Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Calendário Comemorativo / Dia da Árvore

Dia da Árvore

PUBLICIDADE

 

21 de Setembro

A massa principal da vegetação terrestre é constituída por árvores, agrupadas em sua maioria em florestas. Toda e qualquer planta viva, lenhosa e ramificada que ultrapasse os sete metros de altura pode ser considerada uma árvore. Sendo menor é um arbusto ou, caso se ramifique desde a base, um subarbusto.

As maiores árvores chegam a 165 metros de altura (eucaliptos da Austrália). Já o diâmetro da base do tronco mede até 13 metros entre as sequoias da Califórnia, cuja longevidade ultrapassa os 2.000 anos.

Dia da Árvore

Protegendo as árvores

A manutenção da vida na terra depende da consciência de se proteger as árvores e, conseqüentemente, a natureza num todo. É uma atitude inteligente, que há tempos é assumida por pessoas engajadas nesse sentido. Para se ter uma ideia, desde o século V, iniciativas desse tipo são tomadas, quando, na Suíça, era reservado um dia do ano para o plantio de árvores.

Também no século passado, instituiu-se a “Festa das Árvores”, pela dedicação de um francês chamado Fourrier, cuja ideia foi largamente imitada por outras nações europeias. Coincidentemente, nesse mesmo período, era comemorado, no estado de Nebraska, Estados Unidos, o “Dia da Árvore” – The Arbor Day -, em 10 de abril de 1872, dia instituído por J. Sterling Morton.

Aqui no Brasil, os responsáveis pela primeira comemoração da “Festa das Árvores” foram João Pedro Cardoso e Alberto Leofgren. O evento se deu na cidade de Araras, em São Paulo, no dia 7 de junho de 1902, com o respaldo das Leis Municipais números 18 e 19 de 1 e 2 de fevereiro de 1902 respectivamente. O objetivo ao se promover a festa era incentivar a plantação e a conservação do meio-ambiente.

No ano seguinte ao evento, 3 de maio de 1903 exatamente, a mesma festa foi lembrada em Itabira, São Paulo, com o desfile de crianças a conduzir flores, mudas de plantas e instrumentos agrícolas. Na ocasião, dois andores iam devidamente enfeitados, contendo uma muda de magnólia e outra de pau-brasil, ambas plantadas por Coelho Neto.

Talvez por conta desse histórico, um decreto presidencial de número 55.795, datado a 24 de fevereiro de 1965, instituiu a Festa Anual das Árvores em todo o território nacional. Em razão das diferenças fisiográfico-climáticas brasileiras, o evento é festejado tanto na última semana do mês de março, no Norte e Nordeste, quanto na semana iniciada em 21 de setembro, nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul.

De acordo com o artigo segundo do decreto, a finalidade da festa é “difundir ensinamentos sobre a conservação das florestas e estimular a prática de tais ensinamentos, bem como divulgar a importância das árvores no progresso da pátria e no bem-estar dos cidadãos”.

Importância e qualidade

Os benefícios que a árvore nos traz são inúmeros e variados. Sua importância é o de estar associada à vida, ao ar que respiramos. E daí a necessidade de mantermos o equilíbrio das florestas, preservando as matas nativas e mantendo protegidos os mananciais, onde fauna e flora encontram ambientes diferenciados.

A qualidade da sua existência tem a ver com os materiais que nos fornecem, como a madeira para as construções e mobiliário, celulose para o papel, carvão para as caldeiras, substâncias medicinais, além de óleos, resinas, gomas, essências, mel, frutos, flores, entre outros.

Sua contribuição para o planeta em geral não tem preço. Já que obtemos, através dela, a proteção dos solos, rios, nascentes, a preservação da vida silvestre e a manutenção de um bom nível de vida (ar, água) do ambiente em que vivemos.

De qualquer forma, mais importante do que saber a importância de uma árvore, é saber a importância de nos comprometermos, cada vez mais, com a manutenção de ao menos uma espécie, plantando e cuidando para que se desenvolva.

Uma árvore é assim

Como produtoras de oxigênio, podemos afirmar que as árvores diretamente atingidas pelo sol desprendem grande quantidade de oxigênio (de um a três gramas por hora e por metro quadrado de superfície foliar).

Absorvem pelas raízes uma porção notável de água, cerca de 100 litros por dia, no caso do plátano, da qual só um pequeno percentual é incorporado aos tecidos vivos, evaporando-se o resto.

As árvores têm influência sobre a fauna, o clima que as envolve e o restante da flora; as próprias florestas fabricam literalmente seu solo a partir das camadas de folhas secas que se transformam em húmus.

Protetoras da atmosfera, do sol e das águas, abrigo das aves, cortinas contra o vento e a poeira, as árvores continuarão indispensáveis à vida humana.

Uma espécie brasileira

Angico

O angico é um nome comum às árvores do gênero das Piptadenia da família leguminosa-mimosoidea. Trata-se de uma árvore que pode atingir até 20 metros de altura, com um tronco livre de galhos que pode alcançar seis a sete metros. Tem um crescimento rápido e a sua copa é espalhada. É encontrada em quase todo o Brasil.

É uma árvore que prefere solos profundos, não gostando de solos rasos, muito úmidos ou inundados.

Sua madeira é dura e pesada, sendo utilizada para marcenaria, vigas, tacos, dormentes, rodas de engenhos, lenha, carvão etc.

O angico também é utilizado nos curtumes, pois a casca tem uma substância chamada tanino, que é muito boa para curtir couro. Da sua goma podemos Ter remédios para bronquites, infecções do pulmão e vias respiratórias, servindo ainda para depurar ou “afinar” o sangue.

As abelhas fazem um excelente mel da flor do angico. Suas folhas murchas podem se tornar nocivas para o gado. Todavia, bem secas, são uma excelente forragem para vacas, cabras e ovelhas.

No interior do Brasil, o angico é utilizado para matar formiga. Após deixar a casca ou as folhas de molho em água, durante 24 horas, coar e aplicar direto no olheiro do formigueiro.

Árvores do Brasil

Ipê Amarelo

Seu nome comum é ipê amarelo do cerrado ou ipê do morro, ou ainda, cascudo. O nome científico é tabebuia chrysotricha. Da família das bignoniaceae, o ipê amarelo mede, em média, de 4 a 10 metros de altura. Suas flores são amarelas, em cacho, e seus frutos são vagens de 20 cm, geralmente ásperas.

Muito usado em paisagismo e arborização, o ipê floresce rápido, não sendo considerada uma árvore de grande porte.

Jacarandá

Conhecida como Jacarandá da Bahia, esta árvore tem como nome científico dalbergia nigra, sendo da família das leguminosae-papilionoideae. Também pode ser encontrada com o nome de jacarandá preto ou jacarandá craviúna.

Mede entre 15 e 25 metros, sendo considerada uma árvore de médio a grande porte. Suas folhas são pequenas, em cacho, e na cor clara. Dá vagens marrom com 1 ou 2 sementes como fruto.

O jacarandá é uma árvore muito procurada por causa da boa qualidade de sua madeira. Por ser muito explorada, dificilmente se vê hoje em dia um jacarandá de grande porte nas matas.

Jequitibá

Da família das lecythidaceae, o jequitibá é conhecido como jequitibá branco. Mede entre 35 e 45 metros de altura, sendo considerada uma árvore de grande porte. É também uma das espécies mais presentes na região da mata atlântica. A boa qualidade de sua madeira faz com que seja muito procurada.

Suas folhas apresentam um tom avermelhado na primavera e suas flores são claras. Seu fruto já foi muito utilizado para fazer cachimbo.

Peroba do campo

Seu nome científico é paratecoma peroba, da família das bignoniaceae. Muito conhecida como ipê peroba, peroba amarela e ipê baiano.

Sua altura média é de 20 a 40 metros, sendo considerada de grande porte. No passado, foi muito explorada pela boa qualidade de sua madeira.

Árvores em risco de extinção

Pau-brasil, ibirapitanga, orabutã, muirapiranga, pau rosado (Caesalpina echinata Lam.)

Durante muito tempo o seu principal valor residia na produção de um corante denominado “brasileina” que era utilizado no tingimento de tecidos e na fabricação de tintas para máquina de escrever. A sua exploração intensa gerou muita riqueza no período colonial e estimulou a adoção do nome “Brasil” ao nosso país. É encontrada desde o Ceará até o Rio de Janeiro e apresenta o tronco e os frutos cobertos por espinhos. Floresce a partir do final de setembro se estendendo até meados de outubro. A frutificação ocorre nos meses de novembro a janeiro.

Palmito, palmito-doce, içara, ensorova (SC), juçara (SP) (Euterpe edulis Mart.)

Esta árvore tem como principal produto econômico o “palmito”. Sua exploração comercial, se não for acompanhada de um replantio sistemático, pode causar a sua extinção. O palmito é uma parte do caule que, ao ser retirado para consumo, causa a morte da planta. Exclusiva da Mata Atlântica, essa árvore é encontrada desde o sul da Bahia até Rio Grande do Sul. Sua floração ocorre de setembro a dezembro e a frutificação nos meses de abril a agosto.

Jacarandá, caroba, carobão (Jacaranda macratha Cham.)

Dia da Árvore

Árvore de madeira pesada, largamente utilizada na estrutura de móveis, instrumentos musicais, obras internas na construção civil, marcenaria e carpintaria. Ocorre nos Estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo, florescendo nos meses de novembro a janeiro, quando está quase totalmente sem folhas. A frutificação ocorre nos meses de setembro e outubro.

21 de Setembro

Dia 21 de Setembro é comemorado o dia da árvore, dia que marca véspera do início da primavera, é o mês do verde, das florações, do aparecimento de ipê amarelo, roxo.

A árvore é, sem dúvidas, o maior símbolo da natureza. É ela quee embeleza e refresca o meio ambiente, proporcionando sombra para descanso, barreiras contra o vento, mantém a umidade do ar, diminui a poluição e oferece ainda frutos e um tapete de flores para passarmos.

Além de muitos frutos, as árvores oferecem a madeira, as flores e as matérias-primas para a fabricação de papel, remédios e outros.

Veja as árvores que simbolizam cada região:

Região Norte: Castanheira

Região Nordeste: Carnaúba

Centro-Oeste: Ipê-amarelo

Sudeste: Pau-brasil

Região Sul: Pinheiro-do-paraná.

Você também pode valorizar o verde ainda existente no planeta, quando planta, cuida, protege e defende as árvores.

Feliz dia das árvores para todos!

21 de Setembro

HISTÓRICO SOBRE O DIA DA ÁRVORE

Em 21 de setembro é comemorado, no Brasil, o dia da árvore. A data foi escolhida, por ser próxima ao início da primavera – a  estação em que as flores aparecem em maior quantidade.

Essenciais para a vida, as árvores não só embelezam o planeta, como mantêm a umidade do ar. Além disso, ajudam a diminuir a poluição, porque dissolvem o gás carbônico, durante a queima de combustível. Produzem oxigênio, mudam a direção dos ventos, firmam o solo das encostas e também as margens dos rios.

Através da madeira dos seus troncos ainda é possível colher matéria-prima para a fabricação de medicamentos. No Brasil, a árvore mais antiga é um jequitibá de 3.020 anos, localizado em Santa Rita do Passa Quatro, em São Paulo. Sua copa possui 39 metros de diâmetro, onde vivem tucanos e macacos, entre outros animais.

QUEIMADAS PERIGOSAS

Infelizmente, a destruição das árvores é crescente: para cada dez árvores derrubadas só uma é plantada. A extração predatória é feita para a produção de papel e outros artigos. Entre as árvores em extinção, estão o pau-brasil, o mogno, o jacarandá da Bahia e o pinheiro brasileiro.

As queimadas também representam outro grande problema enfrentado pela natureza. Elas podem ser provocadas por falta de chuva (como aconteceu em diversos pontos do estado do Rio de Janeiro, este ano) ou pontas de cigarro jogadas em locais impróprios, como beiras de estradas. Mas, muitas vezes são provocadas para devastar florestas e ali instalar outras atividades, geralmente agropecuárias. As árvores, não só embelezam a paisagem, elas também ajudam a diminuir a poluição.

21 de Setembro

Já parou para pensar alguma vez, e se perguntar?

Árvore genealógica, arvore da vida etc.?

Porque a natureza deu à arvore centenas e centenas de anos, e para os homens e outros animais, poucos anos de vida?

Será que a natureza é incoerente ou inteligente!! Bem, não é difícil responder estas perguntas.

A arvore nos dá seu fruto, sua sombra, cura nossas enfermidades, o ar puro que respiramos, protege a terra, rios e as nascentes. E o que damos a ela em troca?

Damos machadadas, jogamos veneno, as queimamos, tiramos seu espaço, e no final, a reverenciamos como ornamentos em forma de móveis….

“Aprenda a amar as arvores e aprenderá amar a si mesmo”

Silvio Campos

LEI Nº 9.605, DE 12 DE FEVEREIRO DE 1998.

Art. 49. Destruir, danificar, lesar ou maltratar, por qualquer modo ou meio, plantas de ornamentação de logradouros públicos ou em propriedade privada alheia:

Pena – detenção, de três meses a um ano, ou multa, ou ambas as penas cumulativamente.

Parágrafo único. No crime culposo, a pena é de um a seis meses, ou multa.

Dia 21 de Setembro é o Dia da Árvore.

Do dia 21 ao dia 26 de Setembro comemora-se a semana da árvore

Se as pessoas soubessem a importância da arvore, ela deveria ser lembrada todos os dias.

Por que plantar uma árvore?

Dia da Árvore

As árvores podem promover diversos benefícios nas áreas urbanas, como:

regularidade do clima redução da poluição atmosférica melhoria do ciclo hidrológico (melhor regularidade de chuvas) redução da velocidade dos ventos melhoria das condições do solo urbano aumento da diversidade e quantidade da fauna nas cidades, especialmente de pássaros melhoria das condições acústicas, diminuindo a poluição sonora opções de recreação e lazer em parques, praças e jardins valorização dos imóveis embelezamento das cidades as árvores nas cidades são habitat para inúmeras espécies de aves. Previna sua arvore de adoecer Há diversas possíveis causas. As mudas podem sair do viveiro com algum problema O solo pode ser muito fraco ou compactado

área sem calçamento ao redor do tronco pode não ser suficiente para a entrada de água e nutrientes As árvores podem adoecer, caso sejam feitas práticas de poda inadequadas

As árvores no ambiente urbano normalmente apresentam sintomas de estresse, ficam debilitadas e são atrativos para o ataque de fungos ou insetosDiga “Não” a mutilação de árvores. Árvores na zona urbana e poda é uma relação tão arraigada na mente das pessoas, que muitas vezes se cometem grandes erros sob a ilusão de estar realizando a prática mais acertada.

A poda de árvores é uma agressão a um organismo vivo – a árvore – que possui estrutura e funções bem definidas e alguns mecanismos e processos de defesa contra seus inimigos naturais.

Contra a poda e suas conseqüências danosas não existe defesa, a não ser a tentativa de recompor a estrutura original, definida geneticamente.

Você sabe quantos anos vive uma arvore? As árvores sempre exerceram um fascínio sobre o homem. Prova disso é a constante presença destes seres vivos em lendas e tradições existentes pelo mundo. A razão de tanto fascínio talvez explique-se em sua longevidade, que em alguns casos pode chegar a 4000 anos. Outro motivo para tanto fascínio seria pelas dimensões a que estas podem chegar.A datação do jequitibá-rosa de Vassununga foi feita dentro da metodologia científica pelo biólogo Manuel de Godoy, que vive em Pirassununga e organiza excursões para a árvore desde os 16 anos. Suas medições, que começaram em 1970, duraram 18 anos. Ele contou os anéis de três troncos de jequitibás mortos e mediu seus diâmetros. Pôs os dados no computador e, comparando com o diâmetro do jequitibá, chegou à estimativa de 3.020 anos.

Hoje, entretanto, pesquisadores como a bióloga Giselda Durigan, do Instituto Florestal, discordam da idade da árvore: “O jequitibá não precisa de 3 mil anos para ficar daquele tamanho”, diz. Há quem diga que ele deve ter uns 700 anos. “O clima tropical faz as árvores crescerem e morrerem rápido. Em Assis temos um jequitibá plantado há 30 anos com quase 80 centímetros de tronco.

Até agora ninguém sabe ao certo, quantos milhares de anos pode viver uma arvore

Como cuidar da arvore se ela sofrer ferimentos a machado ou serra elétrica

É importante tratar o local do corte com substâncias que impedem a ação de organismos nocivos (pragas e fungos) à planta, principalmente nos casos onde os ramos são grossos. As mais utilizadas são: calda bordalesa, mastique, cera de enxerto e pastas fungicidas.o processo de cicatrização pode ocorrer de maneira natural mas isto dependerá da saúde da arvore e o tipo do ataque que vai receber se puder ajudá-la terá a certeza de sua recuperação.

Curiosidades científicas:

A sementes de gonçalo-alves, um arbusto do cerrado, germinaram mais rápido no espaço do que as que brotaram aqui na Terra. A conclusão é da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), após receber o material levado para o espaço pelo astronauta brasileiro Marcos Pontes. Natural de Bauru-SP.

Palmeiras ameaçadas de Extinção

Cerca de 11 espécies de palmeiras correm sério risco de extinção e duas já podem ser consideradas extintas do território brasileiro. Uma delas, Trithrinax schyzophylla, ainda pode ser encontrada em estado nativo no território paraguaio.

A outra, Butia leptospatha, não teve a mesma sorte. Coletada uma única vez no Brasil em 1936 e descrita em 1940, nunca mais foi encontrada em seu habitat natural no sul do Mato Grosso do Sul, uma vez que toda a vegetação do cerrado onde ela ocorria foi virtualmente varrida da região.

Não há registro da existência de nenhum exemplar cultivado desta espécie em qualquer parte do mundo.

21 de Setembro

O Dia da Árvore é uma homenagem que fazemos às árvores e uma data para as pessoas lembrarem da importância de cuidarmos dos vegetais. Ao proteger as árvores, estamos protegendo a nós mesmos, pois elas são sinônimo de vida, já que são grandes produtoras de oxigênio.

As árvores garantem o equilíbrio ecológico da natureza, regulando o clima, protegendo os solos, ajudando no desenvolvimento da fauna e permitindo a pureza das águas dos rios. Por isso, é muito importante a preservação das matas para mantermos o sistema ecológico do planeta Terra.

Além das vantagens de se preservar as árvores por causa da ecologia, existem benefícios econômicos, pois há vários produtos feitos a partir de uma árvore, como: madeira para construção e móveis, papel, carvão, óleos, remédios, perfumes, mel, flores e frutas.

Como surgiu o Dia da Árvore?

A primeira data oficial foi o dia 22 de abril, escolhida pelo governo do Estado de Nebraska, nos Estados Unidos. Esse dia era o aniversário de J. Morton, que foi um grande incentivador do plantio de árvores pela população.

O Brasil contrariou o padrão internacional, quando o presidente Castelo Branco definiu, em 1965, que a “Festa Anual da Árvore” seria no dia 24 de fevereiro. Essa data foi escolhida porque era o início da época das chuvas na região Norte.

Hoje em dia, no Norte e Nordeste, a comemoração acontece na última semana de março e também no dia 21 de setembro, como no restante do país. O Dia da Árvore em 21 de setembro foi escolhido porque ele antecede o início da Primavera no Hemisfério Sul, no dia 23 de setembro.

Alguns tipos de árvores

Quando você for plantar uma árvore, é importante escolher uma espécia correta para a região, levando-se em conta o tipo de solo e clima. Existem espécies de árvores nativas do Brasil, espécies exóticas originárias de outros países e espécies para reflorestamento.

Curiosidades É Primavera!

A primavera é a estação mais bonita e importante do ano, pois representa a renovação da vida. A energia das plantas se acumula nas flores, trazendo colorido e perfume ao ambiente. Assim, elas atraem os pássaros e insetos que levam o pólen para outros lugares onde serão fecundadas novas plantas. No Hemisfério Sul, a primavera começa em 23 de setembro e vai até o dia 21 de dezembro.

Amazônia

Você sabia que a Floresta Amazônica tem 5,5 milhões de quilômetros quadrados e concentra 1/3 das espécies vivas da Terra? É verdade! Além disso, em apenas 1 hectare da floresta podemos encontrar até 300 tipos diferentes de árvores. Já o número de espécies vivas não pode ser calculado, mas acredita-se que pode ultrapassar 10 milhões de espécies. Viva a Amazônia!

Hotel de Plantas

Em toda árvore da Floresta Amazônica existem plantas que são hóspedes delas, como orquídeas e bromélias. Essas plantas crescem nas árvores, se alimentando de seus nutrientes, ou seja, as árvores são para elas como hotéis onde elas se hospedam.

 

Fonte:www.ibge.gov.br/www.sempretops.com/www.velhosamigos.com.br/www.achetudoeregiao.com.br/www.criancafazarte.com.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Dia da Infância

PUBLICIDADE A infância é a faixa etária que vai do nascimento até a adolescência. De …

Dia do Pi

Dia do Pi

PUBLICIDADE 14 de março – Dia do Pi Pi ou p. O Dia do Pi …

Dia Mundial da Gentileza

PUBLICIDADE A bondade é um comportamento marcado por características éticas, uma disposição agradável e uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+