Breaking News
Home / Biografias / George Cuvier

George Cuvier

George Cuvier – Vida

PUBLICIDADE

Nascimento: 23 de agosto de 1769, Montbéliard, França.

Falecimento: 13 de maio de 1832, Paris, França.

George Cuvier era um zoólogo e estadista Francês, que estabeleceu as ciências da anatomia comparada e paleontologia.

George Cuvier nasceu em 23 de agosto de 1769, em Montbéliard, uma comunidade de língua francesa nas Montanhas Jura que não estava sob jurisdição francesa na época; o país era governado pelo Duque de Württemberg.

George Cuvier estudou em uma escola que o duque havia fundado, a Academia Carolinian em Stuttgart, a partir de 1784 a 1788.

Em seguida, ele assumiu uma posição como tutor de uma família nobre na Normandia, que o manteve fora do caminho do pior da violência da revolução Francesa.

Lá, ele foi nomeado para um cargo no governo local e começou a fazer a sua reputação como um naturalista.

Em 1795, Geoffroy Saint-Hilaire o convidou para ir a Paris. Ele foi nomeado assistente, e pouco depois professor de anatomia animal, no recém-reformado Musée National d’Histoire Naturelle (Museu Nacional de História Natural).

George Cuvier permaneceu no seu posto quando Napoleão chegou ao poder, e foi nomeado para vários cargos governamentais, incluindo Inspetor-Geral da educação pública e Conselheiro de Estado, por Napoleão.

George Cuvier
George Cuvier

George Cuvier continuou como um conselheiro de Estado sob três Reis sucessivos da França; assim ele conseguiu a proeza quase inacreditável de servir sob três diferentes, opondo governos franceses (revolução, napoleônica, e monarquia) e morreu em sua cama.

Todo o tempo, George Cuvier lecionou e fez uma pesquisa no Museu Nacional, surpreendendo os seus colegas com sua energia e devoção à ciência.

George Cuvier desempenhou um papel significativo na criação de paleontologia e anatomia comparada.

Descreveu o grande número de formas fósseis, e convidou-o para determinar a idade das camadas geológicas em que se encontravam.

Reconstruiu os organismos inteiros por algumas peças encontradas durante a escavação.

Para explicar a mudança da flora e da fauna em diferentes períodos da evolução da Terra, propôs a teoria de catástrofes (1817-1824).

Cuvier era um seguidor de C. Linnaeus e rejeitou as visões evolutivas de Lamarck e JE Geoffroy Saint-Hilaire.

George Cuvier morreu em Paris em 13 de maio de 1832.

George Cuvier – Biografia

George Cuvier
George Cuvier

George Cuvier, filósofo, naturalista e anatomista francês nascido em Montbéliard, que muito influenciou seus contemporâneos que representaram uma transição da ciência biológica do século XVIII para as teorias evolutivas de Darwin e considerado o enunciador da teoria do catastrofismo (1796) e o fundador da anatomia comparada (1800) e da paleontologia dos vertebrados.

Formou-se em administração pela Universidade de Stuttgart (1784), onde também estudou assuntos jurídicos, ciências econômicas e botânica (1784-1788).

Assistiu às aulas de anatomia comparada na academia Carolina (Karlsschule) da cidade alemã de Stuttgart, onde logo se destacou pela perícia na dissecção, sobretudo dos invertebrados marinhos.

Indo para Paris (1795) foi convidado pelo naturalista francês Etienne Geoffroy Saint-Hilaire para estudar e trabalhar e novamente reorganizar o Museu de História Natural.

Foi imediatamente nomeado professor de zoologia e professor-assistente de anatomia animal e professor no Collège de France (1800).

Estabelecido profissionalmente na França, tornou-se membro da Académie des Sciences e foi tão influente em sua época que ganhou o apelido de ditador da biologia.

Estudou profundamente os fósseis e lançou os fundamentos do que se tornou conhecido como peleontologia.

Alguns trabalhos publicados sobre o assunto lhe valeram o ingresso como cientista no Museu de História Natural de Paris.

Recusou um convite para fazer parte, como naturalista, da expedição que Napoleão fez ao Egito no fim do século XVIII e preferiu dar continuidade às pesquisas em anatomia.

Juntamente com os colegas Geoffroy Saint-Hilaire e o naturalista francês Jean Baptiste Lamarck, elaborou renovadoras teorias sobre a classificação das espécies.

Seus trabalhos culminaram com a publicação de Tableau élémentaire de l’histoire naturelle des animaux (1797) e Leçons d’anatomie comparée (1805).

Nessas obras, relacionou o funcionamento de cada órgão com o corpo em seu conjunto e sustentou que o ambiente natural do animal condiciona em grande parte sua anatomia.

Aplicou a designação radiados a um grupo de animais que abrange os equinodermos, os vermes intestinais, acalefos, pólipos e infusórios. São animais metazoários, enterozoários, divisão Radiata, caracterizados por terem simetria radial, também conhecidos como zoófitos. São os celenterados e os ctenóforos.

Contrariamente às idéias de Jean-Baptiste Lamarck, no entanto, acreditava que as espécies animais não haviam mudado desde a criação.

Seu trabalho mais importante foi o livro Le regne animal (1817).

Neste mesmo ano ainda apresentou Memórias para servir à história, Anatomia dos moluscos e História natural dos peixes, descrevendo mais de 5000 espécies de peixes, e foi eleito para Academia Francesa (1818).

Ocupou vários cargos oficiais, como o de inspetor da instrução pública, e também deu significativas contribuições à paleontologia, com a descoberta, o estudo e a reconstituição de grande número de fósseis.

Como educador foi responsável pela reorganização das escolas secundárias em Bordeaux, Nice e Marseille e, então, reorganizou educação superior na França.

George Cuvier
Estátua de Cuvier na parede traseira da Royal Academy, em Londres

Fonte: www.ucmp.berkeley.edu/www.persona.rin.ru

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Samuel Morse

Samuel Morse

PUBLICIDADE Samuel Morse – Vida/Biografia Samuel Morse foi um artista e inventor norte-americano mais lembrado por …

Jean-Antoine Nollet

Jean-Antoine Nollet

PUBLICIDADE Quem foi Jean-Antoine Nollet? Nascimento: 19 de dezembro de 1700, Pimprez Morte: 25 de …

Vasco da Gama

Vasco da Gama

PUBLICIDADE Quem foi Vasco da Gama? Nascimento: 1469, Sines, Alentejo, Portugal Morte: 24 de dezembro de 1524, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.