Breaking News
Home / Química / Número de massa

Número de massa

PUBLICIDADE

Definição

O número de massa é um número inteiro igual à soma do número de prótons e nêutrons de um núcleo atômico.

Em outras palavras, é a soma do número de núcleons em um átomo.

O número de massa é frequentemente indicado usando uma letra maiúscula A.

O número de massa não deve ser confundido com o número atômico, (Z).

O número de massa é quase igual à massa atômica de um átomo em particular.

O que é

O número de massa de um átomo especifica o número de partículas no núcleo.

É a soma do número de prótons e nêutrons.

Na escrita científica, o número de massa geralmente está localizado na parte superior esquerda do símbolo de um átomo. Quando dado junto com o número atômico ou o número de prótons, o número de massa informa o elemento e o isótopo de um átomo.

Um átomo consiste em prótons, nêutrons e elétrons.

Prótons e nêutrons estão localizados no núcleo de um átomo e têm massas aproximadamente 1.800 vezes maiores que os elétrons mais móveis.

Prótons e elétrons têm cargas elétricas opostas; para que um átomo seja eletricamente neutro, o número de prótons deve ser igual ao número de elétrons.

Nêutrons não têm carga elétrica.

O número de prótons em um núcleo atômico determina qual elemento o átomo é.

Um átomo com oito prótons é um átomo de oxigênio, por exemplo.

O número de nêutrons em um átomo, no entanto, pode variar um pouco e permanecer o mesmo elemento; essas variedades são chamadas isótopos.

Um átomo de oxigênio pode conter oito, nove ou 10 nêutrons e ainda ser estável.

A soma do número de prótons e nêutrons fornece o número da massa.

Uma convenção é comumente usada para representar informações sobre átomos por escrito.

O símbolo de um átomo na tabela periódica indica o número atômico.

O número da massa está localizado na posição sobrescrita à esquerda do símbolo do átomo. Uma carga elétrica líquida, se presente, é escrita na posição sobrescrita à direita.

Essas três informações revelam o número total de prótons, nêutrons e elétrons, respectivamente.

A existência de diferentes isótopos é o resultado de decaimento radioativo. Uma das quatro forças fundamentais da natureza, a fraca força nuclear, faz com que os átomos liberem energia sem nenhum contato com outra matéria.

No decaimento alfa, dois prótons e dois nêutrons escapam completamente de um átomo. No decaimento beta, um nêutron pode se transformar em um próton. Nesse caso, o número de massa permanecerá o mesmo, mas o número atômico aumentará em um.

É importante distinguir o número de massa da massa atômica. O número de massa é sempre um número inteiro sem unidades associadas. A massa atômica é uma medida da massa de um átomo e deve ter unidades de massa.

Embora qualquer unidade de massa seja válida, a unidade mais comum usada para massa atômica é a unidade de massa atômica. Uma unidade de massa atômica é igual a 1.66 x 10-24 gramas.

Número de massa atômica

O átomo consiste em um núcleo pequeno, mas maciço, cercado por uma nuvem de elétrons que se movem rapidamente. O núcleo é composto de prótons e nêutrons.

O número total de prótons e nêutrons no núcleo de um átomo é chamado número de massa atômica (ou número de massa) do átomo e recebe o símbolo A.

O número de nêutrons mais o número atômico é igual ao número de massa atômica: N + Z = A.

A diferença entre o número de nêutrons e o número atômico é conhecida como excesso de nêutrons: D = N – Z = A – 2Z.

As propriedades químicas do átomo são determinadas pelo número de prótons, de fato, pelo número e disposição dos elétrons. A configuração desses elétrons segue os princípios da mecânica quântica.

O número de elétrons nas camadas de elétrons de cada elemento, particularmente a camada de valência mais externa, é o principal fator na determinação de seu comportamento de ligação química. Na tabela periódica, os elementos são listados em ordem crescente do número atômico Z.

As propriedades nucleares (massa atômica) do elemento são determinadas pelo número de prótons (número atômico) e número de nêutrons (número de nêutrons).

Por exemplo, actinídeos com número ímpar de nêutrons geralmente são físseis (fissionáveis com nêutrons lentos) enquanto actinídeos com número par nêutron geralmente não são físseis (mas são fissionáveis com nêutrons rápidos).

Núcleos pesados com um número par de prótons e um número par de nêutrons são (devido ao princípio de exclusão de Pauli) muito estáveis graças à ocorrência de ‘spin emparelhado’. Por outro lado, núcleos com um número ímpar de prótons e nêutrons são na maioria instáveis.

O número de massa atômica determina especialmente a massa atômica dos átomos. O número de massa é diferente para cada isótopo diferente de um elemento químico.

O número da massa é gravado após o nome do elemento ou como um sobrescrito à esquerda do símbolo de um elemento. Por exemplo, o isótopo mais comum de carbono é o carbono-12 ou 12C.

Fonte: chem.libretexts.org/www.thoughtco.com/www.periodic-table.org/www.wisegeek.org/energyeducation.ca/www.toppr.com/science.jrank.org

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Xileno

PUBLICIDADE Definição O termo xileno refere-se a um grupo de três derivados de benzeno, cada …

Processo Químico

PUBLICIDADE Definição de Processo Químico Os processos químicos, físicos e biológicos podem ser vistos como reações …

Cátodo

Cátodo

PUBLICIDADE Um cátodo é um eletrodo de metal carregado negativamente a partir do qual a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.