Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Dia do Combate à Poluição  Voltar

Dia do Combate à Poluição

 

14 de Agosto

O homem perde-se numa estranha contradição quando vai relacionar-se com a natureza: ele destrói para construir. Essa atitude já se reflete no meio ambiente: rios poluídos por resíduos industriais, a chuva ácida nas grandes cidades, a névoa escura que acompanha o nascer do dia nas metrópoles. Todas consequências da irracionalidade humana quando se fala em preservação.

A saúde e o bem-estar humanos estão diretamente relacionados com a qualidade do meio ambiente, isto é, com suas condições física, química e biológicas. Entende-se por poluição a deterioração das condições ambientais, que pode alcançar o ar, a água e o solo.

Poluição Atmosférica

A poluição atmosférica caracteriza-se basicamente pela presença de gases tóxicos e partículas só1idas no ar. As principais causas desse fenômeno são a eliminação de resíduos por certos tipos de indústrias (siderúrgicas, petroquímicas, de cimento, etc.) e a queima de carvão e petróleo em usinas, automóveis e sistemas de aquecimento doméstico.

O ar poluído penetra nos pulmões, ocasionando o aparecimento de várias doenças, em especial do aparelho respiratório, como a bronquite crônica, a asma e até o câncer pulmonar.

Poluição da água

As águas subterrâneas, os rios, lagos e mares são o destino final de todo poluente solúvel lançado no ar e no solo.

A poluição da água tem causado sérios problemas ecológicos, no Brasil, em rios como o Tietê (SP) e Paraíba do Sul(SP-RJ). A maior responsabilidade pela devastação da fauna e pela deterioração da água nessas vias fluviais cabe às indústrias químicas instaladas em suas margens.

Poluição do solo

Muitos insetos, fungos, bactérias e outros organismos considerados pragas, por transmitirem ou causar doenças e destruírem os alimentos de homem, têm sido combatidos de diversas maneiras. O DDT por exemplo foi um praguicida muito usado. Em algum países seu produto já é proibido. Ele contribui para salvar muita gente de morrer de malária, por ter sido usado no combate ao mosquito transmissor. Mas o DDT demora cerca de 10 anos para ser transformar em substâncias menos tóxicas. Com o uso constante desta substância ocorre contaminação do solo, dos rios, plantas e animais.

Fonte: Soleis

Dia do Combate à Poluição

14 de Agosto

Atmosférica, hídrica, do solo, sonora, visual, térmica, luminosa... Há vários tipos de poluição, e esta pode ser definida como a introdução no meio ambiente de qualquer matéria ou energia prejudicial à saúde dos seres vivos, ou ainda responsável por alterações físico-químicas nas espécies minerais.

Efeito estufa, aquecimento global, chuvas ácidas e comprometimento da biodiversidade são temas frequentemente relacionados à poluição. Apesar da conscientização cada vez maior sobre o combate a este mal, muito ainda o homem terá de evoluir para evitar a destruição do planeta.

Fonte: www.ftd.com.br

Dia do Combate à Poluição

Nestes tempos de constante preocupação com o aquecimento global e suas conseqüências, o combate à poluição torna-se uma missão a ser cumprida diariamente. Com frequência a população em geral culpa as autoridades e as indústrias pela poluição do meio-ambiente, transferindo-lhes a responsabilidade pelos danos causados à natureza. Entretanto, na guerra para salvar o planeta, a população é o principal soldado.

Atitudes simples do cotidiano podem contribuir de forma significativa para minimizar a poluição. Faça sua parte:

Separe o lixo reciclável
Não coloque pilhas e baterias na coleta seletiva. Há postos específicos para isto.
Evite fazer frituras e sempre jogue o óleo de cozinha utilizado nos postos de coleta apropriados.
Use papel reciclado
Economize água e luz
Troque as sacolas plásticas de supermercado por sacolas reutilizáveis.
Sempre que possível, deixe o automóvel na garagem. Dê preferência aos transportes coletivos e às caminhadas.
Use e incentive o uso da bicicleta como meio de transporte, e reivindique junto às autoridades locais a construção de ciclovias
Plante árvores nativas

Fonte: www2.portoalegre.rs.gov.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal