Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Dia de São Judas Tadeu  Voltar

Dia de São Judas Tadeu

28 de Outubro

“Naqueles dias, Jesus foi à montanha para rezar (...) Ao amanhecer chamou seus discípulos e escolheu doze dentre eles, aos quais deu o nome de Apóstolos. Simão, a quem impôs o nome de Pedro, e seu irmão André; Tiago e João; Felipe e Bartolomeu; Mateus e Tomé; Tiago, filho de Alfeu e Simão chamado o Zelote; Judas, filho de Tiago, e Judas Iscariotes, o traidor”. (Lc 6, 12:16)

Judas, o Apóstolo Fervoroso

São Judas Tadeu é natural da Galiléia, na Palestina, descendente da linhagem real de Davi, irmão de Tiago o Menor, e primo de Jesus. Filho de Alfeu (também chamado Cleófas) e Maria, que era prima de Maria, Mãe de Jesus. O nome Judas deriva de Judá, que significa Fortíssimo. Recebeu o nome de Tadeu, que significa Valente, justamente pela força com a qual pregou o Evangelho. Era a força de seu testemunho de vida, era uma fé inabalável, o que levou a numerosíssimas conversões e causou a fúria invejosa de falsos pregadores e de ministros pagãos.

Diz a tradição que São Judas era o noivo nas Bodas de Canã e alguns estudiosos dizem que este milagre foi a causa de Judas Tadeu se tornar um seguidor de Jesus. Lucas também chama Judas o "Zealote" (o fanático). Alguns pensam que o "Zealote" seria zeloso e não fanático devido ao fervor com que São Judas Tadeu seguia a lei judaica e mais tarde os ensinamentos de Jesus.

Há um episódio, no Evangelho de São João (14,22), em que Jesus estava confidenciando aos apóstolos as maravilhas do amor do Pai e lhes garantia uma especial manifestação de si próprio, quando Judas Tadeu não se conteve e perguntou: “Senhor, por que razão hás de manifestar-te só a nós e não ao mundo?”.

Jesus lhe respondeu afirmando que teriam a manifestação dele todos os que guardassem sua palavra e permanecessem fiéis em seu amor. Um ponto que merece destaque na vida de São Judas é o fato de ele ter sido um dos doze apóstolos, escolhidos pessoalmente por Jesus. Desta forma, ele presenciou muitos milagres realizados por Jesus, participou da instituição da eucaristia na última ceia, testemunhou a morte, ressurreição e ascensão do Senhor.

Fé, Vocação e Martírio

Ele evangelizou na Mesopotâmia, Palestina, Síria e a Arábia. É localizado na Armênia nos anos de 43 a 66, onde se juntou a quatro outros Apóstolos do Oriente.

Há três Judas no Novo Testamento e de acordo com alguns estudiosos, o escritor da "Epistola de Judas", que se denominava "irmão do Senhor" é uma outra pessoa. Isto é questionável porque não está claro se a designação "irmão" era familiar ou fraternal (como Tomé, o Justo considerava). Esta é uma base muito pobre para se descobrir a verdade histórica. Fica claro que o Apóstolo Judas era ativo principalmente na Armênia, Síria e Norte da Pérsia. Judas aparentemente viajou acompanhado de Simão, quinto Apóstolo a ir ao Oriente, onde foi martirizado.

Este glorioso apóstolo de Jesus dedicou sua vida à evangelização. Foi incansável nesta tarefa, pregando o evangelho e convertendo muitas almas. Os pagãos, inconformados com a derrota, começaram a colocar o povo contra os apóstolos, prendendo São Judas e São Simão e os levando ao templo do sol.

No templo, São Judas disse ao povo: "Para que fiqueis sabendo que estes ídolos que vós adorais são falsos, deles sairão os demônios e os hão de quebrar". No mesmo instante, dois demônios hediondos quebraram todo o templo e desapareceram. Indignado, o povo atirou-se contra os apóstolos furiosamente e Judas foi trucidado a golpes de machado no dia 28 de outubro do ano 70. É por esse motivo que sua festa é comemorada nesse dia e que o santo é figurado segurando um machado embora na arte litúrgica da Igreja São Judas Tadeu seja, algumas vezes, mostrado como um homem de meia idade com uma serra ou um livro ou um barco. Outras vezes ele é mostrado segurando um remo e algumas vezes um peixe. Suas relíquias estariam em Rheims e Tolouse, França. Ele é venerado como um dos mais populares santos da Igreja e é considerado o patrono das causas perdidas.

No Brasil, a devoção a este santo é relativamente recente. Surgiu no início deste século, alcançando, porém, popularidade muito grande. É invocado como o santo dos desesperados e aflitos, das causas sem solução ou perdidas.

Sua festa litúrgica celebra-se, todos os anos, na data de sua morte: 28 de outubro.

Epístola de São Judas Tadeu

São Judas é apontado, segundo a tradição eclesiástica, como sendo o autor da epístola canônica que traz o seu nome. Ao que parece, essa carta foi dirigida aos judeus cristãos da Palestina, pouco depois da destruição da cidade de Jerusalém, quando a maioria dos apóstolos já havia falecido. O breve escrito de São Judas Tadeu é uma severa advertência contra os falsos mestres e um convite a manter a pureza da fé.

A carta de Judas foi escrita por um homem apaixonado e preocupado com a pureza da fé cristã e a boa reputação do povo cristão. O escritor diz que ele planejava escrever uma carta diferente, mas ouvindo os pontos de vista errados de falsos professores da comunidade cristã ele urgentemente escreveu esta carta para alertar a igreja para acautelar-se contra eles. A tradição ocidental baseada nos contos apócrifos da "Paixão de Simão e Judas" diz que após pregarem no Egito, Simão juntouse a Judas e foram em missões para a Pérsia. Lendas do século sexto descrevem o martírio de ambos Simão e Judas na Pérsia, na cidade de Sufian (Siani); embora a tradição oriental diz que Simão morreu pacificamente em Edessa. Como São Tadeu, Judas tem sido confundido também com Santo Addai na Mesopotâmia .

Dia de São Judas Tadeu
São Judas Tadeu

Dia de São Judas Tadeu
São Judas Tadeu

Fonte: www.sca.org.br

Dia de São Judas Tadeu

28 de Outubro

São Judas, designado por Tadeu (que significa o corajoso), é um dos Doze Apóstolos escolhidos por Jesus para o acompanhar na Sua vida pública. Irmão de S. Tiago Menor, primo de Jesus, seguiu o Divino Mestre de perto e depois do dia de Pentecostes dedicou-se à pregação do Evangelho na Judeia, Samaria, Mesopotâmia (hoje região do Iraque) e na Pérsia, aonde viria a morrer martirizado juntamente com o Apostolo São Simão, apelidado «o Zelote». Costuma ser representado com uma moca ou cacete na mão porque foi assassinado à paulada. O seu corpo foi trazido para Roma, onde é venerado na Basílica de São Pedro, no Vaticano. O Papa Paulo III concedeu indulgência plenária a quem visitar o seu túmulo no dia da sua festa, que a Igreja fixou no dia 28 de Outubro.

Por causa da traição de Judas Iscariotes, o nome de Judas (que significa Deus seja louvado) veio a cair no opróbrio, votando os cristãos tal horror e desprezo por aquela designação que o termo Judas passou a ter usem como equivalente de traidor, criminoso, assassino, homem desprezível ou diabólico. Narra Santa Brígida que Nosso Senhor quis reparar tal estado de coisas e fazer justiça a nome tão belo e sublimemente usado por Seu primo materno. Numa aparição àquela famosa santa sueca, Jesus, num momento difícil, disse-Ihe para recorrer a São Judas Tadeu, pois ele queria ajudar os seus irmãos neste mundo. A influencia das revelações de Santa Brígida estendeu-se desde a Idade Media ate aos dias de hoje e é por isso que muitos cristãos passaram a recorrer a São Judas, a exemplo de Santa Brígida. Tais foram e têm sido os favores espectaculares do Santo que a sua fama alcançou todo o mundo católico, tornando-se conhecido na tradição cristã como a advogado das causas consideradas perdidas, desesperadas, angustiosas ou muito difíceis de resolver satisfatoriamente.

Santos Simão e Judas

São Judas Tadeu era natural de Caná da Galiléia, na Palestina.

Sua família era constituída do pai, Alfeu (ou Cleofas) e a mãe, Maria Cleofas. Seus quatro irmãos: Tiago, José, Simão e Maria Cleofas. Eram parentes de Jesus. O pai, Alfeu era irmão de São José; a mãe, Maria Cleofas, prima-irmã de Maria Santíssima. Portanto, Judas Tadeu era primo-irmão de Jesus, tanto pela parte do pai como da mãe.

O relacionamento da família de São Judas Tadeu com o próprio Jesus Cristo, pelo que se depreende da Bíblia é o seguinte: Alfeu (Cleofas) era um dos discípulos a quem Jesus Apareceu no caminho de Emaús, no dia da ressurreição. Maria Cleofas, uma das piedosas mulheres que tinham seguido a Jesus desde a Galiléia e permaneceram ao pé da cruz, no Calvário. Dos irmãos dele, Tiago foi um dos 12 apóstolos, chamado o Menor, que se tornou o primeiro Bispo de Jerusalém. José, apenas conhecido como o Justo. Simão foi o segundo Bispo de Jerusalém, após Tiago. E Maria Salomé, a única irmã, foi mãe dos apóstolos Tiago Maior e João Evangelista. É de se supor que houve muita convivência de São Judas Tadeu com o primo e os tios. Essa fraterna convivência, além do parentesco, pode ter levado São Marcos a citar Judas e os irmãos como irmãos de Jesus 9Mc 6,3). Da mesma forma que nós dizemos que aquelas pessoas se dão bem como irmãos.

A Bíblia trata pouco de São Judas Tadeu.

Mas, aponta o importante: Judas Tadeu foi escolhido a dedo, por Jesus, para apóstolo.

Quando os Evangelhos nomeiam os 12 escolhidos, consta sempre Judas ou Tadeu entre a relação: (Mt 10,4; Mc 3,18; Lc 6,16). O Livro dos Atos dos Apóstolos também se refere a ele (At 1,13). Além dessas vezes em que São Judas Tadeu aparece entre os colegas do colégio apostólico, apenas uma vez é citado especialmente nmas Escrituras. Foi no episódio da Santa Ceia, na quinta-feira santa, narrado por seu sobrinho João Evangelista (Jo 14,22).

Nesta oportunidade, quando Jesus confidenciava aos apóstolos as maravilhas do amor do Pai e lhes garantia uma especial manifestação de si próprio, Judas Tadeu não se conteve e perguntou: "Mestre, por que razão hás de manifestar-te só a nós e não ao mundo?" Jesus lhe respondeu afirmando que teriam manifestação dele todos os que guardassem sua palavra e permanecessem fiéis a seu amor. Sem dúvida que, nesse fato, Judas Tadeu demonstra sua generosa compaixão por todos os homens, para que se salvem todos.

Por um historiador grego, sabemos que São Judas Tadeu iniciou, depois de recebido o Espírito Santo, a pregação de Jesus, na Galiléia. Passou para a Samaria e Iduméia e a outras localidades de população judaica. Pelo ano 50, tomou parte do primeiro Concílio, o de Jerusalém. Em seguida foi evangelizar a Mesopotâmia, Síria, Armênia e Pérsia. Neste País, recebeu a companhia de outro Apóstolo Simão. Falando um pouco de São Simão, para distingui-lo de Pedro, os evangelistas Mateus e Marcos lhe dão o sobrenome de Zelota ou Cananeu. Ele como os outros Apóstolos de Cristo, também percorreu os caminhos do Evangelho "sem mala, sem dinheiro, pregando o reino dos céus; curou enfermos, ressuscitou os mortos, limpou os leprosos, expulsou os espíritos maus" zeloso desde jovem das tradições hebraicas, e agora zeloso e humilde servo do Senhor.

Além da Palavra, Judas Tadeu dava o testemunho de seu exemplo. Essa coerência de fé e de vida impressionou vivamente os pagãos que se convertiam ao Evangelho de Jesus, por meio de São Judas Tadeu. Isso provocou a fúria invejosa dos falsos pregadores, de feiticeiros e de ministros pagãos. De tal modo eles conseguiram incitar parte da população contra os apóstolos, que os trucidaram a golpes de lanças e machados. Isso, pelo ano 70.

Assim São Judas Tadeu foi mártir, quer dizer: mostrou que sua adesão a Jesus era tal, que testemunhava a fé com a doação da própria vida. A imagem de São Judas Tadeu tem o livro que é a Palavra que ele pregou e a machadinha com a qual foi morto.

Os restos mortais de São Judas Tadeu encontram-se em Roma, na Basílica de São Pedro, junto ao túmulo do chefe dos apóstolos. Majestoso e artístico altar é muito procurado pelos fiéis devotos de São Judas.

A Igreja marcou a festa litúrgica de São Judas Tadeu, junto com São Simão seu companheiro de apostolado e de martírio, na provável data de morte: 28 de Outubro de 70.

Depois de algum tempo, o reaparecimento da devoção a São Judas Tadeu, parece dever-se a Santa Brígida. Conta-se em sua biografia, que o próprio Jesus lhe apareceu, aconselhando a invocar São Judas Tadeu até nos casos mais desesperados. Donde a fé do povo na especial intercessão do Santo nos casos desesperados. Afirmam que São Judas Tadeu é, atualmente, o segundo santo mais popular do Brasil. A fé em Deus e a confiança humilde na intercessão de São Judas Tadeu tem valido a muitíssimas pessoas. As formas de ação de graças são as mais variadas, sobressaindo as que se expressam em atos de caridade para o irmão mais necessitado.

São Judas Tadeu, rogai por nós e pelos nossos irmãos necessitados.

Fonte: membros.aveiro-digital.net | www.catolicanet.com.br

Dia de São Judas Tadeu

28 de Outubro

História de São Judas Tadeu, nosso Padroeiro

São Judas Tadeu, primo-irmão de Jesus, era filho de Alfeu, também chamado Cléofas, irmão de São José, e de Maria. Seu pai foi um dos discípulos a quem Jesus apareceu, no entardecer do dia da ressurreição, quando iam para a aldeia de Emaús e sua mãe era uma das mulheres que estavam juntamente com Maria Santíssima, aos pés da cruz de Jesus.

Seu irmão também foi chamado por Jesus para ser apóstolo: Tiago Menor.

Dois de seus sobrinhos igualmente faziam parte do grupo apostólico: TiagoMaior e João Evangelista, ambos filhos de sua única irmã, Maria Salomé.

Há um episódio do Evangelho de São João (14,22) em que Jesus estava confidenciando aos apóstolos as maravilhas do amor do Pai e lhes garantia uma especial manifestação de si próprio, quando Judas Tadeu não se conteve e perguntou: "Mestre, por que razão hás de manifestar-te só a nós e não ao mundo"? Jesus lhe respondeu, afirmando que teriam a manifestação dele todos os que guardassem sua palavra e permanecessem fiéis em seu amor.

Sem dúvida nenhuma, São Judas Tadeu demontra nesse fato, sua generosa compaixão por toda a humanidade, querendo que todos se salvem.

É desse amor demonstrado por todos que provém o fato de ele ser tão querido pelo povo. Há notícias de que por muitos lugares ele passou, pregando o Evangelho.

No ano 50 participou do primeiro concílio em Jerusalém. Sua pregaçào tinha muita força, pois era sempre acompanhada do testemunho de sua vida. Ele acreditava e vivia o que pregava. Sua coerência de fé e de vida impressionaram vividamente os pagãos que se convertiam em massa ao Evangelho, por meio dele.

Isso provocou a fúria invejosa de falsos pregadores, de feiticeiros e de ministros pagãos. De tal modo que eles conseguiram incitar parte da população contra São Judas Tadeu que foi trucidado a golpes de machado, no dia 28 de outubro do ano 70.

Assim, São Judas Tadeu se tornou mártir.

Quer dizer: mostrou sua adesão total a Jesus, testemunhando sua fé com a doação da própria vida, derramando seu sangue pelo Cristo.

São Judas Tadeu escreveu uma carta colocada no catálogo dos livros inspirados. Ao que parece, essa carta foi dirigida aos judeus cristãos da Palestina, pouco depois da destruição da cidade de Jerusalém, quando a maioria dos apóstolos já havia falecido.

Aconselhamos que todos os devotos de São Judas Tadeu procurem ler, na Bíblia, no Novo Testamento, a Epístola (carta) desse tão querido Santo.

Nela poderão encontrar muitas palavras de conforto escritas sob a inspiração do espírito Santo, muito úteis para a vida dos Cristãos.

A DEVOÇÃO A SÃO JUDAS TADEU

A devoção a São JUDAS TADEU é hoje verdadeiramente impressionante em toda parte. Há um grande fervor e um entusiasmo sempre crescente pelo Santo Apóstolo de CRISTO. O povo o invoca, sente a proteção valiosa do Grande Taumaturgo. São JUDAS, cujo nome lembrava sempre o do traidor Judas Iscariotes, foi bem esquecido em alguns séculos. Hoje se revigora admiravelmente a devoção ao Grande Apóstolo de CRISTO. Há uma grande ânsia de conhecimento dos fiéis em torno a vida e prodígios do Santo.

Os Santos Apóstolos que viveram na intimidade com Nosso Senhor JESUS CRISTO merecem nossa devoção especial, pois pregaram por toda a parte o Santo Evangelho (Mc 16, 20), congregaram a Igreja Universal, que o SENHOR fundou sobre eles e edificou sobre o bem-aventurado Pedro, seu príncipe, sendo a Pedra Angular o próprio CRISTO JESUS.

A Santa Igreja os celebra em sua liturgia com toda a solenidade do seu Rito. São JUDAS TADEU, além de Apóstolo de CRISTO, pertenceu à Família Santa e privilegiada que deu ao mundo o Salvador. Mais um motivo para nossa devoção, de que deve ter ele grande poder junto de DEUS no Céu, para nos socorrer.

Hoje, como que desejando mesmo dar ao Nosso Senhor JESUS CRISTO uma REPARAÇAO da traição de JUDAS Iscariotes, a Cristandade lembra o nome de São JUDAS, discípulo querido e fiel de JESUS, parente consangüíneo do Redentor, e o fidelíssimo Apóstolo que tanto fez e padeceu por JESUS CRISTO e amou tanto neste mundo.

São JUDAS é o nome com que invocamos o Apóstolo que se chama também TADEU ou LEBEU.

Na verdade, a etimologia do nome segundo os intérpretes significa o que realmente é o grande Santo: MISERICORDIOSO, BENIGNO, BONDOSO e DESTEMIDO em confessar e morrer pelo nome de Nosso Senhor JESUS CRISTO.

O Evangelho segundo São Mateus o chama simplesmente TADEU e o coloca no décimo lugar entre os doze Apóstolos: "Estes são os nomes dos doze apóstolos: primeiro, Simão, também chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu írmão; Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano; Tiago, o filho de Alfeu, e TADEU ; Simão, o zelota, e Judas Iscariotes, aquele que o traiu" (Mt 10, 2-3).

O Evangelho segundo São Marcos também o chama com o nome de TADEU e o coloca no décimo lugar: "Ele constituiu, país, as Doze, e impôs a Simão a nome de Pedra; a Tiago, o filho de Zebedeu, e a João, o irmão de Tiago, impôs o nome de Boanerges, isto é, filhos do trovão, depois André, Filipe, Bartolomeu, Mateus, Tomé, Tiago, o filho de Alfeu, TADEU, Simão o zelota, e Judas Iscaríotes, aquele que o traiu" (Mc 3, 16-18).

O Evangelho segunda São Lucas o chama JUDAS e o coloca no DÉCIMO PRIMEIRO LUGAR: "Depois que amanheceu, chamou os discípulos e dentre e escolheu DOZE, aos quais deu a nome de APÓSTOLOS: Simão, a quem impôs a nome de Pedro, seu irmão André, Tiago, João, Filipe, Bartolomeu, Mateus, Tomé, Tiago, filho de Alfeu, Simão, chamada Zelota, JUDAS, FILHO DE TIAGO, e Judas Iscaríotes, que se tornou um traidor" (Lc 6, 13-16).

Onde a expressão: "JUDAS, FILHO DE TIAGO", poderia significar também "irmão de Tiago".

Os Atos dos Apóstolos o chama também com o nome, de JUDAS e o coloca em último lugar, no DECIMO PRIMEIRO porque não nomeiam Judas Iscariotes, o traidor: "Eram Pedro e João, Tiago e André, Filipe e Tomé, Bartolomeu e Mateus; Tiago, filho de Alfeu, e Simão, a zelota; e JUDAS FILHO DE TIAGO"(At 1, 13).

A lista dos DOZE APÓSTOLOS chegou até nós sob estas quatro formas diferentes que acabamos de ver.

Notemos que divide-se sempre em três grupos de quatro nomes, sendo o primeiro de cada lista sempre o mesmo em todas elas: PEDRO, FILIPE e TIAGO, filho de Alfeu. A ordem pode variar no interior de cada grupo. Assim, o primeiro grupo, o dos discípulos mais ligados a JESUS, os Evangelistas Mateus e Lucas colocam juntos os irmãos Pedro e André e os irmãos Tiago e João, enquanto os evangelistas Marcos e Lucas (nos Atos dos Apóstolos) colocam André no quarto lugar, para dar lugar aos dois filhos de Zebedeu que, juntamente com Pedro, se tornaram os três íntimos do SENHOR (cf. Mc 5, 37).

Ainda mais tarde, já nos Atos dos Apóstolos, Tiago, filho de Zebedeu, cedera o seu lugar ao seu irmão mais moço, João, que se tornou mais importante. No segundo grupo, que parece ter sido o dos que tinham afinidade especial com os não-judeus, Mateus ocupa o último lugar nas listas de Mateus e dos Atos dos Apóstolos; e só em Mateus é chamado "o publicano". Quanto ao terceiro grupo, o mais judaizante, TADEU (variante LEBEU), de Mateus e de Marcos - se é que é o mesmo que JUDAS (FILHO) DE TIAGO, de Lucas em seu Evangelho e nos Atos dos Apóstolos - passa, nesses últimos, do segundo para o terceiro lugar. Simão, o Zelota, de Lc e At, não é senão a tradução grega do aramaico, Simão "QAN'ANA" de Mt e Mc. Judas Iscariotes, o traidor, figura sempre em último lugar. O seu nome é interpretado freqüentemente como "homem de Cariot" (cf. Js 15, 25), mas poderia também ser um derivado do aramaico "SHEQARYA": "o mentiroso, o hipócrita".

No texto grego São JUDAS é chamado LEBEU que segundo Cornélio A. Lapide significa: "LEB" - CORDATO, BONDOSO, OU CORAJOSO.

TADEU porém, vem da palavra siríaca "THAD" que significa "MAMMAN" (latim = mamma, ae = mama, teta), que quer dizer: MISERICORDIOSO, BENIGNO.

O nome de São JUDAS, como vimos, foi muitas vezes substituído pelo de TADEU, por causa do nome de Judas Iscariotes, o traidor.

Os próprios Evangelistas como São João, ao se referirem a São JUDAS TADEU, Apóstolo, diziam: JUDAS, não o Iscariotes ou o traidor. Ora, o nome de Iscariotes ficou para sempre odiado.

O NOME DE JUDAS

Queremos nomear algumas personagens da Sagrada Escritura que levam o nome de JUDAS.

Fonte: br.geocities.com

Dia de São Judas Tadeu

28 de Outubro

Sua ligação com Jesus

São Judas Tadeu, nascido em Caná de Galiléia, na Palestina, era filho de Alfeu (ou Cleofas) e Maria Cleofas. O pai, Alfeu, era irmão de São José e a mãe, prima-irmã de Maria Santíssima. Portanto, Judas Tadeu era primo-irmão de Jesus, tanto pela parte do pai como da mãe.

Um de seus irmãos, Tiago, também foi chamado por Jesus para ser apóstolo. Era chamado de Tiago Menor para diferenciar do outro apóstolo Tiago que, por ser mais velho que o primeiro, era chamado de Maior.

Judas Tadeu tinha quatro irmãos: Tiago, José, Simão e Maria Salomé.

O relacionamento da família de Judas Tadeu com o próprio Jesus Cristo, pelo que se consegue perceber na Bíblia é o seguinte: Alfeu (Cleofas) era um dos discípulos a quem Jesus apareceu no caminho de Emaús, no dia da ressurreição. Maria Cleofas, uma das piedosas mulheres que tinham seguido a Jesus desde a Galiléia e permaneceram ao pé da cruz, no Calvário, junto com Maria Santíssima .

Dos irmãos dele, Tiago foi um dos doze apóstolos, que se tomou o primeiro bispo de Jerusalém. José, apenas conhecido como o Justo. Simão foi o segundo bispo de Jerusalém, após Tiago. E Maria Salomé, a única irmã, foi mãe dos apóstolos Tiago Maior e João evangelista.

É de se supor que houve muita convivência de Judas Tadeu com o primo e os tios. Essa fraterna convivência, além do parentesco, pode ter levado são Marcos a citar Judas e os irmãos como irmãos de Jesus (Mc 6,3).

Dia de São Judas Tadeu
São Judas Tadeu

Citações na Bíblia

A Bíblia trata pouco de Judas Tadeu. Mas, aponta o importante: Judas Tadeu foi escolhido a dedo, por Jesus, para apóstolo. Quando os evangelhos nomeiam os doze escolhidos, consta sempre Judas ou Tadeu entre a relação. O livro dos Atos dos Apóstolos também se refere a ele (At 1,13). Além dessas vezes em que Judas Tadeu aparece entre os colegas do colégio apostólico, apenas uma vez é citado especialmente nas Escrituras. Foi no episódio da santa Ceia, na quinta-feira santa, narrado por seu sobrinho João evangelista (Jo 14,22).

Nesta oportunidade, quando Jesus confidenciava aos apóstolos as maravilhas do amor do Pai e lhes garantia especial manifestação de si próprio, Judas Tadeu não se conteve e perguntou: "Mestre, por que razão hás de manifestar-te só a nós e não ao mundo?" Jesus lhe respondeu afirmando que teriam manifestação dele todos os que guardassem sua palavra e permaneces- sem fiéis a seu amor. Sem dúvida, nesse fato, Judas Tadeu demonstra sua generosa compaixão por todos os homens, para que se salvem todos. A fidelidade, coragem e perseverança dos Doze Grandes Homens do Evangelho, contribuíram para que o nome de Jesus viesse ser o mais admirado, citado e respeitado dos nomes.

A vida de São Judas Tadeu

Depois que os Apóstolos receberam o Espírito Santo, no Cenáculo em Jerusalém, iniciaram a construção da Igreja de DEUS, com a evangelização dos povos.

São Judas iniciou sua pregação na Galiléia. Depois viajou para a Samaria e outras populações judaicas. Tomou parte no primeiro Concílio de Jerusalém, realizado no Ano 50. A seguir, foi evangelizar a Síria, Armênia e Mesopotâmia (atual Pérsia), onde ganhou a companhia de outro apóstolo, Simão, o "zelote", que evangelizava o Egito.

A pregação e o testemunho de São Judas Tadeu, foi realizado de modo enérgico e vigoroso, que atraiu e cativou os pagãos e povos de outras religiões que se converteram ao cristianismo. Ele mostrou que sua adesão a CRISTO era completa e incondicional, testemunhando sua fé com doação da própria vida.

São Jerônimo nos assegura que o Apóstolo pregou e evangelizou Edessa, bem como em toda Mesopotâmia (Pérsia).

No ano 70, foi martirizado de modo cruel, violento e desumano; morrendo a golpes de machado, desferidos por sacerdotes pagãos, por se recusar a prestar culto à deusa Diana.

Devido ao seu martírio, São Judas Tadeu é representado em suas imagens/estátuas segurando um livro, simbolizando a palavra que anunciou, e uma machadinha, o instrumento de seu martírio.

Suas relíquias atualmente são veneradas na Basílica de São Pedro, em Roma. Sua festa litúrgica celebra-se, todos os anos, na provável data de sua morte: 28 de outubro de 70.

Curiosidades acerca de São Judas Tadeu

Santa Gertrudes e São Bernardo de Claraval entre muitos outros Santos, também foram fervorosos cultivadores do culto a SÃO JUDAS TADEU. Santa Gertrudes escrevendo sua biografia, conta que JESUS lhe apareceu aconselhando invocar São Judas Tadeu, até nos "casos mais desesperados". A partir de então, cresceu a fé do povo na especial intercessão do Santo, principalmente nos "casos impossíveis".

Certa vez, Santa Brígida estava orando, quando teve uma visão de Jesus.

Este lhe disse:

Invocai com grande confiança ao meu apóstolo Judas Tadeu. prometo socorrer a todos quantos por seu intermedio a mim recorrerem.

Conforme conta o historiador Eusébio, Judas Tadeu teria sido o esposo nas núpcias de Caná (bodas de Caná), isso explicaria a presença de Maria e de Jesus.

Devido à notoriedade de Tiago na Igreja primitiva, Judas Tadeu era sempre lembrado como o irmão de Tiago

No texto grego São JUDAS é chamado LEBEU que significa: "LEB" - CORDATO, BONDOSO, OU CORAJOSO.

TADEU porém, vem da palavra siríaca "THAD" que quer dizer: MISERICORDIOSO, BENIGNO.

Nome de São JUDAS foi muitas vezes substituído pelo de TADEU, por causa do nome de Judas Iscariotes, o traidor.

Os próprios Evangelistas como São João, ao se referirem a São JUDAS TADEU, Apóstolo, diziam: JUDAS, não o Iscariotes ou o traidor.

Apóstolo cujo nome lembra o "traidor" de JESUS, Judas Iscariotes, teve sua devoção esquecida durante muitos séculos. Mas a Providência Divina se manifestou no momento oportuno, para exaltar as suas qualidades e notável humildade, transformando-o no querido e poderoso Santo intercessor das "causas impossíveis", que consegue junto ao CRIADOR as graças necessárias, em benefício de todos aqueles que buscam e procuram o seu inestimável auxílio.

Fonte: www.angelfire.com

Dia de São Judas Tadeu

28 de Outubro

Apóstolo de Cristo nascido em Caná de Galiléia, na Palestina, era primo-irmão de Jesus e irmão de Tiago o Menor, que na última ceia, perguntou ao seu mestre: Senhor, por que te manifestarás a nós e não ao mundo? Agricultor, era filho de Alfeu ou Cleofas, um dos discípulos a quem Jesus apareceu no caminho de Emaús no dia da ressurreição e irmão de São José, e de Maria Cleófas, prima-irmã de Maria Santíssima, uma das piedosas mulheres que tinham seguido a Jesus desde a Galiléia e permaneceram ao pé da cruz, no Calvário, junto com Maria Santíssima.

Tinha quatro irmãos: Tiago, José, Simão e Maria Salomé.

Dos irmãos dele, Tiago foi um dos doze apóstolos, que se tomou o primeiro bispo de Jerusalém. José, apenas conhecido como o Justo. Simão foi o segundo bispo de Jerusalém, após Tiago. E Maria Salomé, a única irmã, foi mãe dos apóstolos Tiago o Maior e João Evangelista. Também chamado Lebeu Tadeu, é um dos doze citados nominalmente por Mateus e Marcos, em seus Evangelhos, e um dos mais fervorosos do grupo. Conforme os textos apócrifos, teria sido o esposo nas bodas de Caná, e isto explica a presença de Maria e de Jesus naquela realização. Depois da ascensão de Jesus e que os Apóstolos receberam o Espírito Santo (1), no Cenáculo em Jerusalém, iniciou a pregação de sua fé no meio dos maiores sofrimentos e perseguições, pela Galiléia. Depois viajou para a Samaria e outras populações judaicas divulgando o Evangelho.

Tomou parte no primeiro Concílio de Jerusalém (50) e em seguida passou evangelizando pela Mesopotâmia, atual Pérsia, Edessa, Arábia e Síria. Parece claro que destacou-se principalmente na Armênia, Síria e Norte da Pérsia (43-66), sendo o primeiro a manifestar apoio ao rei estrangeiro, Algar de Edessa. Na Mesopotâmia ganhou a companhia de outro apóstolo, Simão o Zelota, aparentemente viajando em companhia de quinto Apóstolo a ir ao Oriente.

Segundo relata São Jerônimo, ambos foram martirizados cruelmente quando estavam na Pérsia, mortos a golpes de machado (70), desferidos por sacerdotes pagãos, por se recusarem a prestar culto à deusa Diana. Assim, na igreja ocidental, os dois santos são celebrados juntos em 28 de outubro. A Igreja Ortodoxa Grega, contudo, distingue Judas de Tadeu, celebrando Judas, "irmão" de Jesus, em 19 de junho, e o apóstolo Tadeu em 21 de agosto. É invocado como advogado das causas desesperadas e dos supremos momentos de angústia. Essa devoção surgiu na França e na Alemanha no fim do século XVIII.

No Brasil, a devoção a esse santo é muito popular e surgiu no início do século XX. Devido à forma como foi martirizado, sempre é representado em suas imagens/estátuas segurando um livro, simbolizando a palavra que anunciou, e uma machadinha, o instrumento de seu martírio. Suas relíquias atualmente são veneradas na Basílica de São Pedro, em Roma.

Sua festa litúrgica celebra-se, todos os anos, na provável data de sua morte: 28 de outubro de 70.

Fonte: www.prestservi.com.br

Dia de São Judas Tadeu

28 de Outubro

São Judas Tadeu era natural de Caná da Galiléia, na Palestina. Sua família era constituída do pai, Alfeu (ou Cléofas) e a mãe, Maria Cléofas. Eram parentes de Jesus. O pai, Alfeu, era irmão de São José; a mãe, Maria Cléofas, prima irmã de Maria Santíssima. Portanto, Judas Tadeu era primo irmão de Jesus. O irmão de Judas Tadeu, Tiago, chamado o Menor, também foi discípulo de Jesus.

A Bíblia trata pouco de Judas Tadeu. Mas aponta o importante: Judas Tadeu foi escolhido por Jesus, para apóstolo (Mt 10,4). É citado explicitamente nas Escrituras pelo evangelista João (Jo 14,22).

Na ceia, Judas Tadeu perguntou a Jesus: "Mestre, por que razão hás de manifestar-te só a nós e não ao mundo?" Jesus lhe respondeu afirmando que teriam manifestação dele todos os que guardassem sua palavra e permanecessem fiéis a seu amor.Após ter recebido o dom do Espírito Santo, Judas Tadeu iniciou sua pregação na Galiléia. Passou para a Samaria e Iduméria e outras populações judaicas. Pelo ano 50, tomou parte no primeiro Concílio, o de Jerusalém. Em seguida, foi evangelizar a Mesopotâmia, Síria, Armênia e Pérsia. Neste país recebeu a companhia de outro apóstolo, Simão. A pregação e o testemunho de Judas Tadeu impressionaram os pagãos que se convertiam. Isto provocou a inveja e fúria contra o apóstolo, que foi trucidado, a golpes de cacetes, lanças e machados. Isso, pelo ano 70.

São Judas Tadeu foi mártir, quer dizer: mostrou que sua adesão a Jesus era tal, que testemunhou a fé com a doação da própria vida.

A brevíssima Carta de São Judas, que está na Bíblia, é uma severa advertência contra os falsos mestres e um convite a manter a pureza da fé.

Nos versículos 22-23 propõe pontos fundamentais de um programa de vida cristã: fé, oração, auxílio mútuo, confiança na misericórdia de Jesus Cristo.

A imagem de São Judas tem o livro, que é a Palavra que ele pregou e a machadinha, com a qual foi morto. Os restos mortais, após terem sido guardados no Oriente Médio e na França, foram definitivamente transferidos para Roma, na Basílica de São Pedro.

A relíquia de São Judas: A relíquia que temos é um pedaço de osso dele. O relicário é usado para dar a bênção nos dias 28 de cada mês. A relíquia chegou até nós em 1945 ou 1946 por meio de um padre capelão militar. Este, durante a guerra, serviu a um convento de religiosas, na Itália. Finda a guerra, o padre recebeu de presente, das Irmãs, a relíquia de São Judas, que foi posteriormente doada ao Santuário São Judas Tadeu. Junto, um documento garantindo a autenticidade da relíquia.

Fonte: www.saojudas.org.br

Dia de São Judas Tadeu

28 de Outubro

Celebramos na alegria da fé os apóstolos São Simão e São Judas Tadeu. Os apóstolos foram colunas e fundamento da verdade do Reino.

São Simão:

Simão tinha o cognome de Cananeu, palavra hebraica que significa "zeloso". Nicéforo Calisto diz que Simão pregou na África e na Grã-Bretanha. São Fortunato, Bispo de Poitiers no fim do século VI, indica estarem Simão e Judas enterrados na Pérsia.

Isto vem das histórias apócrifas dos apóstolos; segundo elas, foram martirizados em Suanir, na Pérsia, a mando de sacerdotes pagãos que instigaram as autoridades locais e o povo, tendo sido ambos decapitados.

É o que rege o martirológio jeronimita. Outros dizem que Simão foi sepultado perto do Mar Negro; na Caucásia foi elevada em sua honra uma igreja entre o VI e o VIII séculos. Beda, pelo ano de 735, colocou os dois santos no martirológio a 28 de outubro; assim ainda hoje os celebramos.

Na antiga basílica de São Pedro do Vaticano havia uma capela dos dois santos, Simão e Judas, e nela se conservava o Santíssimo Sacramento.

São Judas Tadeu:

Judas, um dos doze, era chamado também Tadeu ou Lebeu, que São Jerônimo interpreta como homem de senso prudente.

Judas Tadeu foi quem, na Última Ceia, perguntou ao Senhor: "Senhor, como é possível que tenhas de te manifestar a nós e não ao mundo?" (Jo 14,22).

Temos uma epístola de Judas "irmão de Tiago", que foi classificada como uma das epístolas católicas. Parece ter em vista convertidos, e combate seitas corrompidas na doutrina e nos costumes.

Começa com estas palavras: "Judas, servo de Jesus Cristo, e irmão de Tiago, aos chamados e amados por Deus Pai, e conservados para Jesus Cristo: misericórdia, paz e amor vos sejam concedidos abundantemente". Orígenes achava esta epístola "cheia de força e de graça do céu".

Segundo São Jerônimo, Judas terá pregado em Osroene (região de Edessa), sendo rei Abgar. Terá evangelizado a Mesopotâmia, segundo Nicéforo Calisto. São Paulino de Nola tinha-o como apóstolo da Líbia.

Conta-se que Nosso Senhor, em revelações particulares, teria declarado que atenderá os pedidos daqueles que, nas suas maiores aflições, recorrerem a São Judas Tadeu. Santa Brígida refere que Jesus lhe disse que recorresse a este apóstolo, pois ele lhe valeria nas suas necessidades.

Tantos e tão extraordinários são os favores que São Judas Tadeu concede aos seus devotos, que se tornou conhecido em todo o mundo com o título de Patrono dos aflitos e Padroeiro das causas desesperadas.

São Judas é representado segurando um machado, uma clava, uma espada ou uma alabarda, por sua morte ter ocorrido por uma dessas armas.

São Simão e São Judas Tadeu, rogai por nós!

Fonte: www.cancaonova.com

Dia de São Judas Tadeu

28 de Outubro

Judas, apóstolo que celebramos hoje, para não ser confundido com Judas Iscariotes, "apóstolo da perdição", o traidor de Jesus, foi chamado nos evangelhos de Judas Tadeu.

O nome Judas vem de Judá e significa: festejado. Tadeu, quer dizer: peito aberto, destemido, melhor ainda, magnânimo.

Era natural de Caná da Galiléia, na Palestina. E filho de Alfeu também chamado Cléofas e de Maria Cléofas, ambos parentes de Jesus. O pai, Alfeu, era irmão de São José; a mãe, Maria Cléofas, prima irmã de Maria Santíssima. Portanto, Judas era primo irmão de Jesus e irmão de Tiago, chamado o Menor, também discípulo de Jesus. Os escritos cristãos dessa época revelam mesmo esse parentesco, uma vez que Judas Tadeu seria um dos noivos do episódio que relata as bodas de Caná e, por isso, Jesus, Maria e os apóstolos estariam lá.

Na Bíblia ele é citado pouco, mas de maneira importante. No evangelho de Mateus, 10,4 vemos que Judas Tadeu foi escolhido por Jesus. Enquanto nas escrituras de João, ele é narrado mais claramente (Jo 14,22). Na ceia, Judas Tadeu perguntou a Jesus: "Mestre, por que razão deves manifestar-te a nós e não ao mundo?" Jesus lhe respondeu que a verdadeira manifestação de Deus está reservada para aqueles que o amam e guardam a sua palavra. (Jo 14,23). Também faz parte do Novo Testamento a pequena Carta de São Judas, a qual traz os fundamentos para perseverar no amor de Jesus e adverte contra os falsos mestres.

Após ter recebido o dom do Espírito Santo, Judas Tadeu iniciou sua pregação na Galiléia. Realizou inúmeros milagres em sua caminhada pelo evangelho. Depois foi para a Samaria e próximo do ano 50, tomou parte no primeiro Concílio, em Jerusalém. Em seguida, continuou a evangelizar na Mesopotâmia, Síria, Armênia e Pérsia, onde encontrou Simão, e passaram a viajar juntos.

Conta a tradição que percorreram juntos as doze províncias do império persa, nas quais converteram muitos pagãos. Ainda segundo essa fonte os dois apóstolos foram torturados e mortos no mesmo dia, por pagãos perseguidores. Por isso a Igreja manteve a mesma data para as duas homenagens. Ao certo o que sabemos é que o apóstolo Judas Tadeu se tornou um mártir da fé, isto é morreu por amor a Jesus Cristo. A sua pregação e o seu testemunho eram tão intensos que pagãos se convertiam. Os sacerdotes pagãos furiosos mandaram assassinar o apóstolo, a golpes de bastões, lanças e machados. Tudo teria acontecido no dia 28 de outubro de 70.

Os restos mortais, guardados primeiro no Oriente Médio e depois na França, agora são venerados em Roma, na Basílica de São Pedro. Considerado pelos cristãos o Santo intercessor das causas impossíveis, foi a partir da devoção de Santa Gertrudes que essa fama ganhou força no mundo católico. Ela em sua biografia relatou que Jesus lhe aconselhou invocar São Judas Tadeu até nos "casos mais desesperados". Depois disso aumentou o número de devotos do seu poder de resolver as causas que parecem sem solução. Diz a tradição que não há um devoto que tenha pedido sua ajuda e não tenha sido atendido.

A festa de São Judas Tadeu é celebrada no dia 28 de outubro, tanto na Igreja ocidental como na oriental. No Brasil é um evento que altera toda a rotina do país, pois são multidões de católicos que querem agradecer e celebrar o querido santo padroeiro nas igrejas.

Fonte: www.portalangels.com

Dia de São Judas Tadeu

28 de Outubro

São Judas Tadeu é um dos Santos mais populares, por causa dos numerosos favores celestiais que consegue a seus devotos que lhe rezam com fé. Na Alemanha, Itália, América e muitos outros lugares, tem muitos devotos que conseguem por sua intercessão admirável ajuda de Deus, especialmente quanto a conseguir emprego, casa ou outros benefícios.

Santa Brígida conta em suas Revelações que Nosso Senhor lhe recomendou que quando desejasse conseguir certos favores os pedisse por meio de São Judas Tadeu.

São Simão e São Judas Tadeu têm sua festa no mesmo dia porque segundo uma antiga tradição os dois foram sempre juntos pregando a Palavra de Deus por toda parte. Ambos foram chamados por Jesus para formar parte do grupo de 12 preferidos ou apóstolos. Ambos receberam o Espírito Santo em forma de línguas de fogo no dia de Pentecostes e presenciaram os milagres de Jesus na Galiléia e Judéia e ouviram seus famosos sermões muitas vezes; viram-no já ressuscitado e falaram com ele depois de sua Santa morte e ressurreição e presenciaram sua gloriosa ascensão ao céu.

São Judas Tadeu escreveu uma Carta que está na Bíblia, na qual ataca aos agnósticos e diz que os que têm fé mas não fazem obras boas são como nuvens que não têm água, árvores sem fruto, e ondas só de espumas, e que os que se dedicam aos pecados de impureza e a fazer atos contrários à natureza sofrerão a pena de um fogo eterno.

Segundo a antiga tradição, a São Simão foi morto serrado ao meio, e São Judas Tadeu tendo a cabeça cortada com um machado, por isso São Simão é pintado com uma serra e São Judas Tadeu com um machado na mão.

Fonte: www.acidigital.com

Dia de São Judas Tadeu

É, sem dúvida, hoje, um dos santos mais populares do Brasil. No entanto, embora fosse um dos apóstolos de Cristo, a devoção por ele começou tarde, isso em função de seu nome, que se confundia com o do "apóstolo traidor", Judas Iscariotes. São Judas era primo de Jesus, pois era filho de Alfeu, também chamado de Cléofas, irmão de São José. Ao que se sabe, seu pai era um daqueles discípulos de Emaús, a quem Jesus apareceu naquela tarde do dia da Ressurreição. Quanto à sua mãe, ela era uma das mulheres que se encontravam ao pé da Cruz de Jesus, junto com Maria Santíssima.

São Judas - aquele mesmo apóstolo que, na Última Ceia, pergunta a Jesus por que Ele havia se manifestado a eles e não ao mundo - demonstrou sempre um grande ardor pela causa do Reino e, então, o desejo de que o Evangelho se tornasse conhecido de todos. Era o chamado à missão, típico do cristão, daquele que ama a Cristo e guarda a sua Palavra. Ele o amava, e precisava garantir que todos o fizessem também, para que fosse possível se realizar aquela resposta que Jesus lhe havia dado naquela Ceia: "se alguém me ama guardará a minha palavra e meu pai o amará, e nós viremos a ele e nele faremos nossa morada" (Jo 14,22).

São Judas morreu mártir, provavelmente no dia 28 de outubro de 70 D.C. (data em que se comemora o dia do Santo). Foi perseguido graças à coerência que mantinha entre a sua fé e a sua vida, e em função da força de sua pregação, coisas que impressionavam de tal forma os pagãos que estes se convertiam "em massa". Provocando a fúria de feiticeiros, ministros pagãos e falsos profetas, estes acabaram por incitar parte da população contra o santo, que morreu, possivelmente, trucidado a golpes de machado. Esta é a maneira considerada mais provável e, por isso, a sua imagem traz freqüentemente uma machadinha em suas mãos. Traz também uma Bíblia, lembrando o seu amor pela Palavra de Deus; e um colar, cuja medalha traz o rosto de Cristo, com o objetivo de destacar a sua semelhança com aquele que era seu primo. Suas relíquias atualmente se encontram em Roma, para onde foram trasladadas e são veneradas até hoje.

É o santo patrono das causas desesperadas e das causas perdidas na Igreja Católica Romana. É o santo padroeiro do Clube de Regatas do Flamengo. Encontra também sincretismo, na Umbanda, com com Xangô (do Oriente) e em algumas regiões com o Sr. Obaluaê ou Abaluaiê. Sincretiza com Ossanha no Candomblé. Na astrologia é o Santo protetor do signo de Áries. Cores: Amarelo e roxo. Pedras: safira, crisópraso, jaspe, topázio marrom, cornalina. Metal: estanho, molidênio. Flores: saudade, violeta, cravos amarelos, palmas amarelas. O símbolo de São Judas é um machadinho e às vezes é representado segurando um machado, por sua morte ter ocorrido por essa arma. Ele é também geralmente apresentado em ícones com uma flama ao redor de sua cabeça. Essa flama representa a presença do Pentecoste, quando ele recebeu o Espírito Santo, junto com os outros apóstolos. Em alguns casos ele é mostrado como um rolo ou livro (seu epistolo) ou segurando uma régua de carpinteiro.

Novena a São Judas Tadeu

Oração Inicial

Ó São Judas Tadeu, ditoso apóstolo de Cristo, inspirado pelo Espírito Santo, escrevestes aos vossos fiéis a vossa epístola; animado de zelo pregastes o Evangelho aos Persas. Varão sábio e generoso, como vos chama São Jerônimo, por vossa grande caridade ouvi nossas humildes preces, e alcançai-nos os favores que por vossa intercessão pedimos ao Senhor, para que ajudados por vossa proteção nesta vida, possamos vos acompanhar na glória, por todos os séculos dos séculos!

Ladainha

Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, ouvi-nos
Jesus Cristo, atendei-nos.
Deus, Pai dos Céus, tende piedade de nós.
Deus, Filho Redentor do mundo...
Deus, Espírito Santo...
Santíssima Trindade, que sois um só Deus...
Jesus, Filho de Deus vivo...
Jesus, Filho da virgem Maria...
Jesus, Mestre dos Apóstolos...
Santa Maria, rogai por nós
Santa Maria, Rainha dos Anjos...
São Judas Tadeu, consangüíneo de Jesus, Maria e José...
Apóstolo glorioso...
Apóstolo perseverante...
Verdadeiro imitador de Jesus...
Amante da pobreza...
Modelo de humildade...
Símbolo da paciência...
Lírio da castidade...
Chama do amor divino...
Estrela da santidade...
Vaso da graça divina...
Testemunho da fé...
Terror dos infernos...
Grande taumaturgo...
Coluna da Igreja...
Consolador dos aflitos...
Refúgio dos pecadores...
Amparo dos necessitados e atribulados...
Especial padroeiro nos casos desesperados...
Abrigo seguro e patrono dos vossos devotos...
Pelos merecimentos de São Judas Tadeu, nós vos rogamos, ouvi-nos Senhor.
Pela sua humildade e paciência...
Pelo seu zelo no apostolado e pregações...
Pelos seus milagres...
Pelo seu glorioso martírio...
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, ouvi-nos Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, tende piedade de nós Senhor.
Rogai por nós, São Judas Tadeu.
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oração Final

Ó glorioso São Judas, pelos sublimes privilégios de vosso parentesco com Nosso Senhor Jesus Cristo, e de vosso apostolado, privilégios que tanto nobilitaram vossa vida; pela glória que nos Céus estais gozando como prêmio de vossos trabalhos e de vosso martírio, alcançai-nos, d'Aquele de quem procedem todos os bens, as graças espirituais e temporais de que temos necessidade, para podermos aproveitar bem o tesouro dos santos ensinamentos que nos deixastes em vossa Epístola, divinamente inspirada. Fazei que elevemos o edifício da perfeição sobre o alicerce da Fé, por uma Oração fervorosa e ajudados pela graça do Espírito Santo. Que permaneçamos constantes e fiéis no amor de Deus, à espera da Vida Eterna. Fazei, que por todos os meios oportunos, possamos ajudar aos que erram, a fim de que sejam glorificados e exaltados, o Poder, o Império e a Majestade d'Aquele Deus que é Todo-Poderoso para nos livrar do pecado e fazer com que possamos nos apresentar cheios de pureza e de alegria, quando vier Nosso Senhor Jesus Cristo, nosso Deus e Salvador. Assim seja.

Hino a São Judas Tadeu

Ó glorioso São Judas Tadeu,
Invocamos a tua proteção.
Dá-nos a graça que Jesus te deu
Para alcançarmos nossa salvação.
Quiseste a morte para melhor vida
Deixando o mundo o gozo terreal,
Ganhaste enfim a glória prometida
O amor de Deus, a paz celestial.
Parente de Jesus e de Maria
Tu tens no céu de Deus tão grande amor
Que a ti clamamos protetor e guia,
Nas tentações, no desespero e dor.
Tu, que morreste pela Santa Cruz,
Vem socorrer-nos em nosso pedido
Ó venturoso apóstolo de Jesus
Que assim te fez discípulo querido.
Preclaro Mátir, dá-nos tua luz
E nos ampara como filhos teus
Como teu exemplo traze-nos Jesus
Com teu socorro leva-nos a Deus.

Orações

Oração No.1

SÃO JUDAS TADEU, apóstolo escolhido por Cristo, eu vos saúdo e louvo pela fidelidade e amor com que cumpristes vossa missão.

Inúmeras pessoas, imitando vosso exemplo e auxiliadas por vossa oração, encontram o caminho para o Pai, abrem o coração aos irmãos e descobrem forças para vencer o pecado e superar todo o mal.
Quero imitar-vos, comprometendo-me com Cristo e com sua Igreja, por uma decidida conversão a Deus e ao próximo.

E, assim convertido, assumirei a missão de viver e anunciar o Evangelho, como membro ativo de minha comunidade.

Espero, então, alcançar de Deus a graça (faça seu pedido) que imploro confiando na vossa poderosa intercessão.

SÃO JUDAS TADEU, rogai por nós! Amém!

Oração No.2

SÃO JUDAS TADEU, glorioso apóstolo, fiel servo e amigo de Jesus, o nome do traidor foi a causa de que fôsseis esquecido por muitos, mas a Igreja vos honra e invoca universalmente como patrono nos casos desesperados, nos negócios sem remédios.

Rogai por mim que sou um miserável. Fazei uso, eu vos imploro, desse particular privilégio que vos foi concedido, de trazer viável e imediato auxílio, onde o socorro desapareceu quase por completo.

Assisti-me nesta grande necessidade, para que eu possa receber as consolações e auxílios do Céu em todas as minhas precisões, atribulações e sofrimentos, alcançando-me a graça de (aqui se faz o pedido particular), e para que eu possa louvar a Deus convosco e com todos os eleitos, por toda eternidade.

Eu vos prometo, ó Bendito JUDAS TADEU, lembrar-me deste grande favor e nunca deixar de vos honrar como meu especial e poderoso patrono, e fazer de tudo o que estiver ao meu alcance para incentivar a devoção para convosco. Assim seja.

SÃO JUDAS TADEU rogai por nós e por todos os que vos honram e invocam vosso auxílio.

(Rezar 3 Pai Nosso, 3 Ave Maria e 3 Glória ao Pai)

Fonte: www.ruadasflores.com

Dia de São Judas Tadeu

28 de Outubro

Poderoso patrono das causas difíceis e desesperadas

Assim, desde o século XIV, S. Judas éinvocado nos casos difíceis e a experiência provou o poder da sua intercessão nas circunstâncias em que, esgotados todos os meios humanos, as causas parecem totalmente perdidas ou desesperadas.

Um escritor eclesiástico assegura que “entre os devotos de S. Judas, poucos há que não tenham recebido provas especiais da sua assistência nas doenças, nos assuntos mais difíceis e mesmo no desespero, nos temores, nos desgostos, nas calúnias, na pobreza, na miséria, e nas ocasiões em que toda a esperança humana parecia perdida”. S. Bernardo de Claraval tinha uma enorme devoção ao santo Apóstolo. Depois de ter conservado e honrado durante toda a sua vida uma relíquia do Santo, ordenou que, quando morresse, lhe pusessem sobre o coração e assim o enterrassem.

Dizia que não queria se separar daquele que tinha sido um poderoso protetor da sua pureza e o seu auxílio em todas as dificuldades.

Como São Bernardo, muitos têm encontrado no patrocínio de São Judas o alívio que há muito procuravam. A capela com a sua imagem na Basílica dos Mártires, em Lisboa, prova bem o agradecimento de inúmeras almas, que, aflitíssimas, a ele recorreram com eficácia. Mas capelas por todo o mundo atestam o mesmo fato. Ele entrou na devoção dos povos católicos e tem marcado a sua presença ao longo dos séculos com poderosos favores.

Como recorrer a S. Judas?

É a oração persistente, humilde, com confiança, que atrai o milagre. E é assim que se deve ir a São Judas: com preces, missas, novenas, visitas as suas capelas ou igrejas onde esteja a sua imagem e, também, muito especialmente, com esmolas.

Será muito útil aos que recorrerem à intercessão do Santo Apóstolo, que dêem em sua honra uma esmola ou façam outra Obra de Misericórdia. Nada nos atrai tanto o auxílio de Deus e a proteção dos Santos como este procedimento. Que graças magníficas e extraordinárias não concedeu Santo Antônio àqueles que lhe prometeu pão para os pobres! O Salvador disse: “Bem-aventurados os misericordiosos porque alcançarão misericórdia”. E mais: “Usarão convosco da mesma medida que tiverdes usado para com os outros”. S. Leão assegura-nos que a oração tem maior eficácia diante de Deus, quando as obras de misericórdia a acompanham.

De fato, a esmola, recomendada pela Sagrada Escritura, é uma das obras que mais satisfaz a justiça divina. O Arcanjo S. Rafael dizia a Tobias que a esmola livra da morte, apaga o pecado e obtém-nos a graça do Céu. O Eclesiastes ensinava já esta verdade: “A esmola aniquila o pecado como a água extingue o fogo”. Abri a vossa mão ao pobre, para que o vosso sacrifício fique completo. Um autor eclesiástico escreve: “Se não houvesse pobres, os pecados graves e numerosos não seriam perdoados. Os pobres são os médicos das nossas feridas espirituais. Nunca daremos aos pobres tanto quanto recebemos deles; porque, por um copo de água que lhes dermos, eles oferecem-nos um direito de entrada no Céu”.

Escutemos S. Vicente de Paulo: “Quem poderá medir o amor infinito do Filho de Deus pela pobreza? Ele quis nascer num humilde estábulo, para ser o pai dos pobres e diz em seguida, claramente, que tudo o que lhes fizessem o encararia como feito a Ele mesmo. Convém, pois, amar os pobres com uma caridade especial, vendo Jesus Cristo neles, e estimando-os como Ele os estima”.

Diante de Deus, todos somos mendigos. O que possuímos é uma esmola que recebemos da Sua Mão. Mas é preciso que Deus nos possa reconhecer como tais, para que nos dê sempre mais. “Ele fa-lo-á – diz Santo Agostinho – se vir que somos bons para os pobres”. Exercera a divina perfeição da Sua Misericórdia conosco. Muitos santos e sábios tiveram essa experiência. Um santo sacerdote, pregando numa tarde, aconselhou ao mais infeliz dos seus auditores que fizesse uma obra de misericórdia, com a confiança de que Deus viria em seu auxilio. No dia seguinte de manhã, um senhor rico veio ter com ele e disse-lhe: “Eu era ontem à tarde o mais infeliz dos ouvintes do seu sermão (ao mesmo tempo mostrava-lhe uma corda que tinha arranjado para se enforcar); segui o seu conselho e deitei no prato da coleta uma moeda de ouro. Imediatamente me senti transformado. Agora peço-lhe que me ouça em confissão, para reencontrar a felicidade”.

A Santíssima Virgem, que é tão poderosa, ajudar-nos-á se formos misericordiosos. Coloquemos obras de misericórdia nas suas mãos e Ela nos recompensará com graças especiais. “Quem semeia a misericórdia colherá o milagre".

Fonte: www.velhosamigos.com.br

Dia de São Judas Tadeu

28 de Outubro

Oração a São Judas Tadeu

Para ser dita em grandes aflições, quando nos julgarmos desamparados de todo o socorro visível ou por casos desesperados.

São Judas Tadeu, apóstolo escolhido por Cristo,
eu vos saúdo e louvo pela fidelidade e amor
com que cumpristes vossa missão.

Chamado e enviado por Jesus,
sois uma das doze colunas que sustentam
a verdadeira Igreja, fundada por Cristo.

Inúmeras pessoas, imitando vosso exemplo
e auxiliadas por vossa oração,
encontram o caminho para o Pai,
abrem o coração aos irmãos
e descobrem forças para vencer o pecado
e superar todo o mal.

Quero imitar-vos, comprometendo- me
com Cristo e com sua Igreja,
por uma decidida conversão a Deus e ao próximo,
especialmente o mais pobre.

E, assim convertido, assumirei a missão de viver
e anunciar o Evangelho,
como membro ativo de minha comunidade.
Espero, então, alcançar de Deus a graça que imploro
confiando na vossa poderosa intercessão.

(Faça o pedido da graça a ser alcançada…)

São Judas Tadeu, rogai por nós!

Fonte: www.saojudas.org.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal