Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Calendário Comemorativo / Dia do Dentista

Dia do Dentista

PUBLICIDADE

 

25 de Outubro

O Dia Nacional do Dentista coincide com a assinatura do decreto 9.311 que criou os primeiros cursos de graduação em odontologia no país, especificamente nos estados da Bahia e Rio de Janeiro.

Através de uma portaria do Conselho Federal de Odontologia, a data passou a homenagear quem se dedica à profissão no Brasil.

O QUE FAZ?

Quem pensa que dentista só cuida dos dentes se enganou. Também trata dos problemas da gengiva, boca e ossos da face. Na verdade, ele cuida da saúde bucal como um todo, além da parte estética. Dentre as funções, pode fazer restaurações, obturações, projetar e instalar próteses e dentaduras.

Dia do Dentista

Pode exercer a profissão como clínico geral ou seguir uma especialidade, como, por exemplo:

Cirurgião-dentista: Realiza cirurgias

Endodontista: Trata da polpa e da raiz dos dentes.

Implantodontia: Faz implante de próteses nos maxilares

Estética: Corrige a posição dos dentes e faz clareamento

Periodontista: Trata as doenças da gengiva e dos ossos da boca

Ortodontista: Faz alterações estéticas, na mordedura e na posição dos dentes através do uso de aparelhos dentários

Odontopediatria: Cuida especificamente de doenças de crianças

Traumatologia e cirurgia buco maxilo facial: Diagnostica e trata doenças, lesões e traumas na boca, maxilar e face.

CURSO

Como os demais cursos na área de saúde, o de odontologia é longo, durando, geralmente, cinco anos. No ciclo básico, há disciplinas como anatomia, patologia e fisiologia. Na parte profissionalizante, o aluno tem aulas de farmacologia, cirurgia, prótese e traumatologia. E logo no segundo ano treina obturações em bonecos.

OS DENTES E SEUS INIMIGOS

Presos aos maxilares inferior e posterior, os dentes são estruturas calcificadas que fazem a mastigação dos alimentos. Sua parte externa é coberta pelo esmalte, que é a substância mais dura. Sob ele, encontra-se uma substância óssea chamada dentina. Tem a polpa dental que é um tecido conjuntivo frouxo composto de nervos e o cemento que prende a raiz e liga o dente à gengiva e à mandíbula.

A cárie só aparece quando uma bactéria que se acumula com outras, ficando presa ao dente e à gengiva. Essas bactérias formam a placa bacteriana que transforma os restos de alimentos, principalmente os que contém açúcar, em ácidos prejudiciais aos dentes. Eles atacam o esmalte até abrir um “buraco” que é a cárie num processo conhecido como desmineralização.

DICAS PARA HIGIENE BUCAL

Com a saúde da boca não se brinca!

Preste atenção nas dicas para manter uma boa higiene bucal:

Não sopre o alimento para esfriá-lo para não contaminá-lo com bactérias.

Use o fio dental ou fita dental pelo menos uma vez ao dia para limpar as superfícies não alcançadas pela escova.

A escova de dentes deve estar sempre em bom estado, com cerdas macias e pontas arredondadas. Se as cerdas ficarem tortas, a escova deve ser trocada.

A pasta dental não deve ser ingerida, pois contribui para a fluorose, problema relacionado com o consumo em excesso de flúor.

O descuido com os dentes e gengivas pode causar doenças graves como a endocardite bacteriana causada por uma bactéria que se aloja nas válvulas do coração. Para se prevenir, escove os dentes após as refeições; faça remoção periódica de tártaro; use fio dental e informe ao dentista caso seja portador de qualquer anomalia cardiovascular.

O que faz

O dentista é o responsável pela prestação ser serviços odontológicos. Este profissional faz restaurações, combate doenças da boca e gengiva, realiza cirurgias para remoção de dentes, executa limpeza e clareamento dos dentes e atua na orientação higiene bucal.

Características profissionais importantes (aptidões, habilidades e competências)

Coordenação motora desenvolvida, interesse pela área para manter-se atualizado, conhecimentos aprofundados sobre a área odontológica, concentração e habilidade manual.

Mercado de Trabalho

Hospitais públicos e privados, consultório particular de odontologia, instituições de ensino.

Especializações

Após a formação como cirurgião dentista (com duração de 5 anos), o profissional pode fazer especializações nas seguintes áreas: ortodontia, periodontia, odontologia estética, implantodontia, prótese, endodontia, odontopediatria e patologia bucal.

O Símbolo é representado pelo Caduceu de Esculápio, onde o Caduceu significa insígnia dos arautos e Esculápio, o deus da Medicina na mitologia greco-romana. Foi instituído na cor grená, com a serpente de cor amarela com estrias pretas no sentido diagonal, enrolando-se da esquerda para a direita, e o conjunto, circunscrito também na cor grená.

A serpente amarela de Esculápio, a Coluber Aesculapii , que se entrelaça da esquerda para a direita, circunscrita em círculos, surgiu após muito tempo de pesquisa.

O símbolo é entendido como ideal, por uma única justificativa: “Medicina circunscrita”, isto é “circunscrita à cavidade oral”.

A origem do mito envolvendo o Cadoceu (serpente abraçada à vara) está na Mitologia Grega. Sua escolha como símbolo representante de uma classe data dos tempos antigos.

Os povos antigos descreviam a serpente como sinônimo de poder, sabedoria e até como uma verdadeira divindade curativa. Por isso o culto passou à lenda e posteriormente, transformou-se na divindade da medicina.

Dia do Dentista
Símbolo da Odontologia

A lenda descreve Esculápio, assim denominado pelos romanos, Aselépio filho de Apolo e da ninfa Coronide. Diz a mitologia que Esculápio fora adotado e criado por um Centauro Quirone que ensinou-lhe a arte médica.

Um episódio envolvendo Esculápio e a serpente tornou-os inseparáveis, associados indissoluvelmente. Pela mitologia, ao sair de da casa de uma mulher doente e já desenganada, Esculápio cruzou com a serpente não venenosa de cor amarela, pelo caminho, porém acreditando estar ameaçado não hesitou em por fim na vida da criatura.

Ocorreu logo em seguida, uma outra serpente igual a primeira em tamanho e cor, apresentou-se ao protagonista. Foi então, que Esculápio observou que o réptil, na verdade, levava na boca uma planta com a qual poderia curar àquela mulher. Deste episódio nasceu a imagem da serpente entrelaçada na vara, símbolo de autoridade e companheira inseparável de Esculápio.

Em relação a definição das cores optaram por manter as cores originais da serpente, amarela, e do bastão, grená (esta representando a própria categoria odontológica).

A criação do símbolo da Odontologia remonta ao tempo de Hipócrates (460-377 a.C.).

Conta a lenda que o pai da medicina tinha duas filhas: Hygia, que o ajudava em sua lida diária na arte de curar e no estudo dos males que afligiam o homem, e Panacéa, vaidosa, que passou a vida inteira a procura do elixir da longa vida, o soro da juventude que lhe conservasse a mocidade e a beleza.

Por isso, o vocábulo higiene significa prevenção a doenças, asseio, enquanto panacéa é a droga que não faz efeito, não serve para nada. Certa vez, estava Hipócrates em sua faina cotidiana, quando percebeu que uma cobra venenosa dele se acercou e, enrolando-se no seu cajado, estava prestes a executar o bote para aplicar-lhe a picada fatal.

Calmo, do alto de sua sabedoria e do poder que o saber lhe conferia, disse para a serpente: “se queres me fazer mal, de nada adiantará que me firas, pois tenho no corpo o antídoto contra tua peçonha. Se estás com fome, te alimentarei”. E, ato contínuo, tomou uma ânfora que usava na mistura de ervas e princípios químicos e encheu-a deleite, oferecendo-a à cobra. Esta logo desceu do cajado, enrolou-se na ânfora e bebeu o leite.

Estavam criados os símbolos da Medicina (a cobra envolvendo o cajado) e o da Farmácia (a cobra envolvendo a ânfora). De acordo com Dr. Ranilson de Amorim, por ser mais nova que a Medicina e a Farmácia, a Odontologia só teve seu símbolo criado posteriormente. “Foi em um congresso internacional realizado na cidade de Granada quando, em convenção, foi decidido que diante da origem dos símbolos da medicina e da farmácia, por ser uma profissão de saúde e estar intimamente ligada em currículo e desempenho profissional às outras duas, o seu 1º símbolo deveria ser uma pira que representa o saber, envolvida por duas serpentes; a sua pedra representativa deveria ser a granada, em homenagem à cidade que acolhera aquele evento; e a cor, o grená desta pedra preciosa”, conclui. Atualmente a pira foi substituída pelo cajado.

Deliberações sobre o símbolo da Odontologia:

a) o bastão terá o comprimento de 9/10 do diâmetro interno do círculo, tendo na parte superior a largura de 2/10 do referido diâmetro e, na parte inferior 1/10 do diâmetro citado. Seus traços laterais serão retos. Apresentará, ainda, alguns pequenos segmentos de reta, no sentido vertical, para conferir-lhe caráter lenhoso. Suas extremidades terão linhas curvas e seu traçado externo, a largura de 1/20 do diâmetro interno do círculo.

b) a serpente em sua parte mais larga, terá 1/10 do diâmetro interno do círculo e largura zero na calda. Enrolar-se-á no bastão de cima para baixo de forma elíptica passando pela frente, por trás, pela frente e parte superior e inferior do bastão, respectivamente, tendo na parte superior e inferior do bastão a distância de 2/10 do diâmetro do círculo de cada extremidade. Ostentará na boca a sua língua bífida, guardadas as mesmas proporções.

c) a largura do traçado do círculo, terá 1/10 do seu diâmetro interno e os traços externos do bastão e da serpente terão largura de 1/20 do referido diâmetro.

Anel

Uma granada engastada em arco de ouro, representando duas cobras entrelaçadas.

Bandeira

Cor grená com um círculo branco no centro e no meio do mesmo o caduceu com a cobra entrelaçada; com as seguintes dimensões: largura 2/3 do seu comprimento e o diâmetro externo do círculo deverá ter o comprimento de 2/3 da largura da bandeira.

Notas da Redenção Este símbolo foi criado a partir de um projeto de autoria do cirurgião-dentista gaúcho Euclides Luiz de Oliveira, encaminhado ao CFO.

O dia nacional do cirurgião-dentista coincide com a assinatura do decreto 9.311, de 1884, que criou os primeiros cursos de odontologia no Brasil. Por isso, essa foi a data foi escolhida para homenagear os profissionais da área.

O cirurgião-dentista é responsável por cuidar dos dentes, de problemas na gengiva, boca e ossos da face. Na verdade, ele cuida da saúde bucal como um todo, além da parte estética. Dentre as funções, pode fazer restaurações, obturações, projetar e instalar próteses e dentaduras.

O profissional pode exercer a profissão como clínico geral ou optar por outras especialidades, como cirurgia, endodontia, implantodontia, estética, periodontia, ortodontia, odontopediatria, traumatologia e cirurgia buco maxilo facial.

O curso superior de odontologia tem duração cinco anos. No ciclo básico, há disciplinas como anatomia, patologia e fisiologia. Na parte profissionalizante, o aluno tem aulas de farmacologia, cirurgia, prótese e traumatologia. E logo no segundo ano treina obturações em bonecos.

Símbolos

Apesar de constituir-se tema abordado por vários Cirurgiões – dentistas, ainda é bastante numeroso o contingente de colegas que desconhece o símbolo da nossa profissão.

Além do desinteresse que resulta em desconhecimento, o que é pior, é constatarmos que vêm algumas publicações, muitas vezes na capa de periódicos e em grande número de convites de formatura de turmas de graduados, exibindo como símbolo da Odontologia um vistoso facho de fogo ostentando uma cobra a ela enrolada, cuja cabeça situa-se acima do fogo.

Nada mais fantasioso e que simplesmente constitui-se do completa desconhecimento da realidade.

Alem de não representar o verdadeiro distintivo da profissão, deve-se atentar para o fato de que a cobra, sendo sabiamente um animal que é afugentada pelo fogo, em nenhuma hipótese, pousarias sua cabeça a foguear.

O verdadeiro símbolo da Odontologia é constituído por um bastão no qual a serpente amarela de Esculápio-a Colluber Ersculapii se enrosca da direita para a esquerda, circunscrito em um circulo.

Esse modelo simbólico foi proposto por Benjamin Constant Nunes Gonzaga, dentista do Exército, num artigo publicado em março de 1914, na Revista Odontológica Brasileira (atual Revista da Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas), intitulado ”O Emblema Simbólico da Odontologia”.

Tendo a American Medical Association, em 1912, adotado o ”bastão de Esculápio” com seu símbolo, o autor mencionado propôs, inicialmente, para o Corpo de saúde do Exercito, o Símbolo adotado pela Medicina, inscrito numa circunferencial -Medicina Circunscrita-Por entender que a Odontologia correspondia à especialidade médica que cuida da cavidade bucal.

Posteriormente, quando da realização do VII Encontro dos Sindicatos de Odontologia do Brasil, ocorrido em 6 de novembro de 1973, sob os auspícios da Federação Nacional dos Odontologistas, um Grupo de Trabalho constituído por Cyro Rausis, Amadeo Bobbio e Ernesto Salles Cunha, Estudando o assunto, ratificou o modelo proposto por Benjamin Constant Nunes Gonzaga. Os eminentes colegas integrantes desse grupo de trabalho acrescentaram apenas que o bastão será marrom e o círculo terá cor grená. Assim foi recomendado o distintivo da Odontologia.

Acerca do significado dos elementos integrantes desse símbolo, transcrevemos o relato de Amadeo Bobbio e Elias Rosenthal contido à página 413 do livro ”

A Odontologia no Brasil no Século XX: ” Esculápio, ao sair da casa de um doente, para a qual tinha perdido toda a esperança de salvação, cruzou com a serpente de cor amarela, não venenosa, que lhe cerrou o passo. Esculápio, acreditando-se atacado, matou-a. Porém, no mesmo instante, se apresentou outra de igual tamanho e cor, e só então observou que o réptil levava na boca uma planta, com a qual pode curar a doente desenganada. Desde então, foi a inseparável companheira do Deus da Medicina, e se representa enroscada ao redor de um bastão”.

Nas estátuas de Esculápio existentes Museu do Vaticano e em Corinto, constata-se que a serpente é um atributo que as complementa.

O Conselho Federal de Odontologia oficializou esse símbolo através do artigo 275 da ” Consolidação das Normas para Procedimentos nos Conselhos de odontologia”.

Ao dispor sobre o assunto, o conselho ratifica o que foi aprovado por ocasião do VII Encontro dos Sindicatos de Odontologia do Brasil, detalhando, porém, a proporção que deve ser observada nas dimensões dos elementos constitutivos do símbolo.

Há uma pequena diferença quando à coloração dos elementos: o bastão deve ser marrom (e não grená) e a serpente deve conter estrias pretas.

Comemora-se o Dia do Dentista em 25 de outubro, porque nesta data, em 1884, foi assinado o decreto 9.311, que criou os primeiros cursos de graduação de odontologia do Brasil, no Rio de Janeiro e na Bahia. Uma portaria do Conselho Federal de Odontologia tornou a data oficial para a comemoração do Dia do Dentista Brasileiro.

O dentista é o profissional que cuida dos dentes, gengivas e de alguns ossos faciais, como o maxilar. Até bem pouco tempo atrás, o dentista era temido pelo barulhinho amedrontador de seus instrumentos. Hoje, com instrumentos mais modernos, tratar de uma cárie já não assusta tanto. O tratamento pode ser feito até mesmo com laser. No entanto, muitas pessoas ainda preferem ficar longe de um consultório odontológico.

Dia do Dentista

Além de tratar de cáries, o dentista é responsável por realizar a prevenção de doenças da boca e ensinar a correta higiene bucal. Quando especializado em ortodontia, o profissional realiza os procedimentos necessários para corrigir a posição dos dentes por meio do uso de aparelhos ortodônticos e quando necessários, por meio da extração de alguns deles. O dentista é responsável ainda por certos tipos de cirurgias faciais.

O Dentista do Presente e do Futuro

O austríaco Peter Drucker (naturalizado norte-americano) foi o maior guru de administração do século XX. Nasceu em 1909 e faleceu em 2005. Foi autor de mais de vinte livros, e como consultor e professor da New York University, teve influência decisiva nos destinos da administração mundial, através de idéias modernas, arrojadas e sempre inovadoras.

Na nova economia em que vivemos, ou nos tornamos “executivos” de nossas próprias carreiras ou estamos fadados ao fracasso. Saindo um pouco de nosso universo intrabucal, já sabemos que não temos consultórios, ou melhor, sabemos que nossos consultórios são empresas. Devemos ter a certeza que somos empresários e que nossa atividade empresarial, nosso negócio, está vinculada ao setor odontológico. Por definição, carreira pode ser considerada como o pedaço da nossa vida que dedicamos ao trabalho e com isso passamos a ser os gestores de nossas carreiras e temos a obrigação de buscar eventuais mudanças.

CONCEITO DE MUDANÇA

“Mudança significa a passagem de um estado para outro diferente. É a transição de uma situação para outra diferente. A mudança implica, perturbação, interrupção, ruptura, dependendo de sua intensidade. A mudança está em toda parte: nas organizações, nas cidades, nos países, nos hábitos das pessoas, nos produtos e nos serviços, no tempo e no clima” (Chiavenato, 1999).

Reinventar sua carreira implica em imprimir uma marca particular que deve ultrapassar as dimensões de seu consultório. Max Gehinger, profissional da área de gestão de carreiras, diz que não basta ter um desempenho acima da média no seu trabalho; é importante fazer o marketing pessoal, mostrar aos seus colegas de trabalho e superiores a qualidade do seu trabalho. Em outras palavras, realizar cada vez mais coisas que façam a diferença nas empresas e na vida de outras pessoas.

Quais seriam então algumas das principais características dos Dentistas do presente e do futuro?

01 – Capaz de resolver problemas

Na rotina que temos em nossa atividade profissional, em nossos consultórios, estamos constantemente sendo testados em enfrentar problemas. Estes são os momentos em que mudamos, que crescemos. Devemos estar prontos para ter flexibilidade e nos adaptarmos aos que os clientes estão pedindo a as regras que o mercado esta nos impondo. Como já sabemos, nos dias de hoje, o poder está nas mãos do cliente. Devemos saber que temos clientes diferentes e que esta flexibilidade não deve se traduzir em ações de improviso. Devemos procurar ter ações especiais para cada categoria de cliente. Em que nicho de mercado você está inserido? Resolver problemas implica em alguns casos em delegar tarefas e fazer com que seu consultório ande com suas próprias pernas e se liberte da necessidade de trabalhos executados apenas pelo dono da empresa. Nada de centralizações. Para isso, é necessário ter uma equipe treinada, qualificada e de confiança.

02 – Fortes conhecimentos financeiros

Quanto tempo você dedica para pensar, de fato, no seu dinheiro? Sabemos que uma das principais características dos profissionais de saúde é justamente a falta de educação financeira, mesmo sabendo que por força das regras do mercado muitos profissionais tem investido nesta competência. Frequentar cursos e buscar esta qualificação é fundamental para o Dentista. Neste momento é fundamental estruturar uma estratégia para o crescimento da empresa, definindo se os investimentos serão feitos em ampliação do negócio, estrutura física, funcionários, etc. Final de ano é o momento ideal para você “olhar” para sua empresa, ver o que se conseguiu e produziu no ano anterior e estabelecer objetivos e metas para o ano que chega.

03 – Altamente comunicativo

Caro Dentista, antes de abrir a boca de seu cliente, olhar para dentro dela e planejar como consertá-la, converse com seu cliente, entenda qual sua necessidade, mostre que serviços você e sua empresa podem oferecer e demonstre conhecimento para que um pensamento de confiança e credibilidade possam ser estabelecidos. Certamente não cabe no mercado predatório e de disputa no preço um profissional que faz uma restauração oclusal em duas horas, mas se no começo é assim, por outro lado o tempo e o treinamento resolverão esta situação. Imaginem fazer uma resina em duas horas e receber, por exemplo, do convênio Vampirão um valor de R$ 13,13.

04 – Especialista em negociações

Costumo falar em meus cursos que o Dentista quando forma o preço de um determinado serviço e teima em achar que é só pegar a VRPO e listar o que vai fazer, pensa em cobrar R$ 1.000,00, fala para o cliente R$ 800,00 e fecha por R$ 600,00. Queridos leitores, tabela não é regra! Como dois locais com realidades gerenciais totalmente diferentes podem usar uma tabela padrão? Pensem nisso! Isso está relacionado à falta de experiência em negociações e ao medo de deixar de vender o serviço. Somente sabendo quanto custa o seu serviço é que o Dentista poderá perder este medo, ou pelo menos entender, como acontece em muitos casos de serviços para convênios, o preço pago pelo cliente não será tão satisfatório como se imagina. Não dá para imaginar, tem que saber.

Para quem está acomodado com sua carreira, vai um conselho: mesmo que seu objetivo não seja ficar rico, ganhar cada vez mais, você terá sempre que crescer para continuar no mesmo patamar econômico, uma vezque a economia cresce e seu concorrente também.

Portanto, caro leitor, passe a pensar em sua vida profissional imaginando cenários possíveis, analisando o ambiente interno de sua empresa, o ambiente externo, quais são seus pontos fortes, pontos fracos e o que você pode fazer para melhorá-los. Seja pró-ativo neste processo de análise, assuma o controle de sua vida, entenda que é você quem realmente vai gerar um resultado no seu futuro, em vez de reclamar e passar a responsabilidade para os outros.

Pessoas pró-ativas acostumam- se com responsabilidades e não ficam colocando a culpa por seu comportamento em circunstâncias externas. Se eu não posso interferir no mercado, então devo começar olhando e conhecendo o meu negócio. Que tal pensar estrategicamente traçando, revendo e controlando objetivos para cinco anos.

Seja um Dentista do presente pensando no dentista do futuro.

Bibligrafia

1. Chiavenato, I. Inventando e reinventando as Organizações. In: I. Chiavenato (Ed.). Administração nos Novos Tempos. Rio de Janeiro: Campos, 1999. Inventando e reinventando as Organizações, p.134-69

No dia 25 de outubro, comemora-se o Dia do Dentista. Esta data presta homenagem a este profissional de tamanha importância na vida de todos, pois a saúde começa pela boca, e ter uma dentição saudável é sinônimo de uma boa mastigação e também de uma condição favorável à estética, aumentando a auto estima das pessoas.

Em recente pesquisa supervisionada pelo Ibope, o dentista foi classificado como o segundo profissional de maior confiança para a população, ficando atrás somente dos bombeiros. Isto mostra a importância do cirurgião dentista, que acaba se tornando um amigo de seus pacientes.

A história da Odontologia no Brasil, começa a partir de sua descoberta por Pedro Álvares Cabral em 22 de abril de 1500. Naquela época o que existia eram as extrações dentárias. As técnicas eram quase primitivas, o instrumental impróprio e não havia nenhuma forma de higiene. Anestesia, nem pensar. A odontologia era praticada pelo barbeiro ou pelo chamado ‘sangrador’.

Em 1839, é criada por Chaplin A. Harris, em Baltimore, Estados Unidos, a primeira Escola de Odontologia do mundo: Colégio de Cirurgia Dentária.

Joaquim José da Silva Xavier era conhecido como Tiradentes, por exercer a odontologia e destacou-se por saber colocar dentes, além de tirá-los. Ficou famoso por suas habilidades protéticas e técnica que utilizava para suas extrações. É considerado o Mártir da Inconfidência Mineira.

A partir de um decreto do imperador Dom Pedro II, em 25 de outubro de 1884, a odontologia brasileira tornou-se profissão de nível universitário. O grande responsável pela instituição do ensino odontológico no Brasil, foi o então diretor da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, Dr. Vicente Cândido Figueira Saboia. Seu empenho junto à Corte foi determinante para a criação dos cursos de Odontologia anexos às Faculdades de Medicina existentes no Rio de Janeiro e Bahia.

Em São José do Rio Preto, a classe odontológica é representada pela Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas – APCD, que presta mais de 3.400 atendimentos por ano à população em seus cursos, mesmo sem a ajuda do poder público. Estima-se que Rio Preto tenha mais de 1.200 dentistas. A odontologia em nossa cidade conta com profissionais renomados e do mais alto nível, como o Dr. Adail Vetorazzo, que proporcionam uma odontologia de referência para o estado de São Paulo e para o Brasil.

Para que serve um dentista?

Atualmente e durante todo este século, as políticas públicas insistem em avaliar a saúde bucal contando quantos dentes perdemos em determinado período sem medir quais os impactos que a saúde oral traz à qualidade de vida de cada brasileiro.

A cada dez anos o governo brasileiro entrega à sociedade um trabalho que pretende medir a situação da Saúde Bucal dos Brasileiros, usando um índice chamado CPOD, que mede a quantidade de dentes cariados, perdidos e obturados.

Este trabalho serve como referência a todos os odontólogos que de alguma maneira conduzirão os caminhos da saúde pública e privada.

Baseados na análise quantitativa da doença, e sem rigor técnico, o governo divulgou de forma ufanista os resultados positivos da redução de cárie comparando nosso sorriso ao dos países de primeiro mundo, fazendo parecer uma vitória conquistada.

É real a redução de cáries, e todos nós sabemos que as pastas de dentes fluoretadas são as responsáveis por esta feliz redução em todos os países. Porém, tal trabalho leva mais uma vez a classe odontológica e seu ofício a serem entendidos e medidos por uma quantidade de doença adquirida e não por sua real abrangência.

É preciso ficar claro que o que deve ser medido é o impacto da qualidade de vida de cada brasileiro e o quanto a saúde oral perfeita torna este indivíduo melhor, mais feliz.

Quantas horas de trabalho perdemos tratando os dentes? Qual o impacto da saúde bucal na auto-estima do cidadão brasileiro? Quantos podem realmente sorrir com segurança? Quantos podem comer bem?

Um indivíduo que tem seus dentes mal posicionados e anteriorizados não tem a mesma segurança de sorrir que um outro com um sorriso bem posicionado. Uma pessoa que tem dores de ATM vive num estado de estresse infinitamente superior a aquele que não sente nada, e mesmo o mal hálito, por sua causa, quantas vezes deixou-se de beijar e trocar carinho.

Este é o verdadeiro e importante trabalho do cirurgião-dentista na sociedade. Somos nós que poderemos cultivar no indivíduo a semente da medicina preventiva. Está nas mãos do cirurgião-dentista o desenvolvimento da face, dos dentes da oclusão e a harmonia que poderá ser equilibradamente bela e saudável.

Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística/ geocities.com/www.ufpi.br/UFGNet/www.novafapi.com.br/Universidade Federal de Goiás/www.cro-pe.org.br/www.apcdriopreto.com.br/www.dentalpress.com.br

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Dia da Infância

PUBLICIDADE A infância é a faixa etária que vai do nascimento até a adolescência. De …

Dia do Pi

Dia do Pi

PUBLICIDADE 14 de março – Dia do Pi Pi ou p. O Dia do Pi …

Dia Mundial da Gentileza

PUBLICIDADE A bondade é um comportamento marcado por características éticas, uma disposição agradável e uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

QUESTION 1 You are managing a SharePoint farm in an Active Directory Domain Services (AD DS) domain. You need to configure a service account to use domain credentials. What should you do first? A. Configure the service account to use a domain user account. B. Register the domain credentials in the Farm Administrators group. C. Configure the service account to use a local user account. D. Register the domain credentials as a SharePoint managed account. Correct Answer: D Explanation QUESTION 2 A company named Contoso, Ltd. has a SharePoint farm. The farm has one Search service application configured. The Search service application contains five crawl databases, all of which contain content. Contoso plans to crawl knowledge base content from its partner company Litware, Inc. The knowledge base content must be stored in a dedicated crawl database. You need to configure crawling. What should you do? A. Add a crawl database that contains the Litware knowledge base to the existing Search service application. B. Provision a new Search service application. Configure the service application to crawl the Litware knowledge base content. C. Set the MaxCrawlDatabase parameter to 6. D. Create a dedicated Microsoft SQL Server instance for the Litware crawl database. Correct Answer: B Explanation Explanation/Reference: The maximum number of crawl databases is 5 per Search service application so we need another Search service application. This maximum limit is increased to 15 with an Office 2013 update but the question doesn't mention that this update is installed so we have to assume the question was written before the update was released. QUESTION 3 A company uses SharePoint 2013 Server as its intranet portal. The Marketing department publishes many news articles, press releases, and corporate communications to the intranet home page. You need to ensure that the Marketing department pages do not impact intranet performance. Which two actions should you perform? (Each correct answer presents part of the solution. Choose two.) A. In Central Administration, set up a User Policy for the Super User and Super Reader accounts. B. Configure IIS to use the Super User and Super Reader accounts for caching. C. Use the Farm Configuration Wizard to configure the Super User and Super Reader accounts. D. Use Windows PowerShell to add the Super User and Super Reader accounts. Correct Answer: AD Explanation Explanation/Reference: A: The way to correct this problem is to first create two normal user accounts in AD. These are not service accounts. You could call them domain\superuser and domain\superreader, but of course that's up to you. The domain\superuser account needs to have a User Policy set for that gives it Full Control to the entire web application. D: If you are using any type of claims based authentication you will need to use Windows PowerShell. And Windows PowerShell is the hipper more modern and sustainable option anyway. If you are using classic mode authentication run the following cmdlets on one of your SharePoint servers: $w = Get-SPWebApplication "http:///" $w.Properties["portalsuperuseraccount"] = "domain\superuser" $w.Properties["portalsuperreaderaccount"] = "domain\superreader" $w.Update() If you are using claims based authentication run these cmdlets on one of your SharePoint servers: $w = Get-SPWebApplication "http:///" $w.Properties["portalsuperuseraccount"] = "i:0#.w|domain\superuser" $w.Properties["portalsuperreaderaccount"] = "i:0#.w|domain\superreader" $w.Update() Note: * If you have a SharePoint Publishing site and you check the event viewer every once in a while you might see the https://www.pass4itsure.com/70-331.html following warning in there: Object Cache: The super user account utilized by the cache is not configured. This can increase the number of cache misses, which causes the page requests to consume unneccesary system resources. To configure the account use the following command 'stsadm -o setproperty -propertynameportalsuperuseraccount -propertyvalue account -urlwebappurl'. The account should be any account that has Full Control access to the SharePoint databases but is not an application pool account. Additional Data: Current default super user account: SHAREPOINT\system This means that the cache accounts for your web application aren't properly set and that there will be a lot of cache misses. If a cache miss occurs the page the user requested will have to be build up from scratch again. Files and information will be retrieved from the database and the file system and the page will be rendered. This means an extra hit on your SharePoint and database servers and a slower page load for your end user. Reference: Resolving "The super user account utilized by the cache is not configured." QUESTION 4 You are managing a SharePoint farm. Diagnostic logs are rapidly consuming disk space. You need to minimize the amount of log data written to the disk. Which two actions should you perform? (Each correct answer presents part of the solution. Choose two.) A. Set the log event level to Information. B. Set the log event level to Verbose. C. Set the log trace level to Medium. D. Set the log trace level to Verbose. E. Set the log event level to Warning. F. Set the log trace level to Monitorable. Correct Answer: EF Explanation Explanation/Reference: E: Event Levels Warning, Level ID 50 Information, Level ID: 80 Verbose, Level ID: 100 F: Trace levels: Monitorable: 15 Medium: 50 Verbose: 100 Note: When using the Unified Logging System (ULS) APIs to define events or trace logs, one of the values you must supply is the ULS level. Levels are settings that indicate the severity of an event or trace and are also used for throttling, to prevent repetitive information from flooding the log files. Reference: Trace and Event Log Severity Levels QUESTION 5 A company's SharePoint environment contains three web applications. The root site collections of the web applications host the company intranet site, My Sites, and a Document Center. SharePoint is configured to restrict the default file types, which prevents users from uploading Microsoft Outlook Personal Folder (.pst) files. The company plans to require employees to maintain copies of their .pst files in their My Site libraries. You need to ensure that employees can upload .pst files to My Site libraries. In which location should you remove .pst files https://www.pass4itsure.com/70-342.html from the blocked file types? A. The File Types area of the Search service application section of Central Administration B. The General Security page in the site settings for the site collection C. The Blocked File Types page in the site settings for the site collection D. The General Security section of the Security page of Central Administration Correct Answer: D Explanation