Breaking News
Home / Calendário Comemorativo / Dia do Capoeirista

Dia do Capoeirista

 Dia do Capoeirista

PUBLICIDADE

A influência da prática da capoeira na postura dos capoeiristas: aspectos biomecânicos e fisiológicos.

A capoeira é uma manifestação cultural nascida com os escravos no Brasil, originada no século XVI com os negros trazidos de Angola na época do Brasil colônia. Ela sofreu grande perseguição até meados do século XX quando foi considerada prática esportiva que inclui ao mesmo tempo luta, dança e jogo e por essa razão é considerada um meio de defesa pessoal, arte e esporte.

As manobras e golpes aplicadas durante a prática têm origem religiosa do candomblé. Predominase por um sistema de ataque e defesa com movimentos rápidos e circulares de alta velocidade e bruscos com frequência junto ao chão e normalmente encontramse de cabeça para baixo, no entanto a sobrecarga imposta sobre aparelho locomotor humano devido a quantidade de repetição de saltos, giros e aterrissagens é totalmente desconhecida.

As manobras de esquiva têm como uma de suas principais funções facilitar na redução de traumas. Enquanto as manobras de ataque, apresentamse por movimentos circulares que junto à rapidez do atleta aumentam a potência dos golpes no momento de sua execução.

Sabese através de outros autores e confirmase nesta pesquisa que a pratica esportiva intensa e realizada por muitos anos frequentemente acarretam em uma série de lesões e problemas posturais.

Para que se possa ter um entendimento mais amplo, a definição mais comum de postura é a posição que o corpo humano se encontra em relação ao espaço. Para uma postura adequada o sistema neuromuscular deve estar em equilíbrio e harmonia. Uma boa postura nada mais é do que a habilidade em manter o centro da massa corporal em relação a base de sustentação e dessa forma evitase quedas e a execução dos movimentos ocorrem com maior exatidão.

Enquanto a má postura, é uma série de desalinhamentos do corpo em que a causa pode ocorrer por diferentes fatores sendo a mais provável pela inatividade do músculo causada pela pausa na prática esportiva ou até mesmo o sedentarismo. Isso não quer dizer que o atleta não apresente disfunções posturais.

Pelo contrário na maioria dos estudos observase que cada modalidade apresenta um perfil postural diferente do que se considera como postura “normal”. Geralmente, ela é caracterizada por mudanças nas cadeias musculares. Cada pessoa possui características individuais de postura e uma alteração não ocorre de forma isolada pois os músculos trabalham em conjunto tanto para sua estática quanto para sua dinâmica e são organizados, interligados e harmonizados entre si em forma de cadeias e qualquer alteração de postura gera a retração dessas cadeias musculares.

O principal objetivo da pesquisa foi descrever o perfil postural dos capoeiristas e identificar as principais alterações posturais ligadas a essa pratica esportiva.

Com os resultados percebemos que a idade, o tempo de treino, a freqüência, o tempo de horas dedicadas a cada treino são fatores caracterizam a postura de um capoeirista.

Observase que, diferente de outras modalidades esportivas, o auge da carreira esportiva de um capoeirista ocorre quando adultos. Entretanto, muitos decidem iniciar a prática após os 20 anos. Em um estudo realizado em 2001, a Confederação Brasileira de Capoeira apresentava 18 mil atletas com mais de 35 anos. E apesar da maioria se encontrar na fase adulta muitos relataram ter iniciado a capoeira ainda muito jovens na faixa dos 15 anos de idade.

A maioria dos capoeiristas não realizam outras atividades físicas e têm grande dedicação regular o que demonstram que são fiéis aos treinos.

Apesar de todos esses fatos, mais de 70% relatam ter sofrido lesões sendo os pés e tornozelos as regiões mais acometidas. A provável hipótese para o alto índice de lesões está associado ao tempo de pratica e quantidade de horas dedicadas semanalmente pois, sabese que quanto maior o tempo de prática, maior a probabilidade do surgimento de lesões. Além das lesões propriamente ditas, o gesto esportivo específico de cada modalidade gera alterações posturais devido à necessidade do organismo se reorganizar em cadeias musculares de compensação.

Em relação à avaliação postural, as alterações mais evidentes foram encontradas em praticantes com tempo de treino superior a 10 anos, demonstrando que todos os jogadores que praticam a capoeira há muitos anos apresentam desequilíbrios musculares em comum.

De forma generalizada os capoeiristas apresentam os membros superiores com ombros protrusos, escápulas aladas e antebraços pronados ou seja, apresentam os ombros para frente, e a linha do cotovelo encontrase virada para baixo com o dorso da mão para cima . Isso acontece devido ao encurtamentos de alguns músculos da região do braço e tórax. Essas alterações podem ser justificadas pela posição adotada durante a ginga quando o atleta entra em posição de defesa, ele abre os braços em torno de 90°, faz flexão de antebraço, levando o membro superior à frente da face, em uma posição de proteção.

Em relação a coluna a única região que não apresenta disfunções em 100% dos casos é a torácica pois tanto a região cervical quanto a lombar têm alterações importantes. A cervical em 81,25% analisados apresentam protrusão de cabeça (pescoço para frente) e, a lombar em mais de 50% dos casos apresenta hiperlordose o que significa que há o aumento da curvatura natural da coluna lombar.

Quanto ao quadril média de 80% têm anteversão de pelve que significa que acompanhado ao aumento da curvatura da coluna lombar o capoeirista tem o arqueamento da região do quadril. A prática de lutas em nível competitivo sobrecarrega as articulações e os músculos da coluna e do quadril e desencadeiam alterações posturais devido ao encurtamento dos músculos flexores de coxa (região anterior de coxa) e a flexibilidade excessiva dos isquiotibiais (região posterior da coxa), que favorecem a inclinação de pelve.

Na capoeira esses resultados podem estar associados com a execução de manobras que consistem em saltos que exigem grande força de propulsão e favorece a protrusão cervical. Na execução de um golpe o corpo do capoeirista realiza flexão de uma perna com a outra estendida enquanto o tronco se mantém levemente fletido e a cabeça encontrase anteriorizada, com a finalidade de manter o equilíbrio do jogador para não cair na aterrissagem.

Quanto a postura dos joelhos mais de 60% dos atletas com média de 8 anos de prática apresentam hiperextensão de pernas o que significa o aumento da curvatura posterior da perna, pois quando olhamos na vista lateral, não enxergamos a curvatura que a articulação do joelho realiza entre a perna e a coxa. Essa alteração pode estar relacionada ao encurtamento da cadeia muscular posterior do corpo.

Entretanto, apesar dos capoeiristas apresentarem cadeia posterior aparentemente alongada, as manobras são realizadas através do mecanismo compensatório da coluna vertebral com a finalidade de aumentar o ângulo do chute.

Quanto aos pés, 100% dos capoeiristas avaliados apresentam pronação (pé chato, sem curvaturas). Nos treinamentos e competições de capoeira os sujeitos treinam descalços. Entretanto, a falta de calçado esportivo pode reduzir a sustentação dos ossos do pé, gerando um desabamento do arco longitudinal, devido a ação da descarga de peso corporal associado à aterrissagens.

Quando o capoeirista executa um golpe de ataque, ou manobra aérea ele utiliza o membro inferior dominante para aplicar o chute e quando retorna a sua posição inicial, em que os pés tocam o solo há uma reação de equilíbrio do corpo e uma descarga de peso de uma perna para outra e ocorre o desabamento do arco plantar.

Uma outra hipótese explicativa é que o lutador necessita de uma base de sustentação ampla que reflete na formação do pé pronado para conseguir manter o equilíbrio.

Aqueles que praticam há mais de 10 anos apresentam alterações posturais em comum tais como protração de cervical, protrusão de ombros, escápulas aladas, antebraços pronados, hiperlordose lombar, anteversão pélvica, hiperextensão de joelho e pés pronados.

Com os resultados obtidos pôdese sugerir o provável padrão postural dos praticantes de capoeira.

Deve ser do interesse da área da saúde desportiva obter mais informações quanto as questões fisiológicas benéficas ou não ao sistema músculo esquelético, pois há um leque de informações que não foram analisadas e discutidas minuciosamente por outros especialistas.

03 de Agosto

Qual foi o melhor capoeirista do Brasil

Um dos melhores capoeiristas do brasil foi o mestre Bimba, ele foi um mestre muito renomado na capoeira, ainda é lembrado por muitos capoeiristas importantes, por seus grandes feitos, este mestre foi a pessoa que fundou a capoeira regional um dos três estilos de capoeira e ele um dos que organizou a capoeira, uma das coisas mais importantes que ele fez foi o caso das vestimentas, ele foi a pessoa que trouxe a calça branca para a capoeira, a calça branca agora é lei no jogo da capoeira e outras vestimentas ele tirou como bermuda e outros acessórios como corrente, brinco e acessórios como estes.

Dia do Capoeirista
Mestre Bimba fundador e rei da capoeira Regional

Fonte: www.palmares.gov.br/Almanaque Brasil/amora2009esportes.pbworks.com

 

Veja também

Dia dos Pais

Dia dos Pais, Brasil, Família, Mundo, Amigo, Papel, Origem, Importância, Paternidade, Comemoração, Dia dos Pais

Símbolos do Natal

Símbolos do Natal, Origem, Árvore, Presépio, Simbologia, Velas, Guirlanda, Estrela, Papai, Noel, História, Cartões, Comidas, Ceia, O Que é Símbolos do Natal

Paráfrase ao Pai Nosso

Paráfrase Pai Nosso, Orãção, Natal, Significado, Jesus, Cristo, Criador, Salvador, São Francisco de Assis, Céus, Santificado, O Que é Paráfrase Pai Nosso

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.