Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Dia Mundial de Combate ao Câncer  Voltar

Dia Mundial de Combate ao Câncer

 

8 de Abril

Dia Mundial de Combate ao Câncer

Câncer é um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado de células que invadem os tecidos e órgãos, e podem se espalhar para outras regiões do corpo. Estas células tendem a ser muito agressivas e incontroláveis, determinando a formação de tumores, que é o acúmulo de células cancerosas. Já o tumor benigno é apenas uma massa localizada de células que se multiplicam vagarosamente e se assemelham ao seu tecido original, raramente representa um risco de morte.

Existem diferentes tipos de câncer devido aos vários tipos de células do corpo. Por exemplo, existem diversos tipos de câncer de pele porque a pele é formada de mais de um tipo de célula. Se o câncer tem início em tecidos epiteliais como pele ou mucosas ele é denominado carcinoma, se começa em tecidos conjuntivos como osso, músculo ou cartilagem é chamado de sarcoma.Outras características que diferenciam os diversos tipos de câncer entre si são a velocidade de multiplicação das células e a capacidade de invadir tecidos e órgãos vizinhos ou distantes.

A maioria dos casos de câncer (80%) está relacionada ao meio ambiente, no qual encontramos um grande número de fatores de risco. As mudanças provocadas no meio ambiente pelo próprio homem, os "hábitos" e o "estilo de vida" adotados pelas pessoas, podem determinar diferentes tipos de câncer. Como exemplo temos o tabagismo, o alcoolismo, os hábitos alimentares, hábitos sexuais, medicamentos, fatores ocupacionais entre outros. São raros os casos de cânceres que se devem exclusivamente a fatores hereditários, familiares e étnicos, apesar de o fator genético exercer um importante papel na oncogênese. Determinados grupos étnicos parecem estar protegidos de certos tipos de câncer: a leucemia linfocítica é rara em orientais, e o sarcoma de Ewing é muito raro em negros.

Os tipos de câncer mais comuns no país são os de pele, pulmão, mama, estômago, colo uterino e próstata. O câncer de pele é o tipo que possui maior incidência.O tratamento de câncer pode ser feito através de cirurgia, da radioterapia, da quimioterapia e do transplante de medula óssea, em muitos casos essas modalidades devem ser combinadas. Esse dia foi criado para ampliar o conhecimento popular sobre o tratamento e, principalmente, sobre a prevenção da doença.

Nas duas últimas décadas, aumentou o risco de uma pessoa adquirir câncer. Esta taxa de risco em 1979 era de 40 a cada 100 mil mulheres e de 60 a cada 100 mil homens e em 1999 alcançou o patamar de 60 a cada 100 mil mulheres e 80 a cada 100 mil homens como foi identificado pelo Instituto Nacional de Câncer. E para prevenir o Câncer o Inca aconselha a população a parar de fumar, possuir uma dieta alimentar saudável, limitar a ingestão de bebidas alcoólicas, evitar a exposição prolongada ao sol e usar filtro protetor solar fator 15 ou superior, as mulheres devem sempre realizar o exame das mamas mensal, a mulher deve submeter-se anualmente a um exame preventivo do colo de útero (Papanicolau), os homens com mais de 50 anos devem procurar o médico regularmente para ter seu risco para o câncer da Próstata avaliado e receber as devidas orientações.

Fonte: Informações de Saúde pelo Governo

Dia Mundial de Combate ao Câncer

8 de Abril

Dia Mundial de Combate ao Câncer

Câncer, ou neoplasia, é uma doença caracterizada pelo crescimento descontrolado de células anormais, seja por mutação genética ou por ação de hormônios e enzimas. Existem mais de cem variedades de câncer, entre os malignos e os benignos. A diferença principal entre os dois tipos é que o primeiro pode dar origem à metástase, que compromete outros órgãos.

A maior causa de morte entre os homens é o câncer de próstata, glândula responsável pela produção do líquido seminal. É mais comum entre indivíduos com mais de 50 anos; sua prevenção se dá com a ida freqüente ao urologista.

câncer de mama é provavelmente o mais temido pelas mulheres, devido à sua alta incidência e também em razão de seus efeitos psicológicos. Quando diagnosticado tardiamente, é necessária a mastectomia (retirada da mama), o que acaba afetando a sexualidade e a imagem pessoal. O câncer de mama é mais comum após os 35 anos. Porém, toda mulher deve se prevenir fazendo o auto-exame das mamas. Ainda assim, o câncer ginecológico é o maior causador de morte entre as mulheres, as quais devem se prevenir por meio da colposcopia.

