Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Dia da Mentira  Voltar

Dia da Mentira

 

 

1º de Abril

O hábito de brincar com essa data é universal e vem sendo difundido há séculos. A origem das brincadeiras com esse dia é desconhecida, mas existe uma versão de que começou no século 16, com a mudança para o calendário gregoriano, que trocou a comemoração do Ano Novo para 1º de janeiro (antes comemorado entre 25 de março e 1º de abril, o primeiro dia da primavera na Europa). Consta que a troca custou a ser assimilada e quem continuava comemorando na antiga data era chamado de "bobo de abril". Essas pessoas eram vítimas de "trotes" e para elas, em 1º de abril, se contavam as maiores mentiras.

Na Inglaterra, quem "cai em 1º de abril" é chamado de noodle (pateta). Na França, de poisson d'avril (peixe de abril); na Escócia, de april gowk (tolo de abril); nos Estados Unidos, de april fool (bobo de abril). Bem, o "Dia da Mentira" certamente é uma história que não começou na nossa cultura, mas nós herdamos...

A Internet tem propiciado que as brincadeiras com a data se perpetuem e existem sites só com o assunto. Com uma simples busca se encontra toda a sorte de cartões próprios para a ocasião.

Curiosidade: o peixe de primeiro de abril!

Você conhece o "peixe de abril"?

Dia da Mentira

Na França, quem 'cai' nas brincadeiras do primeiro de abril é chamado de "peixe de abril". As explicações para o apelido são muitas e uma delas é a respeito dos peixinhos que aparecem em grande quantidade nos meses de abril, quando é início da primavera na França. São tantos peixes que fica fácil pegá-los com anzol. Então, as pessoas que são 'fáceis de pegar' no dia primeiro ficaram famosas por serem os peixes de abril.

Fonte:  www.ibge.gov.br

Dia da Mentira

1º de Abril

Há muitas explicações para o 1 de abril ter se transformado no Dia da Mentira ou Dia dos Bobos. Uma delas diz que a brincadeira surgiu na França. Desde o começo do século XVI, o Ano Novo era festejado no dia 25 de Março, data que marcava a chegada da primavera.

Em países de língua inglesa o dia da mentira costuma ser conhecido como April Fool's Day ou Dia dos Tolos, na Itália e na França ele é chamado respectivamente pesce d'aprile e poisson d'avril, o que significa literalmente "peixe de abril". No Brasil, o 1º de abril começou a ser difundido em Pernambuco, onde circulou "A Mentira", um periódico de vida efêmera, lançado em 1º de abril de 1848, com a notícia do falecimento de Dom Pedro, desmentida no dia seguinte.

"A Mentira" saiu pela última vez em 14 de setembro de 1849, convocando todos os credores para um acerto de contas no dia 1º de abril do ano seguinte, dando como referência um local inexistente.

Fonte:  www.cidadaopg.sp.gov.br

Dia da Mentira

1º de Abril

Existem várias histórias que explicam o surgimento do dia da mentira. Uma delas atribui a brincadeira a uma simples mudança no calendário.

Em 1564, o rei da França Carlos IX determinou a adoção do calendário gregoriano, que mudava de 1º de abril para 1º de janeiro a data do primeiro dia do ano.

Essa mudança causou muita confusão e vários franceses para manter a tradição resistiram ao novo calendário.

Assim, a virada do ano passou a ser comemorada em duas datas e no dia primeiro de abril, para ridicularizar os conservadores, as pessoas enviavam presentes esquisitos, convites para festas que não existiam e passaram a contar as maiores mentiras.

O dia 1º de abril passou a ser conhecido como o “dia da mentira” e se espalhou por todo o mundo.

A brincadeira chegou ao Brasil por meio dos portugueses e hoje faz parte do nosso folclore.

Tudo faz crer que essas brincadeiras, originárias dos franceses, continuem sempre a existir, graças à eternidade das manifestações folclóricas no mundo inteiro.

Neste dia aquelas mentiras sem maldade e que não prejudicam ninguém estão liberadas.

Fonte:  Guia do Curioso

Dia da Mentira

1º de Abril

As pessoas pregam peças no dia 1º de abril há muito tempo. Não se sabe a origem desse costume, mas é possível que tenha começado no século XVI, na França.

A comemoração de Ano-Novo, que acontecia no início da primavera, em março, culminando com festas, bailes e trocas de presentes, no dia 1º de abril, foi transferida para o dia 1º de janeiro.

Tal fato se deu por meio de um decreto do rei Carlos IX, que instituía aos súditos o uso do calendário gregoriano, adotado pela Igreja para todo o mundo cristão.

Isso gerou muita confusão e dificuldade de adaptação.

Assim, as pessoas que comemoravam, por engano, o Ano Novo no dia 1º de abril, eram comumente vítimas de trotes e brincadeiras e acabaram sendo chamadas de "bobos de abril".

Dia da Mentira

O hábito atravessou os séculos e ainda hoje a brincadeira é tradição em muitos países.

Na Inglaterra, quem "cai no primeiro-de-abril" é chamado de noodle (pateta); na França, de poisson d'avril (peixe de abril); na Escócia, de april gowk (tolo de abril); nos Estados Unidos, de april fool (bobo de abril).

Tudo faz crer que essa simpática tradição será perpetuada pela humanidade.

Mas é bom conter a imaginação e os impulsos extremados usando o bom senso para elaborar as brincadeiras. Algumas peças podem gerar sérios inconvenientes, quando ultrapassam o limite da comédia.

Por isso, é de bom tom que os brincalhões procurem fazer algo bem original, nada maldoso, para merecerem o título de bem-humorados e não ganharem a fama de "chatos de mau gosto".

Fonte:  www.paulinas.org.br

Dia da Mentira

1º de Abril

Origem do Dia da Mentira

Há muitas explicações para o dia 1º de abril ter se transformado no Dia da Mentira. Uma delas garante que a brincadeira surgiu na França.

No começo do século XVI, o Ano Novo era festejado no dia 25 de março, data que marcava a chegada da Primavera. As festas duravam uma semana e terminavam no dia 1º de abril.

Em 1564, depois da adoção do calendário gregoriano, o rei Carlos IX de França determinou que o Ano Novo seria comemorado no dia 1º de janeiro. Alguns franceses resistiram à mudança e continuaram a seguir o calendário antigo, pelo qual o ano se iniciaria em 1º de abril.

Gozadores passaram, então, a ridicularizá-los, a enviar-lhes presentes esquisitos e convites para festas que não existiam. Essas brincadeiras ficaram conhecidas como "plaisanteries".

Em países de língua inglesa, o Dia da Mentira costuma ser conhecido como "April Fool's Day" ou Dia dos Tolos; na Itália e na França, ele é chamado respectivamente de "Pesce d'Aprile" e "Poisson d'Avril", que significam literalmente "Peixe de Abril".

FATOS HISTÓRICOS DO DIA 1°/04

1525 - Diego de Alvarado funda a vila de San Salvador.

1778 - Oliver Pollock cria o símbolo do dólar americano, o "$".

1810 - Napoleão casa-se com a arquiduquesa Maria Luisa, filha do imperador da Áustria, Francisco I.

1815 - Nasce o príncipe Otto von Bismarck, político e estadista, artífice da unificação alemã.

1843 - O presidente do Equador, Juan José Flores, proclama uma nova Constituição, chamada pela oposição de "Carta de escravidão".

1867 - Abertura em Paris da Exposição Universal de Indústrias e Belas Artes, com a qual Napoleão III quis realçar seu Império.

1885 - Os insurretos colombianos se apoderam do Panamá e incendeiam parte da cidade de Colón.

1888 - A Princesa Isabel participa do ato de libertação coletiva dos escravos de Petrópolis.

1909 - O último destacamento de tropas norte-americanas abandona Cuba.

1918 - Criação da Royal Air Force (RAF), na Grã-Bretanha.

1924 - Hitler é condenado a cinco anos de prisão por alta traição, ao pretender depor à força o governo bávaro no dia 8 de novembro anterior.

1928 - Na China, Chiang Kai-shek inicia ataques contra as forças comunistas.

1929 - Nasce Milan Kundera, escritor francês de origem checa.

1933 - Na Alemanha nazista é iniciada a perseguição contra os judeus. O governo pede que sejam boicotados todos os empreendimentos cujos donos sejam judeus.

1937 - A Birmânia se separa da Índia.

1939 - Na Espanha, a Guerra Civil chega ao fim, com o reconhecimento oficial do governo de Franco.

1945 - O Brasil estabelece relações com a União Soviética.

1945 - Segunda Guerra Mundial: as tropas nore-americanas desembarcam em Okinawa, etapa prévia à entrada no Japão.

1948 - O bloqueio de Berlin tem início quando os russos começam a checar todas as estradas e ferrovias entre Berlin e as Zonas Ocidentais.

1958 - A Radio Rebelde de Cuba difunde a declaração de "guerra total" de Fidel Castro ao regime de Fulgencio Batista.

1961 - Cuba é proclamada República Democrática Socialista.

1964 - Um golpe militar derruba João Goulart da Presidência.

1964 - O Exército prende Miguel Arraes, governador de Pernambuco. Na Guanabara, Carlos Lacerda reforçou o esquema de segurança do palácio, para a eventualidade de uma intervenção federal no estado.

1964 - Francois Duvalier se proclama presidente vitalício do Haiti.

1977 - Geisel decreta o recesso do Congresso Nacional.

1991 - O senador Jaime Guzmán, um dos ideólogos do regime de Augusto Pinochet, é assassinado em Santiago do Chile.

1993 - Entra en vigor a nova zona de livre comércio da América Cenral, que não inclui a Costa Rica e o Panamá.

2001 - O presidente da Iugoslávia, Slobodan Milosevic, é detido e ingressa na prisão de Belgrado.

AS 50 MAIORES MENTIRAS

01 - Satisfação garantida ou seu dinheiro de volta.
02 - Não nos procure, nós o procuraremos!
03 - Pode deixar que eu te ligo.
04 - Puxa, como você emagreceu!
05 - Fique tranqüilo, vai dar tudo certo.
06 - Quinta-feira, sem falta, o seu carro vai estar pronto.
07 - Pague a minha parte que depois eu acerto contigo.
08 - Eu só bebo socialmente...
09 - Isso é para o seu próprio bem...
10 - Eu estava passando por aqui e resolvi subir.
11 - Estou te vendendo a preço de custo.
12 - Não vou contar pra ninguém.
13 - Não é pelo dinheiro, é uma questão de princípios.
14 - Somos apenas bons amigos...
15 - Que lindo é o seu bebê!
16 - Pode contar comigo!
17 - Você está cada vez mais jovem!
18 - Eu nem reparei que você usava peruca...
19 - Nunca broxei antes.
20 - Você foi a melhor transa que eu já tive!
21 - Não contém aditivos químicos.
22 - Estou sem troco, leve um chiclete.
23 - Obrigado pelo presente, era exatamente o que eu estava precisando....
24 - Não se preocupe, essa roupa não vai encolher.
25 - Não se preocupe, essa roupa vai ceder.
26 - Essa roupa é a sua cara!
27 - Eu não pude evitar.
28 - Tudo o que é meu é seu.
29 - A inflação vai cair.
30 - Eu não sou candidato.
31 - Começo a dieta na segunda...
32 - O trabalho engrandece o homem!
33 - Isso nunca aconteceu comigo...
34 - Isto vai doer mais em mim do que em você.
35 - Dinheiro não traz felicidade.
36 - Você sempre foi a única!
37 - Pode ir que vou depois.
38 - Eu nem estava olhando...
39 - Que bom que você já arrumou outra, estou feliz.
40 - A amizade é o que importa.
41 - Juro que não estava sabendo!
42 - Não fui eu que contei.
43 - Está perfeito!
44 - Esse carro nunca foi batido, só fica na garagem...
45 - Não folga que sou do jiu-jitsu!
46 - Eu liguei, mas ninguém atendeu...
47 - Beleza e dinheiro não importam, e sim estar feliz.
48 - Ela era virgem quando a conheci.
49 - Nunca te traí!
50 - Essas mentiras acima, nunca falei...

Fonte:  sabedoria.multiply.com

Dia da Mentira

1º de Abril

Tudo começou em 1564, quando Carlos IX, rei de França, por uma ordonnance de Roussillon, Dauphine, determinou que o ano começasse no dia primeiro de janeiro, no que foi seguido por outros países da Europa. É claro que, no início, a confusão foi geral, de vez que os meios de comunicação ainda eram inexistentes. Não havia rádio, televisão, nem mesmo o jornal, pois a invenção da imprensa, por Gutenberg, só aconteceu muitos anos depois.

Antes de Carlos IX determinar que o dia primeiro de janeiro fosse o começo do ano, este tinha início no dia primeiro de abril, o que resultou ficar conhecido como o Dia da Mentira., por força das brincadeiras feitas com a intenção de provocar hilaridade.

Surgiram, então, as brincadeiras (que os franceses denominavam de plaisanteries) em todo o mundo, como a da carta que se mandava por um portador destinada a outra pessoa, na qual se lia o seguinte: "Hoje é primeiro de abril. Mande este burro pra onde ele quiser ir".

Seria um nunca acabar se fossem, aqui, relacionadas as brincadeiras referentes ao primeiro de abril. Até mesmo eram distribuídas cartas convidando amigos para assistirem ao enlace matrimonial de pessoas que nem sequer se conheciam, mencionando a igreja, o dia e a hora em que seria celebrado o suposto casamento.

Vejamos alguns primeiros de abril pregados pela imprensa mundial, conforme relata a revista Isto é, de São Paulo, n11 1488, edição de 8 de abril de 1998: 1) "A África do Sul comprou Moçambique por US$ 10 bilhões. 0 anúncio do negócio fora feito na Organização das Nações Unidas pelo presidente sul-africano Nelson Mandela. Deu no jornal Star, de Johannesburgo; 2) A Rádio Medi, de Tânger, no Marrocos, noticiou que o Brasil não iria participar da Copa do Mundo porque o dinheiro da seleção seria usado na luta contra o incêndio em Roraima; 3) A minúscula república russa Djortostão declarou guerra ao Vaticano. Motivo: arrebatar o título de menor Estado da Europa. Paratanto, ele teria doado seis metros quadrados de seu território a uma república vizinha. Isso tudo de acordo com o jornal Moscou Times,, 4) Diego Maradona, ex-capitão da seleção argentina de futebol, é o novo técnico da seleção do Vietnã. Deu nos principais jornais vietnamitas; 5) Ao deixar o Senegal, o presidente americano Bill Clinton seria acompanhado de uma comitiva formada pelos primeiros 50 senegaleses que fossem à embaixada para pedir visto de entrada nos EUA. Assim informou o jornal Le Soleil, do Senegal. Centenas de senegaleses acreditaram na mentira e correram para a embaixada americana."

Noticiando o falecimento de Maurício Fruet, ex-prefeito de Curitiba e ex-deputado federal, a revista Isto é, São Paulo, nº 1510, edição de 9 de setembro de 1998, informou que ele "era considerado o parlamentar mais brincalhão e espirituoso que passara pela Câmara dos Deputados. Um exemplo: convocou uma falsa reunião de todo o secretariado do então governador coberto Requião no dia 1º de abril de 1990 (havia 15 dias que Requião tomara posse). Os Secretários, sem entender nada, passara m toda a madrugada no Palácio Iguaçu. De manhã, Fruet fez chegar a informação de que era um trote do Dia da, Mentira."

Tudo faz crer que as brincadeiras, originárias das plaisanteries francesas, continuem sempre a existir, graças à eternidade das manifestações folclóricas no mundo inteiro.

Fonte: www.soutomaior.eti.br

Dia da Mentira

1º de Abril

Mentira tem perna curta?

É o que dizem por aí... O povo também fala que ela nunca vai sozinha, pois se não for remendada com outra, logo arrebenta. E quem não se lembra de Pinóquio, o boneco de madeira que, quando mentia, via seu nariz crescer?

Tudo isso faz lembrar que 1º de abril é o Dia da Mentira.

E graças a uma mudança no calendário! Consta que o ano começava em abril - mas passou a ter início em 1º de janeiro. Imagine a confusão! Para conservar uma antiga tradição, o povo continuou a trocar presentes no dia 1º de abril e também em 1º de janeiro: a primeira data ganhou fama de dia da farsa.

A coisa pegou mesmo! Recebeu o nome de Fool’s Day, nos países de língua inglesa, e acabou vindo para o Brasil pelas mãos, ou melhor, bocas, dos portugueses.

Tornou-se logo parte do nosso folclore! Tanto que alguns, mais competentes na arte da mentira, ganharam fama: são exemplos os pescadores - quem nunca ouviu uma história de pescador?

Hoje, a data não é tão festejada como antes.

Para o sossego de muita gente. Na verdade, muitas pessoas não concordam com ela, pois acham errado existir um dia em que é permitido enganar. Afinal, mentira é isso mesmo: engano, fraude, falsidade, ilusão.

Tão perto da Páscoa estamos, que vale lembrar uma mentira que atravessou os séculos: o apóstolo Pedro, antes do galo cantar, faltou à verdade três vezes - negou que conhecesse Jesus.

Há quem minta para evitar aborrecimentos, mas é bom lembrar que, como a mentira tem pernas curtas - ou seja, dificilmente não é descoberta - quem mente acaba perdendo a credibilidade.

Que nariz grande!

Não é a história da Chapeuzinho Vermelho, não! Afinal, nem só lobo mau tem narigão... Pinóquio também está nessa.

Ele é um boneco de madeira construído pelo carpinteiro Gepeto. Ganha vida e tem uma vontade enorme de virar menino de carne e osso. Mas acaba se metendo em várias confusões e, toda vez que mente, seu nariz cresce.

Pinóquio tem dois amigos que o orientam para fazer as coisas certas: a Fada do Carvalho e o Grilo Falante. Mas nem sempre ele escuta os amigos e acaba aprendendo na marra o que é certo fazer.

As aventuras de Pinóquio foi escrito pelo italiano Carlo Collodi e publicada em 1883.

Em 1940 virou desenho animado pela mãos de Walt Disney. É legal ler e assistir!

Veja agora algumas mentirinhas supercomuns: você já caiu nessas?

Obrigado pelo presente, era exatamente o que eu estava precisando!
Somos apenas bons amigos.
Estou sem troco, leve uma balinha.
Eu estava passando por aqui e resolvi subir.
Puxa, como você emagreceu!
Essa roupa é a sua cara!
Não vou contar pra ninguém!
Eu não pude evitar.

Fonte:  intervox.nce.ufrj.br

Dia da Mentira

1º de Abril

Em 2005, a Associated Press fez um levantamento de quais seriam as 10 maiores pegadinhas do Dia da Mentira que a grande mídia já pregou, aqui vai a lista em ordem cronológica:

1. Em 1957, a rede de televisão BBC soltou a notícia que graças ao inverno ameno e à eliminação da praga do espaguete, fazendeiros suíços estavam comemorando uma safra recorde daquela massa. Um vídeo mostrava supostos fazendeiros suíços puxando cachos de espaguete de árvores. Muito rapidamente os telefones começaram á tocar, com várias pessoas querendo informações sobre como cultivar o próprio espaguete.

2. Em 1985, a revista Sports Illustrated publicou a história de um jogador novato de baseball que conseguia atirar a bola à incríveis 270km/h (168mph, enquanto a média gira em torno de 100mph) estaria entrando para o elenco do New York Mets. O jogador teria apurado sua incrível habilidade de arremessar muito mais rápido que os outros jogadores, em um período que passou num mosteiro tibetano. Os fãs do Mets ficaram imensamente felizes por alguns dias…

3. Em 1962 a Suécia tinha apenas um canal de televisão, que transmitia tudo em preto e branco. Um técnico da estação apareceu no ar, dizendo que uma nova técnica havia sido desenvolvida para o envio de imagens coloridas. Para converter seus televisores, as pessoas deveriam cobrir o televisor com uma meia fina de nylon. A TV em cores só surgiria na década de 1970.

4. Em 1966 a cadeia americana de fast food Taco Beel anunciou que havia comprado o Philadelphia’s Liberty Bell (Sino Da Liberdade na Filadélfia), que vem à ser um símbolo da independência norte americana, do governo federal, e que o estaria rebatizando para Taco Liberty Bell.

Cidadãos ultrajados ligaram para expressar sua raiva antes da Taco Bell revelar que era tudo uma pegadinha.O então secretário de imprensa do governo americano foi questionado á respeito da venda, e respondeu que o Memorial de Lincoln também havia sido vendido e passaria à chamar-se Ford Lincoln Mercury Memorial.

5. O notável astrônomo britânico Patrick Moore anúncio em uma rádio que no dia primeiro de abril de 1976, precisamente ás 9:47 da manhã, um evento único iria ocorrer: Plutão passaria por trás de Júpiter, o que causaria um alinhamento gravitacional que reduziria a gravidade na Terra. Moore disse aos ouvintes que se eles pulassem no exato momento do alinhamento, eles poderia experimentar uma sensação de flutuação. Centenas de pessoas ligaram para a emissora reportando o sucesso da experiência.

6. Em 1977, o jornal britânico The Guardian publicou um suplemento de sete páginas sobre o 10º aniversário de San Serriffe (Sans Serif, é uma fonte tipográfica), uma pequena república localizada no Oceano Índico e que consistia de várias ilhas no formado te vírgulas, suas duas principais ilhas chamavam-se Upper Caisse (algo como Caissa Alta) e Lower Caisse (algo como Caissa Baixa).

7. Em 1992, a Rádio Nacional Pública dos EUA, anunciou que o ex-presidente Richard Nixon concorreria novamente à presidência norte americana, e que seus slogans seriam algo como “Eu não fiz nada naquela época e não vou fazer nada novamente.” A rádio soltou inclusive áudios de Nixon fazendo o anúncio. A audiência lotou as linhas telefônicas expressando ultraje. A voz de Nixon era de um imitador. Em tempo Richard Nixon renunciou à presidência em 1974, para fugir de um impeachment quase certo.

8. Em 1995, a revista Discover anunciou que o altamente respeitado biólogo italiano Aprile Pazzo (em inglês, o dia da mentira é chamado April’s Fool – tolo de abril – Aprile Pazzo, é a tradução do termo para italiano), havia descoberto na Antártica um animal chamado “hothead naked ice borer” (algo como inseto nu de cabeça quente), que placas de ossos na cabeça que se aqueciam, permitindo que ele perfurasse e se movimentasse dentro do gelo com grande velocidade.

9. Em 1998, uma newsletter chamada New Mexicans Pela Ciência e Razão publicou um artigo que dizia que o Estado do Alabama havia votado para arredondar o valor de “PI”, mudando de 3,141592… para o “valor bíblico de 3”.

10. Ainda em 1998, a rede americana de fast foods Burger King anunciou o lançamento do Whooper para canhotos, a fim de atender ao público de 32 milhões de canhotos existentes no país. De acordo com o anúncio, o sanduíche conteria os mesmos ingredientes do Whooper normal, mas estes sofreriam rotação de 180 graus na hora de serem colocados no pão. A cadeia recebeu milhares de solicitações pelo novo sanduíche, bem como para o Whooper regular, feito para destros.

No verbete em inglês do Dia da Mentira, o April’s Fool, há uma gigantesca coleção de hoaxes que já foram pregados mundo a fora. Quem domina o idioma pode dar um pulinho por lá, tem muito material para ler.

Fonte:  cybervida.com.br

Dia da Mentira

1º de Abril

Quem afirma que nunca mentiu é um grande mentiroso.

O primeiro de abril, o famoso dia da mentira, surgiu na Idade Média após uma gripe que se abateu sobre Carlos Magno.

O povo custava a acreditar no estado de saúde do rei e passou a brincar sobre o assunto. Bem, se você acreditou em tudo até agora, então saiba que você acabou de ler uma mentira.

A verdade é bem diferente.

A história do dia da mentira – pelo menos a versão mais aceita e contada - começou em 1582 e não foi por culpa de um rei, mas de um papa.

Naquele ano, Gregório 13 decretou o novo calendário, substituindo o antigo calendário Juliano, que fora criado pelo ditador romano Júlio César em 46 a.C.

A alteração do primeiro dia do ano estava entre as mudanças do novo calendário.

O primeiro dia de janeiro substituía o primeiro de abril como a data inaugural do ano. No entanto, muitos continuaram a comemorar a data em abril por puro desconhecimento ou revolta.

Dia da Mentira
Desenho da Disney virou sinônimo dos mentirosos

Nesse período, as pessoas recebiam convites para festas que não existiam ou votos de feliz ano novo, mesmo o ano tendo começado oficialmente três meses antes.

Segundo essa explicação, as mentiras e brincadeiras começaram a se refinar com o passar dos anos, chegando até os dias de hoje.

A história só não explica o motivo de a Inglaterra comemorar o dia da mentira antes mesmo da adoção do novo calendário. Assim como hindus e judeus.

É provável que a data também esteja associada a antigas festas pagãs na passagem do outono para primavera no hemisfério norte.

A origem do dia da mentira não poderia ser mais recheada de controvérsias, pois como já diria Oscar Wilde: “a verdade jamais é pura e raramente é simples".

Fonte:  www.abril.com.br

Dia da Mentira

1º de Abril

A verdadeira origem do dia da mentira (all fool’s day)

O primeiro de abril se tornou oficialmente o dia da mentira no ano de 1501, logo que os portugueses chegaram ao Brasil, por conta de brincadeiras que os índios faziam com os colonizadores, enganando-os a respeito da existência de ouro no litoral da terra que havia sido descoberta.

A brincadeira foi revelada, e a data acabou sendo registrada como dia da mentira.

Na verdade a explicação acima é que é mentira, mais uma a ser contada na data de 1º de abril há séculos em muitos países do mundo.

Fonte:  www.depositonaweb.com.br

Dia da Mentira

1º de Abril

SUPERTIÇOES

Tradicionalmente, supõe-se que as peças encerrem a meio-dia. Supõe-se que os feitos posteriormente tragam a má sorte ao perpetrador. Contudo, isto não é universalmente aceito, e muitas peças já foram praticadas depois do meio-dia.

Alguém que não consegue aceitar os truques, ou tirar proveito deles dentro do espírito da tolerância e do divertimento também deve sofrer com a má sorte. Também se diz que aquele que for enganado por uma bonita menina será recompensado com o matrimônio, ou pelo menos a amizade dela.

Outro mito ou a superstição diz que o matrimônio no Dia da Mentira não é uma boa idéia e que um homem que se case nessa data será para sempre controlado pela esposa.

ATUALIDADE

A Internet faz com que seja difícil de saber se uma peça é perpretada antes ou depois do meio-dia. Os fusos horários são diferentes em partes diferentes do mundo. O 1 de de abril (ou primeiro de abril) não acontece simultaneamente em todo o mundo.

Pessoas não-residentes no ocidente pouco conhecem o o costume do Dia da Mentira e são mais vulneráveis a peças na internet.

BOATOS

Muitas organizações de mídia propagaram inconscientemente ou deliberadamente peças no Dia da Mentira.

Mesmo agências de notícias sérias consideram o Dia da Mentira uma brincadeira normal, e uma tradição anual.

O advento da internet como um meio de comunicação mundial serviu para faciliar os traquinas no seu trabalho.

Fonte:  www.saberweb.com.br

Dia da Mentira

1º de Abril

Mentira tem perna curta!

Você sabia que o costume de contar mentiras no dia 1º de abril teve sua origem na França? Pois é, os franceses mentem há muito mais tempo que nós!

Antigamente, na França, o início do ano era comemorado em 1º de abril. Mas, em 1564, o rei francês Carlos IX adotou o calendário gregoriano, e o ano-novo passou a ser festejado em 1º de janeiro.

Imaginem só a confusão! Muitas pessoas não gostaram da mudança de data e continuaram a considerar o 1º de abril como o primeiro dia do ano, mandando convites para festas, votos de felicidades...

Dia da Mentira

Nos anos seguintes, como forma de brincadeira, começaram a surgir nessa data convites para festas que não existiam e falsas mensagens de "Feliz Ano Novo". O costume se espalhou pelo mundo todo e, com o tempo, foram surgindo novas brincadeiras.

E se você já fez a sua brincadeira hoje, não se esqueça de desmentir o boato depois...

Fonte:  www.smartkids.com.br

Dia da Mentira

1º de Abril

Primeiro de abril é conhecido como o dia da mentira.

Mas será que a mentira tem o direito de ter um dia? Hê, hê!!! Claro que não, nem vamos discutir isso! É simplesmente um absurdo!

Como pessoas de boa índole, valores e formação cristã, não podemos, em hipótese alguma, considerar isso como normal.

Apesar da inteligência e capacidade de raciocinar, os homens elegeram um dia à mentira.

A mentira nem deveria existir, muito menos ter um dia. Isso é simplesmente uma vergonha!

Nesse dia as pessoas mentem e acham isso normal.

Você sabe como surgiu o dia da mentira?

Bem, vamos ver um pouco de história.

Em 1564, depois da adoção do calendário gregoriano, o rei Carlos IX da França determinou que o ano novo fosse comemorado no dia 1º de janeiro ao invés de 1º de abril. Alguns franceses resistiram à mudança e continuaram a seguir o calendário antigo. Gozadores passaram então a ridicularizá-los e a enviar presentes esquisitos e convites para festas que não existiam. Daí a tradição do dia da mentira.

A mentira sempre foi uma prática entre os homens durante toda a sua história.

Infelizmente, vemos que esse comportamento ainda existe em nossos dias. Eles estudaram, cresceram, amadureceram, mas continuam mentindo para camuflar seus erros e levar vantagem em algumas situações.

Mas o que a Bíblia diz sobre isso?

Diz que esse foi o meio usado pelo diabo para que o homem desagradasse a Deus, através da desobediência. E, desde essa queda, os homens continuam mentindo e ferindo o coração de Deus.

O Senhor Jesus, ao falar sobre o assunto, fez um contraste entre a mentira e a verdade, mostrando que a mentira é proveniente do diabo e quem mente é filho dele. Jesus disse “... não há verdade nele.

Quando mente, fala a sua própria língua, pois é mentiroso e pai da mentira”.

Por isso encontramos os apóstolos combatendo esse comportamento.

Paulo, por exemplo, disse: “Deixai a mentira e falai a verdade, cada um ao seu próximo”.

O crente não deve mentir, pois esse comportamento é caracterizado como obra da carne. Nós nascemos de novo, em Cristo Jesus, para as boas obras e, consequentemente, a mentira não é compatível com o nome que levamos de cristãos.

Que Deus nos ajude a pôr em prática sempre a verdade.

Florêncio Moreira de Ataídes

Fonte:  www.iprb.org.br

Dia da Mentira

1º de Abril

dia da mentira é comemorado em 1º de abril, é nessa ocasião que as pessoas se sentem a vontade para contar histórias que na realidade são verdades.

Mentir é absolutamente liberado nesse dia, sendo que muitas pessoas são submetidas a gozações e peripécias.

Entretanto, são poucos também os que sabem a respeito da origem dessa data, ela não existe por acaso.

Até o século XVI o ano novo era comemorado no dia 25 de março e a festa durava até 1º de abril, isso por que as pessoas se baseavam no calendário grego.

A situação foi modificada quando o Rei da França Carlos IX resolveu nomear o ano novo em 1º de janeiro, assim a data antiga ficou sendo considerada o dia da mentira.

A origem é bastante curiosa, mas parece que o dia dos mentirosos conseguiu cair no gosto popular e continua sendo lembrado.

Vários setores são enganados nessa data, principalmente os internautas que caem em possíveis traquinagens.

Fonte:  www.gandaiabr.net

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal