Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Dia Internacional do Voluntário  Voltar

Dia Internacional do Voluntário

05 de Dezembro

Quando pensamos na ação voluntária, associamos imediatamente à idéia de alguém numa situação superior que vai de encontro ao inferior, ao carente, ao necessitado de ajuda. E é normal que pensemos assim.

No episódio das torres gêmeas, em Nova Iorque, por exemplo, assistimos muitas pessoas auxiliando os bombeiros a tentar achar sobreviventes entre os destroços e mesmo a limpar a área atingida.

Uma imagem que nos faz pensar no que foi dito acima: pessoas que estão livre do problema em questão ajudando os que se encontram em situação difícil.

Mas acontece que o ato do voluntariado é algo bem mais profundo e sensível.

Estendermos as mãos ao próximo, ao semelhante, é um ato que exige primeiro coragem, ou seja, disposição em se comprometer, em doar seu tempo ou seu talento, segundo generosidade, que também pode ser entendida como real solidariedade, aquela que não espera nada em troca, e terceiro que enfrentemos nossa própria fraqueza.

E estar diante da própria fraqueza é admitir que, ao ajudar, queremos nos sentir melhores, curar nossas próprias feridas, superar nossas próprias limitações.

O ato voluntário, por isso, é antes de tudo - ou deve ser antes de tudo - um ato impensado, mas não impensado no sentido de não refletir (ao contrário! Exige de nós muita reflexão e equilíbrio interior), mas impensado no sentido de se lançar.

De se jogar de peito aberto.

Como quem diante de uma grande onda, ao invés de recuar, mergulha.

Fonte: www.ibge.gov.br

Dia Internacional do Voluntário

05 de Dezembro

Desde 1985 , a Organizações das Nações Unidas instituiu o dia 5 de dezembro como Dia Internacional do Voluntário.

O objetivo da ONU é fazer com que, ao redor do mundo, sejam promovidas ações de voluntariado em todas as esferas da sociedade.

No Brasil, já existem diversas iniciativas em favor do desenvolvimento de práticas de voluntariado.

É fundamental que cada voluntário saiba que, como ele, há milhões de pessoas no mundo dando a sua própria contribuição para o alcance das metas traçadas pelas Nações Unidas.

Dia Internacional do Voluntário

O Voluntariado

Segundo definição das Nações Unidas, "o voluntário é o jovem ou o adulto que, devido a seu interesse pessoal e ao seu espírito cívico, dedica parte do seu tempo, sem remuneração alguma, a diversas formas de atividades, organizadas ou não, de bem estar social, ou outros campos..."

Em recente estudo realizado na Fundação Abrinq pelos Direitos da Criança, definiu-se o voluntário como ator social e agente de transformação, que presta serviços não remunerados em benefício da comunidade; doando seu tempo e conhecimentos, realiza um trabalho gerado pela energia de seu impulso solidário, atendendo tanto às necessidades do próximo ou aos imperativos de uma causa, como às suas próprias motivações pessoais, sejam estas de caráter religioso, cultural, filosófico, político, emocional.

Quando nos referimos ao voluntário contemporâneo, engajado, participante e consciente, diferenciamos também o seu grau de comprometimento: ações mais permanentes, que implicam em maiores compromissos, requerem um determinado tipo de voluntário, e podem levá-lo inclusive a uma "profissionalização voluntária"; existem também ações pontuais, esporádicas, que mobilizam outro perfil de indivíduos.

Ao analisar os motivos que mobilizam em direção ao trabalho voluntário descobrem-se, entre outros, dois componentes fundamentais: o de cunho pessoal, a doação de tempo e esforço como resposta a uma inquietação interior que é levada à prática, e o social, a tomada de consciência dos problemas ao se enfrentar com a realidade, o que leva à luta por um ideal ou ao comprometimento com uma causa.

Altruísmo e solidariedade são valores morais socialmente constituídos vistos como virtude do indivíduo. Do ponto de vista religioso acredita-se que a prática do bem salva a alma; numa perspectiva social e política, pressupõe-se que a prática de tais valores zelará pela manutenção da ordem social e pelo progresso do homem.