No Brasil, o órgão mais respeitado no combate ao câncer é o Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC), fundado no dia 4 de maio de 1968, pelo professor e doutor João Sampaio Góes Jr. Seus objetivos principais são: prevenção, diagnóstico precoce e tratamento do câncer de mama e de colo do útero. Desde a sua fundação, o IBCC já atendeu a mais de três milhões de mulheres, a maioria de forma gratuita. Na luta pela prevenção do câncer, o IBCC trouxe, em 1971, o primeiro mamógrafo para o Brasil e desenvolveu uma infra-estrutura médico-hospitalar que lhe permite assistir um número cada vez maior de mulheres. Atualmente, o IBCC expandiu a sua área de atuação para a prevenção e o tratamento de outros tipos de câncer.

O IBCC iniciou no Brasil a famosa campanha O Câncer de Mama no Alvo da Moda. O comprometimento de personalidades do meio artístico, empresas de mídia, publicitários e especialistas está fazendo a população nela se engajar e se informar a respeito da doença, fato que contribui para a queda do número de óbitos.

Fonte: www.paulinas.org.br

Dia Mundial de Combate ao Câncer

8 de Abril

Nas duas últimas décadas, aumentou o risco de uma pessoa adquirir câncer. Pela primeira vez, o Instituto Nacional de Câncer identificou esta taxa de risco, que em 1979 era de 40 a cada 100 mil mulheres e de 60 a cada 100 mil homens, e em 1999 alcançou o patamar de 60 a cada 100 mil mulheres e 80 a cada 100 mil homens.

Diante desses números, o IBGE teen convida você para entrar na luta contra o câncer. Para começar, você pode ler um pouco sobre o tema, saber as causas e as formas de evitar o câncer. Uma boa medida é adotar um estilo de vida saudável, de forma a minimizar os riscos de adquirir essa doença.

Para celebrar o Dia Mundial de Combate ao Câncer, preparamos um link com medidas especiais para você se prevenir. Que tal incorporá-las em sua rotina?

O que é câncer?

Câncer ou neoplasia é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças caracterizadas pelo crescimento descontrolado de células anormais. Elas invadem tecidos e órgãos, podendo espalhar-se para outras regiões do corpo (quando ocorrem as metástases).

O comportamento das células cancerosas pode ser explicado por mutações genéticas ou secreção anormal de hormônios ou enzimas.

Essas células tendem a ser muito agressivas, formando os tumores (ou acúmulo de células cancerosas) que podem ser benignos ou malignos.

Geralmente, o câncer começa no órgão onde as células anormais iniciam o ataque. Se for diagnosticado, pode ser curado com cirurgia ou radioterapia. E quanto mais cedo for feito o diagnóstico, maiores são as chances de cura.

Câncer na Infância e na Adolescência

Segundo o INCA, todo ano surgem entre 12 e 13 mil casos de câncer em crianças no Brasil. É a terceira causa-morte de crianças entre um e 14 anos de idade, por falta de tratamento e diagnóstico a tempo. Além disto, um diagnóstico demorado pode exigir tratamentos mais traumáticos, capazes de deixar seqüelas ou exigir amputação.

É importante destacar que o diagnóstico precoce é a melhor arma contra o câncer infantil. Isto serve de alerta para os sintomas que, no início do câncer, parecem típicos de doenças corriqueiras das crianças. Com o diagnóstico a tempo, 60% dos casos na infância têm cura.

Os sintomas envolvem manifestações comuns a outras doenças não malignas como palidez, anemia, febre baixa, perda de peso, sudorese noturna, dor óssea ou nas juntas, ínguas, dor de cabeça, dificuldade para andar, dor de cabeça, inchaços e vômitos. É sempre bom investigar: um sintoma de verminose, como a barriga inchada, pode indicar um tumor no rim ou alças intestinais, por exemplo. Os tumores malignos que mais acometem crianças e adolescentes são a Leucemia, Sarcoma de Ewing, Linfoma de Hodgkin, Retinoblastoma, Câncer hepático e Osteossarcoma.

A quimioterapia é indicada em 65% dos casos, associada ou não a cirurgias. A radioterapia também pode ser utilizada no tratamento de alguns casos. Para que a criança possa receber altas doses de quimioterapia, às vezes pode ser feito um transplante de medula óssea.

Algumas causas do câncer

Hoje já se sabe que são raros os casos de câncer relacionados exclusivamente a fatores hereditários. No entanto, pode-se dizer que é forte a influência de fatores externos, como o meio ambiente ou hábitos e costumes presentes em nosso dia-a-dia. Essa pode ser uma boa notícia, pois assim fica mais fácil evitar esse problema. Sem causar grandes transtornos em nossa rotina ou deixar de lado aquilo que gostamos de fazer ou comer, é possível reduzir os riscos de adoecer.

Primeiro, é bom deixar claro que os fatores ambientais são responsáveis por 80% a 90% dos casos de câncer. Só para dar alguns exemplos: o cigarro pode causar câncer de pulmão, a exposição excessiva ao sol pode causar câncer de pele e alguns vírus podem causar leucemia. E ainda, alguns estudos revelaram que certos alimentos também são fatores de risco. Então, pensar nos alimentos que ingerimos diariamente é um passo importante para sairmos vitoriosos nessa luta.

Uma dieta saudável e outros cuidados

Hábitos Alimentares

Muitos alimentos têm sido associados com o processo de desenvolvimento do câncer, principalmente câncer de mama, cólon (intestino grosso), reto, próstata, esôfago e estômago. Por que isso acontece? Se consumidos por um longo período de tempo, muitos alimentos contribuem para o surgimento de células cancerosas. Então, preste atenção nas dicas abaixo:

Perigo! Alimentos que devem ser evitados ou ingeridos com moderação:

Alimentos ricos em gorduras (como carnes vermelhas), frituras, molhos com maionese, leite integral e derivados (como manteiga), bacon, presunto etc.

Alimentos que contêm níveis significativos de agentes cancerígenos: conservas em geral (picles, salsichas e alguns tipos de enlatados); defumados e churrascos; alimentos preservados em sal (como carne-de-sol, charque e peixes salgados).

A forma de preparar os alimentos também influencia no risco de câncer. Por isso, o se deve optar por métodos de cozimento que usem baixas temperaturas, como vapor, fervura, ensopado, guisado, cozido ou assado.

Como o brasileiro se alimenta?

No Brasil, os tipos de câncer relacionados aos hábitos alimentares estão entre as seis primeiras causas de mortalidade por câncer. Veja os principais problemas:

A ingestão de fibras é baixa no Brasil, daí a freqüência de câncer de cólon e reto.

O consumo de gorduras é elevado nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, locais com as maiores incidências de câncer de mama no país.

Entre os jovens é comum a preferência por hambúrguer, cachorro-quente e batata frita. Esses alimentos possuem a maioria dos fatores de risco alimentares e praticamente não apresentam nenhum fator protetor.

Os jovens brasileiros também não consomem, de forma satisfatória, alimentos ricos em fatores de proteção, tais como frutas, verduras, legumes e cereais.

Quais alimentos fazem bem à saúde?

Frutas, verduras, legumes e cereais integrais são alimentos ricos em nutrientes (vitaminas, fibras e outros compostos) que auxiliam as defesas naturais do corpo a destruírem os fatores cancerígenos antes que eles prejudiquem as células, além de bloquearem ou reverterem os estágios iniciais do câncer.

Sugestões para a feira...

cebola, brócolis, repolho e couve-flor;
legumes vermelhos ou amarelos: cenoura, abóbora, batata-baroa, batata-doce etc.;
folhas em geral, principalmente as de cor verde escura;
frutas como laranja, caju, acerola, mamão, entre outras;
alimentos tradicionalmente consumidos pelos brasileiros, como feijão e milho.

Como se Proteger da Radiação Solar

O tipo de câncer mais freqüente no Brasil é o de pele (cerca de 25% dos casos), geralmente provocado pela exposição excessiva ao sol. Em dias ensolarados, quando fazemos caminhadas, praticamos esportes ou vamos à praia, precisamos nos proteger do sol. Para isso, podemos usar chapéu, guarda-sol, óculos escuros e filtro solar, além de não se expor ao sol das 10 às 16 horas, horários em que os raios ultravioleta são mais intensos.

Filtros Solares

Os filtros solares reduzem os efeitos negativos da radiação ultravioleta, mas nem todos os filtros disponíveis no mercado protegem de fato.

Atenção para alguns detalhes:

Muitos protetores criam uma falsa sensação de segurança ao não permitirem, por exemplo, que as pessoas sintam ardência na pele, encorajando-as a se exporem ao sol por mais tempo.

O filtro solar não tem como objetivo aumentar o tempo de exposição ao sol ou agir como bronzeador.

O fator de proteção varia de acordo com a quantidade de creme aplicada, a freqüência de aplicação, a transpiração e a exposição à água.

Os filtros solares devem ser aplicados antes da exposição ao sol e reaplicados após a pessoa nadar, suar e se secar com toalhas.

Os filtros devem ter Fator de Proteção Solar igual ou acima de (FPS) 15.

Outras medidas de prevenção

Mudando hábitos

Pare de fumar
Diminua o consumo de bebidas alcoólicas
Evite exposição prolongada ao sol

Exames

A partir dos 20 anos, a mulher deve fazer o exame preventivo do câncer de colo do útero

Aos 35 anos, a mulher deve submeter-se a uma mamografia de base; aos 40, uma mamografia de controle e a partir dos 50 anos, a uma anual

Homens e mulheres com mais de 50 anos devem solicitar exame de sangue oculto nas fezes

Câncer tem cura?

Alguns tumores malignos têm cura e outros não, vai depender basicamente do tipo de câncer e do estágio em que se encontra. As possibilidades de cura estão diretamente relacionadas com tempo em que tumor é detectado no paciente. Quanto mais cedo, mais chances de o tratamento dar certo. Se o diagnóstico for tardio, o índice de cura diminui e complicações podem aparecer mesmo depois de tratado.

O câncer é a doença crônica mais curável nos dias de hoje. Nos países desenvolvidos, cerca de 50% dos casos foram tratados. Já no Brasil, estima-se que este número seja menor, principalmente pelo fato de que os diagnósticos não são feitos precocemente.

Fonte: www.ibge.gov.br

Dia Mundial de Combate ao Câncer

8 de Abril

O sucesso da prevenção de câncer se baseia na detecção precoce (prevenção secundária) e na mudança de hábitos pessoais, procurando eliminar fatores causais do câncer (prevenção primária).

A utilização de medicamentos em pacientes sem doença, porém de alto risco para desenvolver câncer, conhecida como quimioprevenção e a oncogenética estão em franco desenvolvimento. Mas, o que é mais seguro e mais factível hoje é a detecção precoce de câncer. Através dos históricos pessoais e familiares é possível selecionar pessoas de maior risco e que se beneficiarão de uma avaliação clínica direcionada com indicação de exames para diagnóstico precoce adequados.

Estudos publicados pelo Instituto Nacional de Câncer dos Estados Unidos mostram que o rastreamento de populações de risco aumenta o diagnóstico de tumores em fases subclínicas (ainda sem sintomas), e um ganho de sobrevida em relação à população geral.

No Brasil, os cânceres de maior incidência e em que os pacientes se beneficiam do diagnóstico precoce são: câncer de pele, de mama, de próstata, de estômago, de cólon e reto e de colo uterino. Quem já acompanhou de uma forma ou de outra o tratamento de alguém com câncer avançado sabe o quanto isto custa do ponto de vista econômico, emocional e de qualidade de vida. Sem dúvida alguma, a melhor forma de combater o câncer é através de sua prevenção e detecção precoce, o que permite tratamentos mais simples e curativos.

Seguem algumas dicas:

Pare de fumar! Esta é a regra mais importante para prevenir o câncer.

Uma dieta alimentar saudável pode reduzir as chances de câncer em pelo menos 40%. Coma mais frutas, legumes, cereais e menos carnes e alimentos gordurosos. Prefira alimentos frescos aos em conserva. A obesidade é responsável por cerca de 1/3 dos cânceres.

Procure abrir mão totalmente ou limitar a ingestão de bebidas alcoólicas.

Incorpore a prática de exercícios físicos à sua rotina diária - andar, subir escadas, fazer caminhadas.

A mulher deve fazer um auto-exame das mamas todo mês. Com 35 anos de idade deverá fazer sua primeira mamografia que será usada para comparações com os futuros exames.

A mulher a partir dos 20 anos deve ou do início da vida sexual deverá iniciar exame preventivo do colo do útero (Papanicolaou, Colposcopia).

O homem deverá fazer um auto-exame dos testículos todo mês e fazer avaliação da próstata a partir dos 40 anos.

Não tome sol das 10:00 às 16:00H e evite exposição prolongada ao mesmo. Utilize protetor solar e dê preferência à proteção mecânica (sombra).

Faça regularmente um auto-exame da boca e da pele.

Faça avaliação médica anual e participe de programa de oncologia preventiva.

Renato Santos

Fonte: www.promatrix.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal