Breaking News
Home / Calendário Comemorativo / Dia Nacional do Doador de Sangue

Dia Nacional do Doador de Sangue

25 de Novembro

PUBLICIDADE

Doar sangue é um ato de amor à vida que não dura mais que meia hora. É importante lembrar, que todos estamos sujeitos a uma transfusão repentina de sangue.

Para ser um doador, basta ser saudável, ter entre 18 e 60 anos, pesar mais de 50 quilos, não ter comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis ou transmitidas pelo sangue. Também é aconselhável não fumar duas horas antes ou depois da doação e não estar de jejum.

A quantidade a ser doada é estipulada de acordo com o peso do doador. O organismo recupera facilmente essa quantia, caso a pessoa não seja anêmica.

Depois de doar sangue uma vez, não há obrigação em doar sempre. No entanto, se quiserem, os homens podem doar sangue de dois em dois meses e as mulheres, a cada três meses.

Existem muitas dúvidas e mitos a respeito da doação. Não há risco de contrair Aids ou outra doença durante a doação, pois o material utilizado é descartável. Há quem diga que engrosse o sangue, mas isso não acontece e também não há modificação na pressão arterial.

Algumas condições impedem a doação de sangue.

São elas:

Estar em tratamento médico ou utilizando medicamentos
Ter recebido algum tipo de transfusão de sangue nos últimos 10 anos
Ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 24 horas
Ter feito tatuagem ou acupuntura nos últimos 12 meses
Ter tido doença de Chagas, malária, hepatite ou sífilis
Ser portador do vírus HIV / Aids
Estar grávida
Ter passado menos de 3 meses depois do último parto ou aborto
Ser epilético

O doador de sangue passa por uma espécie de triagem antes da doação. A pressão arterial, o pulso, o peso e o teste de anemias são realizados e logo depois, é feita uma entrevista sigilosa com o candidato para a verificação das condições citadas acima. Se o candidato passar nessa triagem, ele fará a doação e terá um lanche a disposição para repor o volume de líquido retirado.

Doar sangue é, antes de tudo, doar vida. Porém, poucas pessoas têm consciência disso. E o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue lembra a importância de cidadãos que já participam deste ato de solidariedade. Também é um dia para conscientizar a todos sobre a importância da doação.

Em todo país, muitos bancos de sangue encontram dificuldade de manter os estoques em quantidade necessária para as emergências.A doação de sangue, infelizmente, ainda não se tornou uma prática incorporada ao cotidiano dos brasileiros.

O que a maioria das pessoas não sabe é que doar sangue não causa nenhum problema para o doador. Não há risco de adquirir doenças, pois todo o material usado é descartável. O volume retirado é reposto em pouquíssimo tempo, após a ingestão de líquidos.

Não engorda, pois nada é ingerido ou colocado na veia, e também não emagrece. Não afina e nem engrossa o sangue e também não vicia.

O mais importante, entretanto, é saber que este ato simples pode salvar a vida de muitas pessoas.

Sociedade Brasileira de Hematologia e Hemoterapia reforça a necessidade da doação de sangue

O número de doadores de sangue está abaixo do esperado no Brasil. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o ideal seria ter em torno de 3 a 4% da população como voluntários, porém atualmente apenas 1,7% da sociedade são doadores. “Um dos motivos de não termos um número considerável de doadores é a falta de informação. As pessoas têm receio do material utilizado, medo de contaminação, além dos mitos que doar sangue emagrece, engorda, vicia ou enfraquece o organismo”, afirma o presidente da Sociedade Brasileira de Hematologia e Hemoterapia (SBHH), Dr. Carlos Chiattone.

Outra razão que faz com que os bancos de sangue tenham falta de bolsas é a proximidade de um feriado, data que as pessoas costumam viajar e deixam de comparecer aos hemocentros. Porém, nessas épocas também aumentam o número de acidentes nas estradas. De acordo com Chiattone, nos feriados há uma queda de 30% nas doações, o que pode comprometer o atendimento aos pacientes.

Além de obter doações suficientes para realizar as transfusões, o presidente da Sociedade Braileira de Hematologia e Hemoterapia espera que a sociedade colabore também para ajudar as pessoas que sofrem de doenças crônicas, de leucemia e as que estão internadas em serviço de emergência. “Há risco real de morte para os pacientes que precisam de plaquetas, e diversos serviços de hemoterapia no país já estão com o estoque esgotado. O sangue e seus componentes salvam muitas vidas, por isso não há gesto mais humano do que o de doar sangue”, diz.

