Breaking News
Home / Calendário Comemorativo / Dia Mundial Sem Carro

Dia Mundial Sem Carro

PUBLICIDADE

O Dia Mundial Sem Carro , que é comemorado em 22 de setembro, incentiva os motoristas a desistir de seus carros por um dia. Eventos organizados são realizados em algumas cidades e países.  O evento “promove a melhoria do transporte de massa, ciclismo e caminhada , e o desenvolvimento de comunidades onde os empregos estão mais perto de casa e onde as compras estão a uma curta distância”. Estudos mostraram que, para viagens curtas nas cidades, pode-se chegar mais rapidamente usando uma bicicleta do que usando um carro.

O Dia Mundial sem Carro  foi originalmente uma iniciativa para desencorajar o uso de carros , visto que seu uso em grande escala está causando danos ao meio ambiente . Neste dia, é feita uma chamada aos cidadãos para que deixem este meio de transporte por um dia e tentem novos meios de transporte. Embora a ideia já tenha surgido anos antes, foi na década de 1990, quando começou a ser adotada em algumas cidades. É comemorado em 22 de setembro , embora em alguns países essa data varie para criar até semanas dedicadas ao assunto.

Um dia sem carros, por quê?

Foi escolhida como a data simbólica para um mundo em busca da mobilidade urbana sustentável. Notícias nos jornais e comentários na internet já mostram a agitação que a data provoca. A mobilidade sustentável é algo amplo e complexo, mas o refrão é “Dia Mundial Sem Carros”.

Ao lançar uma campanha contra os carros pode-se causar efeito inverso, gerando uma sensação de desamparo na maioria das pessoas, em estágio avançado de dependência do automóvel. Tal como quando o boato “vai faltar água” se espalha e todos começam a encher baldes e bacias.

Quando se fala em mobilidade, o alerta tem de ser feito. Os malefícios causados pelo automóvel na coletividade são bem maiores que os benefícios que ele proporciona a seus proprietários individualmente. Cidades são sistemas complexos e a política urbana adotada na sociedade ocidental, ao valorizar em demasia o individualismo do transporte por automóveis, só fez piorar a situação a um ponto insustentável. Há uma rede de conexões entre o aumento do uso e da quantidade de automóveis e sua influência negativa no ambiente das áreas urbanas.

Para uma teia de problemas, há uma árvore de soluções. Neste cenário caótico e aparentemente sem saída da dependência dos automóveis, a bicicleta apresenta-se como alternativa viável para mobilidade nas cidades. É uma forma de transporte individual ecologicamente limpo, silencioso, que ocupa pouco espaço urbano. Além disso, ainda melhora a saúde e aproxima as pessoas. Em busca de melhor qualidade de vida, de um planeta mais limpo e um futuro garantido para as novas gerações, as cidades precisam que todos nós façamos uma opção ativa pelo transporte coletivo, andar a pé, de skate, patins ou bicicleta.

Dia Mundial Sem Carro

22 de setembro é dia sem carro, uma data para sensibilizar as pessoas para os impactos do carro nas cidades e promover a mobilidade sustentável. Participe.

Busque formas alternativas de locomoção: Vá de ônibus, a pé ou de bicicleta ou incentive a carona solitária.

No Brasil, a mobilização foi promovida pela primeira vez em 2001. Em 2004, 63 cidades de todo o país participaram.
O objetivo é despertar a população para a importância do combate à poluição do ar, à emissão excessiva de gases e ao efeito estufa, além de estimular o uso de transportes não-motorizados.

Valorizar o consumo sustentável, é o que se propõe no Dia Mundial Sem Carro, incentivando o ir e vir de outro modo, combatendo a poluição, evitando a emissão excessiva de gases de efeito estufa que causam a elevação da temperatura do planeta e que alteram as condições de vida, causando vários problemas de saúde, tais como: doenças respiratórias e cardiovasculares de acordo com a Organização Mundial da Saúde.

Viver em uma cidade com ar puro, sem barulho e com um trânsito tranqüilo, é o sonho de todo mundo. O “Dia Mundial Sem Carro”, evento internacional realizado anualmente, visa à conscientização das pessoas sobre o quanto é importante transitar menos de carro e optar por uma forma diferente, mais ecológica, de se deslocar para o trabalho, para as compras, ou mesmo para passear. É uma boa oportunidade para refletirmos sobre a valorização excessiva e errada da cultura individualista a que estamos acostumados.

Fortalecer a Mobilidade Sustentável, despertando nos cidadãos o dever com relação ao uso racional e solidário do automóvel, descobrindo outros meios de transporte, vendo a cidade sem congestionamentos e com uma atmosfera mais limpa, além de se beneficiar de uma boa dose diária de exercício físico, também são objetivos desse dia.

HISTÓRICO MUNDIAL

Os europeus, preocupados com os graves problemas ambientais e com a qualidade de vida nas cidades devido ao uso desordenado dos automóveis, assumiram a proposta idealizada e realizada pela França, inicialmente na cidade de La Rochelle, em 1997. Em 1998 houve a adesão nacional, além do apoio da Itália, o que motivou a Comissária Européia para o Meio Ambiente, em 2000, a submeter a proposta a outros países europeus e à Comissão Européia. Naquele ano (1998) foram 35 cidades francesas, já em 1999, 186 cidades francesas e italianas e em 2000 a União Européia instituiu a Jornada Internacional “Na Cidade, Sem meu Carro”, reunindo 760 cidades. Em 2001 foram 1683, das quais 1050 realizaram integralmente a Jornada e assinaram declaração de compromisso (843 da União Européia envolvendo 14 países e 207 cidades de 18 países não membros), além de 633 cidades que se associaram à Jornada, mas não assinaram o compromisso, entre as quais estão 11 cidades brasileiras.

HISTÓRICO BRASILEIRO

O Brasil aderiu à Jornada ainda de forma tímida comparada à radicalidade européia, porém, indo além da expectativa dos organizadores, com o envolvimento de 11 cidades, dentre elas 7 capitais, que interditaram ruas, praças, áreas centrais e quarteirões e onde foram realizadas atividades como: passeios ciclísticos, caminhadas, eventos culturais, painéis sobre transporte e trânsito, exposições de carros antigos, shows musicais, exposição de artistas plásticos, teatro, pesquisas de avaliação, de níveis de poluição, de velocidade do transporte coletivo (onde foi interditada a área central).
As cidades pioneiras foram: Porto Alegre, Caxias do Sul e Pelotas no Rio Grande do Sul; Piracicaba em São Paulo, Vitória no Espírito Santo, Belém no Pará, Cuiabá no Mato Grosso, Goiânia em Goiás, Belo Horizonte em Minas Gerais, Joinville em Santa Catarina e São Luís no Maranhão.

VOCÊ SABIA?

– Que o primeiro Dia sem Carro foi realizado na França em 1998? Desde então, a mobilização se estendeu a vários países, chegando ao Brasil em 2001.

– Que mais de 80% do óleo consumido pelos carros no nosso país é queimado ou despejado na natureza?

– Que o automóvel pesa 30 vezes mais que os passageiros que ele carrega? Portanto, a gasolina utilizada é quase toda gasta para mover o próprio automóvel, e não seus passageiros?

– Que 40% da poluição do ar é produzida pelos meios de transportes?

– Que para transportar 50 pessoas em ônibus, são ocupados 54m² de rua, sendo que, usando carros, o espaço ocupado é de 267m²? Ou seja, 8 vezes mais espaço!

– Que os congestionamentos de veículos também contribuem para o estresse e a poluição sonora, além da poluição do ar?

– Que a “cultura do carro” favorece a menor convivência entre as pessoas?

– Que na cidade de Bogotá, Colômbia, o Dia Sem Carro acontece uma vez por mês?

– Que mais de 40 países participam da Jornada “Na Cidade Sem Meu Carro”, no dia 22 de setembro?

– Que a bicicleta é amplamente utilizada em diversos países, por ser um veículo econômico, ecologicamente correto, não poluindo e não contribuindo para congestionamentos?

– Que, segundo a “Federação Portuguesa de Utilizadores de Bicicleta”, cinco mil bicicletas em circulação representam 6,5 toneladas a menos de poluentes no ar?

– Que levando seu carro para a revisão periodicamente, mantendo-o sempre em ordem e também na hora de abastecer, priorizando o álcool e o bio-diesel (sustentável), você estará ajudando a uma menor emissão de gases poluentes na atmosfera

Fonte: es.wikipedia.org/transporteativo.org.br/www.midiaindependente.org

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Dia da Infância

PUBLICIDADE A infância é a faixa etária que vai do nascimento até a adolescência. De …

Dia do Pi

Dia do Pi

PUBLICIDADE 14 de março – Dia do Pi Pi ou p. O Dia do Pi …

Dia Mundial da Gentileza

PUBLICIDADE A bondade é um comportamento marcado por características éticas, uma disposição agradável e uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.