétron).

Propriedades Periódicas dos Elementos Químicos

ENERGIA DE IONIZAÇÃO

É a energia necessária para remover um ou mais elétrons de um átomo isolado no estado gasoso.

X0(g) + energia ® X+(g) + e-

A remoção do primeiro elétron, que é o mais afastado do núcleo, requer uma quantidade de energia denominada primeira energia de ionização (1a E.I.) e assim sucessivamente. De maneira geral podemos relacionar a energia de ionização com o tamanho do átomo, pois quanto maior for o raio atômico, mais fácil será remover o elétron mais afastado (ou externo), visto que a força de atração núcleo-elétron será menor.

Generalizando:

QUANTO MAIOR O TAMANHO DO ÁTOMO, MENOR SERÁ A PRIMEIRA ENERGIA DE IONIZAÇÃO

Logo, a 1a E.I. na tabela periódica varia de modo inverso ao raio atômico.

Propriedades Periódicas dos Elementos Químicos

Unidades utilizadas para a energia de ionização:

eV —————————- elétron-volt

Kcal / mol ——————–quilocaloria por mol

KJ / mol ——————– -quilojoule por mol

AFINIDADE ELETRÔNICA ou ELETROAFINIDADE

É a energia liberada quando um átomo isolado, no estado gasoso, “captura” um elétron.

X0(g) + e- ® X-(g) + energia

Propriedades Periódicas dos Elementos Químicos

Quanto menor o tamanho do átomo, maior será sua afinidade eletrônica.

Infelizmente, a medida experimental de afinidade eletrônica é muito difícil e, por isso, seus valores são conhecidos apenas para alguns elementos químicos. Além disso essa propriedade não é definida para os gases nobres.

ELETRONEGATIVIDADE

É a forca de atração exercida sobre os elétrons de uma ligação.

A eletronegatividade dos elementos não é uma grandeza absoluta, mas, sim, relativa. Ao estudá-la, na verdade estamos comparando estamos comparando a força de atração exercida pelos átomos sobre os elétrons de uma ligação.

Essa força de atração tem uma relação com o RAIO ATÔMICO: Quanto menor o tamanho de um átomo, maior será a força de atração, pois a distância núcleo-elétron da ligação é menor. Também não é definida para os gases nobres.

Propriedades Periódicas dos Elementos Químicos

ELETROPOSITIVIDADE ou CARÁTER METÁLICO

Eletropositividade é a capacidade de um átomo perder elétrons, originando cátions.

Os metais apresentam elevadas eletropositividades, pois uma de suas características é a grande capacidade de perder elétrons. Entre o tamanho do átomo e sua eletropositividade, há uma relação genérica, uma vez que quanto maior o tamanho do átomo, menor a atração núcleo-elétron e, portanto, maior a sua facilidade em perder elétrons. Também não está definida para os gases nobres.

Propriedades Periódicas dos Elementos Químicos

REATIVIDADE

A reatividade de um elemento químico está associada à sua maior ou menor facilidade em ganhar ou perder elétrons. Assim, os elementos mais reativos serão tantos os metais que perdem elétrons com maior facilidade, quanto os ametais que ganham elétrons com maior facilidade.

Propriedades Periódicas dos Elementos Químicos

Pela figura podemos observar que:

a) entre os metais, o mais reativo é o frâncio (Fr)
b)
entre os ametais, o mais reativo é o flúor (F).

PROPRIEDADE FÍSICAS DOS ELEMENTOS

As propriedades físicas são determinadas experimentalmente, mas, em função dos dados obtidos, podemos estabelecer regras genéricas para sua variação, considerando a posição do elemento na tabela periódica.

DENSIDADE

Num período: A densidade cresce das extremidades para o centro
Numa família:
A densidade cresce de cima para baixo.

Esquematicamente, podemos representar por:

Propriedades Periódicas dos Elementos Químicos

Assim, os elementos de maior densidade estão situados na parte central e inferior da tabela, sendo o Ósmio (Os) o elemento mais denso (22,5 g/cm3).

*** A tabela apresenta densidade obtida a 0 C e 1 atm.

PONTO DE FUSÃO (PF) e PONTO DE EBULIÇÃO (PE)

PONTO DE FUSÃO: É temperatura na qual uma substância passa do estado sólido para o estado líquido.

PONTO DE EBULIÇÃO: É temperatura na qual uma substância passa do estado líquido para o estado gasoso.

Na família IA (alcalinos) e na família IIA (alcalinos terrosos), IIB, 3A, 4A, os elementos de maior ponto de fusão (PF) e ponto de ebulição (PE) estão situados na parte superior da tabela.

De modo inverso, nas demais famílias, os elementos com maiores PF e PE estão situados na parte inferior.

Nos períodos, de maneira geral, os PF e PE crescem da extremidades para o centro da tabela.

Esquematicamente podemos representar por:

Propriedades Periódicas dos Elementos Químicos

Entre os metais o tungstênio (W) é o que apresenta o maior PF: 5900 ° C.

Uma anomalia importante ocorre com o elemento químico carbono (C),um ametal: Ele tem uma propriedade de originar estruturas formadas por um grande número de átomos, o que faz com que esse elemento apresente elevados pontos de fusão ( PF =3550 ° C).

Fonte: chemwiki.ucdavis.edu/chemistry.about.com/br.geocities.com

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Dopamina

PUBLICIDADE A dopamina é um neurotransmissor, uma das substâncias químicas responsáveis ​​pela transmissão de sinais …

Antagonista

PUBLICIDADE Um antagonista do receptor é um tipo de ligante receptor ou droga que bloqueia …

Agonista

Definição PUBLICIDADE Um agonista é uma molécula que pode se ligar e ativar um receptor …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+