Desfazendo mitos

Doar sangue não dói, é fácil, rápido, não afeta a sua saúde e várias vidas são salvas.
A quantidade de sangue retirada não afeta a saúde, pois a recuperação ocorre imediatamente após a doação. Uma pessoa adulta tem, em média, 5 litros de sangue em seu organismo. Durante a doação, são coletados no máximo 450ml de sangue.
Condições básicas para doar sangue
Sentir-se bem, com saúde.
Apresentar documento com foto, válido em todo território nacional.
Ter entre 18 e 65 anos de idade
Pesar acima de 50kg.

Onde doar sangue

Cada capital brasileira tem um hemocentro que é responsável por coordenar todas as atividades e serviços hemoterápicos de seu estado. A doação de sangue pode ser feita em um hemocentro ou em uma unidade de coleta mais próxima.

Recomendações para a doação

Nunca doar sangue em jejum
Fazer um repouso mínimo de 6 horas na noite anterior à doação.
Não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores.
Evitar fumar por pelo menos 2 horas antes da doação.
Evitar alimentos gordurosos.

Quem não pode doar

Quem teve diagnóstico de hepatite após os 10 anos de idade.
Mulheres grávidas ou amamentando.
Pessoas que estão expostas a doenças transmissíveis pelo sangue como AIDS, hepatite, sífilis e doença de chagas.
Usuários de drogas.
Aqueles que tiveram relacionamento sexual com parceiro desconhecido ou eventual, sem uso de preservativos.

O que acontece com o sangue doado?

Todo sangue doado é separado em diferentes componentes (como hemácias, plaquetas e plasma) e assim poderá beneficiar mais de um paciente com apenas uma unidade coletada. Os componentes são distribuídos para os hospitais da cidade para atender aos casos de emergência e aos pacientes internados.

Perguntas e Respostas sobre Doação de Sangue

Quantos litros de sangue uma pessoa possui?

Em média, um adulto tem cerca de cinco litros de sangue, mas a quantidade de sangue varia conforme o peso da pessoa.

Por que devo ser um doador de sangue?

O sangue não se fabrica artificialmente, portanto não existe uma forma mais simples de salvar vidas. O organismo repõe o plasma em cerca de um dia após a doação e os demais componentes em algumas semanas. Você pode doar sangue a cada 2 meses (homem) e 3 meses (mulher).

Que tipos de risco existem para alguém que doa sangue?

Não há perigo em doar sangue. Todo o material utilizado para retirar o sangue é descartável e esterilizado. A quantidade retirada é proporcional ao peso do doador.

Às vezes pessoas muito anciosas podem apresentar reações adversas à doação, como por exemplo: hipotensão arterial, sudorese e tonturas, que são sintomas passageiros.

Para que é usado o sangue?

As hemácias são transfundidas em caso de anemias ou grandes sangramentos, As plaquetas são transfundidas quando os pacientes não as possui em número suficiente ou sua qualidade não está boa para promover a coagulação. Os pacientes com câncer que são submetidos a quimioterapia, muitas vezes tem que ser transfundidos pois este tratamento diminui a quantidade de hemácias e/ou plaquetas.

O plasma constitui-se de 90 por cento de água, 7 por cento de proteína e quantidades muito pequenas de gorduras, açúcar e minerais. O plasma e os fatores de coagulação concentrados são necessários para pacientes com hemofilia e com outras perturbações que ocasionam sangramento.

O que tenho de fazer para doar sangue?

Dirigir-se até ao hemocentro de Marília, ou entar em contato com o hemocentro pelo e-mail (hemocentro@famema.br), telefone (3402-1850), ou entre em contato com o banco de sangue mais próximo para marcar uma hora ou para obter informações sobre a nova campanha que realizarão para a coleta de sangue.

Durma bem na véspera.

O que acontece depois de eu ter doado o sangue?

Após a doação, descanse durante 5 ou 10 minutos. Tome o lanche oferecido pela unidade para elevar o nível de açúcar em seu sangue e para iniciar a reposição pelo organismo com a ingestão de líquidos. Não fume durante uma hora e nem tome nenhuma bebida alcoólica durante cinco horas. Compartilhe sua experiência com seus amigos para que estes também se sintam motivados a doar sangue.

Posso contrair alguma doença através da doação de sangue?

Não. Quem doa não corre risco de adquirir doenças. O material utilizado na coleta é descartável.

A doação vai fazer com que eu engorde ou emagreça?

Não engorda porque você não ingere nada. Não emagrece porque a quantidade de sangue retirado é reposta com a ingestão de líquidos, permitindo que o doador retome seu peso original.

Se eu doar, meu sangue vai engrossar ou afinar?

Nem uma coisa nem outra. O organismo controla perfeitamente a reposição de volume e de glóbulos vermelhos, mantendo-os sempre na mesma quantidade.

Doar sangue vicia?

Não. Se você nunca mais doar, nada vai acontecer. Mas sempre que for possível, doe.

Quantas vezes eu posso doar sangue?

Homens podem doar a cada três meses e mulheres a cada quatro meses.

Mulher grávida, amamentando ou que sofreu um aborto pode doar sangue?

Não. A mulher não pode estar grávida e deve esperar três meses após o parto para doar sangue. Se estiver amamentando, ela deve esperar três meses após parar de amamentar. Se tiver sofrido aborto, deve esperar três meses.

Vou perder muito tempo para doar sangue?

Não. Desde a triagem até a doação você vai levar no máximo 40 minutos. Em dias mais movimentados você pode ter de esperar um pouco mais. Como não é necessário jejum, você pode doar até as 18:00 horas.

Posso doar sangue se fui submetido a uma cirurgia?

Sim. Se a cirurgia foi de pequeno porte você pode doar sangue após três meses. No caso de cirurgia de grande porte espere seis meses para doar.

Posso doar sangue para mim?

Sim. Quando você for passar por uma cirurgia pode armazenar uma reserva de seu próprio sangue para o caso de precisar de uma transfusão, mas para isso procure o serviço de hemoterapia com bastante antecedência para que tudo ocorra como o planejado.

Posso fazer uma doação de sangue específica para uma pessoa?

Desde que o seu sangue esteja dentro de todas as especificações necessárias é possível a doação, armazenamento e transfusão específica para determinada pessoa.

Dia Nacional do Doador de Sangue alerta para conscientização

Dia Nacional do Doador de Sangue

Veja se você pode se tornar um doador de sangue:

Para se tornar um doador de sangue, é necessário que a pessoa apresente as seguintes características:

Tenha entre 18 e 60 anos
Pese mais de 50 quilos
Não esteja grávida
Já tenha se passado pelo menos 3 meses do último parto ou aborto
Não tenha tido Doença de Chagas ou contato com o inseto Barbeiro
Não tenha tido malária ou estado em região de malária nos últimos 6 meses
Não tenha hepatite ou sífilis
Não seja Epilético
Tenha doado sangue há mais de 60 dias (homem) ou 90 dias (mulher)
Não tenha ingerido bebida alcoólica nas 24 horas que antecedem a doação
Tenha dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas.

Atenção, serão realizados os seguintes exames de triagem no sangue doado:

AIDS
Sífilis
Hepatite
Doença de Chagas
HTLV I/II
Formas raras de Hemoglobina (anemias)
Grupos Sangüíneos e Fator Rh

O ato de doar sangue:

Não emagrece
Não engorda
Não afina o sangue
Não engrossa o sangue
Não vicia Pessoas que foram vacinadas contra sarampo ou com a BCG estão impedidas de doar sangue por um mês.
Pessoas vacinadas contra rubéola não podem doar por 02 semanas.

A doação de sangue passo a passo:

Veja como é simples doar sangue:

1° Passo: O processo de doação leva aproximadamente 1/2 hora. A doação em si dura apenas de 6 a 10 minutos.
2° Passo:
Preencha a ficha do doador. Você ficará cadastrado em nosso banco.
3° Passo:
Check-up médico. Um médico irá medir sua pressão e checar se você está apto a doar sangue. Não fique constrangido, algumas perguntas que fazem parte da rotina, serão feitas. Suas respostas são extremamente importantes e confidenciais.
4° Passo:
A doação propriamente dita. Um profissional de saúde irá realizar a assepsia em seu braço e usar uma agulha descartável. Não há chance de contrair o vírus da AIDS ou nenhuma outra doença infecciosa doando sangue.
5° Passo:
Após a doação você deverá descansar uns 10 minutos. Esse tempo é super importante e com isso você poderá fazer um lanche leve, fornecido gratuitamente.

Perguntas e Respostas

E se eu tiver uma tatuagem ou “body piercing”?

Pessoas que fizeram uma tatuagem recentemente devem esperar pelo menos um ano antes de doar sangue. Não importa quantas tatuagens a pessoa tenha, apenas a data da mais recente. Ter um “body piercing” não impede uma pessoa de doar sangue, desde que ele tenha sido feito em um estabelecimento licenciado.

Fazer um “body pierce” em um estabelecimento não licenciado impede com que a pessoa faça uma doação por um ano.

Pessoas que tomam remédios podem doar sangue?

Se você estiver sob medicação, consulte um médico ou pergunte à equipe do banco de sangue se você tiver dúvidas se pode doar ou não.

O que é Sangue ?

O sangue é um dos tecidos vivo que circula pelo corpo, rico em nutrientes e células vivas (glóbulos). Leva oxigênio e nutrientes a todos os órgãos. Ele é composto por plasma, hemácias, leucócitos, plaquetas e fatores de coagulação. Sua quantidade varia conforme o peso da pessoa ( 4 a 7 litros). Uma perda deste precioso líquido acima da reserva (que todos nós temos), pode acarretar estado de choque.

O que será feito com o sangue doado ?

O sangue é separado em componentes como: concentrado de hemácias (glóbulos vermelhos), que transportam o oxigênio e gás carbônico; plasma, que é a parte líquida que transporta proteínas; concentrado de plaquetas, que controlam as hemorragias, glóbulos brancos que atuam contra infecções e crioprecipitados.

Como você vê, a sua doação pode salvar vidas e ajudar para uma recuperação mais rápida dos pacientes.

Quais são os tipos de sangue (ABO e Rh) ?

O Sangue é classificado em grupos com a presença ou ausência de um antígeno na superfície da hemácia. Os grupos mais importantes são ABO e Rh (+ e -). A incidência destes grupos varia de acordo com a raça, pois trata-se de um fator hereditário.

Percentualmente, sua ocorrência na população é de aproximadamente:

O (45%)
O positivo: 36%
O negativo: 09%
A (42%)
A positivo: 34%
A negativo: 08%
B (10%)
B positivo: 08%
B negativo: 02%
AB (3%)
AB positivo: 2,5%
AB negativo: 0,5%

DOADOR E SANGUE UNIVERSAL

O positivo doa para O, A, B, AB positivo
O negativo doa para TODOS
A positivo doa para A e AB positivo
A negativo doa para A e AB negativo e para A e AB positivo
B positivo doa para B e AB positivo
B negativo doa para B e AB negativo e para B e AB positivo
AB positivo doa para AB positivo
AB negativo doa para AB negativo e para AB positivo
O NEGATIVO doador universal
AB POSITIVO receptor universal.

SOMENTE NAS URGÊNCIAS LANÇA-ME MÃO DO SANGUE UNIVERSAL “O NEGATIVO”.

O que são Hemácias ?

As hemácias são conhecidas como glóbulos vermelhos por causa do seu alto teor de hemoglobina, uma proteína avermelhada que contém ferro
A hemoglobina capacita as hemácias a transportar o oxigênio a todas as células do organismo. Elas também levam dióxido de carbono, produzido pelo organismo, até os pulmões, onde ele é eliminado
Existem entre 4 milhões e 500 mil a 5 milhões de hemácias por milímetro cúbico de sangue.

O que é Plasma ?

O plasma é parte líquida do sangue, de coloração amarelo palha, composto de água (90%), proteínas e sais. Através dele circulam por todo o organismo as substâncias nutritivas necessárias à vida das células.

Essas substâncias são: Proteínas, enzimas, hormônios, fatores de coagulação, imunoglobulina e albumina. O plasma representa aproximadamente 55% do volume de sangue circulante.

O que são Plaquetas ?

As plaquetas são pequenas células que tomam parte no processo da coagulação sanguínea, agindo nos sangramentos (hemorragias). Existem entre 200 mil e 400 mil plaquetas por milímetro cúbico de sangue.

O que são leucócitos ?

Os leucócitos, também chamados de glóbulos brancos, fazem parte da linha de defesa do organismo e são acionados em casos de infecções, para que cheguem aos tecidos na tentativa de destruírem os agressores, tais como vírus e bactérias. Existem entre 5 mil a 10 mil leucócitos por milímetro cúbico.

Instruções aos candidatos à Doação de Sangue

É obrigatório apresentar um dos seguintes documentos: carteira de identidade, de trabalho profissional, passaporte ou certificado de reservista. Todo doador deve estar ligado por afeto ao receptor

Peso: acima de 55 kg – Idade: de 18 a 65 anos

O doador deve gozar de saúde perfeita, caso contrário o sangue retirado prejudicará o próprio doador ou a quem dele fizer uso.Não deve doar em jejum. Tomar café da manhã normal. Após o almoço ou refeição volumosa, deve esperar 3 horas.
Não deve fazer uso de bebidas alcoólicas 24 horas antes da doação.
O doador deve ter dormido pelo menos 5 horas na noite anterior e se sentir descansado para a doação.
Repouso recomendado após doação: 12 horas para operadores de máquinas pesadas, chofer de táxi, ônibus, trem, motoqueiro, (permanecer 2 horas no Banco de Sangue), atividades em altura (andaimes), etc. e 72 horas para tripulação de avião.
Não fumar 1 hora antes e após a doação.
As doações não devem ser feitas com intervalos menores que 2 meses para homens e 3 meses para mulheres

A) Informe ao médico de plantão se:

1- Está em uso de algum medicamento? Tomou algum medicamento no último mês?
2-
Foi operado ou teve doença grave nos últimos 6 meses?
3-
Tem ou teve furúnculo, ouvidos infectados ou qualquer outra doença infecciosa nos últimos 3 meses?
4-
Teve contato com algum doente de hepatite (icterícia/ tirícia) nos últimos 6 meses?
5-
Recebeu algum tratamento para sífilis? Teve alguma doença venérea (doença de rua) nos últimos 2 anos?
6-
Já morou em região onde existe malária ou já teve malária (maleita, febre palustre, implaudismo, sezão)? Esteve na Amazônia ou em região de malária nos últimos 6 meses?
7-
Sofre ou já sofreu alguma alergia como asma, urticária, eczema? Manchas na pele?
8-
Fez extração dentária, obturação ou tratamento de canal nos últimos 3 meses? Limpeza ou manutenção de aparelho dentário na última semana?
9-
Recebeu alguma vacina nos últimos 3 meses? Recebeu vacina contra raiva nos últimos12 meses?

B) Se responder afirmativamente a alguma das perguntas abaixo, NÃO DOE SANGUE:

1- Tomou AAS, Melhoral, Aspirina, ou alguma medicação anti-inflamatória nos últimos 7 dias?
2-
Tem parceiro sexual fixo com o qual iniciou relacionamento sexual a menos de 6 meses?
3-
Relacionamento sexual eventual com pessoa conhecida, não pertencente a grupo de risco?
4-
Teve parceiros sexuais variados ou desconhecidos ou relação sexual com prostituta, nos últimos 12 meses?
5-
Já usou drogas injetáveis? Ou teve relacionamento sexual com pessoa que usou drogas injetáveis?
6-
Está em tratamento de alguma doença? Tem pressão alta? Alcoolismo? Tem alguma doença crônica (diabetes, problema de tireóide, vitiligo, psoríase, etc.?)
7-
Recebeu transfusão de sangue alguma vez?
8-
Recebeu imunoglobina (antisoro) nos últimos 10 anos?
9-
Notou a presença de ínguas em alguma região do corpo?
10-
Teve diarréia nas últimas 3 semanas? Tosse persistente? Emagrecimento?
11-
Tem tido febre sem causa aparente? Esteve gripado ou com sinusite nas últimas 3 semanas?
12-
Já teve malária? (maleita, febre palustre, implaudismo, sezão) alguma vez?
13-
Já teve hepatite (icterícia, tirícia)?
14-
Já teve convulsão, “disritmia”? Toma gardenal ou anti-convulsivantes?
15-
Tem alergia a algum medicamento?
16-
Foi submetido a endoscopia ou broncospia nos últimos 12 meses?
17-
Fez tatuagem, acupuntura, “piercing” ou furou a orelha nos últimos 12 meses?
18-
Teve dengue nos últimos 6 meses?
19-
Esteve na Inglaterra ou Reino Unido por mais de 6 meses ou entre 1980 até a presente data? Permaneceu em Portugal ou França por mais de 10 anos a partir de 1980?

PARA MULHERES: Está grávida? Amamentando? Teve parto ou aborto há menos de 3 meses? No último ano, teve relação com homem que faz sexo com outro homem (bissexual)? A menstruação não contra-indica a doação, mas se você não estiver bem, não doe.

Qualquer dúvida sobre estas instruções, procure esclarecimento com o pessoal de apoio ou com o médico triagista.

Mentir sobre seu estado de saúde ao doar sangue é crime perante a lei.
É previsto contato posterior a doação para controle de qualidade.

Fonte: UFGNet/www.voluntariosibm.org/www.famema.br/www.abrale.org.br/ www.shdb.com.br/ www.ufop.br

 

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Dia da Infância

PUBLICIDADE A infância é a faixa etária que vai do nascimento até a adolescência. De …

Dia do Pi

PUBLICIDADE 14 de março – Dia do Pi Pi ou p. O Dia do Pi …

Dia Mundial da Gentileza

PUBLICIDADE A bondade é um comportamento marcado por características éticas, uma disposição agradável e uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.