Breaking News
Home / Calendário Comemorativo / Dia da Natação

Dia da Natação

8 de Abril

PUBLICIDADE

Dia da Natação

Em uma Olimpíada, a natação é considerada um dos esportes mais nobres. Em 23 de junho de 1894, o barão Pierre de Coubertain, apoiado por amigos e inúmeras celebridades, inaugurou os Jogos Olímpicos modernos. A cada olimpíada atletas de todas as partes do planeta superam limites nas raias da maior de todas as competições. A natação brasileira ao longo dos anos tem conquistado muitas vitórias destacando-se no cenário mundial. A estréia da equipe de Natação brasileira em uma Olimpíada foi em 1920, na Antuérpia, e o primeiro nadador só subiu ao pódio mais de 32 anos depois.

A primeira medalha ganha pelo Brasil foi na Olimpíada de Helsinki, em 1952, o nadador Tetsuo Okamoto ganhou a medalha de bronze nos 1500 m livre. A segunda medalha brasileira veio com Manoel dos Santos, que ganhou bronze nos 100 m livre dos Jogos de Roma, em 1960. Somente em 1980, vinte anos depois, Djan Madruga, Jorge Fernandes, Cyro Delgado e Marcus Matiollinos conquistaram a medalha de Bronze no revezamento 4×200 m livre nos Jogos Olímpicos de Moscou.

No ano de 1984, o Brasil conquistou sua primeira medalha de prata nos Jogos de Los Angeles, com Ricardo Prado, que entra para a história do esporte nacional ao conquistar o segundo lugar nos 400 m. Gustavo Borges foi o primeiro atleta brasileiro a conquistar três medalhas em Olimpíadas. No ano de 1992, em Barcelona, ele foi vice-campeão nos 100m livre. Nas Olimpíadas de Atlanta, em 1996, Gustavo conquistou a medalha prata pelos 200 m livre, e o bronze, pelos 100 m livre. Fernando Scherer foi outro medalhista da Olimpíada de Atlanta, ele conquistou bronze nos 50 m livre.

Já a história da natação feminina brasileira, a nadadora Fabíola Molina foi a única que atleta feminina que participou dos Jogos Olímpicos, no ano de 2000 em Sidney. Em Goiânia, podemos citar grandes talentos como Bruno Bonfim e Carlos Alberto Borges Jayme, que traz no currículo uma medalha de bronze olímpica conquistada no revezamento 4×100 livre em Sidney, na Austrália, em 2000, e atualmente os dois tem vaga garantida para a Olimpíadas de Atenas.

Fonte: UFGNet

Dia da Natação

8 de Abril

Dia da Natação

O ser humano possui habilidades que podem ser desenvolvidas mediante exercícios adequados. Andar, correr, arremessar e manusear são ações naturais do corpo humano, as quais ele executa com certa facilidade. Porém, em razão da necessidade de se locomover para obter alimento e abrigo, o ser humano precisou adquirir outras habilidades menos adequadas à sua anatomia. Uma delas é o ato de nadar.

Atravessar rios e lagos para locomover-se ou caçar deu origem à habilidade de nadar, embora o corpo humano não seja eficiente nessa tarefa, porque o ser humano evoluiu no sentido vertical, ao andar ereto. O ato de nadar exige uma posição horizontal, daí a necessidade de treinamento.

Há milênios que o ser humano nada. A prova disso são os símbolos da escrita egípcia, os quais retratam movimentos da pessoa nadando. Alguns arqueólogos descobriram que os gregos já conheciam a natação há mais de três mil anos. Na mitologia grega encontram-se inúmeras referências ao ato de nadar, executado pelos heróis e semideuses dos épicos. Na Grécia antiga eram famosos os nadadores da ilha de Delos, de Atenas e de Esparta. Em Roma, a natação era considerada um requinte social. A pessoa, para ser considerada culta, deveria saber nadar. Entre os soldados romanos, em suas rotinas diárias de atividades físicas, era regular a prática da natação. Depois dos exercícios físicos em terra, atravessavam a nado os rios.

Talvez o ser humano tenha desenvolvido a habilidade de nadar imitando os outros animais por ter vivido próximo de rios, lagos e mares, necessários à sua subsistência. O nado cachorrinho é assim chamado por que a pessoa o executa instintivamente quando cai na água, movimentando-se sem estilo, como um cão o faz. A partir desse movimento básico, o ser humano foi desenvolvendo variações para aumentar sua eficiência, seja em resistência, seja em velocidade. O nado de peito, por exemplo, era usado pelos soldados que carregavam seus utensílios na cabeça. Mais tarde, por volta de 1900, o inglês Frederick Cavill desenvolveu o famoso crawl australiano, ao observar nativos nadando na região do Ceilão. Seu filho, Richard Cavill, utilizou o método em competições, batendo todos os recordes de velocidade. Foram os americanos que aperfeiçoaram o método de Cavill e criaram o crawl americano, o qual deu muitas glórias ao país.

Outras novidades foram acrescentadas ao nado para melhorar sua eficiência, como a “pernada de seis tempos”. Por volta de 1900, surgiram os nados borboleta e de costas, completando as modalidades desse esporte.

John Weissmuller, o Tarzã mais famoso de Hollywood, foi o maior campeão que a natação mundial conheceu. Ele chegou à fantástica marca de 67 títulos mundiais e 51 recordes mundiais, no estilo livre. Nos Jogos Olímpicos de 1924, Weissmuller ganhou a medalha de ouro nos 100 e nos 400m.

A natação chegou ao Brasil, como modalidade olímpica, apenas em 1908. Em 1912, o esporte foi regulamentado pela Federação Brasileira das Sociedades de Remo, passando a constar das atividades esportivas. Uma equipe de natação do Brasil, composta por 29 atletas, participou da Olimpíada da Antuérpia, em 1920. Tetsuo Okamoto foi o primeiro nadador brasileiro a subir ao pódio, em 1952, ao ganhar a medalha de bronze nos jogos de Helsinque.

Atualmente, o Brasil tem se destacado no esporte, contando com atletas reconhecidos internacionalmente, ganhadores de medalhas. O esporte se difundiu, sempre aliado à imagem de vigor físico e saúde própria dos nadadores.

Fonte: www.paulinas.org.br

Dia da Natação

8 de Abril

Dia da Natação

Um esporte completo: assim é vista a natação, uma atividade que trabalha todo o conjunto muscular do nadador sem os impactos específicos que podem lesar as articulações – o que é bastante comum em outros exercícios físicos. Além disto, estimula as atividades cardíacas e respiratórias e é recomendada para qualquer idade.

Para quem gosta de competir, a natação exige treinamento e um bom preparo físico. Porém, pode ser utilizada para outros fins, como na terapia de reabilitação, recuperando o indivíduo de atrofias musculares.

No Brasil, a natação é um esporte que se destaca nas provas internacionais como as Olimpíadas, os jogos Pan-Americanos e competições sul-americanas. As Paraolimpíadas de Sydney, em 2000, não só despertaram a atenção para o ótimo desempenho dos nossos competidores, como renderam ao Brasil sua primeira medalha de ouro neste tipo de competição.

Nadando desde a Grécia Antiga

Na Grécia antiga, a natação era um esporte muito valorizado. O filósofo Platão já dizia que quem não sabia nadar não era educado. Em Roma, quem não nadava também não era visto com bons olhos, e o esporte era incluído no treinamento dos soldados do império.

Porém, a história da natação dá um salto (ou seria uma boa braçada?) a partir do século XIX, em Londres, quando as primeiras provas começaram a ser realizadas. A partir daí, competidores internacionais passaram a participar, com destaque para os norte-americanos, que ganhavam todas.

Também foram criados novos estilos, e os antigos se aprimoraram. Inclusive, o nado “crawl” começou a ser elaborado nessa época. Para quem não sabe, o estilo “crawl” é aquele em que os braços são elevados para a frente, alternadamente. Curiosamente, foram os nativos da América do Sul que inspiraram o inglês Arthur Trudgen a aperfeiçoar o estilo, em 1893.

Também foram os indígenas, desta vez australianos, que mudaram o movimento das pernas. Em vez de horizontais, passaram a ser verticais em relação à água, nascendo assim o estilo “crawl australiano”. Uma versão americana foi criada em seguida, e o nado “crawl” (também conhecido como “nado livre”) faz parte das competições até hoje.

Foi por esta época que ocorreram os I Jogos Olímpicos da Era Moderna em Atenas, mais precisamente em 1896. A natação não ficou de fora, com a prova dos 100 metros – nado livre. Nas Olimpíadas seguintes, foi introduzida a prova de 400 metros – nado livre, e depois as de 1.500m e revezamento 4 x 100m.

O nado de costas só entrou para as competições em 1908, na versão de 100m, assim como o peito, com 200m. Em 1956, acrescentou-se o nado de borboleta e, em 1960, o revezamento 4 x 100m, alternando os quatro estilos.

Fonte: www.ibge.gov.br

Dia da Natação

8 de Abril

Nadar é uma delícia!

Dia da Natação

E faz muito bem à saúde. A natação é considerada o esporte mais completo de todos, pois estimula e movimenta quase todos os músculos do corpo.

A natação era originalmente um meio de sobrevivência do homem, que em tempos primitivos precisava fugir de animais maiores ou caçar sua alimentação por entre rios e lagos.

Atualmente a natação, em suas várias modalidades, pode ser vista como um método de recreação e um esporte, sendo utilizada para salvar pessoas do afogamento

Fonte: www.smartkids.com.br

Veja também

Dia dos Pais

Dia dos Pais, Brasil, Família, Mundo, Amigo, Papel, Origem, Importância, Paternidade, Comemoração, Dia dos Pais

Símbolos do Natal

Símbolos do Natal, Origem, Árvore, Presépio, Simbologia, Velas, Guirlanda, Estrela, Papai, Noel, História, Cartões, Comidas, Ceia, O Que é Símbolos do Natal

Paráfrase ao Pai Nosso

Paráfrase Pai Nosso, Orãção, Natal, Significado, Jesus, Cristo, Criador, Salvador, São Francisco de Assis, Céus, Santificado, O Que é Paráfrase Pai Nosso

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.