Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Química / Solidificação e Fusão

Solidificação e Fusão

PUBLICIDADE

 

Solidificação e Fusão
Solidificação e Fusão
Quando um objeto se derrete, a temperatura permanece constante

O que faz o gelo derreter?

Suponha que você segure um cubo de gelo em sua mão. Ela sente frio, porque a energia do calor deixa sua mão e entra no cubo de gelo.

O que acontece com o cubo de gelo?

Ele derrete.

No entanto, a temperatura durante uma mudança de fase permanece constante. Assim, o calor que está sendo perdido por um lado não aumenta a temperatura do gelo acima da sua temperatura de fusão de 0 ° C. Em vez disso, todo o calor vai para a mudança de estado. A energia é absorvida durante o processo de mudança do gelo na água. A água que é também produzida permanece a 0 ° C até todo o gelo é derretido.

Calores de fusão e solidificação

Todos os sólidos absorvem o calor à medida que se tornam líquidos a derretem. O ganho de calor no presente processo endotérmico vai para alterando o estado em vez de alterar a temperatura.

O calor molar de fusão (Solidificação e FusãoHfus) de uma substância é o calor absorvido por uma mole de essa substância, uma vez que é convertido de um sólido para um líquido. Uma vez que a fusão de qualquer substância absorve calor, segue-se que o congelamento de qualquer substância libera calor. O calor molar de solidificação (é o calor libertado por uma mole de uma substância como ele é convertido a partir de um líquido para um sólido. Uma vez que a Solidificação e FusãoHsólido) de uma substância fusão e a solidificação de uma dada substância são os processos exatos opostos, o valor numérico do calor molar de fusão é o mesmo que o valor numérico do calor molar de solidificaçãomas de sinal oposto.

Em outras palavras, Solidificação e FusãoHfus = -?Hsólido.

Solidificação e Fusão – O que é

Solidificação e Fusão
Solidificação e Fusão

Em física e química, a congelação é o processo pelo qual um líquido transforma-se num sólido. O ponto de congelação é a temperatura à qual isto acontece.

Ne fusão, o processo de transformação de um sólido para um líquido, é o oposto do congelamento.

Para a maioria das substâncias, os pontos de fusão e de congelação são iguais.

A substância pura irá congelar a uma temperatura igual a seu ponto de fusão Por exemplo água se transforma em gelo a O graus celcius

Congelação, ou solidificação, é uma fase de transição em que um líquido transforma-se num sólido quando a sua temperatura é reduzida abaixo do seu ponto de congelação

A quantidade de calor absorvida por um sólido de fusão é exatamente a mesma que a quantidade de calor perdido quando os líquidos solidificam.

Solidificação e Fusão – Estado da Matéria

Mudanças do Estado Físico da Matéria

Com o aumento do calor, os corpos tendem a mudar seu estado físico: alguns sólidos transformam-se em líquidos (liquefação), líquidos se transformam em gases (gaseificação) e há sólidos que se transformam diretamente em gases (sublimação). Isso se deve ao fato de que o calor faz com que haja maior espaço entre as moléculas e estas, separando-se, mudam o estado físico da matéria. No gelo, as moléculas vibram pouco e estão bem juntas. Com o calor, elas adquirem velocidade e maior espaçamento, transformando um sólido (gelo) em líquido (água).

Mudanças do Estado Químico da Matéria

Mudança química é aquela em que ocorre a transformação de uma substância em outra. A madeira, quando aquecida, não libera moléculas de madeira em forma de gases, e sim outros gases, diferentes, em sua composição, das moléculas originais da madeira. Essas moléculas são menores e mais simples, por isso têm grande capacidade de se combinar com outras moléculas (por exemplo as de oxigênio). Podem também ser produzidos outros gases venenosos ou até explosões.

Solidificação e Fusão
Estado da Matéria

A matéria pode existir em três formas

Gás, líquido ou sólido.

No gás, as moléculas se movem livremente em linha reta, chocando-se umas com as outras e contra as paredes do recipiente. No líquido, as moléculas ficam muito próximas uma da outra, porém podem mover-se com certa facilidade, como um menino que avança numa multidão. No sólido, cada molécula tem uma posição fixa em tôrno da qual pode apenas vibrar, isto é, mover-se muito puco para um lado e para outro. Neste capítulo você aprenderá sôbre a quantidade de calor necessária para derreter um sólido como o gêlo e sôbre o calor libertado quando um líquido congela.

O gêlo funde e a água solidifica à mesma temperatura

Solidificação e Fusão

Se você pudesse ver as moléculas de um pedaço de gêlo que foi respriado até próximo do zero absoluto, você verificaria que elas se agitam muito pouco. Se a temperatura do gêlo fôsse aumentada gradativamente, suas moléculas vibrariam cada vez mais vigorosamente, deslocando-se de distâncias maiores para um lado e para o outro. Suas energias cinéticas aumentariam à medida que o gêlo absorvesse calor. Quando a temperatura chegasse a 0ºC, algo diferente ocorreria. As moléculas vibrariam tão vigorosamente que venceriam as fôrças que as prendem às moléculas vizinhas e começariam a perambular por entre as outras. Em outras palavras, o gêlo se fundiria. Imagine, agora, o que acontece quando você esfria cada vez mais um pouco de água. As moléculas se movem cada vez mais vagarosamente e sua energia decresce. Quando a temperatura atinge 0ºC elas perambulam tão vagarosamente que se podem prender umas as outras para formar um sólido. Em outras palavras, a água se solidifica gradualmente. Após a solidificação de tôda a água, as moléculas, que agora podem apenas vibrar, passam a mover-se mais lentamente à medida que a temperatura decresce. No zero absoluto de temperatura elas vibrariam muito pouco.

Enquanto a água está congelando ou o gêlo fundido, sua temperatura permanece no 0ºC. Tôdas as substâncias que são formadas de cristais se comportam como gêlo. À medida que suas temperaturas são elevadas suas moléculas vibram mais violentamente até que, à certa temperatura, elas escapam dos seus cristais e a substância se funde. Tôda substância cristalina funde-se e solidifica-se a uma temperatura definida.

Os plásticos não têm temperaturas definidas de fusão

Você provàvelmente se recorda de que os plásticos, como a borracha, cêra, parafina e manteiga amolecem gradualmente quando são aquecidos, e por êles podem ser moldados. Nos plásticos, algumas moléculas são prêsas mais fortemente às suas vizinhas do que outras. Os plásticos não têm pontos de fusão definidos. Assim, a manteiga se funde entre 33ºC e 39ºC.

A água se dilata quando congela

As substâncias, em sua maioria, se contraem quando solidificam, mas a água expande-se. Se você coloca uma garrafa de leite no congelador de modo que o leite solidifique, seu volume aumenta de 10 por cento (Fig. 17-1). Nos lugares muito frios, a água pode-se congelar no inverso, no radiador dos automóveis e arrebentar os canos. O mesmo pode acontecer nos encanamentos das casas. O congelamento da água fas a água dilatar-se e arrebentar os canos.

Solidificação e Fusão
O leite ao congelar-se dilata-se de cêrca de 10 por cento.

Conseqüências práticas da expansão do gêlo e de outras substâncias

É muito desagradável encontrar-se o carro numa manhã de inverno com o radiador congelado e danificado, num lugar muito frio. Isso pode ser evitado colocando na água substâncias que só a deixam congelar a temperaturas muito abaixo de 0ºC. A expansão da água ao congelar-se pode -ser, porém, muito útil.

Ela auxilia os agricultores nas regiões muito frias; isso porque a água, ao congelar-se nas rachaduras extremamente finas das rochas, as fragmenta, contribuindo para a formação de solo arável. Outro efeito é ainda mais importante. Se a água se contraísse ao solidificar, o gêlo formado na superfície dos lagos no inverno rigoroso seria mais denso que a água e iria para o fundo (Fig. 17-2). No verão seguinte o gêlo, no fundo, ficaria isolado pela água acima dêle e não fundiria. Ano após ano, mais gêlo se acumularia até que o lago todo se congelasse. O mesmo acontecendo nos mares, a maior parte da água se congelaria com perigo para a sobrevivência dos sêres vivos.

Solidificação e Fusão

(A) O gêlo flutua porque é menos denso que a água.

(B) Cêrca de nove décimos de um “iceberg” estão submersos.

Além da água, o antimônio e outras poucas substâncias dilatam-se ao solidificarem. Tipos metálicos para impressão contêm antimônio para se dilatarem e compensar a contração dos outros metais, de modo que o tipo pode ser feito derramando o metal líquido em moldes. A maioria das substâncias se contrai na solidificação (Fig. 17-3). As moedas devem ser cunhadas em moldes por compressão. Se elas fôssem feitas em moldes fixos, o metal se contrairia quando solidificado e não encheria completamente o molde, ficando com uma das faces imperfeita.

Solidificação e Fusão
A parafina se contrai quando solidifica

Como medimos o Calor

Solidificação e Fusão
Como medimos o Calor

Calor e temperatura

Você deve distinguir cuidadosamente calor de temperatura. Quantidade de calor é a energia cinética total das moléculas de um corpo, devida a seus movimentos irregulares. O calor flui dos corpos de maior temperatura para os de menor temperatura. Como você aprendeu no Capítulo 13 a diferença de temperaturas faz o calor fluir. Neste capítulo você aprenderá a medir calor.

Como medir quantidades de calor?

Tudo que, vive, desde os micróbios e insetos, até os elefantes, está continuamente usando energia. Quando você está repousando, você necessita de pouca energia alimentar. Quando você cava um buraco ou joga futebol, você necessita mais. A energia utilizada para realizar êsses trabalhos provém dos alimentos que você ingere.

Muitas pessoas em partes do Brasil, como da América Latina, África e Ásia, não são tão bem alimentadas quanto os norte-americanos e os europeus: têm fome.

Usamos energia térmica para cozinhar os alimentos, para mover os trens e navios e para fazer funcionar máquinas de certas fábricas. Se em sua casa se usa carvão ou lenha para cozinhar, sua mãe se preocupa com que deixe pouco resíduo e produza pouca fumaça. Acima de tudo ela se interessa pela energia calorífíca, que é produzida.

Como o calor é energia, nós poderíamos medir quantidades de caIor em quilogrâmetros. Em geral, usamos a caloria.

Caloria

Suponha que você deseje medir a quantidade de calor fornecida por um forno quando se queima uma certa quantidade de gás. Primeiro, imagine que você coloque nêle 1 quilograma de água em uma panela e meça o número de litros de gás necessários para aquecer a água de 10 graus centígrados. Se você repetisse a experiência, usando, porém, o dôbro dessa quantidade de água, você teria que queimar uma quantidade de gás duas vêzes maior e, portanto, produzir o dôbro da quantidade de calor do primeiro caso. O calor fornecido é diretamente proporcional ao pêso da água que você aquece. Se você aquecesse o quilograma de água a 20ºC em vez de 10ºC, você também necessitaria do dôbro da quantidade de calor. O calor necessário depende, portanto, do pêso da água e da elevação de sua temperatura.

Uma caloria (cal.) é a quantidade de calor necessária para elevar de 1 grau centígrado a temperatura de 1 grama de água. Cinqüenta calorias elevarão de 5ºC a temperatura de 10 gramas de água.

Essa unidade é também chamada de pequena caloria. Biologistas e nutricionistas usam a grande caloria, ou Quilocaloria (cal.). Uma quilocaioria é igual a 1000 pequenas calorias.

Os Inglêses e norte-americanos usam a unidade térmica britânica, a British thermal unit, abreviada Btu: é a quantidade de caIor necessária para elevar de 1 grau Farenheit a temperatiira de 1 libra de água.

Solidificação e Fusão
Calor e temperatura

A temperatura do ferro fundido nesse enorme caldeirão e a temperatura do ferro fundido que acaba de ser colocado nos pequenos moldes são iguais. Por que, então, êles não contêm a mesma quantidade de calor? Pode você citar duas razões que dão conta do fato de conter o caldeirão maior quantidade de calor?

Fonte: www.ck12.org/www4.prossiga.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Dopamina

PUBLICIDADE A dopamina é um neurotransmissor, uma das substâncias químicas responsáveis ​​pela transmissão de sinais …

Antagonista

PUBLICIDADE Um antagonista do receptor é um tipo de ligante receptor ou droga que bloqueia …

Agonista

Definição PUBLICIDADE Um agonista é uma molécula que pode se ligar e ativar um receptor …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+