Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Dia da Atividade Física  Voltar

Dia da Atividade Física

 

Atividade Física

Dia da Atividade Física

Na medicina humana, a atividade física compreende uma série de movimentos do corpo, resultando em maior gasto de energia do que a taxa de metabolismo basal.

A atividade física deve ser recomendada, principalmente aeróbicos, como andar de bicicleta.

Efeitos da atividade física

A atividade física regular está associada a um menor risco de doença cardiovascular, doença coronariana , acidente vascular cerebral e mortalidade cardiovascular.

A atividade física, não só aumenta o consumo de calorias , mas também o metabolismo basal, que pode permanecer elevado após 30 minutos de atividade física moderada. A taxa metabólica basal pode aumentar em 10% por 48 horas após a atividade física. A pesquisa indica que a diminuição do apetite após a atividade física é maior em indivíduos que são obesos do que em pessoas com um peso corporal ideal.

Dia da Atividade Física

Uma redução de calorias na dieta juntamente com a atividade física pode conduzir à perda de gordura corporal de 98%, ao passo que se apenas uma redução de calorias na dieta perde 25% da massa corporal magra, isto é, o músculo e menos do que 75% de gordura.

Por outro lado, o abuso de atividade física, sem planejamento e monitoramento pode ser destrutivo. De envelhecimento celular precoce, emocional e físico, enfraquecendo o sistema imunológico.

Benefícios da atividade física

A prática de atividade física, de forma sistemática e regular deve ser tomado como um elemento significativo na prevenção, desenvolvimento e reabilitação da saúde, a melhoria da posição do corpo, fortalecendo os músculos das costas, a prevenção de doenças como a diabetes, a hipertensão, entre outros.

Dia da Atividade Física

Em geral, as vantagens da prática de atividades físicas podem ser vistos nos seguintes aspectos:

No nível organizacional: Aumento da flexibilidade e mobilidade articular. Uma maior coordenação, habilidade e capacidade de resposta. Ganho muscular que se traduz em um aumento do metabolismo, o que por sua vez provoca uma diminuição na gordura corporal (prevenção da obesidade e as consequências). Resistência do corpo à fadiga aumentada (cansaço).

A nível cardíaco: Um aumento é observado na resistência orgânica, melhora a circulação, a regulação do pulso e diminuição da pressão arterial.

Nos pulmões: melhoria é visto no pulmão e oxigenação subsequente. Aumento da capacidade, a operação de alvéolos pulmonares e a pressão arterial de troca, melhora a eficiência do coração e reduz o risco de arritmia cardíaca (batimentos cardíacos irregulares).

Um nível metabólico: diminui a produção de ácido láctico, a concentração de triglicerídeos, colesterol, ajuda a reduzir e manter um peso saudável, normaliza a tolerância à glicose (açúcar) aumenta a capacidade de utilizar a gordura como fonte energia, a ingestão de calorias, a concentração de colesterol bom e melhora o funcionamento de insulina.

Ao nível da coagulação sanguínea.

A nível neuro-endócrino: Eles produzem endorfinas (hormônios ligados à sensação de bem-estar), diminui a produção de adrenalina. Ao nível do sistema nervoso: Melhora o tônus muscular, reflexos e coordenação muscular.

A nível gastrointestinal: a função intestinal melhorada, ajudando a prevenir o câncer de cólon.

Um nível de músculo-esquelético: aumenta a força, o número de terminais no sangue em músculo esquelético, melhora a estrutura, a função e a estabilidade dos ligamentos, tendões, articulações e melhora a postura. O desenvolvimento da força muscular, que por sua vez determina um aumento da resistência óssea prevenindo a osteoporose.

A nível psíquico: Melhoria da auto-estima da pessoa, aumenta a capacidade de força de vontade e auto-controle, melhora a memória, estimula a criatividade e capacidade emocional, reduz a ansiedade, stress, agressividade e depressão.

Consequências da inatividade física

Dia da Atividade Física

A inatividade física é agora muito comum na sociedade e constitui um fator de risco para uma grande lista de doenças.

A inatividade física foi definida como a falta de atividade física de moderada a vigorosa.

Falta de atividade física também resulta em:

O ganho de peso por desequilíbrio entre receitas e despesas de calorias, que pode atingir níveis classificados como obesos.

Elasticidade e diminuição da mobilidade articular, hipotrofia muscular, diminuição da habilidade e capacidade de resposta.

Desaceleração da circulação com consequente peso e edema, e desenvolvimento de veias dilatadas ( varizes ).

Lesões e suporte do sistema, má postura, devido ao subdesenvolvimento do respectivo, tonificação dos músculos.

Tendência para doenças crônico-degenerativas, como hipertensão, diabetes e síndrome metabólica.

Sensação frequente de cansaço, desânimo, desconforto, baixa auto-estima relacionada com a imagem corporal.

Diminui o nível de concentração.

Doenças do sistema nervoso.

A economia da família começa a ser afetada, porque uma pessoa com essas condições investe entre 25% e 30% de sua renda no tratamento e gestão da sua doença.

Referências Bibliográficas

1. a b c d ESCOLA Castellón, JL DE LA CRUZ PEREZ ROMERO, C. e Corrales MARQUEZ, R.. atividade física e doenças (em espanhol). Um Med Interna (Madrid) [online]. 2003, vol.20, n.8 [citado em 2010-01-05], p. 43-49. ISSN 0212-7199.
2. mão Serra, Lluís (2006). Javier Aranceta Bartrina. ed (em espanhol) . Nutrição e saúde pública: métodos, bases científicas e aplicações (2 ª edição). Elsevier , Espanha. pp 330. ISBN 8445815288 .
3. Majem Serra, Lluís (2006) (em espanhol) . atividade física e saúde: enKid Study . Elsevier , Espanha. pp Dois. ISBN 8445817205 .
4. a b Atalah S., Eduardo et al. padrões alimentares e de atividade física em escolares da Região de Aysén (em espanhol). Rev. chil. pediatria. [Online]. 1999, vol.70, n.6 [citado em 2010-01-05], p. 483-490. ISSN 0370-4106. doi: 10.4067/S0370-41061999000600005.
5. KRAMER, Veronica et al. atividade física e potência aeróbia: O que influencia fatores de risco cardiovascular clássicos e emergentes? (em espanhol). Rev. Marrow. Chile [online]. De 2009, vol.137, n.6 [citado em 2010-01-05], p. 737-745. ISSN 0034-9887. doi: 10.4067/S0034-98872009000600002.
6. Martinez-Yuste, Julio Mateos (2004) (em espanhol) . Você pode curar . Mandala Publishing. pp 26-27. ISBN 8488769903 .

Fonte: es.wikipedia.org

Dia da Atividade Física

Dia 6 de abril é o Dia Mundial da Atividade Física. Sabe-se que o sedentarismo é uma das principais causas de doenças cardiovasculares,diabetes, obesidade e outras doenças crônicas não transmissíveis. Pensando nisso e com base no programa Agita Mundo (realizado desde 1997, na época somente em São Paulo), a Organização Mundial de Saúde instituiu esta data para a prevenção do sedentarismo, com incentivos à prática de atividades físicas em locais públicos.

Para 2006, o tema foi “Atividade física e responsabilidade social”. Nesta data, diversas organizações estarão promovendo atividades físicas em praças, praias e outros locais públicos. Não fique de fora, aproveite a data para fazer uma caminhada diferente ou iniciar a prática de uma atividade física que se adapte ao seu estilo de vida.

O programa Agita Mundo acredita que a prática de exercícios, de intensidade moderada, durante meia hora por dia é suficiente para que o cidadão deixe de ser sedentário. Estes trinta minutos podem ser contínuos ou divididos em três períodos de 10 minutos cada.

Pedalar, jogar bola, correr, caminhar, nadar e dançar são alguns dos exercícios físicos sugeridos. Além disso, o programa incentiva que algumas atividades do dia-a-dia sejam feitas com mais frequência como: subir escadas, saltar do ônibus um ponto antes, passear com cachorro, varrer, cuidar do jardim, lavar o carro, dentre outras.

Fonte: www.endocrino.org.br

Dia da Atividade Física

10 Coisas que Você Precisa Saber Sobre Atividade Física

Embora seja considerada regra ideal para que procura ter uma vida saudável, muitas pessoas adotam a prática de atividades físicas em sua rotina apenas no verão. Conheça os benefícios da realização de exercícios no 10 Coisas que Você Precisa Saber Sobre Atividades Físicas.

Lembrando que o sedentarismo é uma das principais causas de doenças cardiovasculares, diabetes, obesidade e outras doenças crônicas não transmissíveis, a Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu o dia 6 de abril como Dia Mundial da Atividade Física.

Confira, então, os 10 coisas que você precisa saber sobre atividade física:

1. O programa Agita Mundo acredita que a prática de exercícios, de intensidade moderada, durante meia hora por dia é suficiente para que o cidadão deixe de ser sedentário. Estes trinta minutos podem ser contínuos ou divididos em três períodos de 10 minutos cada.

2. Quando se fala em exercícios, o mais importante é que você pratique alguma atividade que se adapte ao seu estilo de vida e que seja do seu agrado. Caso contrário, são muitas as chances de interrupções.

3. Pequenas modificações no hábito diário – como subir escadas, saltar do ônibus um ponto antes, passear com cachorro, varrer, cuidar do jardim, lavar o carro, etc. – podem ajudá-lo a movimentar mais e servir como um estímulo para o início de uma atividade física diária.

4. Os efeitos benéficos da atividade física ocorrem para as pessoas que se exercitam com regularidade. Aqueles com IMC entre 25 e 30 (sobrepeso), nestas condições, podem ter um risco menor de desenvolver diabetes e outras doenças metabólicas do que os sedentários.

5. De acordo com o United States Departament of Health and Human Services, é importante os adultos pratiquem duas horas de atividades anaeróbicas (musculação localizada), por semana, além dos 30 minutos de caminhada intensa por dia. Nos casos de pessoas com diabetes, hipertensão, obesidade e pessoas com problemas no metabolismo ósseo, por exemplo, é preciso ter um cuidado especial na escolha dos exercícios a praticar. Nestes casos, é imprescindível o acompanhamento de um profissional.

6. 1 minuto de atividade física intensa é compatível com 2 minutos de atividade moderada. Caminhada em ritmo acelerado, hidroginástica, passeio de bicicleta e jogo de tênis em dupla são alguns dos exemplos para atividade moderada. Já a corrida, a natação, o basquete e a corrida de bicicleta são consideradas intensas.

7. Durante a prática de um exercício físico é possível que haja uma redução na taxa de glicose da pessoa. O indicado, principalmente para pessoas com diabetes, é que carreguem consigo algum tipo de carboidrato de rápida absorção.

8. As atividades físicas melhoram a sensação de bem-estar, diminuem a ansiedade e a probabilidade de depressão, por liberarem a serotonina (hormônio conhecido como “molécula da felicidade”).

9. Dentre os benefícios da prática de exercícios estão: a diminuição do apetite, a melhora do humor, a perda de gordura (emagrecimento), o enrijecimento dos músculos, a melhora da imunidade e o retardo do envelhecimento.

10. Até o ano de 2010, o objetivo do Ministério da Saúde é reduzir de 29% para 24% o percentual da população brasileira considerada sedentária. Para isso, criou a campanha “Eu sou do time que se movimenta pela saúde”. Que tal aproveitar a campanha nacional e iniciar a sua atividade?

Flavia Garcia

Bibliografia

Ministério da Saúde, Organização Pan-Americana de Saúde, Programa Agita Mundo e o Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos.

Fonte: www.endocrino.org.br

Dia da Atividade Física

Como Começar

Não faça atividades físicas em jejum e beba água antes, durante e depois.
Atividade em grupo ou com um amigo ajuda a manter o estímulo.
Dê preferência a lugares apropriados, como parques, praças e centros esportivos.
Consulte um profissional de atividade física antes de fazer exercícios mais rigorosos ou aumentar o tempo dos que você já faz.
Use roupas leves e prefira as horas mais frescas do dia.
Não use plásticos em volta do corpo. Eles aumentam a desidratação e a temperatura corporal.
Alimente-se de mais frutas, verduras e legumes.
Prefira sucos ou água a refrigerantes.
Use sempre o filtro solar.

Como começar agora mesmo:

Evite elevadores e use mais as escadas.
Junte uma turma para jogar vôlei, peteca, futebol ou fazer caminhada.
Leve o seu cachorro para passear.
Estacione o carro mais longe ou desça em um ponto de ônibus mais distante, para você andar um pouco mais.

Benefícios

A atividade física tem inúmeros benefícios: melhora a qualidade do sono, aumenta a tolerância ao estresse, facilita a perda de peso, evita a obesidade, é bom para o coração, dá uma sensação de bem estar, diminui sintomas depressivos e ansiosos, melhora o controle do apetite, diminui a frequência de gripes, resfriados e infecções respiratórias, fortalece os músculos, reduz os riscos de osteoporose, entre outros.

O que você ganha?

Fortalece os músculos.
Melhora a qualidade dos ossos.
Melhora a frequência dos batimentos cardíacos e a circulação sanguínea.

O que você evita, controla e diminui?

Doenças cardiovasculares
Ansiedade e depressão
Obesidade e diabetes
Osteoporose
Alguns tipos de câncer

Fonte: apsredes.org

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal