Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Dia do Guarda Rodoviário  Voltar

Dia do Guarda Rodoviário

 

 

23 de Julho

O que é ser um guarda ou policial rodoviário?

O guarda ou policial rodoviário é o profissional, que trabalha na fiscalização do trânsito nas rodovias, visando sempre manter a ordem e a segurança nas estradas, e acima de tudo evitar acidentes.

A Polícia Rodoviária Federal está presente em todos os estados e é dividida em Superintendências Regionais, que coordenam os postos policiais municipais.

Portanto, esse profissional pode trabalhar em níveis federais, estaduais ou municipais, sempre exercendo a mesma função, de verificar infrações de trânsito, impedir condutas perigosas nas estradas e auxiliar e informar os motoristas em caso de problemas.

O guarda rodoviário é incumbido de aplicar advertências e multas quando necessário e até deter o condutor em casos extremos.

Esse profissional também pode trabalhar no controle do contrabando e do tráfico de drogas, vistoriando a movimentação nas rodovias e detendo veículos suspeitos, também pode prestar socorro e auxílio à pessoas envolvidas em acidentes nas estradas.

Quais as características necessárias para ser um guarda ou policial rodoviário?

Para ser um guarda rodoviário é preciso ter conhecimento aprofundado sobre a legislação brasileira, principalmente sobre a legislação de trânsito. Conceitos de primeiros socorros também são importantes.

Esse profissional é selecionado por meio de concurso público, portanto deve atender às exigências do edital do concurso.

Além disso, outras características interessantes são:

Rresponsabilidade

Capacidade de observação

Raciocínio rápido

Agilidade

Capacidade de organização

Capacidade para lidar com as pessoas

Honestidade

Capacidade de decisão

Facilidade para a resolução de problemas

Gosto por ajudar as pessoas

Qual a formação necessária para ser um guarda ou policial rodoviário?

A profissão de guarda, ou policial rodoviário é exercida mediante aprovação em concurso público. Para poder prestar o concurso, o candidato, homem ou mulher, deve ter idade entre 18 e 30 anos, deve ser brasileiro, ter certificado de reservista ou de dispensa do serviço militar e segundo grau completo.

O conteúdo da prova é divulgado no edital de abertura de concurso público, podendo ter mais de uma fase de seleção, e ser em forma de prova de múltipla escolha, dissertativa, ou prática, além de ser sempre aplicada por instituições de ensino competente.

O concurso público é a forma mais democrática de seleção de candidatos, e aos que são aprovados, a servidoria pública oferece diversos benefícios legais.

Principais atividades

Fiscalizar o cumprimento das normas de trânsito nas estradas

Parar veículos suspeitos

Aplicar multas, sejam por excesso de velocidade, embriaguez, condução perigosa, condução de veículos em estado perigoso, etc

Apreender veículos, quando necessário

Verificar a segurança das estradas

Auxiliar e informar os motoristas

Realizar intervenção direta e imediata na ocorrência de acidentes, auxiliar, prestar os primeiros socorros, e pedir ajuda especializada

Avisar aos órgãos responsáveis sobre as condições da pista

Realizar projetos de policiamento preventivo

Controlar a movimentação de veículos, trabalhando junto com investigações de contrabando, tráfico de drogas e veículos roubados

Deter suspeitos

Reportar as ocorrências aos seus superiores

Áreas de atuação e especialidades

O policial rodoviário trabalha sempre nas estradas, podendo ser de ordem federal, ou nas superintendências regionais, trabalhando em estradas de nível estadual e municipal. Esse profissional é responsável por manter a ordem e a segurança nas estradas, podendo também fazer parte de grandes operações integradas com outras polícias e órgãos, como operação de contenção do contrabando e tráfico de drogas, ou auxiliar em verificações de veículos nas estradas em busca de suspeitos.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho para o profissional dessa área é grande, porém a quantidade de estradas brasileiras é maior que o número de guardas rodoviários trabalhando nelas. A segurança nas estradas é muito importante para a sociedade em geral, pois muitas áreas da economia dependem dela para funcionar, como por exemplo, a circulação de mercadorias e o turismo. Por ser de responsabilidade estatal, o mercado cresce a medida que o governo investe e mais concursos são abertos.

Curiosidades

A Polícia Rodoviária Federal foi fundada em 1928, no governo do presidente Washington Luis, e ganhou o nome de Polícia das Estradas. Já no estado de São Paulo, a polícia rodoviária foi criada em 1948, pelo governador Dr. Ademar Pereira de Barros, com o nome de Grupo Especial de Polícia Rodoviária. Atualmente, o Comando de Policiamento Rodoviário, como segmento especializado da Polícia Militar do Estado de São Paulo é responsável pelo policiamento ostensivo de trânsito e pela preservação da ordem pública em toda a malha rodoviária paulista, em um total de mais de 20.000 Km de rodovias, onde atuam mais de 4.000 homens e mulheres.

Fonte: www.brasilprofissoes.com.br

Dia do Guarda Rodoviário

23 de Julho

O Batalhão de Polícia Rodoviária de São Paulo foi criado em 10 de janeiro de 1948.

Sessenta homens foram destacados para fiscalizar a recém-inaugurada Via Anchieta. A partir de 16 de novembro de 1962, a Polícia Rodoviária passou a fazer parte de uma fração da Milícia Paulista, sob a denominação de Policiamento Rodoviário, atual Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv), dotado de equipamentos modernos, como bafômetros e radares.

Dia do Guarda Rodoviário

Em 1989, foi criado o Tático Ostensivo Rodoviário (TOR) composto de viaturas equipadas com armamento de grande porte, para combater quadrilhas organizadas, especializadas em furto e roubo de caminhões e/ou cargas.

O policiamento rodoviário visa proporcionar mais tranqüilidade e segurança aos usuários, por meio de ações preventivas, para evitar a ocorrência de acidentes, orientar e multar infratores.

A corporação profere palestras em escolas e clubes de servir, realiza escolta de produtos perigosos e cargas excedentes, dentre outras atividades.

Suas bases operacionais também servem como postos de atendimento e auxilio ao público e como pontos para prestação de serviços sociais nas campanhas de vacinação e arrecadação de agasalhos.

A Polícia Militar Rodoviária dispõe de terminais de computadores capazes de informar sobre veículos e condutores, diretamente interligados ao Registro Nacional de Veículos Automotores, à Polícia Civil, aos Departamentos de Trânsito (DETRANs) de 17 estados e ao Sistema de Informações Operacionais da Polícia Militar.

O Pelotão de Motociclistas do Comando de Policiamento Rodoviário foi criado em 1998, para apoiar as áreas de maior índice de criminalidade, realizar escoltas e agilizar o atendimento em congestionamentos e acidentes.

Fonte: www.paulinas.org.br

Dia do Guarda Rodoviário

23 de Julho

Todos os países do mundo estão construindo novas estradas e reconstruindo as antigas, de modo a atender as exigências de um volume sempre crescente de tráfego de veículos a motor.

Mais de 300 milhões de automóveis estão percorrendo as estradas do mundo.

No Brasil, as estradas de rodagem tiveram seu desenvolvimento privilegiado em detrimento das estradas de ferro e das vias de navegação.

Extensas estradas de rodagem com duas ou mais pistas pavimentadas são cada vez mais necessárias para dar escoamento ao intenso e crescente tráfego de automóveis, caminhões e ônibus.

Com tantos avanços, a necessidade de vigilância das estradas também cresce. Com isso o guarda rodoviário passa a ser um profissional mais importante do que nunca.

Ele tem como função fiscalizar o trânsito nas rodovias, evitar que os motoristas ultrapassem o limite de velocidade, dirijam embriagados ou utilizem veículos em más condições de transitar e conseqüentemente, evitar acidentes nas estradas.

O guarda rodoviário também tem como função parar veículos que estejam sendo dirigidos por pessoas suspeitas de roubo ou tráfico de drogas, por exemplo, bem como prestar socorro em caso de acidentes.

Para facilitar seu trabalho, eles possuem aparelhos eletrônicos que marcam a velocidade dos veículos nas estradas.

As autoridades do Departamento de Trânsito, através de seus guardas, mantêm o serviço de trânsito. Para isso, advertem ou aplicam multas para garantir a segurança e a vida.

A Profissão - A atividade de guarda rodoviário é exercida mediante concurso público.

Para prestar concurso a pessoa - homem ou mulher - deve ser brasileira, ter idade entre 18 e 30 anos, certificado de reservista ou de dispensa do serviço militar e segundo grau completo.

Fonte: Soleis

Dia do Guarda Rodoviário

23 de julho

Com a denominação de "Polícia das Estradas", o governo de Washington Luís criou, em 1928, um batalhão de 60 homens para fiscalizar a recém inaugurada Via Anchieta, dando origem ao que hoje conhecemos como Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv).

Dia do Guarda Rodoviário

Cabe à Polícia Rodoviária zelar pela segurança do trânsito nas rodovias federais, orientando condutores e punindo os infratores, com base no Código Nacional de Trânsito.

Mas no dia a dia do trabalho, são muitas as atividades, riscos e desafios: o policial socorre vítimas de acidentes, atende moradores das margens das rodovias em dificuldades, fiscaliza o transporte de cargas e atua no combate a exploração sexual de crianças e adolescentes, além de participar de campanhas educativas.

Para o exercício destas atividades, a corporação conta com bafômetros, radares, viaturas e armamentos.

Em 1989, foi criado o TOR (Patrulhamento Tático Ostensivo Rodoviário), composto de viaturas equipadas com armamento de grande porte, para o combate às quadrilhas organizadas, especializadas em roubo de cargas e veículos, contrabandos e tráfico de drogas.

Fonte: www2.portoalegre.rs.gov.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal