Breaking News
Home / Biografias / Albert Sabin

Albert Sabin

 

Albert Sabin - Vida

Albert Bruce Sabin nasceu em Bialystok, na Polônia.

Ele e sua família emigrou para os Estados Unidos em 1921, quando ele tinha 14.

Ele estudou na New York University e se formou em 1928.

Honrando os desejos da família, estudou odontologia antes de ser atraído pela investigação médica.

Ele foi premiado com um grau de médico em 1931.

Treinou no Bellevue Hospital e do Instituto de Medicina Preventiva Lister, em Londres, e voltou para Nova York em 1935.

Ele se juntou ao ingressou no Instituto Rockefeller para a Pesquisa Médica (NIMR) como assistente de pesquisa e tornou-se um associado do Instituto em 1937.

Em 1939, Sabin aceitou uma posição como professor associado da Fundação de Pesquisa do Hospital Infantil da Universidade de Cincinnati, onde desenvolveu seu Departamento de Virologia e Microbiologia e ele fez o seu trabalho sobre a vacina oral contra a poliomielite.

Em 1958 e 1959, a vacina foi testada em milhões de pessoas na antiga União Soviética. Aprovado para uso no final de 1960 e licenciado em os EUA em 1962, a vacina oral tornou-se a vacina contra a poliomielite de escolha para a sua facilidade de entrega (um cubo de açúcar ou xarope) e por ser inofensivamente transmissível e também para conferindo imunidade para fechar contatos.

Albert Sabin
Albert Sabin

Durante a Segunda Guerra Mundial, ele foi consultor do Exército sobre as doenças virais, como a dengue e encefalite. Ele também estudou os parasitas que causam a toxoplasmose.

Albert Sabin - Biografia

Nascimento: 26 de agosto de 1906, Bialystok, Polônia

Falecimento: 3 de março de 1993, Washington, D.C., EUA

Albert Sabin
Albert Sabin

Albert Bruce Sabin nasceu na localidade polonesa de Bialystok, então pertencente Rússia, em 26 de agosto de 1906.

Emigrou para os Estados Unidos em 1921 e mais tarde naturalizou-se americano.

Em 1931 concluiu o doutorado em medicina na Universidade de Nova York, onde começara a pesquisar a poliomielite.

Fez residência no hospital Bellevue de Nova York e trabalhou no Instituto Lister de Medicina Preventiva, em Londres.

A serviço do Instituto Rockefeller de Pesquisas Médicas, foi o primeiro pesquisador a demonstrar o crescimento do vírus da poliomielite em amostras de tecido nervoso humano.

Em 1939, Sabin ocupou a cátedra de pediatria da Universidade de Cincinnati e tornou-se chefe da divisão de doenças infecciosas de uma de suas unidades de pesquisa. Desmentiu a teoria de que o contágio da poliomielite se dava pelo nariz e apontou como via primária de infecção o trato alimentar.

Durante a segunda guerra mundial, enquanto servia como médico no Exército americano, isolou o vírus de uma febre provocada pelo mosquito birigui, epidêmica entre as tropas baseadas na África. Posteriormente, desenvolveu vacinas contra o dengue e a encefalite japonesa.

Albert Sabin
Albert Sabin

Sabin defendeu a tese de que a administração por via oral de vírus vivos atenuados proporcionaria, sem aumento dos riscos de contaminação, imunidade mais duradoura contra a poliomielite do que a injeção de vírus mortos, desenvolvida um ano antes por Jonas Salk. Em colaboração com cientistas soviéticos, mexicanos e holandeses, fabricou uma vacina que foi aceita oficialmente nos Estados Unidos em 1960.

Em 1965 tornou-se membro do Instituto Weizmann de Ciência, em Rehovot, Israel.

Esteve várias vezes no Brasil e, em 1967, foi agraciado pelo governo brasileiro com a Grã-Cruz do Mérito Nacional.

Albert Sabin encerrou suas atividades científicas em 1988 e morreu em Washington, capital dos Estados Unidos, em 3 de março de 1993.

Albert Sabin - Médico

Albert Sabin


Albert Sabin

Albert Bruce Sabin nasceu na cidade de Bialystok, Rússia (atual Polônia), em 26 de Agosto de 1906.

Aos quinze anos, mudou-se com toda a família para os Estados Unidos. Obteve seu diploma em 1931, pela Universidade de Nova Iorque.

Albert Sabin foi médico interno do Hospital Bellevue (1932-34), fez curso no Instituto Lister de Medicina Preventiva de Londres (1934-35), foi associado do Instituto Rockfeller para pesquisas médicas (1935-37) e professor de pesquisas pediátricas da Universidade de Cincinnati (1939). Desde o início demonstrou interesse em pesquisas nas áreas de doenças infecciosas, principalmente as relacionadas poliomielite.

O pesquisador criou a vacina oral com o vírus vivo contra a pólio.

A vacina de Sabin era mais completa do que a anterior, a vacina de Salk, que era eficaz na maioria das complicações, mas não era muito eficiente na prevenção.

Por esse motivo, em 1957, a Organização Mundial de Saúde (OMS) decidiu testar a vacina no mundo. Comprovada a eficiência do produto, este foi lançado no mercado em 1961/62, eliminando a pólio dos países por ela atingidos. Albert Sabin renunciou os direitos de patente para facilitar a utilização da vacina em todas as partes do mundo.

Nas décadas de 70 e 80, o criador da vacina contra a pólio se empenhou na investigação da relação entre vírus e câncer. Entre 1970 e 1972, Sabin foi presidente do Instituto de Ciências de Weizmann, Israel. Dedicou também boa parte de seu tempo às pesquisas no Instituto Nacional do Câncer, Estados Unidos (1974).

Albert Sabin faleceu em Washington no dia 3 de março de 1993, mas seu nome continuou a ter força e impacto significativo em toda a comunidade científica internacional.

Albert Sabin - Quem Foi

Albert Bruce Sabin nasceu a 26 de agosto de 1906 em Bialistock-Rússia, hoje Polônia.

Formou-se doutor em medicina pela Universidade de Nova York (1931) e foi médico interno do Hospital Bellevue (1932-34).

Fez curso no Instituto Lister de Medicina Preventiva de Londres (1934-35), foi associado do Instituto Rockfeller para pesquisas médicas (1935-37) e professor de pesquisas pediátricas da Universidade de Cincinnati (1939).

Dedicou 25 anos de sua vida ao estudo da poliomielite e desde 1952 voltou-se especialmente à obtenção de uma vacina de vírus vivo atenuado, para uso oral, o que conseguiu realizar por volta de 1960. A primeira vacina contra a poliomielite foi a vacina Salk, injetável, desenvolvida com vírus morto, por Jonas Edward Salk.

A vacina Sabin, lançada no mercado em 1961-62, é a mais usada atualmente porque permite imunidade intestinal e corporal, enquanto que a vacina morta só oferece imunidade corporal. Além disso, a vacina Sabin produz imunidade vitalícia, sem a necessidade de injeção ou vacinação auxiliares.

Albert Sabin
Albert Sabin

Em 1957, a Organização Mundial de Saúde (OMS) decidiu que a vacina de Sabin merecia ser testada mundialmente. Ele foi convidado a administrar a vacina em grandes grupos de crianças em algumas partes de Rússia, Holanda, México, Chile, Suécia e Japão. Porém, nos Estados Unidos teve dificuldades para convencer a Fundação de Poliomielite e o Serviço de Saúde Pública norte-americano de que o uso do seu método era melhor que o método de vacina com vírus morto de Salk.

Uma vantagem da vacina oral de Sabin, especialmente em países menos desenvolvidos, é a facilidade de administração: deve ser tomada em três etapas, com 6 a 8 semanas de intervalo e deve ser renovada anualmente nos primeiros anos de vida da criança.

Albert Sabin faleceu a 3 de março de 1993, em Washington-EUA, depois de uma vida inteira de dedicação ao ser humano e incansável luta contra a poliomielite.

Verdadeiro BENFEITOR DA HUMANIDADE, além de gênio criador da vacina contra a poliomielite, Albert Sabin RENUNCIOU aos direitos de patente, consentindo e facilitando sua difusão para a população de todo o mundo, incluindo os mais necessitados, sem nenhum tipo de especulação comercial, como é tão comum nos dias de hoje.

Atualmente, graças a ALBERT SABIN, à OMS (Organização Mundial de Saúde) e ao grande esforço de ROTARY INTERNATIONAL, entidade que chamou para si, através do Projeto PolioPlus, o desafio de erradicar a poliomielite do mundo até o ano 2005, quando das comemorações de seu centenário, a terrível doença está quase que totalmente debelada com alguns focos em países da África e Ásia. Enquando houverem focos, a vacinação deve continuar em todos os países do mundo, visto a possibilidade de contaminação estremamente favorecidas em nosso mundo globalizado.

Albert Sabin - Cientista

O desenvolvimento da vacina oral contra a poliomielite tornou mundialmente famoso o médico e microbiologista americano Albert Sabin, que realizou também relevantes estudos sobre viroses humanas, toxoplasmose e câncer.

Sabin começou a pesquisar a poliomielite na Universidade de Nova York onde, em 1931, ele havia concluído seu doutorado em Medicina. A serviço do Instituto Rockefeller de Pesquisas Médicas (EUA), foi o primeiro pesquisador a demonstrar o crescimento do vírus da poliomielite em amostras de tecido nervoso humano.

Defendeu a tese de que a administração por via oral de vírus vivos atenuados proporcionaria, sem aumento dos riscos de contaminação, imunidade mais duradoura contra a poliomielite do que a injeção de vírus mortos, desenvolvida um ano antes. Em colaboração com cientistas soviéticos, mexicanos e holandeses, fabricou a vacina, aceita oficialmente nos Estados Unidos em 1960.

Albert Sabin
Albert Sabin

Desmentiu a teoria de que o contágio da poliomielite se dava pelo nariz e apontou como via primária de infecção o trato alimentar.

Durante a Segunda Guerra Mundial, enquanto servia como médico no exército norte-americano, isolou o vírus de uma febre provocada pelo mosquito "birigüi", epidêmica entre as tropas baseadas na África. Posteriormente, desenvolveu vacinas contra o dengue e a encefalite japonesa.

Sabin esteve várias vezes no Brasil e, em 1967, foi agraciado pelo Governo brasileiro com a Grã-Cruz do Mérito Nacional.

Albert Bruce Sabin nasceu na localidade polonesa de Bialystok, então pertencente Rússia, no dia 26 de agosto de 1906. Emigrou para os Estados Unidos em 1921 e mais tarde naturalizou-se americano.

Morreu em Washington (EUA), em 3 de março de 1993. Ele é enterrado no Cemitério Nacional de Arlington, perto de Washington.

Fonte: www.polioplace.org/www.jewishbrazil.com/www.nossosaopaulo.com.br/ctjovem.mct.gov

Check Also

Sistema Monetário Brasileiro

Um sistema monetário é qualquer coisa que é aceite como uma medida padrão de valor …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + 10 =