Breaking News
Home / Calendário Comemorativo / Dia Mundial da Paz

Dia Mundial da Paz

1 de Janeiro

Dia Mundial da Paz

PUBLICIDADE

Dia Mundial da Paz

No dia 4 de janeiro de 1965, o papa Paulo VI visitou a Organização das Nações Unidas (ONU), na sua campanha e esforço para reconstruir a paz mundial. Ao se dirigir aos países-membros dessa Organização, ele pediu: “Deixai cair as armas de vossas mãos!”.

Três anos depois, esse mesmo pontífice, instituiu o Dia Mundial da Paz, – a ser comemorado a 1o de janeiro em todas as igrejas católicas do mundo -, dia em que todos os cristãos são incentivados a rezar para que a humanidade encontre o caminho da justiça e da paz e para que todos os povos abandonem as armas e se reconheçam e vivam como irmãos.

No Brasil, o marechal Deodoro da Fonseca, após proclamar a República, em 1890, decretou o dia 1o de janeiro como feriado nacional para ser celebrado como o Dia de Paz Nacional.

A paz é um sonho bem antigo da humanidade; embora seja simples de se obter, está cada vez mais longe de se realizar.

O estilo de vida materialista adotado pelo ser humano gerou cada vez mais a ganância e a desigualdade, reconhecidas como principais fatores de impedimento para a convivência fraterna e pacífica mundial.

No Dia Mundial da Paz de 1995, o papa João Paulo II enviou uma mensagem à ONU, na qual abordou o tema “Mulher: educadora da paz”, deixando claro que educar para a paz significa abrir as mentes fechadas e os corações aos valores humanitários, como fundamento para uma sociedade pacífica, firmada na verdade, na justiça e no amor.

Assim, a Paz é um projeto educativo que leva o ser humano a assumir responsabilidades por toda a vida; portanto, deve ser também assumido como um projeto inacabado, para que seu alicerce seja reforçado a cada instante.

Por ocasião do Grande Jubileu de 2000, o papa João Paulo II escolheu como tema das festividades a frase “Paz na terra aos homens por Deus amados”.

Os festejos recordaram o nascimento do Príncipe da Paz, que veio para redimir, curar e restabelecer o amor, vínculo da fraternidade e da paz.

A Igreja católica deseja que as guerras não mais sejam o caminho para solucionar problemas existentes entre os países, já que, com armas, só se pode destruir e não construir.

O Dia da Fraternidade Universal é também comemorado em todo o mundo.

Tradicionalmente há uma vigília na noite de 31 de dezembro, ou seja, o réveillon, nome popular, do francês dado à celebração da passagem de ano. No Brasil, foi instituído pela lei no 108, de 29/10/1935.

Fonte: www.paulinas.org.br

Dia Mundial da Paz

O Dia da Confraternização Universal é comemorado em quase todo o mundo em 1º de janeiro. Nesse dia, as pessoas trocam votos de alegria, de paz e de felicidade para o ano que se inicia. Tradicionalmente há uma vigília na noite de 31 de dezembro, quando se comemora com muitas festas a passagem do ano.

Dia Mundial da Paz

No Brasil, a chegada do ano-novo acontece em meio a simbologias diversas: a queima de fogos de artifício, o uso da cor branca nas vestimentas; na culinária, temos a presença de determinados alimentos como lentilha e romã, e pratos como rabanada, entre outros.

Fonte: www.cidadaopg.sp.gov.br

Dia Mundial da Paz

No dia 1º de janeiro comemora-se a Fraternidade Universal. é um dia dos mais importantes para grande parte da humanidade, pois não só marca o início de um novo ano, sempre motivo de grandes esperanças, como nos convida a refletir sobre o fato de sermos todos irmãos.

Dia Mundial da Paz

Devemos nos empenhar para que todos os dias do ano sejam iguais a este em sentimentos. se vivermos sempre dentro dos princípios da bondade e do respeito, estaremos colaborando para um mundo melhor.

A idéia de fraternidade estabelece que o homem, enquanto animal político, fez uma escolha consciente pela vida em sociedade e para tal estabelece com seus semelhantes uma relação de igualdade, visto que em essência não há nada que hierarquicamente os diferencie: são como irmãos (fraternos). Este conceito é a peça-chave para a plena configuração da cidadania entre os homens, pois, por princípio, todos os homens são iguais. De uma certa forma, a fraternidade não é independente da liberdade e da igualdade, pois para que cada uma efetivamente se manifeste é preciso que as demais sejam válidas.

Fonte: iaracaju.infonet.com.br

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Dia da Infância

PUBLICIDADE A infância é a faixa etária que vai do nascimento até a adolescência. De …

Dia do Pi

PUBLICIDADE 14 de março – Dia do Pi Pi ou p. O Dia do Pi …

Dia Mundial da Gentileza

PUBLICIDADE A bondade é um comportamento marcado por características éticas, uma disposição agradável e uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.