Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Biografias / Charles Augustin de Coulomb

Charles Augustin de Coulomb

Charles Augustin de Coulomb – Físico

PUBLICIDADE

Charles Coulomb foi o físico francês que desenvolveu a lei de Coulomb.

Charles Coulomb nasceu na França, na cidade de Angoulême em 14 de junho de 1736, foi sem dúvida nenhuma um dos grandes cientistas de sua época, com estudos e trabalhos que servem como base de teorias aceitas até hoje. Ele ofereceu teorias pioneiras na força encontrada entre cargas elétricas, assim como atração e repulsão magnéticas. A unidade de medida conhecida como a coulomb é nomeado em sua honra.

Estudou em Paris, tornando-se físico e engenheiro, logo após dedicou cerca de 9 anos à atividades relacionadas a engenharia militar, passando boa parte de seu tempo vivendo e desenvolvendo projetos na Martinica, onde foi nomeado como diretor da construção das fortificações. Após a Revolução Francesa regressou a Paris em 1795 sendo contratado pelo Institute de France e alguns anos depois nomeado inspetor geral do ensino.

Coulomb desenvolveu trabalhos em diversos ramos do conhecimento, dentre os quais podemos citar o cálculo estrutural sobre assuntos com fraturas e fendas em colunas e vigas, análise de arcos, dentre outros. Porém, seu grande destaque foi na eletricidade e magnetismo. Em 1785, após árduo trabalho, conseguiu obter a precisão necessária para a “balança de torção” (inventada anteriormente por John Mitchell) e mostrou que a força segundo duas cargas puntiformes se atraem, ou se repelem, varia de modo diretamente proporcional aos módulos das cargas e inversamente proporcional ao quadrado da distância que as separa (lei de força que leva seu nome em homenagem). À unidade de carga elétrica também foi atribuído seu nome.

Dentre outros, seus experimentos e trabalhos possibilitaram a determinação da constante eletrostática e base teórica para a teoria do eletromagnetismo desenvolvida por Poisson.

Morreu no dia 23 de agosto de 1806 em Paris, França.

Charles Augustin de Coulomb – Vida

Charles Augustin de Coulomb
Charles Augustin de Coulomb

Charles Augustin de Coulomb foi um físico francês mais conhecido por desenvolver a lei da física que é nomeado após ele.

A lei de Coulomb, também conhecida como lei do inverso do quadrado de Coulomb, descreve as interações eletrostáticas entre as partículas eletricamente carregadas.

Foi suas descobertas e estudos durante o final do século 18 que formaram a base para o desenvolvimento da teoria do eletromagnetismo mais tarde.

Ele fez contribuições igualmente importantes no domínio dos estudos de atrito, torções, mecânica aplicada e magnetismo.

Nascido em uma família rica, ele recebeu uma boa educação e foi um aluno muito estudioso e brilhante.

Ele se formou na Escola de Engenharia Real de Mézières (École Royale du Génie de Mézières) e realizou uma série de trabalhos de engenharia ao longo de sua vida profissional.

Ele também estava interessado em pesquisa e começou a escrever artigos sobre mecânica aplicada.

Paralelamente à sua carreira de engenharia, ele continuou seu próprio trabalho sobre o atrito e magnetismo.

Uma vez ele foi convidado a apresentar um relatório sobre a viabilidade de um canal navegável. Através de sua pesquisa, ele concluiu que o plano proposto era demasiado caro-presente irritou o burocracia francesa e ele foi penalizado. Sabendo que ele estava certo, ele se sentia decepcionado com o governo francês e decidiu investir seus esforços no estudo da física em seu lugar.

Infância e Infância

Charles Coulomb nasceu em 14 de Junho 1736, em Angouleme, França, filho de pais aristocráticos. Seu pai, Henri Coulomb trabalhou como um advogado, enquanto sua mãe Catherine Bajet veio de uma família bem estabelecida.

Ele recebeu boa educação do Collège Mazarin e no Collège de France, onde ele participou de conferências nas disciplinas de filosofia, língua, literatura, matemática, química, astronomia, etc.

Em 1758, ele foi para Paris para estudar para adquirir admissão na prestigiosa École du Genie em Mézières. Ele foi capaz de passar no vestibular após alguns meses para garantir a admissão no colégio.

Graduou-se com a patente de tenente en premier na Corps du Génie em 1761.

Carreira

Coulomb começou sua carreira como um engenheiro com o cargo de “tenente” no Corpo de Fuzileiros da Engenharia. Durante este tempo, ele trabalhou nas áreas de concepção estrutural, mecânica dos solos e assim por diante.

Ele foi enviada para Brest em primeiro lugar. Mas mais tarde, em Fevereiro de 1764 foi enviado para a Martinica, nas Antilhas. Lá, ele foi feito em custo de construir a nova Fort Bourbon que o levou muitos anos para ser concluído.

O custo total de construção de Fort Bourbon foi de seis milhões de libras, uma quantia enorme naqueles tempos. Centenas de trabalhadores foram empregados no canteiro de obras e Coulomb dirigiu-los através das várias fases de construção. Este trabalho foi muito agitado e tomou um pedágio sobre a saúde de Coulomb e ele ficou muito doente.

As habilidades de engenharia práticas que ele adquiriu durante seus projetos de construção do exército se mostrou bastante útil em seus esforços teóricos posteriores em mecânica. Ele voltou para a França em 1772 e foi enviada para Bouchain. Até agora ele também se envolveu em pesquisa e começou a escrever seus próprios artigos.

Em 1773, ele apresentou seu primeiro trabalho para a Académie des Sciences em Paris. Seu primeiro trabalho, intitulado “aplicação une Sur des règles, de maximis et minimis à quelque problèmes de statique, relatifs à l’arquitetura”, foi escrito para determinar a influência do atrito e coesão em alguns problemas estatísticos.

Seu uso do cálculo de superar várias discrepâncias em questões de engenharia altamente impressionado a Académie des Sciences e, assim, ele foi apontado como o correspondente da Bossut em 06 julho de 1774.

Em 1777, enquanto postadas em Cherbourg, escreveu e apresentou o seu mais famoso livro de memórias sobre o funcionamento de uma bússola magnética para o Grand Prix da Académie des Sciences. O papel valeu-lhe uma parte do dinheiro do prêmio Grand Prix e também contou com seus primeiros trabalhos sobre a balança de torção.

Em 1779, ele foi enviado a Rochefort em França para supervisionar a construção de um forte feita inteiramente de madeira. Aqui, ele começou a realizar experiências em atrito nos estaleiros.

Com base nesses experimentos, ele escreveu o jornal, “Théorie des Máquinas Simples (” Teoria de Simple Machines “), em 1781, pelo qual ganhou o Grand Prix da Académie des Sciences.

Em 1781, sua vida tomou um rumo para o melhor e ele foi eleito pela Académie des Sciences como o membro de sua seção mecânica. Ele mudou-se para Paris e tornou-se um consultor de engenharia e resto de sua vida devotada à física.

Ele publicou um artigo sobre a elasticidade dos fios sob estresse de torção em 1784 que levou ao estudo da balança de torção. Este estudo acabariam por ser usado para determinar a densidade de terra e também para a medição das forças de atrito e a eletricidade magnetismo.

Entre 1785 e 1791, ele escreveu sete memórias cruciais que lidavam com vários aspectos da eletricidade e magnetismo.

A Revolução Francesa começou em 1789, quando Coulomb estava profundamente envolvido com a pesquisa científica. Muitas instituições foram reorganizados e abolido. Desconfortável com a situação, Coulomb aposentado do Corpo da Engenharia em 1791 e em 1793, ele se mudou para sua casa perto de Blois, onde continuou sua pesquisa científica.

Académie des Sciences foi abolida em 1793 e foi substituído pelo Institut de France. Em dezembro de 1795, Coulomb, mais uma vez voltou a Paris, quando ele foi eleito como o membro do Institut de France.

Ele permaneceu em grande parte absorto em serviço relacionado educação entre 1802 e 1806, enquanto ele servido no cargo de inspetor geral de instrução pública.

Grandes Obras

Ele é mais conhecido por desenvolver a lei de Coulomb, que publicou pela primeira vez em 1785. Esta lei, que descreveu a interação eletrostática entre partículas eletricamente carregadas levou ao desenvolvimento da teoria do eletromagnetismo.

Vida pessoal

Charles Coulomb começou um relacionamento com Louise Françoise Leproust Desormeaux com quem teve dois filhos. Ele se casou com ela em 1802 após o nascimento de seu segundo filho.

Ele sempre tinha sido de uma saúde delicada.

Seus últimos anos foram marcados por problemas de saúde e morreu em 23 de agosto, 1806.

Charles Augustin de Coulomb – Cientista

Charles Augustin de Coulomb
Charles Augustin de Coulomb

Coulomb é o primeiro cientista que fez grandes contribuições em mecânica dos solos. As obras de pesquisa levando ao conceito do ângulo de atrito, constitui um dos mais importantes fundamentos em geotecnia.

O envelope de Mohr-Coulomb, hipótese de deslizamento entre superfícies, é conhecido por todos os geotécnicos. A partir desta pesquisa, Coulomb desenvolveu métodos para cálculo de estabilidade de taludes através da divisão das massas de solo em cunhas. Coulomb também fez grandes contribuições em cálculo estrutural e eletrônica.

A família tanto por parte do pai quanto da mãe era importante na área legal. De Angoulême, a família mudou-se para Paris e Coulomb ingressou no colégio Mazarin, onde estudou línguas, literatura filosofia e o melhor em matemática, astronomia, química e botânica. Nesta fase houve uma crise para Coulomb. Seu pai realizou especulações financeiras mal sucedidas, perdeu seu dinheiro e os dois mudaram para Montpellier. Já sua mãe permaneceu em Paris. Em Montpellier Coulomb começou estagiar, onde mostrou seus maiores interesses em matemática e astronomia. Posteriormente, em março de 1757 ele ingressou na sociedade de ciências e apresentou diversos trabalhos sobre estes tópicos.

Coulomb queria entrar na Ecole du Génie at Mézières, mas verificou que para ter sucesso necessitaria mais estudo. Então foi para Paris em outubro de 1758, para receber o treinamento necessário. Camus era o examinador para Escolas de Artilharia e foi o seu “curso de matemática” que Coulomb estudou por diversos meses. Em 1758 ele prestou exames feitos por Camus, nos quais foi aprovado, podendo assim entrar na “Escola du Gênie” em fevereiro de 1760.

Coulomb graduou-se em novembro de 1761 no posto de tenente. Por 20 anos ele trabalhou em diversos locais, fazendo projetos estruturais, fortificações e mecânica dos solos. Em fevereiro de 1764, foi transferido para a ilha de Martinique no Oceano Índico.

Sob domínio da França desde 1658, a ilha foi atacada e ocupada por várias frotas estrangeiras. O Tratado de Paris, de 1763, devolveu a Martinique para a França. Uma nova fortaleza era necessário, e Coulomb foi posto no comando da obra. Ele terminou o trabalho em junho de 1772. Durante este período Coulomb adoeceu, ficando com a saúde precária pelo resto da vida.

No seu retorno à França, foi mandado para Bouchain, onde começou a escrever importantes matérias, apresentando a primeira para a Academia de Ciências em Paris, em 1773. Este trabalho (sobre uma aplicação das regras, aos problemas de estática relativa à arquitetura) foi escrito para determinar uma combinação entre matemática e física que permitissem a influência de atrito e coesão em alguns problemas de estática.

O ponto mais importante neste trabalho foi o uso de cálculos de variantes, como escreve Gillmor: “Nestas notas de 1773, há quase um atrapalho pela riqueza”.

Mais tarde ele desenvolveu uma teoria generalizada para mecânica dos solos relativa a planos deslizantes, que permanece em dia até hoje. Talvez a razão pela relativa negligência desta parte do trabalho de Coulomb, seja que ele procurou demonstrar o uso do cálculo differencial na formulação de métodos de aproximação nos problemas fundamentais da mecânica estrutural, em vez das soluções numéricas.

A memória de cálculo foi valorizada pela Academia de Ciências e o levou a ser nomeado suplente de Bossut em 6 de julho de 1774. Coulomb em seguida foi comissionado para Cherbourg, onde ele escreveu seu famoso memorando sobre a bússola, o qual ele submeteu ao Grande Prêmio da Academia de Ciências em 1777. Ele dividiu o primeiro prêmio, e o trabalho continha os primórdios da balança de torção.

“… Sua solução elegante e simples para o problema de torção em cilindros e o uso da balança de torção em aplicações físicas, foram importantes para numerosos físicos nos anos subsequentes … Coulomb uma teoria de torção em finos fios tecidos de seda e cabelo. Aqui ele foi o primeiro a demonstrar como a torção pode fornecer ao físico um método de medir forças extremamente pequenas.

Também em Cherbourg aconteceu que Robert-Jacques Turgot foi indicado general controlador em 24 de agosto de 1774. Em 1775, Turgot solicitou memorandos com contribuições para uma possível reorganização do “Corps du Génie”.

Coulomb apresentou sugestões e é uma fascinante oportunidade para entender seu pensamento político. Ele desejava que o cidadão e o estado tivessem as mesmas regras. Ele propôs que o “Corps du Génie” e o serviço público em geral deviam reconhecer os talentos de seus membros individualmente, dentro de cada organização.

Em 1779 foi mandado para Rochefort para construir uma nova fortaleza, durante este período, Coulomb desenvolveu suas pesquisas sobre fricção, e escreveu “Teoria das Máquinas Simples”, que lhe concedeu o grande prêmio da Academia de Ciências em 1781. Neste trabalho Coulomb investigou “fricção dinâmica e estática em superfícies deslizantes e fricção no dobramento de cordas e rolamento”.

Na verdade, o trabalho de 1781 mudou a vida de Coulomb. Ele foi eleito para a cadeira de mecânica da Academia de Ciências e mudou-se para Paris, ocupando cargo permanente. Ele nunca mais desenvolveu algo projeto de engenharia, mas escreveu 7 tratados importantes em eletricidade e magnetismo, submetidos a Academia entre 1785 e 1791.

Charles Augustin de Coulomb – Lei

O físico francês Charles Augustin de Coulomb (1736-1806) ficou famoso por estabelecer a relação para calcular a força entre cargas elétricas. Ele também fez um trabalho pioneiro no deslizamento e atrito fluido.

Nascimento: 14 de junho de 1736, Angoulême, França.

Falecimento: 23 de agosto de 1806, Paris, França.

Charles Augustin de Coulomb
Charles Augustin de Coulomb (1736 – 1806)

Charles Augustin de Coulomb foi um físico francês eminente. Ele formulou a lei de Coulomb, que trata da interação eletrostática entre partículas eletricamente carregadas. O coulomb, unidade SI de carga elétrica, foi nomeado após ele.

De Coulomb é o padrão da unidade de carga elétrica. Um coulomb é definida como a quantidade de carga transportada por um ampères de corrente em um segundo. Um coulomb também pode ser definida como a quantidade de carga necessária para criar um volt uma diferença de potencial de um capacitor farad. O símbolo de Coulomb é para uma maiúscula C.

História do Coulomb

De Coulomb foi definido em uma conferência internacional em 1881, e é nomeado após Charles-Augustin de Coulomb (1736-1806), um físico francês. Ele descobriu que define a lei de Coulomb eletrostática vigor. O ampères foi originalmente derivada de de Coulomb, até que ele foi mudado para a unidade de base em si.

Medindo coulombs

Carga elétrica é medida com um eletroscópio que é um dispositivo que mede cobrar diretamente, ao contrário de uma electroscope que só as medidas relativas charge. Antigas eletrômetros utilizadas válvulas mas são modernas versões de estado sólido, usando o campo efeito transistores que mudar a sua produção baseada na força das imediações campo elétrico.

Outras Unidades

Carga elétrica densidade é expressa como o número de coulombs por metro cúbico. A exposição à radiação, especialmente raios-X e raios gama, é muitas vezes expressa como a coulombs de carga absorvida por quilograma de matéria.

De Coulomb é um grande valor, um ampères-hora de transferências correntes apenas 3600 coulombs de carga, de modo valores comuns são medidos em millicoulombs (um milésimo), nanocoulombs (um milionésimo), e picocoulombs (um bilionésimo). Outras unidades de carga elétrica que são por vezes utilizados são os abcoluomb e os statcoulomb.

Charles Augustin de Coulomb
Charles Augustin de Coulomb

Século XVII. Homens como Galileu, Pascal, Descartes, Huygens e, sobretudo, Newton encarregam-se da difícil tarefa de enterrar os dogmas da doutrina escolástica e desenvolver os métodos de investigação e raciocínio sobre os quais se assentaria a ciência moderna.

Essa revolução científica – que se desenrolou até os inícios do século seguinte – atingiu principalmente os campos da mecânica e da ótica. Foi nesses ramos da física que surgiram obras de importância máxima, desde logo tomadas como modelos de análise experimental e indução teórica.

Entretanto, os progressos nos domínios da eletricidade e do magnetismo manter-se-iam ainda muito lentos durante algumas dezenas de anos. É somente no final do século XVIII que a introdução de medidas quantitativas consegue encaixar a eletricidade e o magnetismo no quadro da “ciência newtoniana”.

Diversas foram as razões apontadas para esse atraso, em relação à mecânica e também à ótica. Entre elas, a dificuldade de se realizarem experiências eletrostáticas e a complexidade das interações entre ímãs. Um outro motivo foi a persistência das imagens herdadas dos antigos, imagens essas puramente qualitativas e, em geral, falsas.

Na mudança radical operada na abordagem da eletricidade e do magnetismo, desempenharam um papel decisivo Franklin, Cavendish e, principalmente, Coulomb. O primeiro definira a carga elétrica – ou quantidade de eletricidade – mas não foi capaz de medi-la. É com Cavendish que se inicia o salto do qualitativo para o quantitativo. Coube a Coulomb completar esse salto.

Sobre Coulomb, Maxwell comenta: “É notável que nenhuma das experiências de Coulomb coincida com uma experiência de Cavendish. O método de Coulomb pertence-lhe inteiramente. . .”

Entretanto, da mesma forma que Cavendish, Coulomb domina plenamente os métodos positivos que alguns sucessores de Newton tiveram tanta dificuldade em aplicar. É, ao mesmo tempo, hábil experimentador e profundo teórico.

Suas memórias obedecem, quase sempre, a uma ordem invariável: preliminares teóricas, fundadas em conhecimentos anteriores, planos de trabalho, descrição dos aparelhos, relato das experiências, resultados numéricos, conseqüências teóricas, novas experiências inspiradas pelos dados obtidos, e assim por diante; chega depois às conclusões finais e refere-se às possíveis aplicações práticas.

Charles Augustin de Coulomb nasceu a 14 de junho de 1736, em Angoulême. Seu pai – Henri Coulomb – ocupava então o cargo de inspetor dos domínios do rei. Alguns anos mais tarde abandonou essa função e retirou-se para sua cidade natal – Montpellier. Sua mulher ficou em Paris e, com ela, o pequeno Charles, que ali freqüentou o Colégio das Quatro Nações e o Colégio Real.

Em 1758, também Charles Augustin deixou Paris para ir juntar-se ao pai. Deste conseguiu autorização para alistar-se na Arma de Engenharia.

Sua carreira militar encerrou-se com a nomeação para subtenente da École cle Métiers, em 1760; no ano seguinte, terminou o curso de engenharia. Viajou, algum tempo depois, para a Martinica, como diretor dos trabalhos de fortificação daquela ilha.

Sua permanência nas Antilhas foi, porém, bastante curta: não conseguiu adaptar-se ao clima tropical, e retornou à França gravemente doente.

Já recuperado, Coulomb assumiu a direção das obras de fortificação que estavam sendo realizadas em Rochefort, na ilha de Aix e em Cherbourg, ocupando-se também de pesquisas científicas. Desses estudos nasceram, em 1773, as bases da teoria da resistência dos materiais e, seis anos mais tarde, alguns trabalhos sobre o atrito. Neste último campo, Coulomb foi particularmente influenciado por Guillaume Amontons, que, em 1699, enunciara a lei da proporcionalidade do atrito à pressão dos corpos em contato. Baseou-se também nos trabalhos de Camus e Desaguliers, que haviam mostrado que o atrito estático é superior ao atrito dinâmico.

Comparando as teorias de seus predecessores, selecionando e estendendo as informações que se conciliavam com seu raciocínio, Coulomb formula, nos seguintes termos, a lei do atrito: “Para puxar um fardo pesado sobre um plano horizontal, é necessário despender uma força proporcional a seu peso, aumentada de uma pequena constante que é função da ‘coerência’ das suas superfícies”.

A incursão de Coulomb no campo do atrito pode ser interpretada mais como satisfação de uma exigência da Academia de Ciências – que então pedia experiências novas, aplicáveis às polias e cabrestantes utilizados na marinha – como contribuição puramente científica.

Essa exigência, porém, justifica a motivação que atraiu Coulomb para o magnetismo. Foi em 1777 que ele publicou a memória “Pesquisas sobre a Melhor Maneira de Fabricar Agulhas Imantadas”.

Nela estabelece, com base nas experiências realizadas anteriormente pelo holandês Musschenbroek e, principalmente, em suas próprias, dois princípios fundamentais: o campo magnético terrestre é uniforme em um dado lugar; sua ação sobre um ímã reduz-se a um binário proporcional ao seno do ângulo que o ímã determina com sua orientação de equilíbrio.

Tais princípios refletem claramente a preocupação de Coulomb em expor, em termos newtonianos, a teoria das ações magnéticas.

É ainda nessa memória de 1777 que ele escreve: “A direção de uma agulha imantada não pode depender de uma ‘torrente fluida’ … A experiência prova que não são de modo algum os ‘turbilhões’ que produzem os diferentes fenômenos de imantação e que, para explicá-los, cumpre recorrer a forças atrativas e repulsivas da mesma natureza daquelas de que somos forçados a nos servir para explicar o peso dos corpos e a física celeste”.

Partindo desses princípios, Coulomb formula a equação dos movimentos de uma agulha imantada no campo terrestre; integra-a para as pequenas oscilações e mostra que se pode deduzir, a partir de seu período, o momento da força de imantação; afirma ainda ser possível comparar entre si os momentos magnéticos de diversos ímãs.

Empreende então uma série de medidas das oscilações de ímãs suspensos por finos fios.

Para isso, Coulomb constrói uma balança que se tornaria célebre: a balança de torção.

Charles Augustin de Coulomb
Balança de torção de Coulomb

Ao interesse pelo magnetismo rapidamente se associam as pesquisas no campo elétrico.

Foi em 1785 que Coulomb apresentou à Academia Real de Ciências três memórias: as duas primeiras tratavam da lei que rege as forças de atração e repulsão entre duas cargas elétricas e magnéticas.

Essa lei, conhecida atualmente como Lei de Coulomb, é expressa matematicamente como:

Charles Augustin de Coulomb

Onde k é uma constante de proporcionalidade e q1 e q2 representam cargas elétricas puntiformes, situadas à distância d uma da outra.

A primeira dessas memórias continha ainda a descrição da balança de torção usada na comprovação experimental da lei, limitada, porém, ao caso da repulsão elétrica; no segunda memória, a verificação estendia-se ao caso da atração.

A terceira memória da série de 1785 ocupava-se da dispersão elétrica. A descrição do mecanismo desse fenômeno que, segundo Coulomb, era inevitável, dada a extrema dificuldade em encontrar corpos isolantes na natureza, agravada pela ação do próprio ar – foi mantida e aceita até que surgiu a teoria da ionização, já no século XIX.

A formulação de Coulomb a respeito dessa dispersão continha uma lei – “a perda de eletricidade por parte de um corpo é proporcional à sua densidade elétrica” – nascida do seguinte raciocínio: uma molécula de ar, ao entrar em contato com um corpo eletrizado, carrega-se com carga de igual sinal, sendo portanto repelida; ao afastar-se, leva consigo a carga que roubou do corpo; esse processo repete-se em seqüência e, enquanto ocorre, o corpo perde sua carga inicial.

Abandonado o problema da dispersão, Coulomb pisa no terreno da distribuição da eletricidade em um condutor. Suas experiências a respeito, bem como as fundamentações teóricas, são comunicadas à Academia na memória de 1786. Nela, Coulomb defende que a distribuição da eletricidade na superfície de um condutor independe de sua natureza química, sendo regulada unicamente pela lei da atração e da repulsão.

As duas memórias seguintes – de 1787 e 1788 – apresentam uma solução aproximada de diversos problemas de distribuição da eletricidade em condutores e, ainda, a variação da densidade elétrica de dois condutores em contato.

Com estas duas memórias – que, juntamente com as anteriores, constituem o primeiro alicerce sólido da eletrostática experimental e matemática -, Coulomb alcança a estatura que o transformará em influenciador direto de físico-matemáticos como Poisson e Lord Kelvin.

Em seus últimos trabalhos (1789 -1801), Coulomb retoma o estudo do magnetismo. Consegue então definir, embora vagamente, os conceitos de imantação ou polarização magnética.

Intui também, e com bastante precisão, aquilo que, no final do século XIX, foi chamado de ponto de Curie – temperatura acima da qual as substâncias perdem as propriedades ferromagnéticas.

Coulomb morreu em Paris, a 23 de agosto de 1806, e seu nome foi dado a uma unidade elétrica.

Fonte: www.thefamouspeople.com/www.tech-faq.com/www.geocities.com/www.saladefisica.cjb.net

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Samuel Morse

Samuel Morse

PUBLICIDADE Samuel Morse – Vida/Biografia Samuel Morse foi um artista e inventor norte-americano mais lembrado por …

Jean-Antoine Nollet

Jean-Antoine Nollet

PUBLICIDADE Quem foi Jean-Antoine Nollet? Nascimento: 19 de dezembro de 1700, Pimprez Morte: 25 de …

Vasco da Gama

Vasco da Gama

PUBLICIDADE Quem foi Vasco da Gama? Nascimento: 1469, Sines, Alentejo, Portugal Morte: 24 de dezembro de 1524, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+