Breaking News
Home / Biografias / Joseph Black

Joseph Black

PUBLICIDADE

1728-1799

Joseph Black – Vida

Joseph Black
Joseph Black

Químico e físico escocês que investigou e fez experimentos quantitativos com dióxido de carbono, conhecido como “ar fixo”.

Ele também identificou o calor latente (“escondido”) envolvido com a mudança de uma substância de Estado, percebeu a diferença entre calor e temperatura, e calores específicos medidos.

Joseph Black nasceu em Bordeauxs, França, e foi o filho de um importador de vinho irlandês.

Ele foi educado, e chegou a lecionar na Universidade de Glasgow.

Em 1752 ele se mudou para a Universidade mais prestigiosa de Edinburgh onde, junto com os amigos Adam Smith e James Hutton, ele se tornou um dos destaques na Ciência da Escócia.

Ele alcançou poucas publicações, mas a sua tese sobre ” Experimentos sobre o Magnésio e Outras Substâncias alcalinas ” foi o documento fundador da Química Estequiométrica.

Posteriormente, ele foi o descobridor do calor latente.

Em sua carreira como professor em Glasgow e Edinburgh, ele influenciou várias gerações de estudantes britânicos e americanos, e com a publicação póstuma de “Conferências sobre os Elementos da Química”, ele continuou a influenciar as gerações, muito tempo após sua morte fatídica.

Joseph Black – Biografia

Joseph Black
Joseph Black

Nascido em Bordeaux em 1728, de pai irlandês e mãe escocesa, Joseph Black passou sua vida trabalhando na Escócia.

Ele é considerado um dos químicos mais eminentes do mundo e um dos fundadores da ciência da química.

Famoso por:

Descobrindo o dióxido de carbono

Fazer observações importantes sobre calor e temperatura

Descobrindo calor latente.

Durante seus anos primárias Joseph Black foi educado em casa por sua mãe. Quando ele tinha 12 anos, ele foi enviado para viver com parentes em Belfast e freqüentar a escola lá.

Quatro anos mais tarde ele foi para a Universidade de Glasgow para estudar medicina. Médico escocês e químico Dr. William Cullen (1710-1790) estava começando um novo ciclo de palestras em química neste momento.

Joseph Black tornou-se assistente de laboratório de Cullen. Química foi uma paixão para Joseph Black, ao lado de sua formação médica, que ele completou em Edimburgo em 1754.

Descobrindo o dióxido de carbono

Joseph Black sempre foi um químico minucioso, mantendo a devida nota de todos os seus resultados e medições. Foi isso que levou à sua descoberta de dióxido de carbono.

Joseph Black destina-se a prosseguir este estudo ainda mais.

No entanto a partir de 1756 tornou-se ocupado com funções associadas com a sua nova nomeação como professor de Química na Universidade de Glasgow.

A ciência do calor

Black também teve um interesse na ciência do calor. No século 18 havia várias teorias concorrentes sobre a natureza do calor e como ela relacionada com a temperatura. As investigações de negros não só clarificou a distinção entre temperatura e calor, mas também resultou na teoria do calor latente.

Em torno deste tempo, Black conheceu James Watt em Glasgow, e eles se tornaram amigos e colaboradores. Watt era um engenheiro qualificado investigar a eficiência de motores a vapor. Ele produziu motores de modelo para o Joseph Black para usar em suas palestras sobre as propriedades do calor.

Bem como Watt, um outro amigo próximo de Black foi James Hutton. Hutton deixou sua coleção de fósseis para Joseph Black após a sua morte em 1797.

Ambos os homens eram bolsistas do recém-fundada Royal Society of Edinburgh. Eles também eram membros do Oyster Club, um grupo de intelectuais que se reuniam regularmente em Edimburgo.

Volta para Edimburgo

Joseph Black
Joseph Black e itens de equipamento

Em 1766, Black voltou para Edimburgo para se tornar professor de Química. Ele era conhecido como um excelente professor que inspirou um número de seus estudantes a seguirem carreiras em química.

Ele também era muito respeitado tanto como um cientista e um médico. Vários trabalhos médicos do final do século 18 contêm dedicatórias para ele.

Joseph Black foi chamado como consultor para dar a sua opinião de especialistas em diversas áreas.

Apesar de Joseph Black parece ter tido muitos amigos, ele nunca se casou.

Ele morreu em 1799, em silêncio em sua cadeira, segurando um copo de leite.

Obituário de Joseph Black foi escrito pelo filósofo Adam Ferguson.

Joseph Black – Físico e Químico

Professor, médico, químico e físico escocês, nascido em Bordeaux, na França, de cuja autoria é o importante conceito de calor latente (1761).

Estudou em Glasgow, onde foi professor de química, e depois em Edimburgo, onde também tornou-se professor de química (1766).

Identificou o gás carbônico ou dióxido de carbono (1754) e chegou a uma importante conclusão (1756): o ar não era uma substância simples e sim, uma combinação de várias substâncias, o que revolucionou o estudo da química, principalmente de inflamáveis e o da biologia, notadamente dos mecanismos respiratórios dos animais.

Morreu em Edinburgh, Scotland, e sua grande contribuição a ciência foi na área de quantificação do calor dos corpos, criando a calorimetria (1761), o estudo quantitativo do calor.

Ele observou que corpos diferentes mas com a mesma massa, necessitavam de diferentes quantidades de calor para terem igual aumento de temperatura, iniciando assim a teoria dos calores específicos, ou seja, descobriu de que corpos de diferentes matérias têm diferentes capacidades de armazenamento de calor, levando a definição de calor específico.

Ele conseguiu estabelecer relações do seguinte tipo: “calcáreo” + “calor” = “cal” + “ar fixo, e também: “cal” + “água” = “cal hidratada”, que hoje são representadas da seguinte forma:

CaCO3 -> CaO + CO2
CaO + H
2O -> Ca(OH)2 + CO2
Ca(OH)
2 + CO2 -> CaCO3 + H2O

Joseph Black – 1728-1799

Joseph Black
Joseph Black

Joseph Black (1728-1799), foi um dos primeiros a se preocupar em distinguir calor e temperatura.

Ele mistura quantidades diferentes de água à diferentes temperaturas e põe em evidência a conservação de um termo de troca, o calor, que passa do corpo mais quente para o corpo mais frio. Introduz um coeficiente característico de cada substância, o seu calor específico.

Ele estende seus trabalhos à fusão e à vaporização, verificando experimentalmente que o calor necessário à mudança de estado de um corpo não é desprezível, o que era então suposto.

Ele constata que durante a mudança de fase, o corpo acumula “calor” sem que a temperatura se eleve, introduzindo em 1761, o conceito de calor latente.

Apesar de Black não fazer nenhuma especulação sobre a natureza do “calor”, suas conclusões reforçam a opinião que existe uma matéria do calor, opinião compartilhada com Lavoisier.

Ajudou Watt a fazer medições com o vapor, fundamentais para os aperfeiçoamentos introduzidos mais tarde na máquina a vapor.

Foi o descobridor do CO2, conhecido à época como ar fixo.

Fonte: www.geocities.com/digital.nls.uk/leblon.mec.puc-rio.br/www.dec.ufcg.edu.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Samuel Morse

Samuel Morse

PUBLICIDADE Samuel Morse – Vida/Biografia Samuel Morse foi um artista e inventor norte-americano mais lembrado por …

Jean-Antoine Nollet

Jean-Antoine Nollet

PUBLICIDADE Quem foi Jean-Antoine Nollet? Nascimento: 19 de dezembro de 1700, Pimprez Morte: 25 de …

Vasco da Gama

Vasco da Gama

PUBLICIDADE Quem foi Vasco da Gama? Nascimento: 1469, Sines, Alentejo, Portugal Morte: 24 de dezembro de 1524, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.