A caridade (forte herança cultural e religiosa), reforçada pelo ideal, as crenças, os sistemas de valores, e o compromisso com determinadas causas são componentes vitais do engajamento.

Não se deve esquecer, contudo, o potencial transformador que essas atitudes representam para o crescimento interior do próprio indivíduo.

Como ser um bom voluntário

A maioria das entidades beneficentes no Brasil ainda são muito pequenas, e não têm programas de voluntariado.

Qualquer pessoa pode ser voluntária, independente do grau de escolaridade ou idade, o importante é ter boa vontade e responsabilidade.

Neste site existem mais de 4.850 entidades cadastradas, pesquise uma perto da sua casa ou trabalho, veja se a área de atuação da entidade está de acordo com a sua intenção de trabalho, e depois da escolha marque um dia para conhece-la pessoalmente.

Se não der certo com a primeira entidade, não desista, tem muita gente precisando da sua ajuda. Tente outra vez.

E se tudo der certo, ótimo! Sinta como a entidade funciona, e do que ela necessita, talvez você tenha que pesquisar um pouquinho e sugerir uma tarefa.

Por exemplo, pintar a entidade por fora ou por dentro, cadastrar doadores no computador, ajudar a organizar um evento ou fazer uma festa. A iniciativa é sua.

Seja humilde. O fato de você estar ajudando os outros não significa que você será paparicado e que seu trabalho não possa ser criticado.

O trabalho voluntário exige o mesmo grau de profissionalismo que em uma empresa, se não maior.

Existem regras a seguir, por mais meritória a causa, e não desanime se nem todos vibrarem e baterem palmas pelo seu trabalho.

Por que ser um voluntário?

A grande maioria dos voluntários no Brasil querem:

1. Ajudar a resolver parte dos problemas sociais do Brasil.
2. Sentir-se útil e valorizado.
3. Fazer algo diferente no dia a dia.
4. 54% dos jovens no Brasil querem ser voluntários, mas não sabem como começar.

Agora não tem desculpa. Pesquise as entidades perto de você e seja um voluntário.

Voluntários vivem mais e com maior saúde!

Allan Luks, em The Healing Power Of Doing Good, descobriu que pessoas que ajudam os outros têm consistentemente melhor saúde. Oito em dez dos entrevistados afirmaram que os benefícios para a saúde retornavam quando eles se lembravam da ação feita em anos anteriores.

Estudo da Universidade de Michigan constatou que homens que faziam menos trabalhos voluntários eram significantemente mais propensos a morrer.

Fonte: www.voluntarios.com.br

Dia Internacional do Voluntário

05 de Dezembro

Em 1985, a Assembléia Geral das Nações Unidas escolheu o dia 5 de dezembro como a data oficial para a celebração do trabalho voluntário.

Desde então, centenas de países aderiram à data para celebrar o esforço voluntário e suas conquistas.

Nesta data, em todos os cantos do planeta, em vilarejos e metrópoles, igrejas e associações de bairros, em escolas particulares e públicas, em praças e teatros, milhões de pessoas, instituições e organizações, empresas, governos estão desenvolvendo ações e eventos para homenagear os voluntários, que trabalham pela paz e pela melhoria da qualidade no planeta.

Há quatro anos o Brasil une-se oficialmente à celebração mundial do voluntariado. Como tem feito desde a sua criação, todo 5 de Dezembro o Programa Voluntários faz questão de enaltecer todos aqueles que dedicam parte de seu tempo, trabalho e talento para colaborar com a melhoria do lugar em que vivem.

É impressionante o aumento do reconhecimento do valor da ação voluntária. E, a cada ano, os Centros de Voluntários intensificam a programação para essas celebrações. São atividades as mais variadas possíveis, nos mais diversos lugares. As opções são tantas quantas forem as possibilidades de ações voluntárias que pudermos imaginar. Basta usar a criatividade

Alguns exemplos de ações que são realizadas no dia 5, no Brasil e no Mundo.

Atividades em parques públicos e escolas e hospitais, reuniões de confraternização entre voluntários e entidades, concertos, shows de música, espetáculos de teatro, exibição de filmes e lançamento de livros, exposições de fotos e publicações e mostras de iniciativas cidadãs

Fonte: CEDI Camara dos Deputados

Dia Internacional do Voluntário

05 de Dezembro

A importância do trabalho de cada voluntário.

Nos bairros e comunidades, nos grupos de auto-ajuda e nos clubes, nas igrejas, nas associações culturais e esportivas, nas instituições sociais e nas empresas, um número imenso de pessoas ajudam umas às outras e ajudam a quem está em situação mais difícil.

Ao doarem sua energia e sua generosidade, os voluntários estão respondendo a um impulso humano básico: o desejo de ajudar, de colaborar, de compartilhar alegrias, de aliviar sofrimentos, de melhorar a qualidade da vida em comum. Compaixão e solidariedade, altruísmo e responsabilidade são sentimentos profundamente humanos e são também virtudes cívicas.

Ao nos preocuparmos com a sorte dos outros, ao nos mobilizarmos por causas de interesse social e comunitário, estabelecemos laços de solidariedade e confiança mútua que nos protegem em tempos de crise, que tornam a sociedade mais unida e fazem de cada um de nós um ser humano melhor.

Pelos benefícios que traz para o próprio voluntário, para as pessoas com quem o voluntário se relaciona, para a comunidade e a sociedade como um todo, é que o voluntariado merece ser valorizado, apoiado, divulgado e fortalecido.

Fonte: arquivo.portaldovoluntario.org.br

Dia Internacional do Voluntário

05 de Dezembro

A comemoração acontece em todo o mundo e visa homenagear aqueles que doam parte do seu tempo livre para a promoção do bem-estar de outras pessoas

Disponibilizar-se a ser solidário(a) com alguém ou alguma causa é motivo para comemoração.

Por isso, o mundo todo está aplaudindo as pessoas que dedicam parte do seu tempo livre para trabalhos voluntários, no dia 5 de dezembro: Dia Internacional do Voluntário.

Ser voluntário é dedicar, além de seu tempo, também seu talento para a solução de problemas enfrentados por uma pessoa, uma instituição ou, ainda, por uma causa, sem que receba qualquer tipo de remuneração por seus serviços.

O trabalho voluntário, ao mesmo tempo, é uma via de mão dupla, pois além de contribuir, o voluntário também ganha muito, como respeito, reconhecimento, conhecimentos, novos amigos, etc.

Na atualidade, o trabalho voluntário precisa estar qualificado e cada vez mais preparado, de modo a se adequar às diretrizes de cada instituição que se pretende ajudar, devendo estar, obrigatoriamente, integrado à equipe de trabalho da instituição e à sua missão.

"Ser solidário(a) faz bem a você também"

Fonte: www.grupoirmascheilla.com.br

Dia Internacional do Voluntário

05 de Dezembro

O dia 05 de dezembro é o Dia Internacional dos Voluntários.

Data para homenagear todas as pessoas que por amor ao próximo, dedicam seu trabalho sem pedir nada em troca.

O Dia Internacional do Voluntário foi criado em 17 de dezembro de 1985 pela Assembléia Geral das Nações Unidas, com o objetivo de valorizar e incentivar o serviço voluntário em todo mundo.

A partir da resolução da Assembléia Geral da ONU, o dia 5 de dezembro foi escolhido como data alusiva ao voluntariado, uma homenagem aos cidadãos que dedicam tempo, talento e trabalho para ajudar outras pessoas.

Ao doarem sua energia e sua generosidade, os voluntários estão respondendo a um impulso humano básico: o desejo de ajudar, de colaborar, de compartilhar alegrias, de aliviar sofrimentos, de melhorar a qualidade da vida em comum.

Quem se dispõe a realizar um trabalho voluntário deve estar motivado por sentimentos conscientes de plena cidadania e solidariedade, tendo comprometimento, responsabilidade e respeito.

É um trabalho que pode ser feito individualmente ou em equipe, sendo que, em ambos, é necessário perseguir os resultados que levam a maior qualidade dos serviços oferecidos. O princípio do voluntário é colaborar com o que sabe, realizando um trabalho profissional, entendendo a finalidade e missão de cada instituição.

Não fosse esse tipo de trabalho, com certeza nossa sociedade atualmente estaria bem mais carente. Inúmeras são as pessoas que, beneficiadas pelo trabalho dos voluntários, crescem com o apoio recebido e tornam-se também voluntários, formando uma corrente de solidariedade.

Lei do Voluntário

A Lei do Voluntariado, instituída em 18 de fevereiro de 1998, por decreto do Presidente da República Fernando Henrique Cardoso, considera como serviço voluntário toda a atividade não remunerada, prestada por pessoa física a entidade pública de qualquer natureza, ou a instituição privada de fins não lucrativos, que tenha objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência social, inclusive mutualidade.

Fonte: www.iproweb.procempa.com.br

Dia Internacional do Voluntário

05 de Dezembro

No dia 17 de dezembro de 1985, a Organização das Nações Unidas (ONU) criou o Dia Internacional do Voluntário e determinou que fosse comemorado todos os anos, no dia 5 de dezembro.

O ano 2001 foi proclamado como Ano Internacional dos Voluntários (AIV2001) pela Assembléia Geral das Nações Unidas de 1997.

Os voluntários são pessoas ou grupos que, sem remuneração, ajudam a melhorar a qualidade de vida do planeta.

Dedicam parte de sua vida para ajudar a resolver os problemas de sua região, indivíduos que se sensibilizam com comas causas sociais e estão dispostos a dar alegria, carinho e amor para quem está precisando apenas sorrir.

Dia Internacional do Voluntário

Os voluntários são pessoas de alto astral, capaz de curar um doente, só por um momento de atenção que deu a ele.

Agem por causas nobres, mobilizam-se contra a exclusão social, lutam para a melhoria nas áreas de educação, atividades esportivas e culturais, proteção do meio ambiente, o fim da violência, entre outras coisas.

Não precisa ser um especialista no assunto para ser um voluntário, apenas basta vontade e criatividade para desenvolver um trabalho solidário.

Dia Internacional do Voluntário

A Resolução sobre a criação do Dia Internacional do Voluntário, a Assembléia Geral reconhece a importância do voluntário e convida a todos os setores da sociedade Governos, organizações não-governamentais e a sociedade civil a incentivarem e divulgarem o importante trabalho dos voluntários.

Tradução não-oficial da Resolução de criação do Dia Internacional do Voluntário

A Assembléia Geral

Tomando nota do informe do Administrador do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento sobre o Programa de Voluntários das Nações Unidas e da relevante decisão do Conselho de Administração.

Considerando que os serviços de voluntários, incluído o dos Voluntários das Nações Unidas, dão uma contribuição importante às atividades de desenvolvimento socioeconômico.

Reconhecendo a conveniência de estimular o trabalho de todos voluntários, que trabalham tanto sobre em campo como em organizações multilaterais, bilaterais ou nacionais, não-governamentais ou com apoio dos governos e de incentivar esses voluntários, muitos dos quais prestam seus serviços a custa de consideráveis sacrifícios pessoais, a Resolução:

Convida aos governos a celebrar todos os anos, o 5 de dezembro, o Dia Internacional dos Voluntários para o Desenvolvimento Econômico e Social, e os exorta a adotar medidas para que se cobre maior consciência sobre a importância da colaboração dos voluntários, a qual estimulará mais pessoas de todas os níveis sociais a oferecer seus serviços como voluntários, tanto em seus países de origem como no estrangeiro.

Convida também organismos especializados, outras organizações do sistema das Nações Unidas e organizações não-governamentais que promovem serviços de voluntários, estão afiliados a esse tipo de serviços ou se beneficiam deles em qualquer forma, a que empreendam e promovam atividades para estimular um melhor conhecimento sobre a contribuição que os voluntários aportam a seu trabalho.

Pede ao Secretário Geral que continue promovendo em todo mundo a publicidade acerca da importante função que cumprem os serviços de voluntários.

Ideias para eventos no Dia Internacional do Voluntário (e para o ano todo também!):

Forme ou integre um grupo do Dia Internacional do Voluntário

Se a sua cidade já possui um comitê promovendo o DIV, procure-o e descubra como participar. Se não, reúna líderes e pessoas de ação para discutir a participação no DIV, formando a coordenação central. Tente envolver gente de diferentes setores, como educação, ONU, setor privado, mídia, governo, fundações, ONGs e organizações comunitárias. Busque maneiras de obter apoio político e financeiro. Determine como será o recrutamento e a organização dos voluntários nos preparativos para o dia.

Escolha um tema para o DIV

Considere maneiras de relacionar o DIV com um problema local como a fome, a falta de atendimento médico, agressões ao meio ambiente, desastres naturais ou outras causas humanitárias. Depois de determinar um foco único com os coordenadores, desenvolva um slogan que estimule contribuições voluntárias e mobilize a população para o tema. Tenha sempre em mente que, quanto mais as pessoas se identificarem com o assunto, mais motivadas ficarão em participar.

Produza materiais promocionais

Você pode obter gráficos e informações sobre o DIV no site www.iyv.org e utilizá-los para criar posters, panfletos e calendários de atividades. Pode promover um concurso local, voltado para crianças, pedindo que bolem um cartaz sobre o que elas entendem como voluntariado ou o que esperam do DIV. Nesse caso, o cartaz vencedor será utilizado como símbolo da campanha. Esses materiais criados podem ser distribuídos em locais públicos, como bibliotecas, centros comunitários, escolas e universidades, ONGs e prédios governamentais. Procure também empresas que permitam que a divulgação seja feita entre seus funcionários.

Desenvolva uma estratégia de mídia

Crie ferramentas de mídia e planeje uma estratégia de distribuição.Busque intensificar a cobertura publicitária na semana anterior ao DIV e guarde seus melhores materiais para o dia 5 de dezembro. Estabeleça boas relações com a imprensa oferecendo-lhes sempre novas notas, artigos e fotos das atividades voluntárias que estão sendo realizadas e programadas. Deixe os jornalistas cientes de todo o planejamento para o dia 5 de dezembro. Busque o apoio de algum artista ou atleta, para que ele ajude a divulgar seus planos. Convide-o para falar sobre a importância do voluntariado. Se você conseguir alguém famoso que já tenha antecedentes de trabalho voluntário, será perfeito. Se não, tudo bem, sempre há tempo de começar.

Outras idéias de atividades que podem ser feitas no dia 5 de dezembro e que já foram sucesso em diversas cidades do mundo em anos anteriores

Voluntariado individual

Organize oportunidades para profissionais dividirem seus conhecimentos e experiências.
Realize workshops e palestras sobre temas diversos e importantes para a população.
Organize campanhas sociais sobre tópicos significativos, como prevenção ao uso de drogas, combate à AIDS, à violência, ao trabalho infantil,etcMonte um grupo e vá de casa em casa explicando aos moradores como tratar a água, aproveitar melhor os alimentos, prevenir doenças, etc
Promova apoio aos doentes através de visitas aos hospitais, campanhas de doação de medicamentos, doação de sangue, programas de vacinação, mutirões para examinar gratuitamente pessoas carentes, etc
Visite crianças em orfanatos, distribua refeições, promova um dia especial para meninos carentes com passeios e brincadeiras, colete e distribua roupas usadas e alimentos não-perecíveis,etc
Estabeleça uma linha direta para pessoas aflitas, que precisam desabafar, e lhes dê conselhos e apoio.

Voluntariado no meio ambiente

Organize mutirões para promover o reflorestamento de áreas devastadas.
Coordene eventos onde as pessoas transformem terrenos baldios em hortas comunitárias ou parques públicos.
Convide ambientalistas, agrônomos e agricultores para darem palestras sobre como cultivar hortas saudáveis e a importância de se cuidar bem da terra.
Limpe praias, rios, parques, reservas naturais, praças públicas e pode as árvores de sua cidade.

Voluntariado em comunidades ou empresas

Promova uma campanha de doação de tempo, onde os interessados destinem horas de serviço voluntário para projetos específicos.
Limpe escolas, centros comunitários, hospitais, igrejas, lugares históricos,etc.
Ajude a restaurar ou construir instituições para órfãos, menores abandonados, moradores de rua, deficientes carentes, etc.
Promova uma campanha para montar uma biblioteca, igreja, escola, posto de saúde, centro poliesportivo ou algum outro prédio que venha a ser útil para a sua comunidade.
Estimule e ajude empresas interessadas em montar um programa de voluntariado corporativo.

Fonte: almanaquedobem.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal